Karol Szymanowski (1882-1937): Symphony No. 3, 'Song of the Night' / Violin Concerto No. 1

Devo dizer que gosto de algumas coisas de Szyma, mas não sou um apaixonado. Este CD abre muito bem com o Concerto Nº 1 para violino e orquestra, mas logo depois vem aquilo que detesto: aquele êxtase contínuo de violinos tocando melodias semelhantes às dos filmes mudos de Eisenstein.  Aquela coisa de tentar prolongar o orgasmo por vários minutos me acaba me enchendo o saco em vez de esvaziá-lo.

Bem, mas eu tentei. Peguei uma gravação ultra-premiada do Boulez para ver se não me trancava na garganta, mas não adiantou. Tive de empurrar com um tinto. Mas é um CD que deve ser indispensável para quem gosta. Não os censuro. E bola pra frente!

Karol Szymanowski (1882-1937) : Symphony No. 3, ‘Song of the Night’ / Violin Concerto No. 1

1. Violin Concerto No. 1, Op. 35, M37: Vivace assai
2. Violin Concerto No. 1, Op. 35, M37: Cadenza – Allegro assai
3. Symphony No. 3 (‘The Song of the Night’), Op. 27, M36: Moderato assai
4. Symphony No. 3 (‘The Song of the Night’), Op. 27, M36: Allegretto tranquillo
5. Symphony No. 3 (‘The Song of the Night’), Op. 27, M36: Largo

Christian Tetzlaff, violino
Vienna Philharmonic Orchestra
Pierre Boulez

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE (RapidShare)

PQP

6 comments / Add your comment below

  1. Concordo 100%. É engraçado, a arte costuma ser ótima pra lidar com dor & com humor. Com tensões. Onde pretende ter chegado a resoluções – êxtases, paz – costuma virar meleca, ui!

    Ainda assim, o Chima-que-não-é-o-rrão-apesar-desse-post-vir-do-sul merece ser muito mais conhecido do que é. Tem horas que ele acerta a mão em cheio. Tanto que eu estava pensando em revalidar o link do extraordinário Stabat Mater, e acho que vou aproveitar a carona 🙂

  2. “Aquela coisa de tentar prolongar o orgasmo por vários minutos me acaba me enchendo o saco em vez de esvaziá-lo.”

    Alguém conseguiu fazer isso? Não sei se é o jeito que estou pensando… Mas alguém conseguiu? Parece-me que os trechos musicais que causam aquele orgasmo não duram nem um minuto.

Deixe uma resposta