Copa do Mundo: África do Sul 2010 – Hinos dos Países

Faltam apenas dois dias para começar o maior espetáculo da Terra, palpites à parte, o que interessa aqui é a música, e com essa postagem quero revelar o meu interesse pela música marcial e solene das nações. Nesta seleção, feita especialmente para essa copa, temos representados alguns dos mais belos hinos nacionais já compostos. Infelizmente muitos outros não puderam fazer parte desta lista; esses ficarão para uma outra oportunidade. Aqui, tomei a iniciativa de selecionar os hinos de todos os países que farão parte da Copa do Mundo de 2010. Retirados de uma caixa com 8 cds, lançada em 2005, intitulada “The Complete National Anthems of the World”, todos são muito bem interpretados pela Slovak Radio Symphony Orchestra na regência de Peter Breiner. Não vou destacar nenhuma melodia, ouçam e tirem suas próprias conclusões.

.oOo.

Copa do Mundo: África do Sul 2010 – Hinos dos Países

Grupo A

South Africa
“National anthem of South Africa”
Enoch Sontonga and Reverend ML de Villiers

Mexico
“Himno Nacional Mexicano” (“Mexican National Anthem”)
Jaime Nunó

Uruguay
“Himno Nacional” (“National Anthem”)
Francisco José Debali

France
“La Marseillaise” (“The Song of Marseille”)
Claude Joseph Rouget de Lisle

Grupo B

Argentina
“Himno Nacional Argentino” (“Argentine National Anthem”)
Blas Parera

Nigeria
“Arise O Compatriots, Nigeria’s Call Obey”
Nigerian Police Band, under the directorship of B. E. Odiase

South Korea
“Aegukga” (“The Patriotic Song”) (unofficial)
Ahn Eak-tae

Greece
“Ýmnos eis tīn Eleutherían” (“Hymn to Liberty”)
Nikolaos Mantzaros

Grupo C

England
“God Save the Queen” or King
Unknown

United States
“The Star-Spangled Banner”
John Stafford Smith

Algeria
“Kassaman” (“We Pledge”)
Mohamed Fawzi

Slovenia
“Zdravljica”(7th stanza) (“A Toast”)
Stanko Premrl

Grupo D

Germany
“Das Deutschlandlied” (3rd stanza) (“The Germany Song”)
Joseph Haydn

Australia
“Advance Australia Fair”
Peter Dodds McCormick

Serbia
“Bože pravde” (“God of Justice”)
Davorin Jenko

Ghana
“God Bless Our Homeland Ghana”
Philip Gbeho

Grupo E

Netherlands
“Het Wilhelmus” (“The William”)
Adrianus Valerius

Denmark National
“Der er et yndigt land” (“There is a Lovely Country”)
Hans Ernst Krøyer

Denmark Royal
Kongesangen (“The King’s Anthem”)
Unknown

Japan
“Kimi ga Yo” (“May Your Reign Last Forever”)
Traditional melody of the Meiji period

Cameroon
“O Cameroun, Berceau de nos Ancêtres” (“O Cameroon, Cradle of Our Forefathers”)
René Djam Afame

Grupo F

Italy
“Il Canto degli Italiani” (“The Song of the Italians”)
Michele Novaro

Paraguay
“Paraguayos, República o Muerte” (“Paraguayans, the Republic or Death”)
Françoice Dupuis, and Remberto Giménez

New Zealand
“God Defend New Zealand”
John Joseph Woods

Slovakia
“Nad Tatrou sa blýska” (“Lighting Over the Tatras”)
Folk tune

Grupo G

Brazil
“Hino Nacional Brasileiro” (“Brazilian National Anthem”)
Francisco Manuel da Silva

North Korea
“Aegukka” (“The Patriotic Song”)
Kim Wŏn’gyun

Côte d’Ivoire
“L’Abidjanaise” (“Song of Abidjan”)
Pierre Marie Coty and Pierre Michel Pango

Portugal
“A Portuguesa” (“The Portuguese Song”)
Alfredo Keil

Grupo H

Spain
“La Marcha Real” (“The Royal March”)
Unknown

Switzerland
“Schweizerpsalm” (“Swiss Psalm”)
Alberich Zwyssig

Honduras
“Himno Nacional de Honduras” (“National Anthem of Honduras”)
Carlos Hartling

Chile
“Himno Nacional de Chile” (“National Anthem of Chile”)
Ramón Carnicer

Slovak Radio Symphony Orchestra, Peter Breiner

BAIXE AQUI / DOWNLOAD HERE

Marcelo Stravinsky

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

14 ideias sobre “Copa do Mundo: África do Sul 2010 – Hinos dos Países

  1. Mais apropriado, impossível! Fiquei interessado! Adoro perceber influências rossinianas no Hino Brasileiro. Seria interessante perceber as influências de outros hinos. Pena que esteja em Rapidshare. Se alguém postar em Megaupload poderia dar o link aqui nos comentários? Obrigado!

  2. Se você acha que o hino brasileiro tem influências rossinianas, é porque ainda não ouviu o hino uruguaio. Acho espetacular o hino argentino. Sem falar nos tradicionais, inglês, francês, italiano, alemão, americano… também gosto muito do espanhol, português, grego, dinamarquês (real), australiano, argelino e japonês. Acho que sou muito suspeito para falar já que gosto de tantas outras melodias nacionais.
    Citaria ainda, o hino de alguns países que não estão na copa: Guiné Bissau, Chade, Vanuatu, Afeganistão, o fantástico hino russo, Canadá, Azerbaijão, Djibouti, Butão… vou parar por aqui, pois são muitos.

  3. Para quem tem iPhone, uma dica: o aplicativo da ESPN da Copa está bem legal e tem todos esses hinos lá, ao alcance do dedo. Divertido pra chuchu.

    Os hinos latino-americanos são operísticos, ligados ao bel canto italiano da época da independência da maioria desses países: Donizetti, Bellini, Rossini mesmo etc.

    Os hinos de países de tradição não-ocidental ou de formação recente são geralmente em estilo coral, como na tradição anglo-saxã.

  4. Ainda fora dos hinos postados, não poderia deixar de citar os hinos de Cuba, Turquia, El Salvador, Líbia, putz tinha esquecido completamente do majestoso e imponente hino finlandês, China, caracas, o hino israelense é lindo, o misterioso hino da Mauritânia,Vietnã, o fúnebre hino búlgaro, além do empolgante e alegre hino da Romênia.
    Acho que vou acabar postando a caixa com os 8 cds.

  5. Vocês sabiam que o atual hino nacional da Áustria foi escolhido depois da Segunda Guerra Mundial para substituir o tradicional hino austríaco escrito por Joseph Haydn (“Kaiserlied”, atual hino alemão), e que inicialmente era atribuído a Mozart?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *