J.S. Bach (1685-1750): Concertos para Violino

Tenho estado muito cansado, então acabo postando pouco, o que é um azar, mas também é uma sorte. Hoje à noite, ouvi este CD maravilhoso da violinista japonesa Akiko Suwanai e fiquei num tal estado de felicidade que simplesmente não podia deixar de abrir o painel do PQP e postar. Não podia! Gostei de tudo, até de uma estranha cadenza no BWV 1043. É matéria de paixão instantânea e, portanto, ainda não desceu aos chatos platôs da razão. É um registro da mais alta qualiadde para o qual sou obrigado a tascar o selo do Padrão PQP de Qualidade:

IM-PER-DÍ-VEL !!!!

Estou programando a postagem para a primeira hora da manhã, pois o Britten + Haydn do Carlinus merecem ficar mais um tempo na primeira colocação do blog. Então, enquanto vocês estavam com o travesseiro quente sob suas bochechas cheias de mau hálito, um grande Bach foi entregue quentinho como devem ser os pães da manhã.

Johann Sebastian Bach (1685 – 1750): Concertos para Violino

Concerto in D minor, BWV 1043 for 2 Violins, Strings, and Continuo
1) 1. Vivace
2) 2. Largo ma non tanto
3) 3. Allegro

Violin Concerto No.2 in E Major, BWV 1042
4) 1. Allegro
5) 2. Adagio
6) 3. Allegro assai

Concerto in D minor, BWV 1060 for oboe, violin, strings & continuo
7) 1. Allegro
8. 2. Adagio
9) 3. Allegro

Violin Concerto No.1 in A minor, BWV 1041
10) 1. (Allegro moderato)
11) 2. Andante
12) 3. Allegro assai

Akiko Suwanai, Violin
Volkhard Steude, Violin (BWV 1043)
Francois Leleux, Oboe (BWV 1060)
Chamber Orchestra of Europe
Alexander Janiczek

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE (RapidShare)

Apoie os bons artistas, compre suas músicas.
Apesar de raramente respondidos, os comentários dos leitores e ouvintes são apreciadíssimos. São nosso combustível.
Comente a postagem!

PQP

9 comments / Add your comment below

  1. Que magnífico bom dia, Signore PQP!

    Chegou PRECISAMENTE como um pãozinho quente enquanto eu abria o micro com a primeira xícara de café da manhã.

    O único problema é que pode convidar a um certo retorno ao leito – já que meu sistema nervoso insiste em identificar o Largo (ma non tanto!) deste Concerto para Dois Violinos como uma peça refinadissimamente erótica . . .

  2. Caro Filho de Bach:

    A obra ora posta realmente é magnífica! A princípio não iria baixá-la, mas num ímpeto de excesso e dar de ombros, “e daí?”, fiz o download. Que surpresa, enquanto registro minhas impressões, refém ora da contemplação, ora de uma lânguida melancolia, relembro os romances que li e que têm alguma relação, ou então a suavidade deste violino seja o tema ideal para a cena. Por outro lado, a audição é oportuna para este tempo frio, embora aqui não esteja fazendo tanto frio quanto aí no Sul, que força-nos à introspecção.

    Até breve.

  3. Um ponto ótimo nesta gravação: no Andante do Concerto em La Menor é adotada a concepção de velocidade restaurada por Eduard Melkus na sua gravação de 1971, com a Capella Academica de Viena. À primeira vista parece uma perda, ouvir esse movimento assim mais rápido, depois se percebe que soa na verdade muito mais orgânico… convence. (Comentei sobre isso também no post da versão com a Julia Fischer, que adota a leitura lenta).

  4. Uma loira maravilhosa ou uma oriental deslumbrante?
    Ah, como eu queria passar por esse dilema mais vezes, de preferência em diferentes contextos.
    Voltando à música, adorei os cds, mas preferi a Akiko. A ousadia de Julia Fisher me assustou um pouco.
    Mas já que o BWV 1043 é um concerto para dpois violinos, bem que as duas poderiam poderiam fazer uma gravação juntas, não acham? Ia ficar lindo! Maravilhoso. Só ia ficar meio difícil prestar atenção na música.

  5. Meu Deus. O concerto em Ré menor… foram seres celestes tocando? E aquela cadência… totalmente integrada ao concerto não so nos quesitos de leitura da época mas… e´como se tivesse sido escrita por bach… A versão mais maravilhosa q ja ouvi desse concerto. Deixou Julia Fischer no chinelo… IMCOMPARÁVEL, MAJESTOSO, MAGNÍFICO.

Deixe uma resposta