Dmitri Shostakovich (1906-1975) – Integral das Sinfonias – A Oitava (CD 7 de 11)

A espantosa Oitava Sinfonia de Shostakovich é incomparavelmente mais interessante que a Sétima. Segundo Lauro Machado Coelho, seria a melhor de todas as sinfonias de Shosta, opinião da qual discordo. Mas concordo que ela é espetacular e das principais obras do autor. Enquanto os críticos brigavam, discutindo seu real significado esta obra de enorme sucesso desde sua estréia recebia uma curta frase de Shostakovich: A Oitava é, dentro de minha obra, comparável ao que o Réquiem de Anna Akhmátova é na dela..

Sem dúvida, é a maior obra composta sob inspiração da Segunda Guerra Mundial e olha que tivemos uma série bastante importante delas. Britten, Honegger, Prokofiev, Stravinski, Bartók e Schoenberg criaram obras a respeito da Guerra. Ela tinha, evidentemente, tudo para irritar Stalin, principalmente seu final – uma passacaglia em pianissimo -, e o extremamente raivoso e falso Alegretto que desemboca num brutal e kachaturiano Allegro non troppo. Isto é, tudo ao contrário. Nada de glorificação à vitória, mas uma fotografia do horror da guerra, desembocando num Réquiem.

A respeito, disse Iliá Ehrenburg:

Voltei perturbadíssimo do concerto. Parecia-me ter ouvido, de repente, a voz do antigo coro das tragédias gregas. A música possui a imensa vantagem de poder dizer tudo sem ter de mencionar nada.

CD 7

SYMPHONY No.8 in C Minor, Op.65

1. Adagio. Allegro ma non troppo. Allegro. Adagio
2. Allegretto
3. Allegro non troppo
4. Largo
5. Allegretto. Allegro. Adagio. Allegretto. Andante

Recorded: April 11, 1967
Moscow Philharmonic Orchestra
Kirill Kondrashin, Conductor
Total time 56:36

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

7 comments / Add your comment below

  1. P.Q.P, gostei muito da ultima postagem de obras de Mendelssohn…
    será que não poderiam ser postadas as Sinfonias nº2 e 3 dele também???

    pow, a nº2 é rarissima, não encontro em lugar nenhum, só ouvi uma vez no rádio, e ela parece mais uma cantata que uma Sinfonia. Se não me engano ela tem o apelido de ‘Louvai ao Senhor’ ou alguma coisa assim.

    um abraço

  2. Organista, não se preocupe, vou postar as sinfonias de Mendelssohn na íntegra, ou seja, da 1ª à 5, e de graça ainda vais levar as aberturas.

    FDP Bach.

  3. FDP:

    Se for possível, gostaria que algum de vocês postasse o Oratório Elias de Mendelssohn. É uma obra muito interessante e uma das principais obras do compositor!

  4. ”Sem dúvida, é a maior obra composta sob inspiração da Segunda Guerra Mundial e olha que tivemos uma série bastante importante delas. Britten, Honegger, Prokofiev, Stravinski, Bartók e Schoenberg criaram obras a respeito da Guerra.”….PQP você deve desculpas a Olivier Messiaen por ter esquecido talvez aquela que seja a maior obra composta na segunda guerra e dentro de um campo de concentração nazista, o fabuloso ”Quarteto para o Final dos Tempos” !

  5. Fábio, os dois oratórios de Mendelssohn devem ser postados no futuro. No momento, a prioridade são as sinfonias dele e as de Mahler.

Deixe uma resposta