Heifetz Concertos – Sibelius, Prokofiev, Glazunov

Jascha Heifetz foi um dos maiores violinistas do século XX. Outro dia li – não lembro onde – sobre a tradição dos judeus de legarem bons executores de intrumentos de cordas – Itzhak Perlman, Pinchas Zukerman, David Oistrakh, Yehudi Menuhin, o próprio Heifetz entre outros. Fato este realmente curioso, dadivoso. Este é um CD que impõe respeito. Apenas um adendo: o CD traz uma das melhores interpretações do Concerto para violino de Sibelius que eu já ouvi. Não deixe de se deleitar. Boa apreciação!

Jean Sibelius (1865-1957) -Violin concerto in D minor, op. 47
01. 1. Allegro Moderato
02. 2. Adagio Di Molto
03. 3. Allegro Ma Non Tanto

Chicago Symphony Orchestra
Walter Hendi, regente

Sergei Prokofiev (1891-1953) – Violin concerto No. 2 in G minor, op. 63
04. 1. Allegro Moderato
05. 2. Andante Assai
06. 3. Allegro Ben Marcato

Boston Symphony Orchestra
Charles Munch, regente

Alexander Glazunov (1865-1936) – Violin concerto in A minor, op. 82
07. 1. Moderato
08. 2. Andante Sostenuto
09. 3. Tempo 1
10. 4. Allegro

RCA Victor Symphony Orchestra
Walter Hendi, regente

Jascha Heifetz, violino

BAIXAR AQUI

Carlinus

9 comments / Add your comment below

  1. Há menos de 1 mês vi o mestre Pinchas Zukerman na Sala SP tocando o concerto duplo do Bach!! Devo admitir que durante a performance ele pareceu bem cansado da vida de turnês, e sua parceira roubou a cena…

  2. Pessoal, o blog está carente de Wagner, apenas 12 posts e nem todos são obras completas e gravações clássicas.

    Que tal postar o Fliegende Hollander do Solti?

  3. Grande Heifetz!
    Pouco tempo atrás, encontrei um abençoado Torrent contendo todas as gravações dele! Sensacional!

    Possuo grande parte (senão a totalidade) das gravações de David Oistrakh. Gostaria de saber como poder contribuir com o Blog com essas gravações.

    Eu também vi o Zukerman na Sala São Paulo e assisti o workshop fechado dele no dia seguinte.
    Ele não me parecia cansado não, muito pelo contrário.
    Já percebi nas últimas vezes que ele veio a São Paulo que quando ele toca ou com o Zukerman Chamber Players ou somente com a Jessica, ele meio que “tira o corpo fora”, deixa ela se destacar. Acho um gesto bonito esse dele, mostrar os “””””alunos””””” dele brilhando.

    Obrigado!!!

  4. Gosto também dos citados Ferras e Heifetz neste concerto, mas hoje minha preferência é pelo Oistrakh, regido por Ormandy, para mim é imbatível.

    Tenho também uma excelente com Szeryng, gravação dificílima de achar em CD.

Deixe uma resposta para violinistaruim Cancelar resposta