Dietrich Buxtehude (1637-1707) – Membra Jesu Nostri

Membra Jesu Nostri é a homenagem deste ateu ao Natal. Trata-se de um ciclo de sete pequenas cantatas compostas em 1680. A letra, Salve mundi salutare – também conhecida como Rhythmica oratio – é um poema atribuído às vezes a São Bernardo de Claraval (1153), outras vezes a Arnulf de Louvain (1250), ambos da ordem cisterciense. Cada uma das sete partes em que se divide a obra é dedicada a uma parte do corpo crucificado de Jesus: pés, joelhos, mãos, costas, peito, coração e cabeça. É música sacra da melhor qualidade. F.D.P. Bach deve estar preparando também sua alusão à data: será o Oratório de Natal, composto por papai. Aguardem.

Sobre Buxtehude, tenho a dizer que era imenso compositor, organista admiradíssimo por meu pai – que viajou algumas vezes para encontrá-lo e vê-lo tocar – e que seria mais conhecido, não fora a presença sufocante de papai em nossa cultura. Entre nós, os mais jovens da família, era conhecido como tio Bux.

Membra Jesu Nostri – Ciclo de 7 Cantatas

1. Membra Jesu Nostri – Ad Pedes
2. Membra Jesu Nostri – Ad Genua
3. Membra Jesu Nostri – Ad Manus
4. Membra Jesu Nostri – Ad Latus
5. Membra Jesu Nostri – Ad Pectus
6. Membra Jesu Nostri – Ad Cor
7. Membra Jesu Nostri – Ad Faciem

Sir John Eliot Gardiner, regência;
Monteverdi Choir;
English Baroque Soloists.

BAIXE AQUI

9 comments / Add your comment below

  1. Caro Monsieur BACH,Mil fois, Merci!!Um vero presente de Natal.Ouço embevecido, em estado de graça.De fato, eis um valiosíssimo registro. Além disso, agradeço a atenção especial, lembrando o nome desse amigo.Amitiés,BetoQ.

  2. Bravo for this blog! You made accesible some rare recordings. But I`d suggest you to upload full albums: Gardiner`s Buxtehude had a Schutz motet in the begining of the album, I would`ve enjoyed that one too.

  3. É uma ótima gravação, e esta entre as melhores que já ouvi!!!
    Cada corpo é tratado com louvor e quem melhor para escrever se não Buxtehude…

      1. Muito linda esta obra. Obrigado por disponibiilizá-la. É realmente lamentável que este grande compositor não goze da popularidade merecida. É maravilhoso! Lembremos que mereceu a admiração de ninguém menos que J.S. Bach, seu contemporâneo.

  4. Baixei esta mesma peça em outro Blog (O Ser da Musica) com o Bach Collegium Japan sob Suzuki. Lindo. Ainda não baixei este aqui do Gardiner para compará-los.

  5. Por favor, tem como reupar? O meu cd tá imprestável, e já procuredi por todos os cantos essa gravação mas não acho. Tenho todas as outras,mas essa é minha preferida.
    Sei que voce é um cara muito ocupado.
    Danke!
    Dieter

Deixe uma resposta para Dieter Cancelar resposta