F.J. Haydn (1732- 1809) – Mais 4 sinfonias com apelidos: 22, 63, 69, 73

Não conheço quem desgoste de Haydn. Pode ser que fiquemos indiferentes, mas detestar o gentil, talentoso e simpático Haydn? Nunca! Um autor muito inteligente e cômico – será que eu já não escrevi isso aqui antes? -, Peter Gammond, disse que Haydn teria sido tão grande quanto Mozart se não houvesse sido tão feliz. Faltava-lhe uma pitada de drama e só alguém absolutamente sem problemas teria escrito tanta coisa… incondicionalmente feliz. Talvez Gammond tenha razão. Haydn escreveu, por exemplo, missas maravilhosas, só que de religiosidade pra lá de duvidosa. Sua verdadeira religião era a música. Não acho convincente o Haydn dos oratórios e missas, mas acho convincente o compositor. Por que escrevo isso? Sei lá.

Essas são sinfonias que posto sem maior lógica. São boas, muito boas; principalmemente “O Filósofo”.

Symphony No. 22 in E flat major (“Philosopher”), H. 1/22
1. Adagio
2. Presto
3. Minueto
4. Finale: Presto

Symphony No.63 in C major ‘La Roxelane’
5. Allegro
6. La Roxelane, allegretto (o piu tosto allegro)
7. Menuet & trio
8. Finale, presto

Symphony No.69 in C major ‘Laudon’
9. Vivace
10. Un poco adagio piu tosto andante
11. Menuetto & trio
12. Finale, presto

Symphony No.73 in D major ‘La Chasse’
13. Adagio-allegro
14. Andante
15. Menuetto & trio, allegretto
16. Finale, allegro assai

Austro-Hungarian Haydn Orchestra
Conductor: Adam Fischer

BAIXE AQUI (Parte 1)- DONWLOAD HERE (Part 1)

BAIXE AQUI (Parte 2)- DONWLOAD HERE (Part 2)

4 comments / Add your comment below

  1. a Missa Nelson não é convincente?!
    estou revoltado, posta ela pra vc ver se não é convincente???

    parece até uma religiosidade mais popular, basta ouvir o cantante Glória…
    e o Kirie todo angustiado…

    posta a Missa Nelson, por favor, PQP.

    um abraço

  2. E a Missa Cellensis, Sanctae Caeciliae, apenas na versão maravilhosa da Academy of Ancient Music, sob Simon Preston? Quer mais poder de convencimento que este?

Deixe uma resposta