Una Stravaganza dei Medici

Este é um CD absolutamente maravilhoso da antiga coleção REFLEXE. Concebido pelo genial Andrew Parrott e seus Taverner Consort, reforçados por gente como Emma Kirkby, Tessa Bonner e Nigel Rogers, Una Stravaganza dei Medici nos leva à Florença do final do século XVI. Há vários locais onde se pode aprender sobre a importância histórica e política da música de Malvezzi, por exemplo, mas PQP Bach está mais interessado na perfeição deste conjunto, principalmente no senso de estilo vocal demonstrado por todos os participantes da gravação. Com cantores sem nenhuma entonação operística, Una Stravaganza dei Medici é a melhor aula de interpretação de música antiga que conheço. Esse pessoal que o papagaio conseguiu juntar não é mole. E o som dos trompetes naturais? Bá, chega de blá-blá-blá. Ouçam e confiram.

A gravação é de julho de 1986 e apresenta a música da extragavante festa de casamento entre Ferdinando de Medici e a Grande Duquesa Cristina da Toscana, em 1589. O casamento – de causas e conseqüências puramente políticas, não envolvendo paixão alguma – serviu para que os Medici se realinhassem à França, deixando a Espanha de lado. Cristina era amiga de Galileu, tendo conseguido para ele aquela famosa boquinha como professor na Universidade de Pisa. Chega. Baixem e ouçam!

Só mais uma coisinha, ignaro leitor. Foi numa cartinha escrita para Cristina que Galileu deixou por escrito que a Terra girava em torno do Sol. Isto o colocou contra Aristóteles e Ptolomeu. Ele garantia à Duquesa que os cálculos de Copérnico estava certinhos. A carta fez com que a Maravilhosa Igreja Católica se interessasse pela pele de Galileu e mandasse o pessoal da Inquisição fazer-lhe uma visitinha. PQP é CURTURA. Agora sim, chega!

Mas… Vocês sabem como Galileu comparava os tempos de suas experiências naquela época de péssimos relógios? Pois bem, ele cantava. Confiava mais em si cantando do que nos relógios. Fim.

Una Stravaganza dei Medici

Intermedi per “La Pellegrina” (1589)

Style: Early music

Intermedio I – The Harmony of the Spheres:
01 – Antonio Archilei – Emilio de’ Cavalieri – Dalle piu alte sfere
02 – Cristofano Malvezzi – Noi, che, cantando
03 – Cristofano Malvezzi – Sinfonia a 6 I
04 – Cristofano Malvezzi – Dolcissime Sirene – Non mai tanto splendore
05 – Cristofano Malvezzi – A voi, reali Amanti
06 – Cristofano Malvezzi – Coppia gentil

Intermedio II – The Singing Contest between the Pierides and the Muses:
07 – Luca Marenzio – Sinfonia a 5
08 – Luca Marenzio – Belle ne fe’ Natura
09 – Luca Marenzio – Chi dal defino
10 – Luca Marenzio – Se nelle voci nostre
11 – Luca Marenzio – O figlie di Piero

Intermedio III – Apollo Slays the Monster at Delphi:
12 – Luca Marenzio – Qui di carne si sfama
13 – Luca Marenzio – O valoroso Dio
14 – Luca Marenzio – O mille volte mille

Intermedio IV – The Golden Age is Foretold:
15 – Giulio Caccini – Io, che dal Ciel cader
16 – Cristofano Malvezzi – Sinfonia a 6 II
17 – Cristofano Malvezzi – Or che le due grand’Alme
18 – Giovanni de Bardi – Miseri abitator

Intermedio V – Arion and the Dolphin:
19 – Cristofano Malvezzi – Io, che l’onde raffreno
20 – Cristofano Malvezzi – E noi, con questa bella diva
21 – Girolamo Fantini – Fanfara
22 – Cristofano Malvezzi – Sinfonia a 6 III
23 – Jacopo Peri – Dunque fra torbide onde
24 – Cristofano Malvezzi – Lieti solcando il mare

Intermedio VI – Jove’s Gift to Mortals of Rhythm and Harmony:
25 – Cristofano Malvezzi – Dal vago e bel sereno
26 – Cristofano Malvezzi – O quale, O qual risplende
27 – Emilio de Cavalieri – Godi, turba mortal
28 – Cristofano Malvezzi – O fortunato giorno
29 – Emilio de Cavalieri – O che nuovo miracolo

Tessa Bonner (soprano), Emma Kirkby (soprano), Emily Van Evera (soprano), Nigel Rogers (tenor); Kate Eckersley, Twig Hall, Evelyn Tubb (sopranos); Mary Nichols, Caroline Trevor (altos); John Mark Ainsley, Simon Berridge, Joseph Cornwell, Rogers Covey-Crump, Philip Daggett, Charles Daniels, John Dudley, Paul Elliott, Philip Fryer, Andrew King, Rufus Müller, Leigh Nixon, Mark Padmore, Angus Smith (tenors); Jeremy Birchall, Stephen Charlesworth, Alan Ewing, Simon Grant, Donald Greig, John Milne, Bruce Russell, Richard Savage, Julian Walker, Richard Wistreich (basses); Rachel Bevan, Jill Crozet, Sally Dunkley, Carol Hall, Nicola Jenkin, Rachel Platt, Jane Seymour (sopranos); Terry Anderson, Catherine Woolf (altos); Philip Cartledge, Christopher Gunnes (tenors); Stephen Jackson, Philip Lawson, Simon Littlewood, Ken Roles, Francis Steele (basses); John Holloway (violin), Judy Tarling (viola), Pavlo Beznosiuk (lira da braccio), Nicholas Hayley (lira da braccio), Erin Headley (lirone), Wendy Gillespie (tenor viol), Mark Caudle (bass viol), Richard Boothby (bass viol), Julia Hodgson (bass viol), William Hunt (great bass viol), Alison Crum (great bass viol), Francis Baines (violone), Lisa Beznosiuk (flute), Bruce Dickey (cornet), Michael Harrison (cornet), Charles Toet (trombone), Richard Cheetham (trombone), Trevor Herbert (trombone), Martin Pope (bass trombone), John Toll (organ, regal), Lucy Carolan (organ), Alan Wilson (organ), Andrew Lawrence-King (psaltery, harp), Imogen Barford (psaltery), Frances Kelly (harp), Nigel North (chitarrone), Jakob Lindberg (chitarrone, bass lute), Paula Chateauneuf (chitarrone), William Badley (tenor lute, cittern), Hugh Cherry (tenor lute), David Miller (tenor lute), Paul O’Dette (tenor lute), Christopher Wilson (tenor lute, guitar), Timothy Crawford (bass lute), Martin Eastwell (bass lute), Tom Finucane (bass lute, guitar), James Tyler (mandora), Robert Howes (tambourine), Michael Laird (trumpet), Michael Harrison (trumpet)

Andrew Parrott – Taverner Consort, Choir & Players

BAIXE AQUI (Parte 1) – DOWNLOAD HERE (Part 1)

BAIXE AQUI (Parte 2) – DOWNLOAD HERE (Part 2)

12 comments / Add your comment below

  1. PQP, mas que diabos de cd caro… 75 dólares? Ele é de ouro, ou o que? Ganha um autógrafo da Emma Kirkby? (Emma, ah, Emma, se vc me desse bola…!

  2. Caros,
    ao meu ver esse é um cd obrigatório de se ter. A interpretação de jose van dam é única em Gustav Mahler Ich bin der Welt

    Maitre de Musique (The Music Teacher) @ 320

    01. Giuseppe Verdi Cortigiani (Rigoletto)
    02. Wolfgang Amadeus Mozart Alcandro lo Confesso (KV 294)
    03. David Miller Waltz
    04. Gustav Mahler Von der Jugend (Das Lied von der Erde)
    05. Gustav Mahler Poco Adagio (3rd movement, 4th Symphony)
    06. Wolfgang Amadeus Mozart Deh, vieni alla finestra (Don Juan)
    07. Hugo Wolf Wohl denk Ich oft
    08. Robert Schumann Du meine Seele, Du mein Herz
    09. Robert Schumann Stille Tranen (Kerner-Lieder)
    10. Vincenzo Bellini Sorgio, O Padre (Bianca e Fernando)
    11. Franz Schubert An Die Musik
    12. Giuseppe Verdi Caro nome che il mio cor (Traviata)
    13. Vincenzo Bellini A tanto duol (Bianca e Fernando)
    14. Gustav Mahler Ich bin der Welt

    Total Size: 120,74MB

    http://rapidshare.com/files/100019801/maitredemusique.part1.rar
    http://rapidshare.com/files/100020295/maitredemusique.part2.rar

  3. Tenho alguns cd’s de ouro, mas nunca custaram tão caro. Este preço parece ser de um box, e não é este o caso. Como escreveu o PQP, só comprando para descobrir! Uma vitela swiftiana custa menos.
    Luciano

  4. É caro porque deve estar em falta, ou não foi relançado mais.

    Vejam la no site da amazon. Só tem disponível 1 (um) em uma loja sebo.

    Isso valoriza.

  5. Só pra complementar, que um pouco de História nunca é demais. O casamento de Ferdinando foi com a francesa Cristina de Lorraine (filha de Charles III de Lorraine) que evidentemente só após o enlace tornou-se Granduquesa de Toscana já que Ferdinando era o Grãoduque. Este casamento deu-se em 1589. Quanto à carta de Galileo a Cristina só foi escrita em 1615 portanto 26 anos depois do casamento; Ferdinando já havia morrido em 1609. O passar dos séculos tem a propriedade de nos fazer pensar que tudo aconteceu em uma semana.
    Do ponto de vista musical vale lembrar que os “intermedi” aqui apresentados são os precursores da ópera que surgiria alguns anos mais tarde pelas mãos de Monteverdi principalmente. Esses “intermedi” nasceram no que ficou conhecido como Camerata de Florença – uma especie de “clube da esquina” de musicos e outros artistas e compositores inovadores daqueles dias, entre eles um tal de Vincenzo Galilei que além de teórico da musica (como se vê, eles são bem antigos) era um ´expert´ em musica latina e grega. Além disso Vincenzo era o pai de Galileo Galilei (ele mesmo, o pai da moderna Física e que escreveu a tal carta).
    Agora voce decide se Vincenzo deve ser mais festejado por ser um dos pais dos “intermedi” ou por ser o pai de Galileo.

  6. Pessoal, voces não têm mais coisa da Reflexe ? Eu tinha muitos discos da série em vinil, e quando lançaram em CD fizeram pacotes de seis discos se não me engano, mas muito misturados, o que tirava a vontade de comprar.

  7. Pois é. Temos na net esse problemas dos links perderem a validade. Re upar não é uma coisa tão simples sabemos.
    O fato é que um momento crucial da história da música, o dos primórdios da ópera, permanece inacessível.
    Parece que tem uma gravação nova. É com o Skip Sempe. Num site diz que é de 2007 outro diz que é 2011, mas, enfim, já não é raridade.
    Meus alunos e este humilde professor de história da música aguardam vossas generosidades fecundantes,

  8. Caro PQP, estava revirando o belo blog e achei essa postagem de 2008.
    Conseguiria republicá-la pelo excelente PQP SHARE?
    Na verdade, há muita coisa publicada em 2008, 2009 e 2010 que poderia ser republicada. Coisa fantástica, de excelente qualidade e que a grande maioria dos leitores não ouviu.
    Agradeço desde já pelo excelente material que nos proporciona conhecer a cada dia e parabenizo pelo paciente trabalho!
    Um grande abraço
    Duca Garret

Deixe uma resposta