J. S. Bach (1685-1750) – A Paixão segundo São Lucas (apócrifa) – BWV 246 – Dos arquivos de Sóstenes

Apócrifo
[Do gr. apókryphos, pelo lat. tard. apocryphu.]
Adj.
1. Diz-se de obra ou fato sem autenticidade, ou cuja autenticidade não se provou.
2. Diz-se, entre os católicos, dos escritos de assunto sagrado não incluídos pela Igreja no Cânon das Escrituras autênticas e divinamente inspiradas.

Bem, se esta Paixão for de Bach, eu sou uma abelhinha de jardim. Tudo muito bonitinho, muito bem interpretado — sem dúvida, a melhor interpretação que já ouvi da obra –, só que não é Bach. Bach e um de seus filhos copiaram por algum motivo esta boa Paixão, o que enganou os caras que montaram o Bach Werke Verzeichnis (Edição das Obras de Bach ou, popularmente, BWV). Mas cá para nós, é aquela coisa plana, flat e com pouca imaginação e polifônia, além de trazer um verdadeiro exército de recitativos… Nã, nã, ni, na, não, dou o rabo na próxima esquina se for de Bach. E olha que estou inexpugnável há mais de 50 anos!

São dois CDs que coloquei num mesmo arquivo. Bom som, excelente gravação (192 kbps). No segundo CD, minha gravação possui quatro faixas a mais do que a relação abaixo. Coisas da Amazon.

————————————————
Atualização das 8h55 (correção ao blog feita em comentário):

Wolf
novembro 20th, 2008 às 7:30 edit

BWV = Bach-Werke-Verzeichnis (Catálogo das obras de Bach)
“Bach-Werke-Verlag” seria “editora das obras de Bach”.

————————————————

Obrigado, Wolf!

J. S. Bach ??? – A Paixão segundo São Lucas (apócrifa) – BWV 246

Disc: 1
1. “Furcht und Zittern, Scham und Schmerzen”, Chorus
2. “Es war aber nahe das Fest der süßen Brot’”, Recitative
3. “Verruchter Knecht, wo denkst du hin”, Chorale
4. “Und sie wurden froh”, Recitative
5. “Die Seel’ weiß hochzuschätzen”, Chorale
6. “Und er verspach es”, Recitative
7. “Stille, stille!” Chorale
8. “Es am nun der Tag der süßen Brot’”, Recitative
9. “Wo willt du, daß wir’s bereiten?”, Chorus
10. “Er sprach zu ihnen”, Recitative
11. “Weide mich und mach’ mich satt”, Chorale
12. “Und er wird euch einen großen”, Recitative
13. “Nichts ist lieblicher als du, liebste Liebe”, Chorale
14. “Denn ich sage euch, daß ich hinfort”, Recitative
15. “Dein Lieb, das Manna meiner Seele”, Aria for Soprano
16. “Desselbigen gleichen auch den Kelch”, Recitative
17. “Du gibst mir Blut, ich schenk’ dir Tränen”, Aria for Alto
18. “Doch siehe, die Hand meines Verräters”, Recitative
19. “Ich, ich und meine Sünden”, Chorale
20. “Es erhub sich auch ein Zank unter ihnen”, Recitative
21. “Ich werde dir zu Ehren alles wagen”, Chorale
22. “Und ich will euch das Reich bescheiden”, Recitative
23. “Der heiligen zwölf Boten Zahl”, Chorale
24. “Der Herr aber sprach”, Recitative
25. “Nie, keinen”, Chorus
26. “Da sprach er zu ihnen”, Recitative
27. “Herr, siehe Herr, hier sind zwei Schwert”, Chorus
28. “Er aber sprach zu ihnen”, Recitative
29. “Wir armen Sünder bitten”, Chorale
30. “Und er riß sich von ihnen”, Recitative
31. “Mein Vater, wie du willt”, Chorale
32. “Es erschien ihm ein aber ein Engel vom Himmel”, Recitative
33. “Durch deines Todes Kampf”, Chorale
34. “Und er stund auf von dem Gebet”, Recitative
35. “Laß mich Gnade für dir finden”, Chorale
36. “Da er aber noch redet’”, Recitative
37. “Von außen sich gut stellen”, Chorale
38. “Da aber sahen, die um ihn waren”, Recitative
39. “Herr, sollen wir mit dem Schwert drein schlagen?”, Chorus
40. “Und einer aus ihnen schlug”, Recitative
41. “Ich will daraus studieren”, Chorale
42. “Jesus aber sprach zu den Hohenpriestern”, Recitative
43. “Und führe uns nicht in Versuchung”, Chorale
44. “Da zündeten sie ein Feuer an”, Recitative
45. “Kein Hirt kann so fleißig gehen”, Chorale
46. “Und Petrus gedachte an des Herren Wort”, Recitative
47. “Den Fels hat Moses’ Stab geschlagen”, Aria for Tenor
48. “Aus der Tiefe rufe ich”, Chorale
49. “Aus der Tiefe rufe ich”, Chorale

Disc: 2
1. “Die Männer aber, die Jesum hielten”, Recitative
2. “Weissage, wer ist’s, der dich schug?”, Chorus
3. “Daß du nicht ewig Schande mögest tragen”, Chorale
4. “Und viel and’re Lästerungen sangten sie wider ihn”, Recitative
5. “Bist du Christus?”, Chorus
6. “Er aber sprach zu ihnen”, Recitative
7. “Bist du denn Gottes Sohn?”, Chorus

8. “Du Kön’g der Ehren”, Chorale
9. “Er sprach zu ihnen”, Recitative
10. “Und der ganze Haufe stund auf”, Recitative
11. “Diesen finden wir”, Chorus
12. “Pilatus aber fragte ihn”, Recitative
13. “Dein göttlich’ Macht und Herrlichkeit”, Chorale
14. “Pilatus sprach zu den Hohenpriestern”, Recitative
15. “Ich bin’s, ich sollte büßen”, Chorale
16. “Sie aber hielten an und sprachen”, Recitative
17. “Er hat das Volk erreget”, Chorus
18. “Do aber Pilatus ‘Galiläa hörte”, Recitative
19. “Die Hohenpriester aber”, Recitative
20. “Was kann die Unschuld besser kleiden”, Chorus
21. “Auf den Tag wurden Pilatus und Herodes Freunde”, Recitative
22. “Ei, was hat er denn getan”, Chorale
23. “Denn er mußte ihnen einen nach Gewohnheit”, Recitative
24. “Hinweg, hinweg mit diesem”, Chorus
25. “Welcher war um eines Aufruhrs”, Recitative
26. “Kreuzige ihn!”, Chorus
27. “Er aber sprach zum dritten Mal zu ihnen”, Recitative
28. “Und als sie Jesum hinführeten”, Recitative
29. “Weh und Schmerz”, Terzett
30. “Jesus aber wandte sich um zu ihnen”, Recitative
31. “Sein’ allereste Sorge war, zu schützen”, Chorale
32. “Und sie teileten seine Kleider”, Recitative
33. “Er hat andern geholfen”, Chorus
34. “Es verspotteten ihn auch die Kriegsknechte”, Recitative
35. “Bist du der Jüden König, so hilf dir selber!”, Chorus
36. “Ich bin krank, komm stärke mich”, Chorale
37. “Das Kreuz ist der Königsthron”, Chorale
38. “Aber der Übeltäter einer”, Recitative
39. “Tausend mal gedenk’ ich dein”, Chorale
40. “Und Jesus sprach zu ihm”, Recitative
41. “Freu’ dich sehr, o meine Seele”, Chorale
42. “Und es war um die sechste Stunde”, Chorale
43. “Selbst der Bau der Welt erschüttert” Aria for Tenor
44. “Und Jesus rief laut, und sprach”, Recitative
45. “Derselbe mein Herr”, Sinfonia/Chorale
46. “Da aber der Hauptmann sahe”, Recitative
47. “Straf’ mich nicht in deinem Zorn”, Chorale
48. “Es stunden aber alle Verwandten con ferne”, Recitative
49. “Laßt mich ihn nur noch einmal küssen” Aria for Tenor
50. “Und nahm in ab”, Recitative
51. “Nun ruh, Erlöser, in der Gruft”, Chorale

Marcus Sandmann
Stephan Schreckenberger
Mona Spagele
Harry van Berne
Rufus Muller

Bremen Baroque Orchestra
Wolfgang Helbich

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

11 ideias sobre “J. S. Bach (1685-1750) – A Paixão segundo São Lucas (apócrifa) – BWV 246 – Dos arquivos de Sóstenes

  1. Wolf em disse:

    BWV = Bach-Werke-Verzeichnis (Catálogo das obras de Bach)
    “Bach-Werke-Verlag” seria “editora das obras de Bach.

  2. é realmente não parece Bach, mas é bastante agradável,em poucas palavras, falta a pungência e a grandiosidade de Bach. Por outro lado eu só posso comparar com a de Sao Mateus ainda não ouvi a de São João, tá aí uma sugestão para o blog.

  3. Rodrigo, quando se trata de Wagner sempre indico a comunidade “Richard Wagner Brasil”, do Orkut. Ali você vaio encontrar várias opções de gravações de óperas wagnerianas, inclusive em vídeo. Outra sugestão é o impressionante blog d paracelsius, Classic Heaven, cujo link está disponível aí ao lado.

  4. Oi 21º.
    Muito interessantes suas obervações sobre a autoria desta Obra.
    Vou ver se descubro alguma coisa “pra lá da próxima esquina”.
    Bem.
    Eu sabia que seus irmãos (menos o CPE o JCF (de 1735) e o JCF (de 1732) venderam muitas das partituras de seu genial Pai as quais ainda se encontram, por ai, perdidas.
    Não sabia, porém, que seu Pai era dado as essas práticas comerciais.
    De qualquer forma, como vivemos em uma época na qual, quando se entra em uma Igreja se ouve, apenas, “um besteirol imenso”, com aquele povo todo abanando as mãos, rebolando as cadeiras e formando um grande coral horrível e todo desafinado, sem ritmo e de paupérrima concepção, fico com inveja do pessoal daquela época na qual você podia ir lá e ser motivado a um recolhimento interior muito forte uma vez que o nível do apresentado seria, pelo menos, semelhante a este ai do qual você não gostou mas que se ouve com prazer.
    Será que a humanidade deixou mesmo de apreciar o que é bom?
    Bem.
    Um grande abraço.
    Edson

  5. Oi 21º.
    Oi caros amigos.
    Certo!
    Já que Mendelsshon e Brahms não acreditam na autenticidade da obra, mesmo havendo manuscritos de algumas páginas da mesma com a caligrafia de J.S.Bach eu não tenho nada a dizer.
    Portanto, você pode ficar descansado quanto ao que poderia suceder na próxima esquina.
    É muito interessante que você tenha levantados esse problema.
    Isto enriquece o blog e os nossos conhecimentos
    Veja: existem, documentadas, alguma páginas desta Paixão
    escritas com a caligrafia de J.S.Bach.
    Existe, também o fato de Carl Orff ter, efetivamente, feito uma transcrição dessa Paixão baseada em tais manuscritos.
    Isto, no entanto, reforça a negativa de que a São Lucas seja uma composição de J.S.Bach, pois, ninguém, em sã conciência, iria mexer, por exemplo, na São Mateus.
    A trancrição de Carl Maria Orff perdeu-se em um incênio.
    Bem!
    Pelo que pude encontrar, tudo isto já foi muito discutido e continua a sê-lo. Mas a afimação de Felix Mendelssohn é categórica demais quando ele nega qualquer possibilidade de que J.S.Bach seja o autor da São Lucas.
    Isto é mais do que suficiente, mesmo havendo, em Berlim, manuscritos de J.S. Bach com trechos desta obra.
    Por que J.S.Bach mexeu nesta Paixão é um outro problema e, naturalmente, muitos musicólogos vão cuidar do mesmo.
    Uma vez isto esclarecido, apenas ouvindo a música postada, penso que ela não é de se jogar no lixo.
    Ela deve ter sido gerada por um bom compositor barroco contemporâneo de J.S.Bach e vale a pena ser ouvida.
    Um dia, talvez, identifiquem o verdadeiro autor, não é?
    Obrigado pela postagem.
    Obrigado por haver levantado o problema
    Um grande abraço, 21º.
    Um abração a todos.
    Edson

  6. Essas gravações da CPO sempre me surpreendem, admito que nunca espero grande coisa.
    mesmo que não seja Bach, essa paixão é bem interessante

    OBS.:Inexpugnável?
    e o exame de “toque”, não conta?

    abraço

  7. na, na, ni, na , não, depois dos 40 é uma vez por ano. Se cuida senão como vamos ter tão “maravillosos” post e comentários?Como vamos sobreviver?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>