Gavin Bryars (1943): Farewell To Philosophy (1997)

Mais um disco genial de Gavin Bryars. Um tranqüilo Concerto para Violoncelo de feições neoclássicas, o tal Farewell to Philosophy, algo bastaste sintomático quando vindo de um filósofo que abandonou tudo pela música (e parece ter sido um triste abandono); uma “Música” — ao estilo daquilo que Bartók chamava de “Música” — para instrumentos de percussão que para mim é o grande momento do disco e que leva o bem humorado título de One Last Bar Then Joe Can Sing, realmente algo que achei espetacular; e By the Vaar um ultra jazzístico noturno erudito para orquestra de cordas e baixo acústico. Note-se que o baixista não é qualquer um, mas o sempre bem-vindo Charlie Haden. Temos, neste último trabalho, uma das mais belas aproximações entre o jazz e a música erudita, gêneros cada dia mais próximos.

CD absolutamente imperdível para quem se interessa pelo trabalho dos compositores eruditos do século XXI, cada vez mais estimulantes e acessíveis aos ouvintes normais.

Gavin Bryars: Farewell To Philosophy

Cello Concerto
1. [Movement 1]
2. Più mosso
3. [Movement 3]
4. [Movement 4]
5. The Philosopher
6. Poco meno mosso
7. Farewell (a tempo)

Julian Lloyd Webber, Cello
English Chamber Orchestra
James Judd

One Last Bar Then Joe Can Sing
8. Lento
9. Più mosso
10. Coda

Nexus percussion ensemble

By the Vaar (solo bass Charlie Haden)
11. [Movement 1]
12. [Movement 2]
13. Epilogue

Charlie Haden, Bass
English Chamber Orchestra
James Judd

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

4 comments / Add your comment below

  1. Eu amo essa musica. Baixei no primeiro dia da postagem a até agora não parei de ouvir. É maravilhoso.
    Muito obrigado pela maravilhosa descoberta………….pois é disso que eu vivo.
    Carlos

  2. Fui baixar e o link estava desatualizado. Será que teria como repostarem esse CD? Acabei de escutar o After the Requiem, me apaixonei pela atmosfera da obra. Estou bastante curioso com esse CD aqui.

Deixe uma resposta