Sergey Prokofiev (1891-1953) – Piano Concertos nº 2 in G Minor, op. 16, Piano Concerto nº3, in C Major, op. 26 – Gutiérrez, Järvi, RCO

Pois bem, senhores, concluindo esta caixa, aqui estão os dois Concertos para piano mais famosos de Prokofiev, o Segundo e o Terceiro. É difícil dizer qual deles é o meu preferido, creio que na verdade gosto dos cinco, mas esta introdução melódica do Segundo é de partir os corações mais duros.
Horácio Gutiérrez me era desconhecido até então, mas o rapaz é um assombro. É um virtuose de mão cheia que conhece muito bem seu instrumento, e não se deixa pegar nas armadilhas que Sergey colocou, e não são poucas. Os clientes da amazon foram quase unânimes em dar cinco estrelas à esta gravação, e com razão.

E porque hoje é sábado, usando uma frase muito usada no blog do nosso amigo Milton Ribeiro, vou deixá-los por aqui, e sair para aproveitar o dia.

Boa audição.

Sergey Prokofiev  – Piano Concertos nº 2 in G Minor, op. 16, Piano Concerto nº3, in C Major, op. 26

01 – Piano Concerto No. 2 in G minor Op. 16 – I. Andantino – Allegro
02 – II. Scherzo. Vivace
03 – III. Intermezzo. Allegro moderato
04 – IV. Finale. Allegro tempestuoso
05 – Piano Concerto No. 3 in C major Op. 26 – I. Andante – Allegro
06 – II. Tema. Andantino – Variations 1-5 – Tema. L’istesso tempo
07 – III. Alegro ma non troppo

Horácio Gutiérrez – Piano
Royal Concertgebow Orchestra
Neeme Järvi – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
FDPBach

5 comments / Add your comment below

  1. FDP, estou baixando tudo… Prokofiev é um dos compositores que mais aprecio e apesar de já ter outras versões dos concertos para piano, mas são obras que valem a pena escutar com outros intérpretes, principalmente sendo tão renomados como estes. Muito obrigado!

  2. A introdução do concerto é mesmo deliciosa, FDP. Em 2:45 a música evocou dentro de mim aquele final assombroso da Pelléas et Mélisande de Schöemberg, e tenho a impressão que foi uma das inspirações do Prokofiev.

  3. FDP:

    Também achei esse rapaz um “assombro”. E mais, a sintonia entre ele e o Jarvi é espetacular. É uma daqueles surpresas boas! É seguramente uma GRANDE GRAVAÇÃO, especialmente do Concerto nº 03.

Deixe uma resposta