Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Sinfonia No. 9 em Ré menor, Op. 125 (ao vivo) – Dudamel – Hollywood Bowl – 3 de out 2009

null

Dudamel tornou-se uma promessa, uma expectativa de realizações messiânicas. Nesta extraordinário gravação de Beethoven, vemos do que o moço é capaz. O maestro venezuelano, no final do ano passado, assumiu a direção da Filarmônica de Los Angeles, cargo cobiçado pela maioria dos regentes da atualidade. Por que Dudamel ficou com o cargo? Ora, simplesmente pela competência, pelo carisma, pela alma latina, pela promessa que se tornou. Quando da recepção do maestro de 29 anos, haviam mais de 18.000 pessoas no chamado Bienviendo Gustavo, no Hollywood Bowl, cinco dias antes do maestro assumir a Filarmônica de Los Angeles. É perceptível o entusiasmo do público com cada lance do concerto. Ao final de cada um dos movimentos, palmas e vozes ovacionam a perfomance de Gustavo. É uma monumental gravação ao vivo. Dispensa comentários. A edição do Jornal do Brasil trouxe uma excelente matéria ensejando uma explicação mais promenorizada a respeito da saga do jovem Dudamel. Ouça, aprecie, essa gravação do iluminado maestro venezuelano.

P.S. Mais informações sobre o evento no qual Dudamel regeu a Nona de Beethoven em 3 de outubro de 2009 AQUI

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Sinfonia No. 9 em Ré menor, Op. 125

01. Allegro ma non troppo, un poco maestoso
02. Molto Vivace
03. Adagio Molto e Cantabile; Andante moderato
04. Finale: Presto assai

Filarmônica de Los Angeles
EXPO Center Youth Orchestra (Orquesta Juvenil del Centro EXPO)
Gustavo Dudamel, regente

BAIXAR AQUI

Carlinus

6 comments / Add your comment below

  1. Trabalho impecável da orquestra, infelizmente ofuscado por palmas bastante descabidas por parte da platéia e da solista soprano que abusou do vibrato, destoando um pouco dos seus companheiros. Não deixa de valer a pena conferir! Obrigado por mais este up

  2. Não sou especialista em música, mas confesso que sou um grande apreciador de alguns compositores e estou perdidamente apaixonado pela nona sinfonia de beethoven. Tenho tentado ler e ouvir tudo que posso. Esta busca desenfreada tem rendido bons frutos e de uns tempos pra cá achei que deveria deixar de alguma maneira mais visual o que eu penso da obra. Fiz então uma apresentação em powerpoint do quarto movimento com alguns pensamentos sobre cada um dos momentos da música. Fiz o upload desta interpretação no rapidshare. Espero que gostem e gostaria de receber um feedback no sere@superig.com.br – Grato,
    Sergio Tranchesi Ortiz
    http://rapidshare.com/files/405557889/Beethoven_-_9___Sinfonia.zip

  3. Eu interpreto as palmas “descabidas” da plateia devido ao ineditismo do evento, enfim, à chegada de Dudamel à sua nova casa. Isto pode ter atraído um público não tão ortodoxo (digamos assim) ao concerto. A ocasião permitiu isso, eu creio. Não que seja sempre agradável, confesso que em determinadas ocasiões inclusive me incomoda, mas denpendendo do caso, faz bem. Disse Karabtchevsky, recentemente regendo a Osesp na Casa SP, que de vez em quando esse anti-eruditismo, essas pequenas “subversões”, por assim dizer, dá vida à música de concerto. Os músicos (maestro, orquestra) sentem o público, precisam de vez em quando tomar contato com uma “energia” nova, ainda que não tão “especializada” e recatada. É sangue novo na veia.

    Acho que em certa medida estou com ele.

    Quanto à Filarmônica nas mãos do venezuelano nesta noite, soberba. É a diferença entre magnífica (conheço várias) e magnânima (são poucas).

    Abraços a todos!

  4. Achei interessante o comentário do Henrique.
    Vi alguns vídeos de Dudamel em ação e todos eles me deixaram muito impressionado com o vigor da execução. Dois vídeos que se destacam para mim (ambos disponíveis no Youtube) são aqueles em que o maestro conduz a Danzon Nº 2 de Arturo Márquez e um pedacinho de Pictures at an Exhibition de Mussorgsky. São de tirar o fôlego! Essa gravação da Nona não destoa do que tenho observado até aqui, só reforça a competência de Dudamel.
    Aproveitando a oportunidade, divulgo minha tradução dos versos da Nona Sinfonia, para quem se interessar. Resolvi traduzi-los porque nenhuma das versões para o português atualmente disponíveis na internet me satisfaz totalmente, e algumas lamentavelmente chegam a ter erros grosseiros. O link é este aqui: http://migre.me/11mzy
    Obrigado por mais outra grande gravação da Nona!
    Abraços!

Deixe uma resposta