Modest Petrovich Mussorgsky (1839-1881) – St. Johns Night on the Bare Mountain, Khovanshchina, Scherzo in B-flat Major, Intermezzo Symphonique in modo classico, Festive March from ‘Mlada’

Sempre fui fascinado pela música de Mussorgsky, mas durante muitos anos, infelizmente, a única obra a que tive acesso era a já tão comentada “Pictures at an Exhibition”, já postada aqui diversas vezes. Mas a obra que mais me impressionou deste compositor foi  “Uma Noite no Monte Calvo”, na versão do Stokowsky para o clássico desenho da Disney, “Fantasia”. Fiquei fascinado pela música, e, depois de muito procurar, e encontrar apenas a versão orquestral, a versão de Rimsky-Korskov, eis que encontro esta fantástica versão do Claudio Abbado, com direito a solista, coro e orquestra. Um cd simplesmente espetacular. Imperdível. Pelo que entendi, esta versão para solista, coro e orquestra é muito rara de ser executada. Mas minha busca terminou. Na verdade, até pouco tempo atrás eu desconhecia esta versão, e quando postei um cd com obras de compositores russos há algum tempo atrás, alguém, não lembro se foi o Exigente, comentou que procurava a outra versão. Fui então atrás, e graças aos recursos da WEB, a encontrei.

Se puderem, ouçam em um volume bem alto, para poderem captar melhor as nuances da obra. Claudio Abbado fez um excepcional trabalho.

Maiores informações sobre a obra podem ser encontradas aqui .

Modest Petrovich Mussorgsky  – St. Johns Night on the Bare Mountain, Khovanshchina,  Scherzo in B-flat Major,  Intermezzo Symphonique in modo classico,  Festive March from ‘Mlada’

1 – St. Johns Night on the Bare Mountain
2 – Khovanshchina, Prelude
3 – Khovanshchina, Aria of Shaklovity
4 – Khovanshchina, The Departure of Prince Golizyn
5 – Khovanshchina, Aria of Maria
6 – Khovanshchina, Dance of the Persian Slave Girls
7 – Scherzo in B-flat Major
8 – Intermezzo Symphonique in modo classico
9 – Festive March from ‘Mlada’

Anatoli Kotcherga – Bass-Baritone
Mariana Tarasova – Mezzo-Soprano
Rundkunkchor Berlin
Südtiroler Kinderchor
Berliner Philharmoniker
Claudio Abbado – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDP Bach

9 comments / Add your comment below

  1. Essa versão do Abbado é bem interessante mesmo, mas o que gostei mais foi do resto do CD, não conhecia quase nada.
    Baixei no Avax, você também?

  2. Também baixei de lá, exigente… e agora estou procurando esta ópera, Khovanshchina, que o Abbado gravou na íntegra. Se achares em algum lugar, me dê um toque, por favor.

  3. fdp,
    não é a Khovantchina com Abbado, mas tem uma integral aqui:
    http://elcuervolopez.blogspot.com/2008/04/mussorgsky-khovanshchina-opera-completa.html (com GHIAUROV e TCHAKAROV)

    Abraço, Eduardo

    PS – aquela ideia de postar Quadros de uma Exposição com o Emerson, Lake & Palmer seria muito legal pra quem não conhece e nem tem preconceitos … Se precisar, eu tenho as três versões deles: original de 1971, ao vivo com orquestra em Montreal 1977 e regravação com novo arranjo em 1992 – pra quem já postou Ligetti com a Rita Lee, é uma desafio igualmente saboroso !

  4. Pois é tenho um video da khovanshchina, só que com um tal de Boder, pois nunca tinha visto a montagem e tinha curiosidade, mas não é lá grande coisa.
    A gravação do Abbado pra mim, infelizmente é um mistério, nunca ouvi, nunca vi pra baixar e pra vender.

  5. Olha só, e viva a solidariedade. Muito obrigado, Eduardo, já estou baixando.
    Para quem se interessar, basta acessar este link do blog do cuervolopez, que tem lá uma gravação desta ópera de Mussorgsky com a Orquestra e Coro da Ópera de Sofia, numa gravação da Sony Classical.
    Com relação ao ELP, estou me organizando,e devo postar logo, logo.
    Exigente, no site da amazon existe a versão do Abbado para vender, mas apenas em cd. Não cheguei a procurar diretamente no site da DG.

  6. Acho que na DG eles só mostram se existe e colocam alguns downloads de MP3. Já que é pra pagar eu prefiro o Amazon. Obrigado por avisar, raramente procura algo na amazon, estou considerando.

  7. Reouvindo esse CD dá para ver que realmente Mussorgsky foi um dos maiores gênios da música.
    Mas que droga! Devia ter nascido alguns anos mais tarde, assim teria melhor aceitação e poderia viver de música, assim não precisaria perder tempo no exército e poderia fazer coisas mais úteis, como compor, por exemplo.
    Ainda bem que Beethoven fazia algumas coisinhas medíocres de vez em quando para poder ter recursos para se manter durante suas grandes obras. Talvez Mussorgsky devesse ter usado o mesmo método…

Deixe uma resposta