Mikhail Ivanovich Glinka (1804-1857) – Grande Sexteto em Mi bemol maior e Nikolai Rimsky-Korsakov (1844-1908) – Quinteto em Si bemol maior

Os dois compositores que aparecem nesta postagem são deveras importante para a música russa. Podemos chamar Mikhail Glinka de “grande pai”. Suas canções influenciaram os futuros compositores que surgiriam em seu país como, por exemplo, os membros do Grupo dos Cinco, composto por Mily Balakirev, César Cui, Modest Mussorgsky, Aleksandr Borodin e Nikolai Rimsky-Korsakov. Este último também aparece na postagem. Os maiores êxitos de Korsakov se deram com as óperas que compôs – quinze ao todo. Mas penso que as obras mais imponentes do compositor são as composições orquestrais, principalmente o maravilhoso Capricho Espanhol, a abertura de A Grande Páscoa Russa e a extraordinária suíte sinfônica Scheherazade. Uma boa audição!

Mikhail Ivanovich Glinka (1804-1857) – Grande Sexteto em Mi bemol maior
01. Allegro – Maestoso
02. Andante
03. Allegro con spirito

Nikolai Rimsky-Korsakov (1844-1908) – Quinteto em Si bemol maior
04. Allegro con brio
05. Andante
06. Rondo (Allegretto)

Capricorn Emsemble
Elizabeth Perry, violino———–Miles Golding, violino
Susie Mészáros, viola———-Timothy Mason, cello
Barry Guy, contrabaixo——–Philippa Davies, flute
Anthony Lamb, clarinete——-Jonathan Williams, horn
Felix Warnock, fagote———Julian Jacobson, piano

BAIXAR AQUI

Carlinus

6 comments / Add your comment below

  1. Qué que ceis tão conversando aí, ô PIAZADA?

    Enfim: tô aqui pra dizer que nunca ouvi Rimsky de câmara, será um prazer descobri-lo também nesse campo. O cara é daqueles cuja fluência melódica costuma me botar em estado de graça. Com ele não me importo a mínima se disserem, p.ex., que a Sheherazade é standard, é batida, eu digo: e daí que seja repetida? MANGA dá todo ano de novo no pé, e não deixa de ser para mim uma das poucas coisas capazes de me fazer perdoar Deus pela existência!

Deixe uma resposta para Carlinus Cancelar resposta