Karajan Conducts Tchaikovsky – CD 6 de 8 – Symphony nº 6 in B Minor, op. 74, "Pathetique", Romeo and Juliet, Fantasy after Shakespeare – Karajan, BPO

Neste sexto cd da coleção “Karajan conducts Tchaikovsky” temos outro peso pesado da discografia de Herbert von Karajan: esta sua gravação da Sinfonia nº6, também conhecida como “Patética” gravada em 1964, sempre com a Filarmônica de Berlim. Um primor.
E fico por aqui. Ando meio preguiçoso para escrever. Nas Wikipedias da vida os senhores irão encontrar dezenas de análises desta obra.  Mas acho mais interessante que ouçam essa gravação, assim tiram suas próprias conclusões. Passem bem.

Karajan Conducts Tchaikovsky – CD 6 de 8 – Symphony nº 6 in B Minor, op. 74, “Pathetique”, Romeo and Juliet, Fantasy after Shakespeare – Karajan, BPO

01 – Tschaikowsky – Symphony no. 6 in B minor, op. 74 ‘Pathétique’ – Adagio – Allegro non troppo, Andante – Moderato mosso – Andante – Moderato assai – Allegro vivo – Andante come prima – Andante mosso.
02 – Tschaikowsky – Symphony no. 6 in B minor, op. 74 ‘Pathétique’ – Allegro con grazia
03 – Tschaikowsky – Symphony no. 6 in B minor, op. 74 ‘Pathétique’ – Allegro molto vivace
04 – Tschaikowsky – Symphony no. 6 in B minor, op. 74 ‘Pathétique’ – Finale. Adagio lamentoso. Andante.
05 – Tschaikowsky – Romeo and Juliet Fantasy Overture after Shakespeare – Andante non tanto quasi Moderato – Allegro – Molto meno mosso – Allegro giusto – Moderato assai.

Berliner Philharmoniker
Herbert von Karajan

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
FDPBach

9 comments / Add your comment below

  1. Grato pelo post. Ter a íntegra das sinfonias de Tchaikovsky, mais outras composiçoes de mesma relevancia sob a batuta de Herr Karajan e proporcionarao horas e horas de audiçoes ininterruptas, onde cada nova audiçao uma redescorberta do prazer de ouvir a boa musica com o maior regente de todos os tempos!

  2. Eu posso dizer o mesmo. Karajan era mais que um maestro, algo da ordem de um continuador da dinastia dos compositores românticos, que resistiu bravamente a que a música desses homens fosse obscurecida pelo Modernismo do século passado. Pode bem ser que sua associação com o nazismo estivesse altamente ligada a essa resistência. Causas políticas talvez fossem relevantes, mas tenho minhas dúvidas. Felizmente, ele teve a iluminação de se afastar do partido em 1939, dois anos antes do Holocausto, uma estupidez histórica sem tamanho. Procuro fazer justiça a ele, porque o admiro muito e vejo constantemente o seu nome envolvido em críticas idealistas que, na verdade, representam resistência ao Romantismo musical e às verdades que ele trouxe à tona, exageradas no último século até ao cultivo perverso da sujeira humana, do meu ponto de vista. É preciso sempre desmistificar o nazismo, a que Karajan foi ligado no começo de sua carreira:

    http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAIKsAA/fascinio-nazismo

  3. FDP, como você disse, um primor! Uma obra repleta de temas imortais sob a regência coerente de um grande maestro…

    Parabens pelo ciclo Tchaikovsky/Karajan que agora se completa. Aguardamos novas séries.

  4. Eu gosto muito do Karajan, muitos vão me atirar pedras no que vou dizer, mas a sua PAIXÃO SEGUNDO SÃO MATHEUS DE BACH, para das gravações que não são de instrumentos de época está entre as melhores e mais coerentes que já ouvi, soa pesada e dramática na hora certa e mais calma e reflexiva tb quando precisa. Mas ainda não consegui assimilar direito seu TCHAIKOVSKY achei muito comum, não tem nada de diferente, não querendo mas já bancando o chato, gostei muito do KURT MASUR E A GERWANDHAUSORCHESTER LEIPZIG nas sinfonias e algumas outras obras sinfônicas,além da obra completa para piano. Consegui baixar no site http://WWW.BERGFILES.COM

  5. Por favor, se for possível, gostaria muito que repostassem a coleção “Karajan conducts Tchaikovsky”. Infelizmente os arquivos upados no megaupload já não são mais válidos.

  6. Gente, pelo amor de deus, poderiam upar esse box em outro servidor?? É absolutamente o que de mais perfeito se tem de Tchaikovsky e não tem mais onde encontrar em mp3!

    Forte abraço!

Deixe uma resposta para Hipólito Cancelar resposta