Cecilia Bartoli – Arie Antiche – 18th-Century Italian Songs

Mais um esplêndido CD de Cecilia Bartoli. Aqui, ela canta sem orquestra, apenas acompanhada do piano de György Fischer. O que poderia ser um problema não é. O piano, discreto e perfeito, serve para dar ainda maior realce à perfeição das interpretações de nossa querida Bartoli. Trata-se de uma verdadeira aula sobre árias antigas italianas. Bartoli nos dá técnica e paixão em quantidades cavalares. Como seus CDs sempre fazem o maior sucesso por aqui, nem vou escrever “imperdível” em maiúsculas e negrito.

Cecilia Bartoli – Arie Antiche – 18th-Century Italian Songs

1 (L’) Honestà negli amore
(Pietro) Alessandro (Gaspare) Scarlatti (1660 – 1725)

2 (La) Donna ancora è fedele – Son tutto duolo
(Pietro) Alessandro (Gaspare) Scarlatti (1660 – 1725)

3 (La) Donna ancora è fedele – Se Florindo è fedele
(Pietro) Alessandro (Gaspare) Scarlatti (1660 – 1725)

3 Pompeo
(Pietro) Alessandro (Gaspare) Scarlatti (1660 – 1725)

4 Spesso vibra per suo gioco
(Pietro) Alessandro (Gaspare) Scarlatti (1660 – 1725)

5 Caro mio ben
Tommaso Giordani (c1733 – 1806)

6 Arminio
Antonio Lotti (c1667-1740)

7 (I) casti amori d’Orontea
Antonio Cesti (1623 – 1669)

8 (L’)Amor contrastato, ‘La Molinara’
Giovanni Paisiello (1740 – 1816)

9 Nina, o sia La pazza per amore
Giovanni Paisiello (1740 – 1816)

10 O leggiadri occhi belli
Anonymous

11 Qual fiamma che m’accende
Alessandro Marcello (1684 – 1750)

12 Selve amiche
Antonio Caldara (c1670 – 1736)

13 Sebben crudele me fai languir
Antonio Caldara (c1670 – 1736)

14 (Le) nuove musiche
Giulio Caccini (c1545 – 1618)

15 Nuove musiche e nuova maniera de scriverle
Giulio Caccini (c1545 – 1618)

16 Se tu m’ami
Alessandro Parisotti (1835 – 1913)

17 (Il) Zingari in fiera
Giovanni Paisiello (1740 – 1816)

18 Giasone
(Pietro) Francesco Cavalli (1602 – 1676)

19 Sposa son disprezzata
Antonio (Lucio) Vivaldi (1678 – 1741)

20 Vittoria, mio core!
Giacomo Carissimi (1605 – 1674)

Cecilia Bartoli (Mezzo soprano)
György Fischer (Piano)
Recording: Mozart Saal,Konzerthaus, Vienna

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

7 comments / Add your comment below

  1. Logo se vê que esse blog tem o viés bartoliano. Mas não é nenhum demérito adorar Cecilia. Realmente é uma artista diferenciada. Como o pqp sempre fala em suas postagens. Basta olhar o repertório que ela grava. Pois é certo que estamos cansados daquelas áreas de ópera onde o cantor mostra o quanto se pode aproximar de um ganso. Área de ópera romântica, digo eu. Mas realmente não acho que fica de bom gosto interpretar áreas de ópera isoladas, mormente se com orquestra. Caso se faça alguma redução, se modifique o ambiente sonoro, então pode até que se torne interessante. Falando de cantoras maravilhosas… acho que cecília é fenomenal no barroco e no rococó quanto jessye norman é no século XX. Falar em Norman, bem que poderia haver mais dela aqui… mas o cd dela interpretando schoenberg é definitivamente maravilhoso. Indico àqueles que não conhecem ainda. Basta que visitem a página do compositor citado aqui no blog.

  2. Tenho este CD há algum tempo e ele realmente é muito bom. O que despertou minha atenção na época, foi a ária “Sposa son disprezzata” de Vivaldi, incluída como música incidental em um dos episódios da Família Soprano, no qual ocorria a primeira das grandes brigas entre Tony e Carmela. Prá quem não é iniciado, aquele foi um dos melhores seriados já produzidos pela matriz, antes da bancarrota provocada por Bush Jr. (Todas as 6 temporadas já disponíveis nas locadoras).

  3. Amigos, gostaria de saber qual é o CD (e se possível, onde posso comprar) da Cecilia Bartoli que contém a ária Pur Dicesti O Bocca Bella, pois estou pesquisando muito e não consigo encontrar esta informação. Grata desde já! (rivia1@hotmail.com)

Deixe uma resposta