.: interlúdio :. Klez-Edge: Ancestors Mindreles NaGila Monsters

O Klez-Edge é a versão instrumental do Klezmokum. O grupo foca-se em músicas folclóricas semitas dos Balcãs. A ênfase é em improvisações baseadas em uma ampla variedade de material: arranjos de clássicos atemporais judaicos e originais de Burton Greene baseado no klezmer, sefardita e tradições dos Balcãs. O Klez-Edge também faz arranjos modernos de peças tradicionais do jazz com base em modos judeus (muitas vezes de compositores que desconhecem que estavam usando esses modos em sua músicas). O grupo é internacional, sendo formado por um polonês, um líbio, um sérvio, dois norte-americanos, etc.

Ancestors Mindreles NaGila Monsters

1. Mindrele 8:14
2. Odessa On The Hudson 6:01
3. Ancestral Folk Song 7:34
4. Funk Tashlikh 7:25
5. Prelude In D Minor For Andrzej 4:55
6. Oy Joy 4:45
7. Bagdad 6:36
8. Moldavian Blues 7:55
9. Have Another Nagila Monster 6:21

Klez-Edge

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

klezmokum_new

PQP

Alma Latina: Esteban Salas – Passio Domini Nostri Jesu Christi

Salas: Passio Domini Nostri Jesu Christi
Officium Hebdomadæ Sanctæ
Officium Defunctorum

Esteban Salas y Castro o Esteban Salas Montes de Oca (La Habana, 25 de diciembre de 1725 – Santiago de Cuba, 14 de julio de 1803) fue un compositor cubano de música religiosa.

Esteban Salas estudió violín, órgano, contrapunto, composición y canto llano (fue tiple en el coro) en la Parroquial Mayor de La Habana.

A los 15 años de edad (1741) ingresó en el Seminario de San Carlos y San Ambrosio. Completó su formación estudiando Filosofía, Teología y Derecho Canónico. El 8 de febrero de 1764 llegó a Santiago de Cuba al ser nombrado por el obispo Francisco Agustín Morell de Santa Cruz maestro interino de la Capilla de Música de la Catedral.

Durante sus 39 años de trabajo en la capital del Departamento de Oriente destacó en la composición, sobre todo de música religiosa, de algunas de cuyas obras escribía también la letra.

Esteban Salas fue ordenado sacerdote en 1790, a los 64 años. Falleció en Santiago de Cuba el 14 de julio de 1803.

En su honor llevan su nombre el Conservatorio de Santiago de Cuba y el Festival Internacional de Música Coral que se celebra cada dos años. En La Habana se celebra anualmente el Festival de Música Antigua Esteban Salas.

Su música siguió ejecutándose hasta finales del siglo XIX. Tras un breve paréntesis sería redescubierta por el escritor y musicólogo Alejo Carpentier. A finales del siglo XX y principios del XXI su obra sería objeto de estudios musicológicos, como los realizados por Miriam Escudero, y grabaciones, como las de Choeur Exaudi, de Cuba. (Enrique Guerrero)

Palhinha: ouça 11. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Sabbato Sancto: Alleluja. Confitemini Domino

Passio Domini Nostri Jesu Christi
Esteban Salas y Castro (Cuba, 1725 – 1803)
01. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Dominica in Palmis: Pueri Hebræorum
02. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Dominica in Palmis: Gloria, laus et honor
03 .Officium Hebdomadæ Sanctæ: Dominica In Palmis: Ingrediente Domino
Juan Bautista Jose Cabanilles (Seville, 1644-1679)
04. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Dominica In Palmis: Verso de primer tono
Esteban Salas y Castro (Cuba, 1725 – 1803)
05. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Feria IV-Majoris Hedomadæ: Incipit Lamentatio. Lectio I
06. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Feria IV-Majoris Hedomadæ: Vau. Et egressus est. Lectio II
07. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Feria IV-Majoris Hedomadæ: Jod. Manum suam. Lectio III
08. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Feria IV-Majoris Hedomadæ: Christus factus est
09. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Feria VI. Parasceve: Popule meus
Juan Bautista Jose Cabanilles (Seville, 1644-1679)
10. Sexto Verso
Esteban Salas y Castro (Cuba, 1725 – 1803)
11. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Sabbato Sancto: Alleluja. Confitemini Domino
12. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Sabbato Sancto: Laudate Dominum omnes gentes
13. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Sabbato Sancto: Magnificat
14. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Sabbato Sancto: Deo Gratias
Juan Bautista Jose Cabanilles (Seville, 1644-1679)
15. Officium Hebdomadæ Sanctæ: Sabbato Sancto: Duodecimo Verso
Esteban Salas y Castro (Cuba, 1725 – 1803)
16. Officium Defunctorum: Parce mihi Domine. Lectio I
17. Officium Defunctorum: Introitus
18. Officium Defunctorum: Kyrie
19. Officium Defunctorum: Graduale
20. Officium Defunctorum: Offertorium
21. Officium Defunctorum: Sanctus
22. Officium Defunctorum: Benedictus
23. Officium Defunctorum: Agnus Dei
24. Officium Defunctorum: Communio (Lux æterna)

Salas: Passio Domini Nostri Jesu Christi – 2004
Ars Longa de La Havana & Camerata Vocale Sine Nomine. Direction Teresa Paz

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
XLD RIP | FLAC 484,4 MB | HQ Scans 6,5 MB |

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 320 kbps | 313,6 MB | HQ Scans 6,5 MB |

powered by iTunes 12.1.0 | 1h 04 min

Mais outro CD do acervo do musicólogo Prof. Paulo Castagna. Não tem preço !!!

Boa audição.

 

 

 

 

 

 

 

 

Avicenna

Vivaldi / Sammartini / Monza / Boccherini / Demachi: Improvisata — Sinfonie con titoli

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Um CD alegre, verdadeiramente luminoso, de música barroca italiana. Daquelas coisas para se ouvir e ficar feliz. Vale muito a pena ouvir esta estreia de dois novos compositores no PQP: Monza e Demachi. A participação de Vivaldi não é muito grande, mas talvez fosse importante para dar uma grife ao disco… São 53 minutos de boa e colorida música, com baixos pesados e muito ritmo. A Europa Galante é um tremendo conjunto e você deveria ouvir este Improvisata, principalmente se gostar do barroco italiano.

Antonio Vivaldi (1678-1741)
1. Sinfonia (Improvvisata) in C major: I Allegro 2:40
2. Sinfonia (Improvvisata) in C major: II Menuet – Allegro assai 0:42

Giovanni Battista Sammartini (1700/01-1775)
3. Overture (Sinfonia) in G minor (J-C 57): I Allegro 1:58
4. Overture (Sinfonia) in G minor (J-C 57): II Andante 3:24
5. Overture (Sinfonia) in G minor (J-C 57): III Allegro 3:47

Carlo Monza (c.1735-1801)
6. Sinfonia in D major (detta La tempesta di mare) (Ed. Biondi): I Allegro 2:31
7. Sinfonia in D major (detta La tempesta di mare) (Ed. Biondi): II Andante 1:54
8. Sinfonia in D major (detta La tempesta di mare) (Ed. Biondi): III Allegro assai 1:18

Luigi Boccherini (1743-1805)
9. Sinfonia No.6 in D minor, G 506 (La Casa del Diavolo)/rev. Antonio de Almeida: I Andante sostenuto 1:25
10. Sinfonia No.6 in D minor, G 506 (La Casa del Diavolo)/rev. Antonio de Almeida: II Allegro assai 4:24
11. Sinfonia No.6 in D minor, G 506 (La Casa del Diavolo)/rev. Antonio de Almeida: III Andantino con moto 5:27
12. Sinfonia No.6 in D minor, G 506 (La Casa del Diavolo)/rev. Antonio de Almeida: IV Andante sostenuto 1:20
13. Sinfonia No.6 in D minor, G 506 (La Casa del Diavolo)/rev. Antonio de Almeida: V Allegro con molto 6:37

Giuseppe Demachi (1732-af.1791)
14. Sinfonia in F major (Le campane di Roma): I Allegro assai 7:05
15. Sinfonia in F major (Le campane di Roma): II Andante 5:20
16. Sinfonia in F major (Le campane di Roma): III Presto 3:35

Europa Galante
Fabio Biondi

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

A turma do Europa Galante

A turma do Europa Galante

PQP

Kyung Wha Chung – Con Amore

coverKyung Wha Chung é uma violinista coreana, que foi uma criança prodígio, encantando a todos com seu talento, e conquistando os Estados Unidos antes dos vinte anos e depois disso, o mundo. Suas gravações pelo selo DECCA venderam milhões de cópias, elevando-a ao topo dos grandes músicos do século XX.

Esse CD que ora vos trago é uma coletânea de peças de diversos autores, como Brahms, Elgar, Kreisler, entre outros. É uma excelente amostra do talento e do virtuosismo da pequena coreana, pequena no tamanho mas gigante no talento. Ouçam o Noturno de Chopin, faixa 11, e depois me digam se não tenho razão.

1  Kreisler – La Gitana
2 Kreisler – Liebesleid
3 Poldini – Dancing Doll
4 Wieniawski – Scherzo-Tarantella
5 Elgar – Salut d’amour
6 Elgar – La Capricieuse
7 Tchaikovsky – Valse sentimentale
8 Kreisler – Praeludium und Allegro
9  Novacek – Moto perpetuo
10 Debussy – Beau soir.
11 Chopin – Nocturne in C sharp minor
12 Wieniawski – Caprice in A minor
13 Gossec – Gavotte
14  Kreisler – Liebesfreud
15 Chaminade – Serenade espagnole
16  Saint-Saens – Caprice
17 Brahms – Hungarian Dance No.1

Kyung Wha Chung – Violin
Phillip Moll – Piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

kyung-wha-chung-en-pistes-5-5-r

George Gershwin (1898-1937): PORGY AND BESS – ópera completa

Postado inicialmente em 16.10.2010

Ouve-se muito Porgy and Bess em mil releituras e adaptações – nem todas tão grandiosas como a de Louis Armstrong & Ella Fitzgerald, postada pelo colega FDP em 2008, e que acabo de revalidar.

Mas já não é com tanta freqüência que se ouve a ópera completa, com todos os seus 3 atos, e da forma como Gershwin a escreveu. Então, pra compensar sua longa ausência, o monge Ranulfus traz logo esse pacotaço para vocês.

Mas, como disse o Mestre PQP há pouco em seu post das sinfonias de Brahms… “Comentar as obras? Mas pra quê, cara pálida?” Tem coisas que são clássicos dos quais todo mundo devia saber, e se não sabe taí a wikipedia e o resto da net pra procurar, sem falar dos livros!

Ainda assim, como sou bonzinho, incluí no pacote de download um “guia de estudo de Porgy and Bess” em PDF, de alguma instituição de ensino dos USA. Divirtam-se!

De resto aproveito pra dar meu “alô” a toda a cambada que freqüenta o blog, de quem estou morrendo de saudades, mas ainda vai demorar um pouco pra eu voltar à plena atividade: em outubro provavelmente será este pacotaço e nada mais. Aliás, passemos a ele:

George Gershwin (1898-1937): PORGY AND BESS, ópera em 3 atos (1935)
Gravação lançada em 1997, com base em produção de palco de 1989

London Philharmonic Orchestra e The Glyndenbourne Chorus
regidos por Sir Simon Rattle

Com Harolyn Blackwell, Ted Maynard, William Johnson, Mervin Wallace, Willard White, Marietta Simpson, Maureen Braithwaite, Cynthia Clarey, Damon Evans, Raemond Martin, Wayne Marshall, Autris Paige, Gregg Baker, Curtis Watson, Colenton Freeman, Bruce Hubbard, Camellia Johnson, Linda Thompson, Paula Ingram, Alan Tilvern, Billy J. Mitchell, Ron Travis, Johnny Worthy, Michael Forest, Cynthia Haymon

ATO I
01 Introduction, Jasbo Brown solo, chorus 04:19
02 Summertime 03:28
03 Oh, nobody knows when the Lawd id goin’ to call 06:20
04 Give him to me / Lissen to yo’ daddy warn you: a woman is a sometime thing 03:28
05 Here’s the ol’ crap shark! No, no, brudder 04:17
06 Here comes Big Boy! 07:09
07 Six to make! 04:06
08 Jesus, he’s killed him! That you, Sportin’ Life? 05:05
09 Where is brudder Robbins? Come on, sister! 04:53
10 Overflow, overflow 00:59
11 A saucer-burying set-up, I see 03:50
12 My man’s gone now 03:59
13 How the saucer stan’ now, my sister? 02:06
14 Oh, the train is at the station 04:04

ATO II
15 Oh, I’m agoin’ out to the Blackfish Banks 03:30
16 Mus’be you mens forgot about de picnic / Oh I got plnety o’ nuttin’ 03:26
17 Lissen there, what I tells you… I hates yo’ struttin’ style 02:28
18 Mornin’, Lawyer, looking for somebody?
19 Boy! Come here, boy! 02:41
20 Buzzerd keep on flyin’ over 03:03
21 ‘Lo Bess, goin’ to picnic? 02:58
22 Honey, we are [sure?] strut our stuff today! Bess, you is my woman now 06:15
23 Oh, I can’t sit down 04:16
24 I ain’t got no shame 02:33
25 It ain’t necessarily so… Shame on all you sinners 05:06
26 Crown! 04:07
27 Oh, what you want wid Bess? 04:11
28 Honey, dat’s all de breakfast I got time for 02:06
29 Take yo’ han’s off me 02:28
30 Oh doctor Jesus 02:14
31 Oh dey’s so fresh an’ fine 04:60
32 Porgy, Porgy, dat you there, ain’t it? 02:44
33 I wants to stay here 03:53
34 Why you been out on that wharf so long, Clara? 02:49
35 Oh, Doctor Jesus 03:47
36 One of dese mornings you goin’ to rise up singin 01:52
37 Oh, dere’s somebody knockin’ at de do’ 01:23
38 You is a nice parcel of Christians 04:06
39 A red-headed woman make a choo-choo jump its track 02:18
40 All right, I’m goin’ out to get Clara / Oh Doctor Jesus 02:20

Ato III
41 Clara, Clara, don’t you be downhearted
/ You low-life skunk, ain’t you got no s… 06:35
42 Summertime 04:20
43 Wait for us at the corner 03:45
44 Come out here, both of you 02:26
45 Oh, Lawd, what I goin’ do?
Oh, Gawd! They goin’ make him look on Crown’s face 03:42
46 Listen: there’s a boat dat’s leavin’ soon for New York 04:28
47 Introduction 02:26
48 Good mornin’, sistuh! It’s Porgy comin’ home 03:30
49 Dem white folks sure ain’t put nuttin’ over on this baby 04:01
50 Here Mingo, what’s de matter wid you all? 01:49
51 Where’s Bess? 03:06
52 Bess is gone 02:02
53 Oh Lawd, I’m on my way 01:22

Arquivo único 420 MB
BAIXE AQUI – download here

Ranulfus

.: Interlúdio :. Louis Armstrong & Ella Fitzgerald: Porgy & Bess – REVALIDADO

O JAZZ RELÊ A RELEITURA QUE GERSHWIN FEZ DO JAZZ…

Louis Armstrong + Ella Fitzgerald + Porgy & Bess = Clássico Absoluto. Reunir dois mestres em seus respectivos “intrumentos” tocando o maior clássico da música americana do século XX só poderia dar um resultado: absolutamente fantástico.

Louis e Ella, Ella & Louis, Porgy & Bess… este cd nem precisa ser comentado. Na verdade, tem de ser ouvido, e ouvido novamente, e novamente ouvido… garanto que nunca vão se cansar.. desde o arranjo inicial da abertura, a famosa dupla mostram o porquê de serem considerados ícones do Jazz do século XX. Não dá para não se emocionar com Ella & Louis cantando Sumertime, Ou Ella lamentando em “My man´s gone now”, Louis solando em “I Got plenty of Nuttin”, enfim, ou seja, brilhante. Não esqueçam de apertar o botão de play novamente quando o cd terminar. Garanto que nunca irão se cansar.

Louis Armstrong & Ella Fitzgerald – Porgy & Bess

1. Porgy And Bess: Overture
2. Summertime
3. I Wants To Stay Here
4. My Man’s Gone Now
5. I Got Plenty O’ Nuttin’
6. Buzzard Song
7. Bess You Is My Woman Now
8. It Ain’t Necessarily So
9. What You Want Wid Bess?
10. A Woman Is A Sometime Thing
11. Oh, Doctor Jesus
12. Porgy And Bess: Medley: Here Come De Honey Man / Crab Man / Oh, Dey’s So Fresh And Fine
13. There’s A Boat Dat’s Leavin’ Soon For New York
14. Bess, Oh Where’s My Bess?
15. Oh Lawd, I’m On My Way

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Postado por FDP EM 17.05.2008
Revalidado por Ranulfus em 16.10.2010 e de novo em 25.05.2015

J. S. Bach (1685-1750): Bach 2000 – Caixa 4, CDs 13, 14 e 15

Clique aqui para todo o Bach 2000.

A grande Cantata desta coleção é a BWV 198. Harnoncourt vai bem nela, porém, se compararmos sua versão com a de Gardiner, ele toma uma goleada já no primeiro tempo.

—————————————————
Bach 2000 – Caixa 4, CD 13
—————————————————
BWV0194 Cantata 01 part 1 Coro “Höchsterwünschtes Freudenfest”
BWV0194 Cantata 02 part 1 Recitativo (bass) “Unendlich großer Gott”
BWV0194 Cantata 03 part 1 Aria (bass) “Was des Höchsten Glanz erfüllt”
BWV0194 Cantata 04 part 1 Recitativo (soprano) “Wie könnte dir,du höchstes Angesicht”
BWV0194 Cantata 05 part 1 Aria (soprano) “Hilf,Gott,daß es uns gelingt”
BWV0194 Cantata 06 part 1 Choral (coro) “Heilger Geist ins Himmels Throne”
BWV0194 Cantata 07 part 2 Recitativo (tenor) “Ihr Heiligen,erfreuet euch”
BWV0194 Cantata 08 part 2 Aria (tenor) “Des Höchsten Gegenwart allein”
BWV0194 Cantata 09 part 2 Recitativo (Duetto) (soprano,bass) “Kann wohl ein Mensch”
BWV0194 Cantata 10 part 2 Aria (Duetto) (soprano,bass) “O wie wohl ist uns geschehn”
BWV0194 Cantata 11 part 2 Recitativo (bass) “Wohlan demnach,du heilige Gemeine”
BWV0194 Cantata 12 part 2 Choral (coro) “Sprich Ja zu meinen Taten”

BWV0195 Cantata (Wedding Cantata) 1 Coro “Dem Gerechten muß das Licht”
BWV0195 Cantata (Wedding Cantata) 2 Recitativo (bass) “Dem Freudenlicht gerechter Frommen”
BWV0195 Cantata (Wedding Cantata) 3 Aria (bass) “Rühmet Gottes Güt und Treu”
BWV0195 Cantata (Wedding Cantata) 4 Recitativo (soprano) “Wohlan,so knüpfet denn ein Band”
BWV0195 Cantata (Wedding Cantata) 5 Coro “Wir kommen,deine Heiligkeit”
BWV0195 Cantata (Wedding Cantata) 6 Choral (coro) “Nun danket all und bringet Ehr”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

—————————————————
Bach 2000 – Caixa 4, CD 14
—————————————————
BWV0196 Cantata (Wedding Cantata) 1 Sinfonia
BWV0196 Cantata (Wedding Cantata) 2 Coro “Der Herr denket an uns”
BWV0196 Cantata (Wedding Cantata) 3 Aria (soprano) “Er segnet,die den Herrn fürchten”
BWV0196 Cantata (Wedding Cantata) 4 Duetto (tenor,bass) “Der Herr segne euch”
BWV0196 Cantata (Wedding Cantata) 5 Coro “Ihr seid die Gesegneten des Herrn”

BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 01 Coro “Gott ist unsre Zuversicht”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 02 Recitativo (bass) “Gott ist und bleibt der beste Sorger”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 03 Aria (alto) “Schläfert allen Sorgenkummer”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 04 Recitativo (bass) “Drum folget Gott und seinem Triebe”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 05 Choral (coro) “Du süße Lieb,schenk uns deine Gunst”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 06 Aria (bass) “O du angenehmes Paar”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 07 Recitativo (soprano) “So wie es Gott mit dir getreu”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 08 Aria (soprano) “Vergnügen und Lust”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 09 Recitativo (bass) “Und dieser frohe Lebenslauf”
BWV0197 Cantata (Wedding Cantata) 10 Choral (coro) “Sing,bet und geh auf Gottes Wegen”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

—————————————————
Bach 2000 – Caixa 4, CD 15
—————————————————
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 01 part 1 Coro “Laß,Fürstin,laß noch einen Strahl”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 02 part 1 Recitativo (soprano) “Dein Sachsen,dein bestürztes Meißen”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 03 part 1 Aria (soprano) “Verstummt,verstummt,ihr holden Saiten”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 04 part 1 Recitativo (alto) “Der Glocken bebendes Getön”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 05 part 1 Aria (alto) “Wie starb die Heldin so vergnügt”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 06 part 1 Recitativo (tenor) “Ihr Leben ließ die Kunst zu sterben”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 07 part 1 Coro “An dir,du Vorbild großer Frauen”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 08 part 2 Aria (tenor) “Der Ewigkeit saphirnes Haus”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 09 part 2 Recitativo-Arioso (bass) “Was Wunder ists”
BWV0198 Cantata (Funeral Ode) 10 part 2 Coro “Doch Königin- Du stirbest nicht”

BWV0199 Cantata 1 Recitativo (soprano) “Mein Herze schwimmt im Blut”
BWV0199 Cantata 2 Aria (soprano) “Stumme Seufzer,stille Klagen”
BWV0199 Cantata 3 Recitativo (soprano) “Doch Gott muß mir genädig sein”
BWV0199 Cantata 4 Aria (soprano) “Tief gebückt und voller Reue”
BWV0199 Cantata 5 Recitativo (soprano) “Auf diese Schmerzensreu”
BWV0199 Cantata 6 Choral (soprano) “Ich,dein betrübtes Kind”
BWV0199 Cantata 7 Recitativo (soprano) “Ich lege mich in diese Wunden”
BWV0199 Cantata 8 Aria (soprano) “Wie freudig ist mein Herz”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Sempre me deixam de fora...

Sempre me deixam de fora…

PQP

Sergey Vasil’yevich Rachmaninov (1873 – 1943) – Trio Elégiaque No.1 in G Minor for Piano, Violin and Cello, Peter Ilyich Tchaikovsky (1840 – 1893) – Piano Trio in A Minor, Op.50 – Maisky, Repin, Lang

4778099Esse é daqueles cds que se espremer saem lágrimas, é romantismo ao extremo, interpretado por três excepcionais músicos: o pianista Lang Lang, o violinista Vadim Repin e o lendário violoncelista Mischa Maisky.

O CD abre com o idílico Trio Elégiaque de Rachmaninov, que já de cara mostra as intenções do trio e conclui com um belíssimo Trio de Tchaikovsky. Podem pegar um lenço pois são muitas emoções a flor da pele, e creio que os mais sensíveis deixarão cair algumas lágrimas dos olhos. Sim, o negócio é sério, Tchaikovsky e Rachmaninov juntos é certeza de emoções extremas.

1. 1. Trio élégiaque No. 1 in G minor
2. 1. Pezzo elegiaco (Moderato assai – Allegro giusto)
3. 2. (A) Tema con variazioni: Andante con moto
4. Var. I: L’istesso tempo
5. Var. II: Più mosso
6. Var. III: Allegro moderato
7. Var. IV: L’istesso tempo
8. Var. V: L’istesso tempo
9. Var. VI: Tempo di valse
10. Var. VII: Allegro moderato
11. Var. VIII: Fuga (Allegro moderato)
12. Var. IX: Andante flebile, ma non tanto
13. Var. X: Tempo di mazurka
14. Var. XI: Moderato
15. 2. (B) Variazione finale e Coda (Allegretto risoluto e con fuoco

Mischa Maisky – Piano
Lang Lang – Piano
Vadim Repin – Violin

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Friedrich der Grosse (1712-1786): Sonatas para Flauta

Frederico IIFrederico II foi um rei da Prússia (1740-1786). Ele ficou conhecido como Frederico, o Grande (Friedrich der Große). Quando não estava matando seus inimigos em guerras, era um músico talentoso que tocava flauta transversa. Ele compôs 100 sonatas para flauta, bem como quatro sinfonias. Não era grande coisa, mas mantinha a dignidade. Ao mesmo tempo em que se ocupava de seus interesses na literatura e na arte da guerra, Frederico também foi capaz de transformar a Prússia em uma potência econômica. Por esse vasto leque de sucessos dentro e fora dos campos de batalha, Frederico foi apelidado de “o Grande”. Amigo das letras, culto, grande colecionador de arte francesa, escritor com prosápias de filósofo, atraiu Voltaire à Prússia, além de numerosos sábios franceses. Foi o tipo perfeito do déspota esclarecido do século XVIII. Deixou Memórias, em francês.

Friedrich der Grosse (1712-1786): Sonatas para Flauta (15 faixas)

1. Sonate n.2 c-moll
2. Sonate n.117 A-Dur
3. Sonate n.9 e-moll
4. Sonate n.11 d-moll
5. Sonate n.14 Es-Dur

Marianne Steffen, flauta
Stanislav Heller, cravo

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Frederico: bom de guerra, mais ou menos na múisca

Frederico: bom de guerra, mais ou menos na música

PQP

Alfred Deller: Portrait of a voice

Alfred Deller foi o dono de uma das belas vozes que já existiram. O extraordinário contra-tenor inglês foi, praticamente sozinho, o responsável pelo renascimento da música para contra-tenor no século XX . Também foi um pioneiro na popularização da prática da música antiga com instrumentos originais. Durante os primeiros anos de sua carreira, Deller concentrou-se sobre o barroco inglês, principalmente em Purcell (de quem foi o maior divulgador) e Dowland. Sua enorme erudição e musicalidade trouxeram-lhe muitos admiradores. Em 1950, Deller formou seu próprio conjunto vocal e instrumental, o Deller Consort. De 1955 a 1979, o grupo trouxe a música da Renascença e do Barroco a um novo público que simplesmente desconhecia aquele gênero. Durante este período, Deller e seu grupo fizeram mais de 50 gravações para a Harmonia Mundi. Graças a estas gravações, sua voz excepcionalmente expressiva ainda pode ser apreciada.

Alfred Deller, Solo Songs

Anon.: Twelfth night, V, 1
1 The Wind and the Rain (When that I was)

Thomas Morley: As you like it, V, 3
2 It was a lover and his lass

Thomas Morley: Twelfth night or what you will, II,3
3 O mistress mine

Anon.: Othello, IV, 3
4 Willow song

Anon.: Henry V, mentioned at IV, 4
5 Caleno custure me

Anon., 17th c.:
6 Miserere my Maker

Thomas Campion:
7 I care not for these ladies

John Bartlett:
8 Of all the birds

Philip Rosseter:
9 What then is love

John Blow:
10 The Self-banished

Jeremiah Clarke:
11 The glory of the Arcadian groves

John Dowland:
12 Fine knacks for ladies
13 Flow my tears

Henry Purcell
14 If music be the food of love (Z 379a)

Henry Purcell: The Comical History of Don Quixote (Z 578)
15 (Act V) From rosy bow’rs

Henry Purcell:
16 O Solitude (Z 406, 1685)

Alessandro Scarlatti/Giulio Caccini:
17 Pien d’amoroso affetto

Alessandro Scarlatti/Saracini:
18 Pallidetto qual viola

Giulio Caccini:
19 Amarilli mia bella

Alessandro Scarlatti:
20 Infirmata vulnerata

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Alfred Deller: grande voz e grande pioneiro!

Alfred Deller: grande voz e grande pioneiro!

CVL

Giuseppe Verdi (1813-1901) – Chöre – Abbado, Coro e Orchestra del Teatro alla Scala

coverJá que não é muito comum trazermos óperas, trago alguns corais verdianos nas mãos de um especialista, Claudio Abbado, regendo a excepcional Orquestra e Coro do Teatro alla Scala. Definitivamente, trata-se de um CD com fortes emoções, como não poderia deixar de ser.
Esse repertório é bem conhecido dos fãs de Verdi, e algumas faixas, como “Va pensiero, sull´ali dorate” são passagens ainda mais conhecidas. Abbado está perfeito, com um perfeito domínio da orquestra e do coral, dos quais foi diretor.

01. Nabucco Gli arredi festivi
02. Nabucco Va’, pensiero, sull’ali dorate
03. Il trovatore Vedi, le fosche notturne
04. Otello Fuoco di gioia
05. Ernani Si ridesti il Leon de Castiglia
06. Aida Gloria all’Egito
07. Aida O tu che sei d’Osiride
08. Macbeth Che faceste dite su!
09. Macbeth S’allontanarono!
10. Macbeth Patria oppressa
11. I lombardi Gerusalem
12. I lombardi O Signore, dal tetto nation
13. Don Carlo Spuntato ecco in di d’esultanza
14. Un ballo in maschera Posa in pace
15. Simon Boccanegra Maria! Maria!  Viva Simon
16. Requiem Dies Irae
17. Requiem Tuba mirum
18. Requiem Sanctus

Coro e Orchestra del Teatro alla Scala
Claudio Abbado

DOWNLOAD HERE

Ignaz Moscheles (1794-1870) e Johann Nepomuk Hummel (1778-1837): Sonatas para Violoncelo e Piano

A Sonata de Moscheles é muito boa, mas a verdadeira surpresa deste CD são os Estudos Melódicos e Contrapontísticos do mesmo Moscheles sobre Prelúdios de Bach nas faixas 5, 6 e 7. Já a Sonata de Hummel é rotineira, ainda mais se considerarmos sua luminosa obra, especialmente as Sonatas de nosso próximo e excelente post (PQP o postará na terça pela manhã). Para variar, a Hyperion nos brinda com um disco com repertório raro e que vale a pena conhecer. Serve bem a uma tarde preguiçosa de domingo.

Moscheles (1794-1870) e Hummel (1778-1837): Sonatas para Violoncelo

Cello Sonata in E major, Op 121 [Moscheles]
1. Movement 1: Allegro espressivo e appassionato
2. Movement 2: Scherzo ‘ballabile’. Allegretto quasi allegro
3. Movement 3: Ballade ‘in böhmische Weise’. Andantino
4. Movement 4: Allegro vivace, ma non troppo

Melodisch-contrapunktische Studien, Op 137 [Bach & Moscheles]
5. No 4: Andante con moto espressivo ‘Well-tempered Klavier II Prelude No 7 in E flat major’
6. No 8: Allegro maestoso ‘Well-tempered Klavier II Prelude No 6 in D minor’
7. No 9: Andante espressivo ‘Well-tempered Klavier I Prelude No 4 in C sharp minor’

Cello Sonata in A major, Op 104 [Hummel]
8. Movement 1: Allegro amabile e grazioso
9. Movement 2: Romanze. Un poco adagio e con espressione
10. Movement 3: Rondo. Allegro vivace un poco

Jiří Bárta, violoncelo
Hamish Milne, piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Bartá

Jiří Bárta: esse sujeito dá um banho neste CD

PQP

W. A. Mozart (1756-1791): Don Giovanni

IM-PER-DÍ-VEL !!!

O que posso dizer de um Don Giovanni com a Orquestra Barroca de Freiburg sob a regência de René Jacobs? Eu achei que nem precisava ouvi-lo para entregar-me a Don Juan, mas ouvi e o resultado foi o esperado. Entreguei-me a ele desde os primeiros compassos. Olha, é tão bom que nem parece ópera, ops, melhor dizendo, este Don Giovanni pode ser ouvido como se fosse um concerto sem maiores problemas.

Anos atrás, Maria Callas — que não era exatamente uma débil mental –, criticou os artistas que costumam cantar e tocar Mozart como se estivessem nas “pontas dos pés”. René Jacobs obedece à diva: disse que seus cantores deviam usar “apenas a voz”. O resultado são 3 CDs de música onde a gente não precisa pular os recitativos. Os personagens estão plenamente desenvolvidos, com o conjunto instrumental fornecendo o suporte perfeito para a ação. É um verdadeiro drama musical: às vezes suave, às vezes bombástico, às vezes hilariante, às vezes austera e terrível, cheia daqueilo que o século XVIII chamava de “Sturm und Drang”. Ponto.

W. A. Mozart (1756-1791): Don Giovanni

Disc: 1
1. Ouvertura
2. No.1 Introuzione: Notte E Giorno Faticar
3. Recitativo: Leporello, Ove Sei?
4. Recitativo: Ah Del Padre In Periglio/No.2 Recitativo Accomp.: Ma Qual Mai S’offre, O Dei
5. Duetto: Fuggi, Crudele, Fuggi!
6. Recitativo: Orsu, Spicciati Presto
7. No.3 Aria: Ah Chi Mi Dice Mai
8. Recitativo: Chi E La?
9. No.4 Aria: Madamina, Il Catalogo E Questo
10. Recitativo: In Questa Forma Dunque
11. No.5 Coro: Giovinette Che Fate All’amore
12. Recitativo: Manco Male E Partita
13. No.6 Aria: Ho Capito, Signor Si
14. Recitativo: Alfin Siam Liberati
15. No.7 Duettino: La Ci Darem La Mano
16. Recitativo: Fermati Scellerato
17. No.8 Aria: Ah Fuggi Il Traditor
18. Recitativo: Mi Par Ch’oggi Il Demonio Si Diverta
19. Recitativo: Ah Ti Ritrovo Ancor/No.9 Quartetto: Non Ti Fidar, O Misera
20. Recitativo: Povera Sventurata!
21. No.10 Recitativo Accomp.: Don Ottavio, Son Morta!
22. Aria: Or Sai Chi L’onore
23. Recitativo: Come Mai Creder Deggio
24. No.10a Aria: Dalla Sua Pace

Disc: 2
1. Recitativo: Lo Deggio Ad Ogni Patto
2. No.11 Aria: Fin Ch’han Dal Vino
3. Recitativo: Masetto: Senti Un Po’
4. No.12 Aria: Batti, Batti, O Bel Masetto
5. Recitativo: Guarda Un Po’ Come Seppe
6. No.13 Finale: Presto Presto Pria Ch’ei Venga/Su Svegliatevi, Da Bravi
7. Tra Quest’arbori Celeta
8. Bisogna Aver Coraggio
9. Riposate, Vezzose Ragazze
10. No.14 Duetto: Eh Via Buffone
11. Recitativo: Leporello/Signore
12. No.15 Terzetto: Ah Taci, Ingiusto Core
13. Recitativo: Amico, Che Ti Par?/Recitativo: Eccomi a Voi!
14. No.16 Canzonetta: Deh Vieni Alla Finestra
15. Recitativo: V’e Gente Alla Finestra!/Recitativo: Non Ci Stanchiamo
16. No.17 Aria: Meta Di Voi Qua Vadano
17. Recitativo: Zitto! Lascia Ch’io Senta/Ahi Ahi! La Testa Mia!
18. No.18 Aria: Vedrai, Carino
19. Recitativo: Di Molte Faci Il Lume
20. No.19 Sestetto: Sola Sola In Buio Loco/Ferma, Briccone

Disc: 3
1. Recitativo: Dunque Quello Sei Tu/Recitativo: Ah Pieta…/Recitativo: Ferma, Perfido, Ferma…
2. Recitativo: Restati Qua!
3. No.21a Duetto: Per Queste Tue Manine
4. Recitativo: (Amico…) Guarda Un Po’come Stretto
5. Recitativo: Andiam, Andiam, Signora
6. No.21b Recitativo Accompagnato: In Quali Eccessi, O Numi
7. Aria: Mi Tradi Quell’alma Ingrata
8. Recitat.: Ah Ah Ah Ah, Questa E Buona
9. No.22 Duetto: O Statua Gentillissima
10. Recitativo: Calmatevi, Idol Mio
11. No.23 Recitativo Accompagnato: Crudele! Ah No, Mio Bene!
12. Rondo: Non Mi Dir, Bell’idol Mio
13. Recitativo: Ah, Si Segua Il Suo Passo
14. No.24 Finale: Gia La Mensa E Preparata
15. L’ultima Prova
16. Don Giovanni, a Cenar Teco
17. Ah Dove E Il Perfido
18. Recitativo: Dunque Quello Sei Tu
19. No.20 Aria: Ah Pieta, Signori Miei
20. Recitativo: Ferma, Perfido, Ferma
21. No.21 Aria: Il Mio Tesoro Intanto

Johannes Weisser, Don Giovanni
Lorenzo Regazzo, Leporello
Alexandrina Pendatchanska, Donna Elvira
Olga Pasichnyk, Donna Anna
Kenneth Tarver, Don Ottavio
Sunhae Im, Zerlina
Nikolay Borchev, Masetto
Alessandro Guerzoni, Il Commendatore

Freiburger Barockorchester
RIAS Kammerchor
René Jacobs

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Querida... Meu amor...

Querida… Meu amor…

PQP

Band Music from the Civil War Era – Our musical past vol. 1

Our musical past vol. 1
Band Music from the Civil War Era
A Concert for Brass Band, Voice, and Piano

Com instrumentos de épocaOn period instruments

“Our Musical Past – Volume 1″, editado pela Divisão de Música da Library of Congress, com 19 obras da época da Guerra Civil dos Estados Unidos.

Um típico concerto para banda, voz e piano com música dos Estados Unidos do século XIX, com instrumentos de sopro de época, da coleção da Smithsonian Institution.
Gravado no Coolidge Auditorium of the Library of Congress, em 27 de setembro de 1974.

A história da gravação pode ser encontrada AQUI.

Sir Julius Benedict (Germany, 1804-1885)
01. Hunters’ chorus, from The rose of Erin, aka The Lily of Killarney (1862) (band)
Gaetano Donizetti (Italy, 1797-1848)
02. O summer night, from Don Pasquale (band)
Stephen Collins Foster (*)
03. Ah! May the red rose live alway (vocal)
Adolf Fredrik Lindblad (Sweden, 1801-1878)
04. The herdsman’s mountain song (vocal)
Claudio S. Grafulla (Spain, 1812–USA, 1880)
05. Captain Shepherd’s quickstep (band)
06. Captain Finch’s quickstep (band)
Edmund Jaeger (USA, 19th. century)
07. Indiana polka (1865) (band)
Stephen Collins Foster (*)
08. Old memories (vocal)
From the manuscript band books of the Manchester Cornet Band (founded in 1854)
09. The moonbeam waltzes (band)
Charles-Samuel Bovy-Lysberg (USA, 1821-1873
10. La fontaine (piano)
Adolf Fredrik Lindblad (Sweden, 1801-1878)
11. Upon a summer’s day (vocal)
J. M. Noeren
12. Slow march: Midnight! (band) – 1859
Robert Burns (Scotland, 1759–1796)
13. Scots wha hae; variations (piano)
Simon Knaebel (USA, 1806-1890)
14. General Taylor storming Monterey (band)
G.W.E. Friedrich
15. Lilly Bell quickstep (band)
George H. Goodwin (USA, 1818-1886)
16. Door latch quickstep (band)
Michael William Balfe (Ireland, 1808-1870)
17. The heart bow’d down (vocal)
Stephen Collins Foster (*)
18. Why, no one to love (vocal)
David L. Downing (USA, 19th. century)
19. Free and easy (band)

(*) Stephen Collins Foster, known as “the father of American music” (USA, 1826-1864)
(band) = Performed by band playing brass instruments from collections of the Smithsonian Institution; Frederick Fennell, conductor
(vocal) = Performed by Merja Sargon, soprano; Bernard Rose, piano
(piano) = Performed by Bernard Rose, piano

Our Musical Past – vol. 1
Divisão de Música da Library of Congress
1974

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 | 156,8 MB | 1 hr 09 min
powered by iTunes 12.1.0

Material gentilmente cedido pelo nosso ouvinte John Zevita. Obrigado !

Boa audição,

 

 

 

 

 

 

 

 

Avicenna

.: interlúdio :. Klezmokum ‎– ReJew-Venation (1998)

O Klezmokum é um grupo Klezmer holandês que mistura jazz contemporâneo com música sefardita. É uma mistureca braba. .

O Klezmer (do iídicheכּלי־זמיר , através do hebraico kèléy zemer, כלי זמר, “instrumentos musicais”) é um gênero de música não-litúrgica judaica, desenvolvido a partir do século XV pelos asquenazes.

A princípio a palavra klezmer (plural klezmorim) designava apenas os instrumentos musicais, sendo posteriormente estendida aos próprios músicos – estes vistos com pouco apreço pois em geral não sabiam ler música e portanto, tocavam melodias de ouvido. Somente na segunda metade do século XX klezmer passou a identificar um gênero, antes referido simplesmente como música yiddish .

Apesar de viver em stheitls (guetos judaicos) na Polônia, Romênia, Bulgária, Hungria etc., os klezmorim, quase sempre músicos amadores, absorveram a cultura local, com forte influência cigana, e constituíram a base da cultura musical iídiche. Formavam grupos itinerantes que tocavam em festas judaicas – casamentos e outras celebrações – um repertório basicamente feito para danças em grupo ou entre casais.

Na formação dos primeiros grupos, predominavam os instrumentos de cordas, sobretudo o violino que há séculos tem sido o instrumento protagonista entre os músicos judeus. O lema dos klezmorim era “Shpil, klezmer, biz di strunes plotsn dir” (“Toca Klezmer, até as cordas dos violinos se partirem!”). Era acompanhado por um címbalo, um contrabaixo ou umcello), usando-se eventualmente uma flauta. A partir do século XIX, com o surgimento das bandas militares, foram sendo adicionados instrumentos de sopro (clarinete, saxofone e trompete) e de percussão. No século XX, nos primórdios da indústria fonográfica, era mais difícil gravar instrumentos de cordas do que instrumentos de sopro – o que reforçou o papel destes últimos nas formações de klezmer. Actualmente o clarinete é usado para a melodia e são frequentes os ensembles de metais. O papel do baixo é muitas vezes desempenhado pela tuba ou sousafone e a percussão tem-se tornado cada vez mais importante.

No século XX, quando os judeus deixaram a Europa Oriental e os shtetls, o klezmer difundiu-se no mundo, especialmente nos Estados Unidos, influenciando importantes compositores, como Gershwin, Leonard Bernstein e Aaron Copland. De fato a música Klezmer reinventou-se nos EUA. Ali fundaram-se mesmo escolas voltadas para a aprendizagem da música Klezmer.

A maior parte do repertório é constituída de danças para casamentos e outras celebrações judaicas, como o Bar Mitzvah. A música tinha que se enquadrar no acontecimento solene e ao mesmo tempo incitar os convidados a dançar no fim da cerimónia religiosa. No entanto, apesar de ter a sua origem nas cerimónias de casamento, klezmer nunca foi só para dançar mas também para ouvir durante o banquete.

As gravações mais antigas de que se tem notícia são as quatro Romanian Fantasies executadas pelo violinista Josef Solinski entre 1907 e 1908. Os Klezmatics basearam-se nas mesmas para a composição “Romanian Fantasy” no álbum “Jews with Horns”. Ao longo dos séculos XIX e XX transformou-se, ganhando virtuosismo e sofisticação. Em 1925 foi criado o YIVO – Institute for Jews Research. Mais tarde, Henry Sapoznik criou em Nova Iorque o Archive of Recorded Sound, inserido nesta instituição. Recolheu e catalogou antigas gravações numa série de compilações. 1

Nos anos 1970 houve um ressurgimento protagonizado por artistas como: Giora Feidman, Zev Feldman, Andy Statman, The Klezmorin, The Klezmer Conservatory Band e Henry Sapoznick.

Na década de 1980 deu-se um segundo revival, com artistas como Joel Rubin, Budowitz, Khevrisa, Di Naye Kapelye, Alicia Svigals e The Chicago Klezmer Ensemble.

Klezmokum ‎– ReJew-Venation (1998)

1 Atesh Tanz Traditional 3:42
2 Russian Cher #5/Sherele Traditional 5:50
3 Y’did Nefesh 5:52
4 Doina in G Major/Old Klezmer Dance 8:13
5 Shir Hashomer 6:20
6 El Rey Por Muncha Madruga 4:35
7 Hora Maré Traditional 5:04
8 Shoror Traditional 6:11
9 Adonai Melech/Hodu l’Adonai Traditional 8:21
10 Los Kaminos de Sirkidji Traditional 4:50
11 Desert Dance (Larry Fishkind) 5:29
12 Nevalah (John Zorn) 7:07

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Klezmokum

Klezmokum

PQP

.: interlúdio :. The Cash Box Magazine – Tops 1958

cash box 1958 png

Esta postagem é dedicada aos ‘semi-novos’ da minha geração.

Quem de nós não se deliciava ouvindo e dançando The Everly Brothers, The Teddy Bears, Perez Prado, The Champs, Conway Twitty
.
E o vozerão do Domenico Modugno cantando Nel blu dipinto di blu, heim?

Eita anos dourados !!!

.
.
01. At The Hop (Danny & The Juniors)
02. The Stroll (The Diamonds)
03. Get a Job (Silhouettes)
04. Don’t (Elvis Presley)
05. Tequila (The Champs)

06. He’s Got The Whole World In His Hands (Laurie London)
07. Twilight time (The Platters)
08. Witch Doctor (David Seville)
09. All I Have To Do Is Dream (The Everly Brothers)

10. The Purple People Eater (Sheb Wooley)
11. Yakety Yak (The Coasters)
12. Patricia (Perez Prado)
13. Nel blu dipinto di blu (Volare) (Domenico Modugno)

14. It’s All In The Game (Tommy Edwards)
15. Topsy Part 2 (Cozy Cole)
16. It’s Only Make Believe (Conway Twitty)
17. (Hang down your head) Tom Dooley (The Kingston Trio)

18. To know him is to love him (The Teddy Bears)
19. The chipmunk song (Alvin & the Chipmonks)
20. Jo-Ann (The Playmates)
21. March from the River Kwai and Colonel Bogey (Mitch Miller)
22. (Who Wears) Short Shorts (Royal Teens)

23. Magic Moments (Perry Como)

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
192 kbps – 78,6 KB –59,2 min
powered by iTunes 12.1.2

Boa audição.

Avicenna

Antonio Carlos Gomes (1836-1896): Todas as óperas

E dá-lhe, Carlos Gomes!

(portado originalmente em 19 de junho de 2012)

Caso você tenha perdido, conheceu o P.Q.P.Bach há pouco tempo, aproveite pra ver as óperas do Carlos Gomes. Estão todas aqui, o que é para nós um grande orgulho.

E Carlos Gomes foi genial! Nenhum compositor posterior a ele conseguiu tirar-lhe o título de maior compositor operístico das Américas. E para nós, brasileiros, é inevitável entendê-lo como o grande nome da música erudita da segunda metade do século XIX gerado no seio desta pátria.

E são belíssimas as óperas de Nhô Tonico. Se você ouvi-las todas, em sequência, perceberá que Carlos Gomes foi num crescendo de qualidade técnica e melódica. Não é à toa que era o segundo compositor mais executado na Itália de seu tempo, atrás somente do imbatível Verdi.

Aqui as temos:
1. A Noite do Castelo (gravação de 1978 – Benito Juarez)
2. Joanna de Flandres (trechos)
3. Il Guarany (gravação de 1959 – Armando Belardi)
3. Il Guarany (gravação de 1994 – John Neshling)
4. Fosca (gravação de 1973 – Armando Belardi)
4. Fosca (gravação de 1997 – Luís Fernando Malheiro)
5. Salvator Rosa (gravação de 1977 – Simon Blech)
5. Salvator Rosa (gravação de 2004 – Maurizio Benini)
6. Maria Tudor (gravação de 1978 – Mario Perusso)
6. Maria Tudor (gravação de 1998 – Luís Fernando Malheiro)
7. Lo Schiavo (gravação 1959 – Santiago Guerra)
8. Odalea/Condor (gravação 1986 – Armando Belardi)
9. Colombo (gravação de 1964 – Armando Belardi)
9. Colombo (gravação de 1997 – Ernani Aguiar)

Ouça! Deleite-se sem a menor moderação!

Partituras e outros que tais? Clique aqui

“Humm! Gostei das óperas desse moço Carlos Gomes!”

Bisnaga

W.A. Mozart (1756-1791): Trabalhos para Clavicórdio, Árias, Exsultate Jubilate, Missa K.427 e Réquiem…

… tudo com Christopher Hogwood — como intérprete e regente — em 5 esplêndidos CDs.

Ninguém reclamou da minha ausência, mas também ninguém reclamará do retorno porque chego torpedeando com uma postagem de indiscutível qualidade.

De resto, adeus, Dunga.

The Secret Mozart: Works for Clavichord

1. Allegro in G minor, K. 312 8:21

2. Andante & 5 Variations in G, K. 501: Andante (Thema) 1:20
3. Andante & 5 Variations in G, K. 501: Var. 1 1:18
4. Andante & 5 Variations in G, K. 501: Var. 2 1:14
5. Andante & 5 Variations in G, K. 501: Var. 3 1:15
6. Andante & 5 Variations in G, K. 501: Var. 4 (minore) 1:30
7. Andante & 5 Variations in G, K. 501: Var. 5 (maggiore) 2:19

8. Minuetto in D, K. 355/Trio da M. Stadler: Minuetto 3:07
9. Minuetto in D, K. 355/Trio da M. Stadler: Trio & Minuetto reprise 4:05

10. Marche funebre, K. 453a 2:14

11. Andantino, K. 236 1:41
12. Klavierstück in F, K. 33b 0:57

13. Adagio for Glass Harmonica, K. 356 2:51

14. Laßt uns mit geschlungen Händen K. 623 1:32

15. Rondo in F, K. 494 6:29

16. Theme & 2 Variations in A, K. 460: Theme 1:13
17. Theme & 2 Variations in A, K. 460: Var. 1 1:18
18. Theme & 2 Variations in A, K. 460: Var. 2 1:24

19. Fantasia in D minor, K. 397 5:18

20. Sonata in D, K. 381: I. Allegro 5:35
21. Sonata in D, K. 381: II. Andante 7:35
22. Sonata in D, K. 381: III. Allegro molto 4:21

23. Fantasia in D minor, K.397 (with coda) 5:44

Christopher Hogwood, clavicórdio

Mozart Arias

1. Mozart – Aer tranquillo e di sereni KV208 6:16
2. Mozart – L’amero saro costante KV208 6:08
3. Mozart – Voi avete un cor fedele KV217 6:21
4. Mozart – Ah lo previdi! KV272 11:24
5. Mozart – Ruhe sanht, mein holdes leben KV344 5:29
6. Mozart – Trostlos schluchzet Philomele KV344 5:27
7. Mozart – Nehmt meinen dank, ihr holden Gonner KV383 3:39
8. Mozart – Ch’io mi scordi di te KV505 10:18

Emma Kirkby (soprano)
Academy of Ancient Music
Christopher Hogwood (cond)

Mozart: Exsultate Jubilate; Motets

1. Exsultate,Jjubilate, K.165 – 1. Exsultate, Jubilate 4:38
2. Exsultate, Jubilate, K.165 – Tandem Advenit Hora 0:47
3. Exsultate, Jubilate, K.165 – 3. Tu Virginum Corona 5:35
4. Exsultate, Jubilate, K.165 – 4. Alleluia 2:29

5. Regina Coeli In C, K.108 13:37

6. Ergo Interest… Quaere Superna, K.143 5:20

7. Regina Coeli In B Flat, K.127 14:47

Emma Kirkby, soprano
Academy of Ancient Music
Westminster Cathedral Boys Choir
Christopher Hogwood

Mozart – Great Mass in C Minor K. 427

1. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Kyrie 6:59
2. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” – Gloria 2:21
3. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Laudamus Te 4:39
4. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Gratias 1:13
5. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Domine 2:42
6. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Qui tollis 4:50
7. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Quonium 3:48
8. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Jesu Christe-Cum Sancto 4:26
9. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Credo 3:05
10. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” – Et incarnus est 7:44
11. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Sanctus 3:43
12. Mass in C minor, K.427 “Grosse Messe” Benedictus 5:51

Arleen Auger
Lynne Dawson
David Thomas
John Mark Ainsley
The Academy of Ancient Music
Winchester Cathedral Choir
Christopher Hogwood

Mozart – Requiem

1. Requiem in D minor, K.626 – Introitus, Requiem aeternum 5:09
2. Requiem in D minor, K.626 – Kyrie eleison 2:31
3. Requiem in D minor, K.626 – Dies Irae 1:52
4. Requiem in D minor, K.626 – Tuba mirum 3:52
5. Requiem in D minor, K.626 – Rex tremendae majestatis 1:57
6. Requiem in D minor, K.626 – Recordare, Jesu pie 6:10
7. Requiem in D minor, K.626 – Confutatis maledictis 2:23
8. Requiem in D minor, K.626 – Lacrymosa dies illa 2:17
9. Requiem in D minor, K.626 – Amen 1:32
10. Requiem in D minor, K.626 – Domine Jesu Christe 3:39
11. Requiem in D minor, K.626 – Versus: Hostias et preces 3:47
12. Requiem in D minor, K.626 – Agnus Dei 2:38
13. Requiem in D minor, K.626 – Communio. Lux aeterna – Cum sanctis tuis 5:39

Emma Kirkby
Carolyn Watkinson
David ThomasAnthony Rolfe Johnson
The Academy of Ancient Music
Westminster Cathedral Choir
Christopher Hogwood

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

O tempo passa pra todo mundo, né, Chris?

O tempo passa pra todo mundo, né, Chris?

PQP

Luigi Boccherini (1743-1805) – Cello Concertos vol. 1 – Hugh, SCO

frontBoccherini é um compositor que apareceu pouco aqui no PQPBach, o que é uma pena. Lembro que Anner Bylsma, um dos maiores violoncelistas de todos os tempos, gravou uma série de oito cds dedicados a esse compositor italiano, que viveu em um período muito interessante, de transição, sendo contemporâneo de Haydn, Mozart, Beethoven, entre tantos outros.
Estes concertos para violoncelo que ora vos trago são uma prova do talento desse italiano nascido na Toscana, que além de compositor também foi um dos principais violoncelistas de sua época. Ajudou e muito na divulgação de seu instrumento enquanto solista.
A interpretação é do excelente Tim Hugh, que é acompanhado da Scottish Chamber Orchestra, dirigida por Anthony Halstead. Duas curiosidades sobre Tim Hugh: é formado em Medicina, e foi aluno de Jacqueline Du Pré.

Este cd traz quatro concertos. Logo trarei o segundo cd da série.

01 – 03 Concerto No. 1 in C Major
04 – 06 Concerto No. 2 in D Major
07 – 08 Concerto No. 3 in G Major
10 – 12 Concerto No. 4 in C Major

Tim Hugh – Cello
Scottish Chamber Orchestra
Anthony Halstead – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

 

 

Girolamo Frescobaldi (1583-1643) e Louis Couperin (1626-1661): Peças para Cravo

Girolamo Frescobaldi é considerado um dos maiores compositores de música para cravo do século XVII. Foi também um organista reconhecido. Foi cantor e virtuoso de diversos instrumentos, entre os quais o órgão. São famosos os seus livros de tocatas publicados entre 1615 e 1627], em cujo prefácio antecipa a maneira de tocar com efeitos cantáveis que será, depois, típica do subsequente melodrama. Tendo-se transferido a Roma durante a juventude, frequentou a Accademia Nazionale di Santa Cecilia e foi organista na igreja de Santa Maria em Trastevere. Durante vinte anos foi organista em São Pedro. Teve cinco filhos de Orsola del Pino, com quem se casou em 1613.

Louis Couperin foi um compositor francês do barroco que contribuiu significativamente para o desenvolvimento da música para teclado naquele período. Sendo um excelente cravista, organista e gambista, foi um dos fundadores da escola francesa do cravo, tendo inventado o gênero de prelúdio non mesuré (sem compasso) para o cravo. Ele e seu sobrinho François Couperin, o Grande, foram os mais renomados membros da família Couperin.

Mas, ali no CD, ouvindo o extraordinário Gustav Leonhardt trabalhar, Couperin parece-nos muito mais compositor.

Girolamo Frescobaldi (1583-1643) e Louis Couperin (1626-1661): Peças para Cravo

1 Il primo libro d’intavolatura di toccate di cimbalo et organo, No.2, Toccata seconda – Girolamo Frescobaldi (4:45)
2 Ricercari, et canzoni franzese, Vol.1 No.15, Canzon Quinta. Nono Tono, for keyboard – Girolamo Frescobaldi (2:26)
3 Fantasie a quattro, No.4 “Fantasia quarta, sopra un due soggietti” – Girolamo Frescobaldi (6:14)
4 Capricci … et arie in partitura, Vol.1 No.5, Capriccio Quinto sopra la bassa fiammenga, for keyboard – Girolamo Frescobaldi (5:35)
5 Il secondo libro de toccate, canzone…di cimbalo et organo, No.7, Toccata Settima – Girolamo Frescobaldi (3:04)
6 Ricercari, et canzoni franzese, Vol.1 No.1, Recercar Primo, for keyboard – Girolamo Frescobaldi (4:58)
7 Il secondo libro de toccate, canzone…di cimbalo et organo, No.15, Canzona Terza – Girolamo Frescobaldi (3:55)
8 Il primo libro d’intavolatura di toccate di cimbalo et organo, No.8, Toccata otova – Girolamo Frescobaldi (4:18)

9 Prélude for harpsichord in D major (Pièces de clavecin, No. 2) – Louis Couperin (3:28)
10 Allemande for harpsichord in D major (Pièces de clavecin, No. 58) – Louis Couperin (3:30)
11 Courante for harpsichord in D major (Pièces de clavecin, No. 59) – Louis Couperin (1:08)
12 Sarabande for harpsichord in D major (Pièces de clavecin, No. 60) – Louis Couperin (1:46)
13 Gaillarde for harpsichord in D major (Pièces de clavecin, No. 61) – Louis Couperin (1:54)
14 Chaconne for harpsichord in D major (Pièces de clavecin, No. 62) – Louis Couperin (2:03)
15 Passacaille for harpsichord in G minor (Pièces de clavecin, No. 98) – Louis Couperin (5:07)
16 Prélude for harpsichord in E minor (Pièces de clavecin, No. 14) – Louis Couperin (1:19)
17 Allemade de la Paix, for harpsichord in E minor (Pièces de clavecin, No. 63) – Louis Couperin (3:02)
18 Courante for harpsichord in E minor (Pièces de clavecin, No. 64) – Louis Couperin (1:18)
19 Sarabande for harpsichord in E minor (Pièces de clavecin, No. 65) – Louis Couperin (1:54)
20 Pavane for harpsichord in F sharp minor (Pièces de clavecin, No. 120) – Louis Couperin (4:34)

Gustav Leonhardt, cravo

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Louis Couperin, mais interessante do que Frescobaldi

Louis Couperin, mais interessante do que Frescobaldi

PQP