Alexander Konstantinovich Glazunov (1865-1936) – Sinfonia no. 1 em E maior, Op. 5 e Sinfonia no.2 em F sustenido maior – "para a memória de Liszt" (CD 1 de 4)

Glazunov é um daqueles compositores que provocam sensações glaciais em mim. Explico. Ouvi pouca coisa desse russo que foi professor de Shostakovich, um dos meus compositores favoritos. Por sua vez, Glazunov teve como preceptor o grande Rinsky-Korsakov, que lhe deu um sólida formação. As peças de Glazunov são “vagas” – não em sentido negativo. Cheiram àquelas regiões inóspitas da Ásia Central. Tem o mesmo colorido das tundras da Sibéria ou da Floresta de Taiga. Possui as ressonâncias dos silêncios boreais. Dos mistérios que habitam os raios anêmicos de sol que douram com timidez a sua terra. Gosto de Glazunov. Ele é uma espécie de Elgar russo. Um Vaughan Williams embriagado, mais pesado. Nesta postagem (que não tinha intenção de fazer), encontram-se duas sinfonias do compositor – as de número 1 e 2. Destaco aqui a de número 1, que possui características identificadamente schumannianas. Imagine só! Quando Glazunov a compôs, gozava apenas 16 anos de idade. A peça fez uma sucesso retumbante. Aturdiu os ouvintes que, assustados, mal acreditaram quando viram um jovem com uniforme escolar subir ao palco e pegar o arco do violino para tocar. A sinfonia foi composta em 1881. Não foi para menos, o jovem músico despertou a atenção de Tchaikovsky e Balakirev. Já a sinfonia número 2 (“Em memória de Liszt”), por quem tenho uma relação de afeto, eu já a ouvi muitas vezes em outras ocasiões. Eu costumava escutá-la num programa chamado “Clássicos de Todos os Tempos”, que passa aqui em Brasília todas as noites, na emissora Brasília Super Rádio FM. Páro por aqui. Ouçamos o moço. Permitamos que ele se explique com a sua música “vaga”, mas precisa. Uma boa apreciação!

Alexander Konstantinovich Glazunov (1865-1936) – Sinfonia no. 1 em E maior, Op. 5 e Sinfonia no.2 em F sustenido maior – “para a memória de Liszt”

Sinfonia no. 1 em E maior, Op. 5 – “Sinfonia Eslava”
01. Allegro
02. Scherzo:Allegro
03. Adagio
04. Finale

Sinfonia no.2 em F sustenido maior – “Em memória de Liszt”
05. Andante maestoso – Allegro
06. Andante
07. Allegro vivace
08. Introduction e Finale

Moscow Radio Symphony Orchestra
Vladimir Fedoseyev, regente

BAIXAR AQUI

Carlinus

9 comments / Add your comment below

  1. Olá Carlinus.

    Bela postagem! Conhecia Glazunov mais de nome, agora tenho a oportunidade de conhecer a música do professor do Shosta.

    E belo texto também, depois de lê-lo até senti o vento gelado no rosto e vontade de ler “Recordação da Casa dos Mortos” que, por coincidência, se passa numa prisão na Sibéria, sob ventos gelados!

    Saudações musicais!
    (na falta de um termo de despedida russo).

    1. Adriano, obrigado pelas palavras. Também gosto bastante de Glazunov. Pelo menos as oito sinfonias que postarei são um excelente trabalho. A segunda sinfonia é uma maravilha. A Rússia é um país que tenho vontade de conhecer. O frio e aquelas paisagens repletas de silêncios mortiços, envoltas pela neve e por um ar espesso, causa-me impressão profunda.

      Sigamos com o Glazunov. “Cachaceiro” e professor de Shosta.

      Saudações musicais!

        1. É verdade, CVL. O homem era um destilaria de cana. Dizem que o homem dava aula no Conservatório russo com a mente e o bafo etilizados. Shostakovich deve ter presenciado isso diversas vezes.

  2. Hola :
    Vengo sufriendo varios inconvenientes,la pagina carga muy lentamnete,muchas conexiones a rapid share,como en el caso del concierto de Mendhelshon,para violin,estan extinguidas o dadas de baja.

    En el caso particular de la primera pagina de hoy,Glazunov,cuando se expande el rar,da error en archivos,como si estuviesen corruptos,igual pasa con http://pqpbach.opensadorselvagem.org/jan-dismas-zelenka-1679%e2%80%931745-complete-orchestral-works-3-cds/,cuartetos de Franck ,Foure,Mozart una piada musical.
    No lo puedo achacar a las maquinas,he probado con 3 maquinas diferentes y una mac.

    No se cual sera el problema tecnico.
    Ademas la velocidad de megaupload (tengo la opcion premium),es muy baja,comparada con rapidshare.
    Entiendo que mantener la pagina es dificil y costoso,y que la calidad ha sido excelente siempre.
    Les agradezco mucho:
    Jose

    1. Por favor, peço encarecidamente a alguém que baixou o arquivo para avisar se aconteceu o mesmo que se deu com o “hermano” acima. Dependendo como for eu re-enviarei o arquivo. Não baixarei agora porque estou com certa pressa.

      Obrigado.

  3. Li algo sobre este compositor, que, ao que parece, herdou de Rimsky-Korsakov o extremo apuro técnico que contrastava este último compositor dos demais membros da chamada “Turba Poderosa”. Era um eclético na linha de Tchaikovsky, mas não se deve esperar encontrar nada em sua música que lembre confessionalismo romântico. Nele, a técnica compositiva sobreleva qualquer outra qualidade, nenhum “pathos”…Trata-se, enfim, de um clássico que adotou a linguagem orquestral dos românticos…

Deixe uma resposta