György Ligeti (1923-2006): Requiem, Aventures e Nouvelles Aventures

IM-PER-DÍ-VEL !!!

E mais um Ligeti para o povo pequepiano. A complexidade dos contrapontos do Requiem – música da fase timbrística de Ligeti e composta um ano antes de Lux Aeterna — é uma coisa que beira o absurdo, ao menos para um ouvinte como eu. É uma coisa linda e metafísica. É a melhor peça deste maravilhoso CD, mas amo também as divertidas Aventures e as Nouvelles Aventures, escritas pouco antes do Requiem. Aqui há também uma polifonia furiosa, porém parece-me que a utilização de grunhidos e, fundamentalmente, do riso e de algumas momices, torna essas duas obras mais simpáticas do que o belo e difícil Requiem. Nas Aventuras, a impressão geral é a de que estamos de volta ao ambiente e à vida descrita pelo excelente filme Themroc (1973), de Claude Faraldo… Esta gravação é de 1965 e bastante rara, apesar da Amazon tê-la disponível.

Enjoy porque vale a pena…

György Ligeti (1923-2006) – Requiem, Aventures e Nouvelles Aventures

1 Requiem
Choir – Chor Des Bayerischen Rundfunks
Chorus Master – Wolfgang Schubert
Conductor [Orchester] – Michael Gielen
Mezzo-soprano Vocals – Barbro Ericson
Orchestra – Sinfonie-Orchester Des Hessischen Rundfunks Frankfurt
Soprano Vocals – Liliana Poli

2 Aventures

3 Nouvelles Aventures
Alto Vocals – Marie-Thérèse Cahn
Baritone Vocals – William Pearson
Conductor – Bruno Maderna
Orchestra – Internationales Kammerensemble Darmstadt
Soprano Vocals – Gertie Charlent

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ele tenta se esconder, mas a gente sempre reencontra Ligeti

Ele tenta se esconder, mas a gente sempre encontra Ligeti

PQP

Guia dos Instrumentos antigos 3/8 – Fantasias & Ricercare / Chansons & Madrigais / Música eclesiástica / Variações

ES-PE-TA-CU-LAR !!!

Livro com oito CDs fenomenalmente cedido pelo internauta Camilo Di Giorgi! Não tem preço!!!

Tem na Amazon: aqui.

Continuamos a saga pelos fantásticos instrumentos antigos!
Uns que deixaram de existir, outros foram mudando tanto ao longo dos anos que hoje possuem timbres já bastante distintos de seus originais.
.

Também continuo sacana e estou esperando a última postagem, no domingo, para disponibilizar o livro completinho. Aqui vou deixando algumas imagens e trechos a cada dia, para que vocês tenham cada vez mais vontade de possuí-lo (ui!).

Hoje começam a aparecer alguns nomes de compositores mais famosos, como William Byrd e Orlando de Lasso (Roland de Lassus) e há também música vocal, mas o CD é uma verdadeira aula da família da viola! Tem composições com vários membros diferentes da família, além das aparições de bombardas, flautas de vários tipos e harpa cromática, entre outros. Muita informação num Cd só.

O baixo de viola figura na página 18 do livro, executada na “Divisions in Sol”, faixa 32 de hoje .

AGUARDEM! Já estamos no terceiro dos oito CDs, um por dia, de domingo passado até o domingo que vem, coroando com o livro de 200 páginas escaneado integralmente ao final.

Ouça! Leia! Estude! Divulgue e… Deleite-se!

Guide des Instruments Anciens – CD3
Fantasias & Ricercare / Chansons & Madrigais / Música eclesiástica / Variações

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – PQPShare 175Mb

Perdeu o Primeiro? Está AQUI.
Não tomou conhecimento do Segundo? Pode deixar: AQUI.

Tão bom quando vocês comentam… Pode comentar, pessoal!

O mundo para para ver as fofinhas!

Avicenna & Bisnaga

Waldemar Henrique (1905-1995) por Isabela Figueiredo

MUITO BOM !!!

Fonogramas fornecidos com dedicação por Raphael Soares e recebidos com apreço e entusiasmo por Bisnaga.

Que belezinha esse CD! É mais um daqueles álbuns sem pretensões e que consegue ser um prazer só.

Isabela Figueiredo dos Santos, essa mocinha de verde na imagem, com esse ar tão singelo, imprime com sua voz límpida muito sentimento e muita personalidade às canções de Waldemar Henrique.

Na verdade, isso nem é um CD: é o recital de mestrado da jovem e bela Isabela. A qualidade da gravação, já aviso, é baixa e a captação não é boa. No entanto, talvez seja o único trabalho que reuniu todas as Lendas Amazônicas de Waldemar – por isso é legal tê-las na biblioteca – mas das quais (outro senão) perdemos as duas últimas…

Mas não esmoreça! Aproveite que o arquivo é minúsculo (tem somente 8Mb), baixe sem receios e curta a música de Waldemar Henrique com a candura de Isabela. Lindo!

Ouça, ouça! Deleite-se!

Waldemar Henrique (1905-1995)
Lendas Amazônicas

01. Foi o Boto, Sinhá!
02. cobra Grande
03. Tamba-Tajá
04. Matintaperêra
05. Uirapuru
06. Curupira
07. Manha-Nungára
08. Nayá
09. Japiim
10. Uiara (perdido)
11. Pay- Tuna (perdido)

Isabela de Figueiredo, soprano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – PQPShare 8Mb

Partituras e outros que tais? Clique aqui


Bisnaga

Alessandro Scarlatti (1660-1725) e Domenico Scarlatti (1685-1757): Concertos e Sinfonias

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Papai Scarlatti era muito superior ao filho Scarlatinho e este CD dá mais tempo ao pai do que ao filho. É justo. Aliás, este também é um disco de italianos competentes, o que nem sempre acontece. Fabio Biondi e seu Europa Galante são sensacionais, dá gosto e felicidade ouvi-los. Alessandro foi um compositor vário e colorido, cheio de imaginação. Domenico enfiou-se em centenas de micro-sonatas repetitivas para a nobreza portuguesa. Ele nunca pensou que o futuro ia colocá-las todas juntas nestes estranhos recitais domiciliares que são os CDs. Já Alessandro sobrevive a tudo. Confiram aí!

Alessandro Scarlatti (1660-1725)

1. Sinfonia avanti la Serenata: I. Largo 1:54
2. Sinfonia avanti la Serenata: II. Presto 0:47
3. Sinfonia avanti la Serenata: III. Minuet 0:48
4. Sinfonia avanti la Serenata: IV. Grave 0:49

5. Sinfonia in C major: I. Presto Margret Köll/ 0:53
6. Sinfonia in C major: II. Adagio Margret Köll/ 1:04
7. Sinfonia in C major: III. Allegrissimo Margret Köll/ 1:32

8. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 1 in F minor: I. Grave 2:04
9. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 1 in F minor: II. Allegro 1:47
10. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 1 in F minor: III. Largo 2:22
11. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 1 in F minor: IV. Allemande [Allegro] 1:31

12. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 2 in C minor: I. Allegro 2:20
13. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 2 in C minor: II. Grave 3:19
14. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 2 in C minor: III. Minueto 2:41

15. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 3 in Fmajor: I. Allegro 0:47
16. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 3 in Fmajor: II. Largo 1:11
17. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 3 in Fmajor: III. Allegro 1:52
18. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 3 in Fmajor: IV. Largo 1:14
19. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 3 in Fmajor: V. Allegro 2:19

20. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 4 in G minor: I. Allegro ma non troppo 1:55
21. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 4 in G minor: II. Grave 2:30
22. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 4 in G minor: III. Vivace 0:45

23. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 5 in D minor: I. Allegro 1:42
24. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 5 in D minor: II. Grave 1:48
25. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 5 in D minor: III. Allegro 0:47
26. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 5 in D minor: IV. Minuet (molto veloce) 0:48

27. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 6 in E major: I. Allegro 1:06
28. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 6 in E major: II. Allegro 1:39
29. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 6 in E major: III. Largo 0:50
30. Sei Concerti in sette parte per due violini e violoncello obligato, con in piu due violini, un tenore e basso continuo, Concerto grosso No. 6 in E major: IV. Affettuoso 3:48

Domenico Scarlatti (1685-1757)

31. Sinfonia a 3 in G major: I. Allegrissimo 0:48
32. Sinfonia a 3 in G major: II. Grave 1:00
33. Sinfonia a 3 in G major: III. Allegrissimo 1:00

34. Sinfonia in A minor: I. Allegrissimo 0:39
35. Sinfonia in A minor: II. Adagio 0:49

36. Sonata [Concerto IX] in A minor for recorder, 2 violins & basso continuo: I. Allegro 1:56
37. Sonata [Concerto IX] in A minor for recorder, 2 violins & basso continuo: II. Largo 1:54
38. Sonata [Concerto IX] in A minor for recorder, 2 violins & basso continuo: III. Fuga 2:05
39. Sonata [Concerto IX] in A minor for recorder, 2 violins & basso continuo: IV. Largo 2:15
40. Sonata [Concerto IX] in A minor for recorder, 2 violins & basso continuo: V. Allegro 2:03

Europa Galante
Fabio Biondi violin & direction

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Alex Scarlatti, o pai

Alex Scarlatti, o pai

PQP

Guia dos Instrumentos antigos 2/8 – Renascença: danças e balés

ES-PE-TA-CU-LAR !!!

Livro com oito CDs fenomenalmente cedido pelo internauta Camilo Di Giorgi! Não tem preço!!!

Tem na Amazon: aqui.

Estamos na segunda postagem deste belíssimo Guia dos Instrumentos Antigos, com o CD dedicado às danças e balés do Renascimento. Tão bom ou melhor que o primeiro!
E o nível não vai cair. Vai nesse padrão até o final

Viuela de roda, ilustrações da página 44 do livro e instrumento da faixa 10 deste 2º CD.

Não se esqueça e não perca os próximos capítulos! Uma postagem com cada CD por dia, do domingo (ontem) até o domingo que vem, quando disponibilizaremos o livro escaneado integralmente também.

Já falei um tanto na primeira postagem. Agora não tem muito mais o que falar. Só ouvir essas raridades!
Então, ouça! Leia! Estude! Espalhe, divulgue e… Deleite-se!

Guide des Instruments Anciens – CD2
Renascença: danças e balés

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – PQPShare 180Mb

Perdeu o primeiro CD? Está AQUI.

Não comentou ainda? Comentou a primeira e ainda está empolgado e quer voltar a escrever algo? Não se avexe: pode comentar: a gente adora!

Mas a bunda dela tá meio “escorrida”, não?

Avicenna & Bisnaga

Pavel Grigorievich Chesnokov (1877-1944) – Panitchida (Requiem)

SHOW DE BOLA !!!

Tem na Amazon: aqui.

Ah, como os sons da Igreja Ortodoxa são transcendentes! A característica marcante de suas melodias – os coros com aquela pesada base, com poderosos baixos profundos – é coisa que parece que só a Rússia consegue proporcionar com categoria aos ávidos ouvidos do ocidente, que parecem se ressentir do excesso de agudos vocais e de uma base, muitas vezes, tênue (pelo menos se a gente compara com a russa).

Mas como este Panikhida, ou Requiem, do Pavel Chesnokov é arrepiante! Não é pungente como seria tradicional a uma obra latina. É mais contido, mais profundo… Pesado, até. E essas características que o tornam transcendente! Ah, é bem difícil de descrever. Só ouvindo, mesmo!

(Amanhã postarei um álbum de baixos profundos da Rússia.)

Mas muito bom, mesmo! Ouça! Ouça! Deleite-se!

Resolvi colocar aqui na palhinha a faixa 3, “Thou Art Blessed, O Lord”, da qual o Avicenna afirmou abaixo, nos comentários: “não tenho palavras”. É bem isso:

Pavel Grigorievich Chesnokov (1877-1944)
Panikhida (Requiem)

Pavel Grigorievich Chesnokov (1877-1944)
01. Requiem No 2, Op. 39: The Great Litany
02. Requiem No 2, Op. 39: Alleluia
03. Requiem No 2, Op. 39: Troparion “Thou Art Blessed, O Lord”
04. Requiem No 2, Op. 39: The Small Litany
05. Requiem No 2, Op. 39: Psalms and Prayers to the Mother of God
06. Requiem No 2, Op. 39: Give Peace, O Lord
07. Requiem No 2, Op. 39: Irmos, Chant 3
08. Requiem No 2, Op. 39: The Small Litany
09. Requiem No 2, Op. 39: Give Peace, O Lord
10. Requiem No 2, Op. 39: Irmos, Chant 6
11. Requiem No 2, Op. 39: The Small Litany
12. Requiem No 2, Op. 39: Soul of Thy Servant
13. Requiem No 2, Op. 39: Troparion “Spirits of the Righteous”
14. Requiem No 2, Op. 39: The Augmented Litany
15. Requiem No 2, Op. 39: Eternal Memory
Anônimos
16. Selected Orthodox Chants: The Lord’s Prayer
17. Selected Orthodox Chants: The Good Thief
18. Selected Orthodox Chants: Troparion “Thou Art Blessed, O Lord”
19. Selected Orthodox Chants: Eternal Remembrance
20. Selected Orthodox Chants: Let All Flesh Be Silen, Op.27

Padre Alexei Godunov
Padre Konstantin Semyonov
Olga Slovesnova (faixas 3, 13, 14)
Mikhail Falkov (2, 3, 6, 9 13, 14)
Cantus Sacred Music Ensemble
Ludmila Arshavskaya, regente
Rússia, 2004

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – PQPShare 113Mb

Sabe aquela coisa de fazer um comentário? Eu ainda gosto. Pode comentar, pessoal!

Coisa de louco essa sonzeira que os baixos russos fazem!

Bisnaga

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791): Trios K.502 e K.496 e Divertimento K.254

Mozart e Maria João Pires, Maria João Pires e Mozart. O mestre jamais imaginaria que, 200 anos após sua morte, sua grandiosa obra pianística seria interpretada de forma sublime por duas mulheres: a portuguesa Maria João, seguida pela japonesa naturalizada britânica Mitsuko Uchida. Neste CD impecável, MJP vem acompanhada de um habitual colaborador, o violinista Augustin Dumay, e o violoncelista Jian Wang. São obras bastante agradáveis, nada transcendentes, que se tornam muito maiores com a grande Maria João e seus companheiros. Para ouvir e aprender como se faz.

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791): Trios K.502 e K.496 e Divertimento K.254

Trio in B flat major, K.502
01. I. Allegro
02. II. Larghetto
03. III. Allegretto

Trio in G major, K.496
04. I. Allegro
05. II. Andante
06. III. Allegretto – Var. I – VI

Divertimnento in B flat major, K.254
07. I. Allegro assai
08. II. Adagio
09. III. Rondeau-Tempo di Menuetto

Maria João Pires, piano
Augustin Dumay, violino
Jian Wang, violoncelo

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Pires, perfeita individualmente ou em grupo

Pires, perfeita individualmente ou em grupo

PQP

Joseph Haydn – Piano Sonatas Hob. XVI:34, 40, 42 e 52, Wolfgang Amadeus Mozart (Fantasia in C minor, KV 475, Franz Schubert – Impromptus, D. 899, D. 935, Robert Schumann – Fantasiestucke, Op. 12

41S33XE061LFaz muito tempo que Alfred Brendel não dá as caras por aqui. O que é uma pena, já que estamos falando de um dos grandes pianistas do século XX. O Brendelzinho da nossa antiga colaboradora Clara Schumann, que o adorava, reverenciava mesmo. Era Deus no céu e Brendel na Terra.
E a nossa sumida portuguesinha tinha um pouco de razão. Alfred BrendeI infelizmente anda um tanto quanto afastado dos palcos, e das gravações, devido principalmente à idade, já adentrado nos 80 e poucos anos. Mas cada novo cd seu é uma alegria para os ouvidos, com certeza.  Dono de uma técnica apuradíssima, estabeleceu padrões de excelência poucas vezes alcançado, dentro de um repertório mais limitado ao classicismo e ao romantismo, apesar de eu ter um cd seu em que toca Schoenberg. Suas gravações de Schubert, principalmente os “Impromptus”, são incomparáveis. Seu Mozart é quase unanimidade, assim como seu Beethoven.  Aliás, o conheci exatamente através de sua integral dos concertos para piano de Beethoven, com o grande Bernard Haitink.
Esse cd que ora vos trago é uma coletânea. A coleção “Great Pianists” foi financiada pela fábrica de pianos “Steinway & Sons”, que fornece os instrumentos para os grandes teatros e gravadoras do mundo todo. Dentro dessa coleção, Brendel foi “brindado” com seis discos, que pretendo trazer de dois em dois.
E logo neste primeiro o bicho pega com as sonatas de Haydn, uma fantasia mozartiana, e, talvez o grande momento dos dois cds, os “Impromptus” de Schubert. Além, é claro, da maravilhosa “Fantasiestücke” de Schumann. Resumindo, dois cds para serem ouvidos à exaustão, sem medo de ser feliz.

CD 1

01.Haydn- Piano Sonata in E minor,  Hob. XVI-34 1. Presto
02.Haydn- Piano Sonata in E minor,  Hob. XVI-34 2. Adagio
03.Haydn- Piano Sonata in E minor,  Hob. XVI-34 3. Vivace molto,innocentemente
04.Haydn- Piano Sonata in G,  Hob. XVI-40 1. Allegretto ed innocente
05.Haydn- Piano Sonata in G,  Hob. XVI-40 2. Presto
06.Haydn- Piano Sonata in D,  Hob. XVI-42 1. Andante con espressione
07.Haydn- Piano Sonata in D,  Hob. XVI-42 2. Vivace assai
08.Haydn- Piano Sonata in E flat,  Hob. XVI-52 1. Allegro
09.Haydn- Piano Sonata in E flat,  Hob. XVI-52 2. Adagio
10.Haydn- Piano Sonata in E flat,  Hob. XVI-52 3. Finale. Presto
11.Mozart- Fantasia in C minor, KV 475

CD 2

01.Schubert- Impromptus, D. 899 No. 1 in C minor- Allegretto molto moderato
02.Schubert- Impromptus, D. 899 No. 2 in E flat- Allegro
03.Schubert- Impromptus, D. 899 No. 3 in G flat- Andante
04.Schubert- Impromptus, D. 899 No. 4 in A flat- Allegretto
05.Schubert- Impromptus, D. 935 No. 1 in F minor- Allegro moderato
06.Schubert- Impromptus, D. 935 No. 2 in A flat- Allegretto
07.Schubert- Impromptus, D. 935 No. 3 in B flat- Thema (Andante) mit Variationen
08.Schubert- Impromptus, D. 935 No. 4 in F minor- Allegro scherzando
09.Schumann- Fantasiestucke, Op. 12 1. Des Abends
10.Schumann- Fantasiestucke, Op. 12 3. Warum_
11.Schumann- Fantasiestucke, Op. 12 5. In der Nacht
12.Schumann- Fantasiestucke, Op. 12 8. Ende vom Lied

Alfred Brendel – Piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Guia dos Instrumentos antigos 1/8 – Idade Média: Cantigas de Santa Maria / Nos tempos dos Trovadores / O début da polifonia / Nos tempos da Guerra dos Cem Anos

ES-PE-TA-CU-LAR !!!

Livro com oito CDs fenomenalmente cedido pelo internauta Camilo Di Giorgi! Não tem preço!!!

Tem na Amazon: aqui.

Essa já chega no PQPBach como sendo uma das postagens que mais me enche de orgulho (a nós: Bisnaga e Avicenna, autores desta postagem a quatro mãos): uma edição de luxo de um guia de instrumentos antigos, com 200 páginas e OITO CDs com músicas em instrumentos de época.

É um material extraordinário para professores de história da arte, estudantes, músicos e curiosos em geral. O livro é trilíngue: está em francês, alemão e inglês. Não tem texto em português, mas nada que jogar uns trechos no Google tradutor não resolvam, né? Ele estará para download na oitava e derradeira postagem.
O aspecto geral é como esta página que colocamos abaixo (esta introduz a categoria das cordas friccionadas), com boas ilustrações e fotos de instrumentos originais. Escaneamos numa boa qualidade pra que vocês possam usar em aulas ou coisas assim. Conhecimento tem mais é que circular!

páginas 10 e 11 do livro.

Além de tudo, os CDs vêm com músicas de boa interpretação e com grande parte dos instrumentos descritos no livro em ação, em uma seleção de obras que abrange desde a Idade Média até o Classicismo, passando pelo Renascimento e Barroco.

AGUARDEM! Será uma postagem com cada CD por dia, deste domingo até o domingo que vem, quando disponibilizaremos o livro escaneado integralmente também.

Enfim, uma publicação espetacular!
Ouça! Leia! Estude! Divulgue e… Deleite-se!

Guide des Instruments Anciens – CD1
Idade Média: Cantigas de Santa Maria / Nos tempos dos Trovadores / O début da polifonia / Nos tempos da Guerra dos Cem Anos

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – PQPShare 175Mb

Tão bom quando vocês comentam… Pode comentar, pessoal!

Ai, ai… As fofinhas: desde sempre fazendo sucesso!

Avicenna & Bisnaga

Georg Philipp Telemann (1681-1767) – Concertos para Viola da Gamba


Mais um que é IM-PER-DI-VEL !!!

Depois da postagem abaixo (originalmente uma postagem de viola da gamba de 2013), feita pelo chefão PQP, bateu uma inveja… Sabe aquela que as velhinhas chamam de “inveja boa”? Acho que foi dessas, pois me veio um ímpeto alucinante de postar essas belezas de peças para viola da gamba de Georg Philipp Telemann, coisa de louco, e tão belas quanto a intérprete e o instrumento solista.

Tratemos primeiramente de Telemann. Ele anda meio jogadinho às traças, pois não é complexo como Bach nem vibrante como Vivaldi, mas não podemos tirar-lhe o posto um dos maiores compositores do barroco. Sua obra é vastíssima, abrange quase tudo que se imagina. Telemann é um dos mais prolíficos compositores da história, mas pudera: ele tinha uma espécie de guilda, um escritório de composição, com ajudantes e tudo mais. Compunha, arranjava e arrematava as obras dos pupilos e… as assinava. Com isso, o alemão aí conseguiu ter uma produção tão numerosa (passam de 2 mil obras. Já me corrigiram: passam de 3 mil!), no entanto, não há como saber com certeza se as obras por ele assinadas saíram realmente de sua imaginação e de sua própria caneta…

Tenha em conta que isso não reduz a qualidade das obras que levam até hoje o nome de Telemann: suas composições são de extrema qualidade. Ouça este álbum e compreenderás!

Tratemos então de nossa bela intérprete, Hille Perl. Como a magrinha aí é boa! Como a música flui quando ela se entrelaça com aquela viola da gamba com o espelho cravejado de madrepérolas! Se você já ouviu o concerto para viola do Telemann (postado aqui) numa viola da baccio, a versão de Perl é muito superior, é de uma fluência incrível!

Bom, ouça para entender essa rasgação de seda! Deleite-se meeeesmo!

Palhinha:

Georg Philipp Telemann (1681-1767)
Concertos para Viola da Gamba

Sonata em Si para Viola da Gamba e Baixo Contínuo
01. Largo
02. Vivace
03. Andante
04. Allegro
Concerto em Mi para Viola da Gamba e Baixo Contínuo
05. Allegro
06. Largo
07. Allegro
Concerto em Lá para 2 Violas e Baixo Contínuo
08. Soave
09. Allegro
10. Adagio
11. Allegro
Suite em Ré para Viola da Gamba, Cordas e Baixo Contínuo
12. Ouverture
13. La trompette
14. Sarabande
15. Rondeau
16. Bourée
17. Courante
18. Gigue
Concerto em Sol para Viola da Gamba, Cordas e Baixo Contínuo
19. Largo
20. Allegro
21. Andante
22. Presto

Hille Perl, viola da gamba
Freiburger Barockorchester
Petra Müllejans, regente

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – PQPShare (194Mb)

Telemann: até diminuí a imagem porque o cara era feio pra dedéu!
Ainda bem que ganhava dinheiro com outra coisa…

Bisnaga

J. S. Bach (1685-1750): Bach 2000 – Caixa 4, CDs 1, 2 e 3

Clique aqui para todo o Bach 2000.

—————————————————
Bach 2000 – Caixa 4, CD 1
—————————————————
BWV0150 Cantata 1 Sinfonia
BWV0150 Cantata 2 Coro “Nach dir,Herr,verlanget mich”
BWV0150 Cantata 3 Aria (soprano) “Doch bin und bleibe ich vergnügt”
BWV0150 Cantata 4 Coro “Leite mich in deiner Wahrheit”
BWV0150 Cantata 5 Aria (Terzetto) (alto,tenor,bass) “Zedern müssen von den Winden”
BWV0150 Cantata 6 Coro “Meine Augen sehen stets zu dem Herrn”
BWV0150 Cantata 7 Coro “Meine Tage in dem Leide”

BWV0151 Cantata 1 Aria (soprano) “Süßer Trost,mein Jesus kömmt”
BWV0151 Cantata 2 Recitativo (bass) “Erfreue dich,mein Herz”
BWV0151 Cantata 3 Aria (alto) “In Jesu Demut kann ich Trost”
BWV0151 Cantata 4 Recitativo (tenor) “Du teurer Gottessohn”
BWV0151 Cantata 5 Choral (coro) “Heut schleußt er wieder auf die Tür”

BWV0152 Cantata 1 Concerto
BWV0152 Cantata 2 Aria (bass) “Tritt auf die Glaubensbahn”
BWV0152 Cantata 3 Recitativo (bass) “Der Heiland ist gesetzt”
BWV0152 Cantata 4 Aria (soprano) “Stein,der über alle Schätze”
BWV0152 Cantata 5 Recitativo (bass) “Es ärgre sich die kluge Welt”
BWV0152 Cantata 6 Duetto (soprano,bass) “Wie soll ich dich,Liebster der Seelen,umfassen”

BWV0153 Cantata 1 Choral (coro) “Schau,lieber Gott,wie meine Feind”
BWV0153 Cantata 2 Recitativo (alto) “Mein liebster Gott”
BWV0153 Cantata 3 Aria (bass) “Fürchte dich nicht,ich bin mit dir”
BWV0153 Cantata 4 Recitativo (tenor) “Du sprichst zwar,lieber Gott”
BWV0153 Cantata 5 Choral (coro) “Und ob gleich alle Teufel”
BWV0153 Cantata 6 Aria (tenor) “Stürmt nur,stürmt,ihr Trübsalswetter”
BWV0153 Cantata 7 Recitativo (bass) “Getrost- mein Herz,erdulde deinen Schmerz”
BWV0153 Cantata 8 Aria (alto) “Soll ich meinen Lebenslauf”
BWV0153 Cantata 9 Choral (coro) “Drum will ich,weil ich lebe noch”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

—————————————————
Bach 2000 – Caixa 4, CD 2
—————————————————
BWV0154 Cantata 1 Aria (tenor) “Mein liebster Jesus ist verloren”
BWV0154 Cantata 2 Recitativo (tenor) “Wo treff ich meinen Jesum an”
BWV0154 Cantata 3 Choral (coro) “Jesu,mein Hort und Erretter”
BWV0154 Cantata 4 Aria (alto) “Jesu,laß dich finden”
BWV0154 Cantata 5 Arioso (bass) “Wisset ihr nicht”
BWV0154 Cantata 6 Recitativo (tenor) “Dies ist die Stimme meines Freundes”
BWV0154 Cantata 7 Aria (Duetto) (alto,tenor) “Wohl mir,Jesus ist gefunden”
BWV0154 Cantata 8 Choral (coro) “Meinen Jesum laß ich nicht”

BWV0155 Cantata 1 Recitativo (soprano) “Mein Gott,wie lang,ach lange”
BWV0155 Cantata 2 Aria (Duetto) (alto,tenor) “Du mußt glauben,du mußt hoffen”
BWV0155 Cantata 3 Recitativo (bass) “So sei,o Seele,sei zufrieden”
BWV0155 Cantata 4 Aria (soprano) “Wirf,mein Herze,wirf dich noch”
BWV0155 Cantata 5 Choral (coro) “Ob sichs anließ,als wollt er nicht”

BWV0156 Cantata 1 Sinfonia
BWV0156 Cantata 2 Aria-Choral (soprano,tenor) “Ich steh mit einem Fuß im Grabe”
BWV0156 Cantata 3 Recitativo (bass) “Mein Angst und Not”
BWV0156 Cantata 4 Aria (alto) “Herr,was du willt,soll mir gefallen”
BWV0156 Cantata 5 Recitativo (bass) “Und willst du,daß ich nicht soll kranken”
BWV0156 Cantata 6 Choral (coro) “Herr,wie du willt,so schicks mit mir”

BWV0157 Cantata 1 Duetto (tenor,bass) “Ich lasse dich nicht,du segnest mich denn”
BWV0157 Cantata 2 Aria (tenor) “Ich halte meinen Jesum feste”
BWV0157 Cantata 3 Recitativo (tenor) “Mein lieber Jesu du”
BWV0157 Cantata 4 Aria (bass) “Ja,ja,ich halte Jesum feste”
BWV0157 Cantata 5 Choral (coro) “Meinen Jesum laß ich nicht”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

—————————————————
Bach 2000 – Caixa 4, CD 3
—————————————————
BWV0158 Cantata 1 Recitativo (bass) “Der Friede sei mit dir”
BWV0158 Cantata 2 Aria-Choral (bass,soprano) “Welt ade- ich bin dein müde”
BWV0158 Cantata 3 Recitativo (bass) “Nun Herr,regiere meinen Sinn”
BWV0158 Cantata 4 Choral (coro) “Hier ist das rechte Osterlamm”

BWV0159 Cantata 1 Arioso-Recitativo (bass,alto) “Sehet- Komm,schaue doch,mein Sinn”
BWV0159 Cantata 2 Aria-Choral (alto,soprano) “Ich folge dir nach”
BWV0159 Cantata 3 Recitativo (tenor) “Nun will ich mich,mein Jesu”
BWV0159 Cantata 4 Aria (bass) “Es ist vollbracht”
BWV0159 Cantata 5 Choral (coro) “Jesu,deine Passion”

BWV0161 Cantata 1 Aria (alto) “Komm,du süße Todesstunde”
BWV0161 Cantata 2 Recitativo (tenor) “Welt,deine Lust ist Last”
BWV0161 Cantata 3 Aria (tenor) “Mein Verlangen”
BWV0161 Cantata 4 Recitativo (alto) “Der Schluß ist schon gemacht”
BWV0161 Cantata 5 Coro “Wenn es meines Gottes Wille”
BWV0161 Cantata 6 Choral (coro) “Der Leib zwar in der Erden”

BWV0162 Cantata 1 Aria (bass) “Ach,ich sehe,itzt,da ich zur Hochzeit gehe”
BWV0162 Cantata 2 Recitativo (tenor) “O großes Hochzeitfest”
BWV0162 Cantata 3 Aria (soprano) “Jesu,Brunnquell aller Gnaden”
BWV0162 Cantata 4 Recitativo (alto) “Mein Jesu,laß mich nicht”
BWV0162 Cantata 5 Aria (Duetto) (alto,tenor) “In meinem Gott bin ich erfreut”
BWV0162 Cantata 6 Choral (coro) “Ach,ich habe schon erblicket”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

bach (1)

PQP

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) – Complete Sonatas for Keyboard and Violin Sonatas – CDs 7 e 8 de 8 – Podger, Cooper

71YZiaSCYAL._SL1500_Estes dois últimos cds dessa excelente integral de Rachel Podger trazem algumas variações e sonatas de juventude. Vale a pena ouvir, nem que seja pelo simples motivo de ouvir o violino de Rachel Podger. Ela é maravilhosa. Claro que não podemos esquecer do pianoforte de Gary Cooper, um excelente músico.

Hoje é o meu último dia de férias. A partir de segunda feira volto à rotina do trabalho. Infelizmente não consegui fazer quase nada do que tinha planejado, mas o simples fato de ter ficado em casa lendo e ouvindo meus discos já valeu e muito a pena.

Então vamos concluir a série.

CD 7

01. Allegro in B flat major, KV 372
02 – 08 – 6 Variations in G minor, ‘Hélas, j’ai perdu mon amant’, KV 374b
09. Sonata in E flat major, KV 26 ; I. Allegro molto
10. Sonata in E flat major, KV 26 ; II. Adagio poco Andante
11. Sonata in E flat major, KV 26 ; III. Rondeaux
12. Fantasia in C minor for Piano, KV 396
13-25 12 Variations in G major, ‘La Bergère Célimène’, KV 374a

CD 8

01. Sonata in B flat major, KV 10 ; I. Allegro
02. Sonata in B flat major, KV 10 ; II. Andante
03. Sonata in B flat major, KV 10 ; III. Menuetto I and II
04. Sonata in G major, KV 11 ; I. Andante
05. Sonata in G major, KV 11 ; II. Allegro
06. Sonata in G major, KV 11 ; III. Menuetto ; Allegro
07. Sonata in A major, KV 12 ; I. Andante
08. Sonata in A major, KV 12 ; II. Allegro
09. Sonata in F major, KV 13 ; I. Allegro
10. Sonata in F major, KV 13 ; II. Andante
11. Sonata in F major, KV 13 ; III. Menuetto I and II
12. Sonata in C major, KV 14 ; I. Allegro
13. Sonata in C major, KV 14 ; II. Allegro
14. Sonata in C major, KV 14 ; III. Menuetto I and II ‘Carillon’
15. Sonata in B flat major, KV 15 ; I. Andante maestoso
16. Sonata in B flat major, KV 15 ; II. Allegro grazioso

Rachel Podger – Violin
Gary Cooper – Pianoforte

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Francis Poulenc (1899-1963): Aubade – Les Biches

Estava eu navegando pelos milhões de mares dessa imensa blogosfera, procurando por gravações de Satie, quando me deparei com esse primor de álbum. Adoro Satie, Milhaud e o Les Six como um todo, porém tenho em Poulenc, a figura mais talentosa do grupo. Um CD tipicamente com a cara de Poulenc e do irônico e extrovertido Les Six.

A seguir, um trecho retirado da WIKIPÉDIA, sobre a vida pessoal de Poulenc.

A vida de Poulenc foi uma vida de constante luta interna (“meio monge, meio bad boy”). Tendo nascido e sido educado na religião católica, Poulenc debatia-se com a conciliação dos seus desejos sexuais pouco ortodoxos à luz das suas convicções religiosas. Poulenc referiu a Chanlaire que “Sabes que sou sincero na minha fé, sem excessos de messianismo, tanto como sou sincero na minha sexualidade Parisiense.” Alguns autores consideram mesmo que Poulenc foi o primeiro compositor abertamente gay, embora o compositor tenha mantido relações sentimentais e físicas com mulheres e tenha sido pai de uma filha, Marie-Ange.

A sua primeira relação afectiva importante foi com o pintor Richard Chanlaire, a quem dedicou o seu Concert champêtre: “Mudaste a minha vida, és o sol dos meus trinta anos, uma razão para viver e trabalhar“. Em 1926, Francis Poulenc conhece o barítono Pierre Bernac, com o qual estabelece uma forte relação afectiva, e para quem compõe um grande número de melodias. Alguns autores indicam que esta relação tinha carácter sexual, embora a correspondência entre os dois, já publicada, sugira fortemente que não. A partir de 1935 e até à sua morte, em 1963, acompanha Bernac ao piano em recitais de música francesa por todo o mundo. Pierre Bernac é considerado como “a musa” de Poulenc.

Poulenc foi profundamente afetado pela morte de alguns dos seus amigos mais próximos. O primeiro foi a morte prematura de Raymonde Linossier, uma jovem com quem Poulenc tinha esperanças de casar. Embora Poulenc tivesse admitido que não tinha nenhum interesse sexual em Linossier, eram amigos de longa data. Em 1923, Poulenc ficou chocado e inane durante um par de dias depois da morte aos 20 anos, na sequência de febre tifóide, do seu amigo, o romancista Raymond Radiguet. Já em 1936, o seu grande amigo Pierre-Octave Ferroud foi decapitado num acidente de automóvel na Hungria, na sequência do qual visitou a Virgem Negra de Rocamadour. Em 1949, a morte de outro grande amigo, o artista Christian Bérard, esteve na origem da composição do seu Stabat Mater.

.oOo.

Poulenc: Aubade – Les Biches

Les Biches, suite for orchestra (from the ballet), FP 36
1. Très lent – Subito allegro molto 3:23
2. Adagietto 3:38
3. Rag-Mazurka, Presto 6:05
4. Andantino 3:03
5. Final, Presto 3:44

Les animaux modèles, suite for orchestra, FP 111
6. Le Petit Jour – Dawn (Très Calme) 4:26
7. Le Lion Amoureux – The Amorous Lion (Passionnéjment Animé) 1:43
8. L’Homme Entre Deux Âges Et Ses Deux Maîtresses – A Middle-Aged Man And His Two Mist 2:05
9. La Mort Et Le Mûcheron – Death And The Woodcutter (Très Lent) 5:46
10. Les Deux Cogs – Two Roosters (Très Modéré) 3:31
11. Le Repas De Midi – Midday Meal (Très Doux, Calme Et Heureux) 3:12

12. Matelote provençale, for orchestra (for collab. work, La guirlande de Campra), FP 153: No. 5 {From ‘La Guirlande De Campra’} 1:32

13. Pastourelle, ballet movement (for collab. work, L’éventail de Jeanne), FP 45 1:55

14. Valse (pour Micheline Soulé), for piano in C major (for collab. work, Album des Six), FP 17 1:50

15. Discours du général, ballet movement (for collab. ballet, Les mariés de la Tour Eiffel, by Les Six), FP 23/1 0:58

16. La baigneuse de Trouville, ballet movement (for collab. ballet, Les mariés de la Tour Eiffel, by Les Six), FP 23/2 1:49

Aubade, choreographic concerto for piano & 18 instruments, FP 51
17. Toccata (Lento Et Pesante; Molto Animato) 2:41
18. Récitatif: Les Compagnes De Diane (Larghetto) 1:46
19. Rondeau: Diane Et Compagnes (Allegro)/Entrée De Diane (Più Mosso)/Sortie de Diane (Céder un peu) 3:21
20. Presto: Toilette De Diane (Presto) 1:35
21. Récitatif: Introduction À La Variation De Diane (Larghetto) 2:12
22. Andante: Variation De Diane (Andante Con Moto) 3:07
23. Allegro Féroce: Désespoir De Diane 0:39
24. Conclusion: Adieux Et Départ De Diane (Adagio) 4:58

Deux préludes posthumes et 3e gnossienne (orchestraton of 3 piano works of Erik Satie), FP 104
25. No. 1, ‘Fete donnee’ 3:34
26. No. 2, ‘1er prelude du Nazareen’ 3:43
27. No. 3, ‘3eme gnossienne’ 2:14

Pascal Rogé, piano
Orchestre National de France, Charles Dutoit

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Poulenc

Poulenc, de longe, o mais talentoso do Les Six

Marcelo Stravinsky

J. S. Bach (1685-1750): Árias de Bach com Magdalena Kožená

Árias de Bach
Magdalena Kožená
Com instrumentos de época – On authentic instruments

Magdalena Kožená é belíssima, é mulher de Simon Rattle, tem uma voz maravilhosa, canta incrivelmente, é gostosa, é tudo. Neste CD, ela canta mais uma coletânea de árias de Bach. E que árias! A faixa 4 é “Erbarme dich”, talvez uma das melhores árias da Paixão segundo São Mateus. A faixa 2 é das Cantatas Profanas e é tocada dedilhada ao piano delicadamente pela mulher de Charlie Parker numa das cenas mais dilacerantes de Bird, lembram? A faixa 5, puxa vida. A décima faixa…  O resto é super bem escolhido e quem sabe sejam árias até melhores das que citei… imaginem que o CD começa com uma do Magnificat e fecha com uma da Missa em Si Menor! Então, se a mulher é boa, canta pra cacete, o que você está esperando para ouvir?

IM-PER-DÍ-VEL!!!

Palhinha: ouça 10. Cantata No.30 “Freue dich, erlöste Schar”, BWV 30

(Sobre o vídeo acima: na época, era proibido que as mulheres cantassem em igrejas.)

Árias de Bach com Magdalena Kožená

1. Magnificat in D Major, BWV 243 – Aria: “Et exsultavit spiritus meus” (soprano II)
2. Was mir behagt, ist nur die muntre Jagd, Cantata BWV 208 – Aria: Schafe können sicher weiden
3. Ich bin vergnügt mit meinem Glücke Cantata, BWV 84 – 3. Aria: Ich esse mit Freuden mein weniges Brot
4. St. Matthew Passion, BWV 244 / Part Two – No.39 Aria (Alto): “Erbarme dich”
5. Cantata, BWV 198 “Laß Fürstin, laß noch einen Strahl” – 5. Aria: “Wie starb die Heldin so vergnügt”
6. Cantata, BWV 198 “Laß Fürstin, laß noch einen Strahl” – 3. Verstummt, ihr holden Saiten
7. Cantata No.34 “O ewiges Feuer, O Ursprung der Liebe”, BWV34 – 3. Aria: “Wohl euch, ihr auserwählten Seelen”
8. Cantata: “Wer mich liebet, der wird mein Wort halten” BWV 74 – 2. Aria: Komm, mein Herze steht dir offen
9. St. John Passion, BWV 245 / Part Two – No.35 Aria (soprano): ” Zerfließe, mein Herz ”
10. Cantata No.30 “Freue dich, erlöste Schar”, BWV 30 – 5. Aria: Kommt, ihr angefocht’nen Sünder
11. Mass in B minor, BWV 232 / Gloria – Laudamus te

Bach • Arias – 1997
Magdalena Kožená
Musica Florea. Director: Marek Štryncl

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
XLD Rip | Flac | 224,9 MB | com encarte

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 | 121,0 MB | com encarte

powered by iTunes 12.1.2
54,2 min

Boa audição.

Texto: PQP
Lay-out e repostagem: Avicenna

Gustav Mahler (1860-1911) – Des Knaben Wunderhorn – Adagio from Symphony n° 10 – Boulez – Gerhaher – Kozená

folder

LINK ATUALIZADO !!! POSTAGEM REALIZADA EM MAIO DE 2011 

Hoje, dia 18 de maio de 2011, se comemoram os 100 anos da morte de Gustav Mahler. Com certeza uma data importante para celebrar aquele que foi um dos maiores compositores das história, um compositor único, que conseguiu em apenas 51 anos de vida criar um dos maiores ciclos de sinfonias, além de outras obras, já compostos pelo ser humano. Uma obra que causou, e ainda causa, grande impacto. São obras densas, de extrema complexidade, com uma orquestração ímpar, e que muito exige de todos os envolvidos: desde o regente até a orquestra, e claro, o próprio ouvinte  é exigido,  que de início não sabe bem como reagir, mas acaba por se render à grandiosidade e genialidade daquelas obras. Já postamos algumas integrais aqui no PQP, portanto, vocês podem optar.
Curiosamente, este CD que estou postando em homenagem à esta data, traz uma das obras que considero de mais fácil assimilação da obra mahleriana.Segundo a Wikipedia, “Des Knaben Wunderhorn (alemão, em português – literalmente: A trompa mágica do menino, referindo-se a um objeto mágico como a cornucópia) é uma coleção de textos de canções populares, publicada em três volumes em Heidelberg pelos poetas e escritores alemães Achim von Arnim e Clemens Brentano entre 1805 e 1808. A coleção contém canções da Idade Média até o Século XVIII.” Mahler musicou algumas delas, 24 na verdade, entre 1892 e 1902, porém, nesta gravação, Boulez gravou apenas 12. Mas basta para termos uma noção da escrita mahleriana, principalmente as canções.

Não sou nem pretendo ser um expert em Mahler, o admiro imensamente e digamos que ainda estou me adaptando à sua linguagem (isso porque ouço Mahler desde meus 18 anos de idade). Porém existem blogs especializados, com gente que realmente sabe do que estão falando, e que analisam a fundo as diversas gravações existentes no mercado.Nosso colega blogueiro Álvaro, no excelente http://espitolas.blogspot.com, faz uma pequena homenagem à data, e cita alguns destes blogs.

Boulez é um dos grandes regentes e compositores do século XX e deste início de século XXI. Podemos não concordar com algumas das escolhas que ele faz, mas jamais podemos negar seu talento enquanto regente. Nesta gravação ele tem “apenas” nossa musa, Madalena Kozená, e o excelente barítono Christian Gerhaher. A Orquestra de Cleveland já é uma velha conhecida nossa quando se trata deste repertório, principalmente nas mãos de Boulez.

Mas vamos ao que interessa: Viva Mahler !!!

Gustav Mahler – Des Knaben Wunderhorn – Adagio from Symphony n° 10 – Boulez – Gerhaher – Kozená

01 – Der Schildwache Nachtlied
02 – Verlorne Mueh’
03 – Trost im Unglueck
04 – Wer hat dies Liedlein erdacht
05 – Das irdische Leben
06 – Revelge
07 – Des Antonius von Padua Fischpredigt
08 – Rheinlegendchen
09 – Lied des Verfolgten im Turm
10 – Wo die schoenen Trompeten blasen
11 – Lob des hohen Verstandes
12 – Der Tambourg’sell
13 – Symphony no. 10-Adagio

Madalena Kozená – Mezzo-soprano
Christian Gerhaher – Barítono
The Cleveland Orchestra
Pierre Boulez – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

W. A. Mozart (1756-1791): Concertos No. 23, K. 488 & No.24, K. 491

Uchida não quis saber de regentes para fazer esta série de Concertos para Piano de Mozart. Não parece, mas são gravações feitas ao vivo, no Cleveland`s Severance Hall. Ela já tem uma integral destes concertos com a English Chamber Orchestra, sob a regência de Jeffrey Tate. 20 anos depois, nesta regravação destas obras-chave de seu repertório, Uchida vem um pouquinho pior… A culpa é mais da orquestra — dirigida por ela — do que da categoria da pianista, sempre excelente. Apesar do espetacular trabalho dos sopros, o tamanho da orquestra é demasiadamente grande para as peças. A abordagem também é excessivamente romântica para Mozart. Tate era mais Mozart na versão anterior de Uchida .

W. A. Mozart (1756-1791): Concertos No. 23, K. 488 & No.24, K. 491

1. Piano Concerto No.24 In C Minor, K.491 – 1. (Allegro) 14:43
2. Piano Concerto No.24 In C Minor, K.491 – 2. Larghetto 8:04
3. Piano Concerto No.24 In C Minor, K.491 – 3. (Allegretto) 9:55

4. Piano Concerto No.23 In A, K.488 – 1. Allegro 11:43
5. Piano Concerto No.23 In A, K.488 – 2. Adagio 6:47
6. Piano Concerto No.23 In A, K.488 – 3. Allegro Assai 8:18

Mitsuko Uchida, piano
Cleveland Orchestra

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Cala a boca, PQP!

Cala a boca, PQP!

PQP

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) – Complete Sonatas for Keyboard and Violin – Cds 4, 5 e 6 de 8 – Podger, Cooper

71YZiaSCYAL._SL1500_Oba, mais três cds dessa dupla imbatível nesse repertório, Rachel Podger e Gary Cooper. Lembro que ou eu ou PQP trouxemos essas mesmas peças com a dupla Mutter/Orkis há algum tempo atrás, mas ainda dou uma vantagem de um corpo para a Podger/Cooper, mesmo sendo Lambert Orkis um especialista no pianoforte, e a Mutter, bem é a Mutter.
De qualquer forma, é Mozart em sua essência, e a timbragem do violino de Podger é perfeita para essas obras do gênio de Salzburg. Como falei anteriormente, não consigo imaginar essas peças tocadas de outra forma. Adquiriram uma identidade própria. Mas estou me repetindo. Vamos ao que interessa, que é a música.

CD 4

01. Sonata in Eb K.302 (293b) I Allegro
02. Sonata in Eb K.302 (293b) II Rondeau Andante grazioso
03. Sonata in G K.9 I Allegro spiritoso
04. Sonata in G K.9 II Andante
05. Sonata in G K.9 III Menuet I and II
06. Sonata in E minor K.304 (300c) I Allegro
07. Sonata in E minor K.304 (300c) II Tempo di Menuetto
08. Sonata in D K.29 I Allegro molto
09. Sonata in D K.29 II Menuetto and Trio
10. Sonata in A K.526 I Molto Allegro
11. Sonata in A K.526 II Andante
12. Sonata in A K.526 III Presto

CD 5

01. Sonata in A KV 305 I Allegro di molto
02. Sonata in A KV 305 II Thema andante grazioso
03. Sonata in C KV.403 (385c) I Allegro moderato
04. Sonata in C KV.403 (385c) II Andante
05. Sonata in C KV.403 (385c) III Allegretto
06. Sonata in BB KV 31 I Allegro
07. Sonata in BB KV 31 II Tempo di minuetto moderato
08. Sonata in D KV 306 I Allegro con spirito
09. Sonata in D KV 306 II Andantino cantabile
10. Sonata in D KV 306 III Allegretto

CD 6

01. Sonata in F Major, KV376 Allegro
02. Sonata in F Major, KV376 Andante
03. Sonata in F Major, KV376 Rondeau Allegretto grazioso
04. Sonata in C Major, KV296 Allegro vivace
05. Sonata in C Major, KV296 Andante sostenuto
06. Sonata in C Major, KV296 Rondeau Allegro
07. Sonata in G Major, KV27 Andante poco Adagio
08. Sonata in C Major, KV27 Allegro. Minore
09. Sonata in F Major, KV377 Allegro
10. Sonata in C Major, KV377 Thema Andante
11. Sonata in C Major, KV377 Tempo di Menuetto

Rachel Podger – Violin
Gary Cooper – Pianoforte

CD 4 BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 5 BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 6 BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Evocações: do Salão Burguês à Sala de Concertos: Portugal / Brasil – Antonio Carlos Gomes (1836-1896), Francisco de Lacerda (1869-1934), Arthur Napoleão (1843-1925), Jayme Ovalle (1894-1955), Luiz de Freitas Branco (1890-1955) e Fernando Lopes-Graça (1906-1994)

LINDO !!!

Tem na Amazon: aqui.

Até às últimas décadas do século XIX, Portugal e o Brasil, apesar de politicamente separados, mantiveram estreitos laços culturais no domínio musical. A partir de então, o fosso entre as duas nações não cessou de aumentar. A tradição da música de salão burguesa, em Portugal, foi a primeira vítima da generalização do gramofone e da introdução da Rádio; a música mais popular nos círculos urbanos deixou de ser lida, e, na ausência de um investimento sério na educação musical, a pequena burguesia deixou de ler música. As tentativas feitas na década de 1940, no sentido de revitalizar a tradição do canto acompanhado ao piano, elevando-lhe o nível artístico, saldaram-se por um falhanço que a ausência de alternativas profissionais para a circulação do repertório tornou endémico. A canção em Português deixou de ser publicada, e quase deixou de ser escrita, para não acabar na gaveta. A actividade quase isolada de um Fernando Lopes-Graça e o repertório brasileiro, que desde o início do século não parou de crescer, apoiado numa forte ligação à música popular e num grande esforço educativo, não lograram alterar a situação. O recente desenvolvimento profissional do canto em Portugal, a que não é alheia à expansão e elevação artística do movimento coral operadas nas décadas de 1970 e 1980, permitem esperar que, à canção acompanhada em Português, venha a ser conferida a importância que lhe é devida; não no defunto salão burguês, mas na sala de concertos e na sua extensão discográfica. O repertório incluído nesta gravação abrange um século, de 1850 a 1950. Dos sete compositores representados, três são portugueses, três brasileiros (todos ligados ao Rio de Janeiro), e o sétimo, luso-brasileiro. Embora todos eles tenham tido alguma relação com a música popular, a forma como dela se servem ou inspiram varia grande-mente, como varia o tipo de público a que originalmente se dirigiram.
(Manuel Pedro Ferreira, extraído do encarte)

Ouça! Ouça! Deleite-se!

Evocação
Do Salão Burguês à Sala de Concertos
Portugal / Brasil (1850-1950)

Francisco de Lacerda (1869-1934)
01. Tenho tantas saudades
02. Os meus olhos nos teus olhos
03. Desde que os cravos e rosa
04. Meu amor, quando morreres
05. É ter arte não falar
Antonio Carlos Gomes (1836-1896)
06. Quem sabe?
07. Suspiro d’alma
Arthur Napoleão (1843-1925)
08. Romance
09. Miragem
10. Se tu me amasses!
Jayme Ovalle (1894-1955)
11. Azulão
12. Modinha
Luiz de Freitas Branco (1890-1955)
13. Aquela moça
14. O minuete
Fernando Lópes-Graça (1906-1994)
15. Márcia bela
16. Eu fui terra do bravo
17. Ó meu bem

Filomena Amaro, soprano
Gabriela Canavilhas, piano
Lisboa, 1995

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – PQPShare 207Mb

Sabe aquela coisa de fazer um comentário? Eu ainda gosto. Pode comentar, pessoal!

Bisnaga

Antonio Vivaldi (1678-1741): Concertos para Bandolim e Alaúde

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Provavelmente, este CD servirá tanto aos habituais degustadores da música erudita, como àqueles que recém dão seus primeiros passos dentro deste espaço às vezes pantanoso. A interpretação com instrumentos originais garante boa dose de fruição aos conhecedores de um dos repertórios mais belos que existem. Só que, puxa, eu, aos 57 anos, quase não aguento mais ouvir estes concertos. Ouvi demais! Mas eles fazem e sempre farão parte de quaisquer discotecas básicas. Daqui é que se parte para voos mais longos. A L’ Arte dell’Arco é um tremendo conjunto, daqueles que valorizam cada nota.

Antonio Vivaldi (1678-1741): Concertos para Bandolim e Alaúde

Concerto for 2 Mandolins in G Major, RV 532
1 I. Allegro 03:54
2 II. Andante 04:21
3 III. Allegro 03:32

Mandolin Concerto in C Major, RV 425
4 I. Allegro 02:38
5 II. Largo 03:18
6 III. Allegro 02:12

Trio Sonata in G Minor, RV 85
7 I. Andante molto 04:02
8 II. Larghetto 03:01
9 III. Allegro 01:51

Chamber Concerto in D Major, RV 93
10 I. Allegro 03:29
11 II. Largo 04:11
12 III. Allegro 02:11

Trio Sonata in C Major, RV 82
13 I. Allegro non molto 04:06
14 II. Larghetto lento 03:03
15 III. Allegro 01:58

Concerto for Viola d’amore and Lute in D Minor, RV 540
16 I. Allegro 05:21
17 II. Largo 03:01
18 III. Allegro 03:32

Harpsichord Concerto in A Major, RV 780
19 I. Allegro 03:43
20 II. Andante 02:10
21 III. Allegro 03:10

L’ Arte dell’Arco Ensemble
Federico Guglielmo Conductor

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

A L' Arte dell'Arco de Federico Guglielmo

A L’ Arte dell’Arco de Federico Guglielmo

PQP

W. A. Mozart (1756-1791): As últimas sinfonias (de 31 a 36 e de 38 a 41)

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Eu espero que ninguém venha me perguntar sobre a Sinfonia Nº 37, né? Por muito tempo pensou-se que era de Mozart, mas, em 1907, Lothar Perger, descobriu que a pretensa 37ª de Mozart era, na verdade, a 25ª de Michael Haydn. É inacreditável a confusão entre o simplesinho Michael Haydn (que estava longe de ser parecido com o imenso e imortal Franz Josef Haydn) e Mozart. É difícil de compreender o motivo que levou a edição Koechel a errar, considerando os três pobres movimentos daquela Sinfonia em Sol Maior como a sucessora imediata da Sinfonia Linz…

Mas voltemos ao excelente álbum quádruplo objeto do post: essas gravações das sinfonias maduras de Mozart são muito especiais. Talvez seja o melhor registro dela em instrumentos de época. Há profundidade e grandeza. Trevor Pinnock e o The English Concert parecem apreciar cada nota das sinfonias, tal é a entrega, energia e a vitalidade que há ao longo destes quatro CDs. Eles não têm receio de se derramar nos movimentos lentos, nem de fazer animados os Allegri. Poucas vezes ouvi um CD que combine melhor as abordagens autêntica e romântica em Mozart. Adicione a isso a elegâcia e você terá ideia do que há nesta gravação.

W. A. Mozart (1756-1791): As últimas sinfonias (de 31 a 36 e de 38 a 41)

CD1
Mozart: Symphony #31 In D, K 297, “Paris” – 1. Allegro Assai 7.28
Mozart: Symphony #31 In D, K 297, “Paris” – 2. Andantino 5.53
Mozart: Symphony #31 In D, K 297, “Paris” – 3. Allegro 3.45

Mozart: Symphony #32 In G, K 318 – 1. Allegro Spiritoso 2.54
Mozart: Symphony #32 In G, K 318 – 2. Andante 2.50
Mozart: Symphony #32 In G, K 318 – 3. Allegro Spiritoso 1.57

Mozart: Symphony #33 In B Flat, K 319 – 1. Allegro Assai 6.52
Mozart: Symphony #33 In B Flat, K 319 – 2. Andante Moderato 4.26
Mozart: Symphony #33 In B Flat, K 319 – 3. Menuetto 3.12
Mozart: Symphony #33 In B Flat, K 319 – 4. Finale: Allegro Assai 8.19

Mozart: Symphony #34 In C, K 338 – 1. Allegro Vivace 6.57
Mozart: Symphony #34 In C, K 338 – 2. Andante Di Molto 7.08
Mozart: Symphony #34 In C, K 338 – 3. Allegro Vivace 7.33

CD2
Mozart: Symphony #35 In D, K 385, “Haffner” – 1. Allegro Con Spirito 5.46
Mozart: Symphony #35 In D, K 385, “Haffner” – 2. Andante 6.45
Mozart: Symphony #35 In D, K 385, “Haffner” – 3. Menuet & Trio 3.28
Mozart: Symphony #35 In D, K 385, “Haffner” – 4. Presto 3.54

Mozart: Symphony #36 In C, K 425, “Linz” – 1. Adagio, Allegro Spiritoso 11.04
Mozart: Symphony #36 In C, K 425, “Linz” – 2. Andante 9.21
Mozart: Symphony #36 In C, K 425, “Linz” – 3. Menuet & Trio 3.56
Mozart: Symphony #36 In C, K 425, “Linz” – 4. Presto 7.30

CD3
Mozart: Symphony #38 In D, K 504, “Prague” – 1. Adagio, Allegro 13.07
Mozart: Symphony #38 In D, K 504, “Prague” – 2. Andante 12.10
Mozart: Symphony #38 In D, K 504, “Prague” – 3. Presto 7.36

Mozart: Symphony #39 In E Flat, K 543 – 1. Adagio, Allegro 10.21
Mozart: Symphony #39 In E Flat, K 543 – 2. Andante Con Moto 8.26
Mozart: Symphony #39 In E Flat, K 543 – 3. Menuetto & Trio (Allegretto) 4.23
Mozart: Symphony #39 In E Flat, K 543 – 4. Finale (Allegro) 7.26

CD4
Mozart: Symphony #40 In G Minor, K 550 – 1. Molto Allegro 7.23
Mozart: Symphony #40 In G Minor, K 550 – 2. Andante 11.21
Mozart: Symphony #40 In G Minor, K 550 – 3. Menuet & Trio 4.48
Mozart: Symphony #40 In G Minor, K 550 – 4. Finale: Allegro Assai 9.28

Mozart: Symphony #41 In C, K 551, “Jupiter” – 1. Allegro Vivace 11.16
Mozart: Symphony #41 In C, K 551, “Jupiter” – 2. Andante Cantabile 11.22
Mozart: Symphony #41 In C, K 551, “Jupiter” – 3. Menuet & Trio 5.27
Mozart: Symphony #41 In C, K 551, “Jupiter” – 4. Finale: Molto Allegro 11.27

The English Concert · Trevor Pinnock

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

O grande Trevor Pinnock

O grande Trevor Pinnock

PQP