Antonio Vivaldi(1678 – 1741): 6 Cello Concertos – Christophe Coin – The Academy of Ancient Music – Christopher Hogwood

O meu professor de violoncelo sempre diz: “Vivaldi é o fácil difícil”. Concordo com ele. Não é fácil tocar Vivaldi justamente por isso. O padre vermelho era mesmo endiabrado, musicalmente falando. Vários concertos de Vivaldi possuem passagens semelhantes, com pequenos detalhes diferentes. Outras vezes a mesma parte se repete. Ao meu ver, Vivaldi exige do músico intérprete um comprometimento muito grande com a sua obra. É necessário atenção, sensibilidade e muita, mas muita mesmo, repetição. Mas como repetir e treinar tanto um trecho musical sem fazer exatamente igual? Creio que este seja o desafio que Vivaldi nos impõe. A música linda e alegre dele não vem de graça para nós, não não. O músico encarregado de tocar Vivaldi precisa suar a camisa e se envolver totalmente com a obra. O resultado demora um tiquinho, mas sem dúvida será muito agradável. Será uma música alegre, cheia de belas paisagens pelo caminho.

Antonio Vivaldi(1678 – 1741): 6 Cello Concertos – Christophe Coin – The Academy of Ancient Music – Christopher Hogwood

01 – Cello Concerto in B minor, R.424 : 1. Allegro non molto (04:01)
02 – Cello Concerto in B minor, R.424 : 2. Largo (02:50)
03 – Cello Concerto in B minor, R.424 : 3. Allegro (03:30)
04 – Cello Concerto in G minor RV416 : Allegro (03:32)
05 – Cello Concerto in G minor RV416 : Adagio (03:20)
06 – Cello Concerto in G minor RV416 : Allegro (02:40)
07 – Cello Concerto in A minor, R.418 : 1. Allegro (04:13)
08 – Cello Concerto in A minor, R.418 : 2. (Largo) (03:10)
09 – Cello Concerto in A minor, R.418 : 3. Allegro (03:08)
10 – Cello Concerto in F major : (Allegro) (00:51)
11 – Cello Concerto in F major : Larghetto (04:13)
12 – Cello Concerto in F major : Allegro (02:15)
13 – Cello Concerto in C minor, R.401 : 1. Allegro non molto (04:28)
14 – Cello Concerto in C minor, R.401 : 2. Adagio (03:08)
15 – Cello Concerto in C minor, R.401 : 3. Allegro ma non molto (02:43)
16 – Cello Concerto in G, R.413 : 1. Allegro (03:11)
17 – Cello Concerto in G, R.413 : 2. Largo (03:11)
18 – Cello Concerto in G, R.413 : 3. Allegro (02:54)

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Christophe Coin; cello
The Academy of Ancient Music
Christopher Hogwood

Raphael Cello

14 comments / Add your comment below

  1. Olá,
    eu gostaria de conhecer melhor a música clássica, mas acabo perdida entre as centenas de compositores, cada um com dezenas de obras, etc., nunca sei por onde começar.
    Será que você poderia indicar alguns músicos ou obras para ouvintes iniciantes como eu?
    Dentre os que já ouvi, gostei de Stravisnki, Gershwin, Rodrigo e Mozart, mas tenho certeza que a minha humilde lista é bastante cliché.
    Abraços,
    Nadia

  2. Nadia, o que posso dizer é que percebo que você está no caminho certo! Não conheço muita gente que ao ter o primeiro contato com a música erudita passa a gostar logo de Stravinsky. Eu te aconselho a ouvir Pachelbel(aliais, tem um cd MUITO bom que foi postado pelo PQP aqui com o The English Concert e o Trevor Pinnock. Baixe, baixe! Vale muito a pena!É um mix de obras famosas de vários compositores ), Bach, o próprio Vivaldi, Beethoven… Começa por aí que não tem erro… Confesso a você que não gosto nenhum pouco de Mozart. Muita gente o adora, endeusa o cara. Para mim, ele foi um compositor muito competente em sua época. Pronto. Acabou. Mas óbvio que é uma questão de gosto e opinião. Baixe o cd que te falei acima que já será um prato cheio para você… E depois me conta o resultado ta bom?

  3. Não, não, não tem nada a ver com essa história Vanderson… É como falei para a Nadia… Para mim, ele foi um bom músico em seu tempo. Pronto. Só isso. Não acho Mozart interessante musicalmente. Evito falar mais que isso para não ferir os sentimentos das pessoas que o admiram.

  4. “Evito falar mais que isso para não ferir os sentimentos das pessoas que o admiram”… classe é classe, Raphael Cello, parabéns!

    Avicenna

  5. Também não gosto, embora reconheça sua genialidade. Aliás não gosto muito da música do Classicismo em geral, sou mais os Românticos.

    abçs

  6. Mais um para o time dos Românticos, rsrs.

    E ótima postagem, Raphael. Acompanho todos os seus posts sempre esperando por obras magníficas com o Cello. Até hoje não me decepcionou.

  7. Agradeço ao cara que criou este blog. Ele é simplesmente perfeito! Finalmente posso ter chances de completar minha coleção de Vivaldi! O Acervo de vc’s é mto bom
    (Só o link do Vivaldi 30 Concertos esta quebrado)

  8. Vivaldi sempre foi um dos meus primeiros favoritos desde o início da década 50 quando lecionei desenho na hoje extinta Escola Técnica Darcy Vargas, na Ilha Marambaia, RJ.
    Christophe Coin é um grande solista e muito me inspira, pois diáriamente abraço meu violoncello.

Deixe uma resposta