Edward Elgar (1857-1934) – Cello Concerto – Jacqueline Du Pré – LSO, Sol Gabetta – DNSO, Anne Gastinel – CBSO

Eis uma coisa que não costumo fazer: postar a mesma obra interpretada por três intérpretes diferentes na mesma postagem: a incomparável Jacqueline Du Pré, gravação esta realizada no meio dos anos 60, a musa do PQPBach, a excelente Sol Gabetta, e a francesa Anne Gastinel, tendo estas duas últimas gravado estes cds recentemente.
O mesmo concerto interpretado por três mulheres de três gerações diferentes. Já tenho esta gravação da Du Pré há alguns anos, e não canso de ouvi-la. Como que prenunciando a doença que encerraria sua carreira, a inglesa joga-se de corpo e alma em sua interpretação, extraindo da obra de Elgar toda a emotividade que ela contém. Detalhe: Du Pré tinha apenas 20 anos de idade quando gravou o concerto, acompanhada pelo grande regente inglês Sir John Barbirolli e a Sinfônica de Londres. Seu nome logo foi associado ao Concerto, sendo esta gravação considerada lendária e definitiva.Como é sabido, teve de abandonar os palcos devido a ser acometida pela terrível doença conhecida como “Esclerose Múltipla”. Morreu em 1987, com apenas quarenta e dois anos de idade.
A argentina Sol Gabetta é um dos grandes nomes da nova geração de cellistas. Dia destes PQPBach trouxe aos senhores um vídeo dela tocando o dificílimo concerto de Shostakovich, e Sol dá um show. Mas esta sua leitura de Elgar me deixou um pouco decepcionado, talvez por ter na cabeça a visceral interpretação de Du Pré. Ao contrário do que poderiamos esperar de uma argentina, e o nome de Martha Argerich me vem imediatamente à cabeça, falta sangue, suor e lágrimas.  Talvez com o tempo eu me acostume com este seu comedimento.
Anne Gastinel não é uma desconhecida para nós, apesar de sua discografia não ser tão extensa, mas seu Bach é muito elogiado e considero esta sua gravação do Concerto de Elgar superior à de Gabetta. Talvez por ser mais velha que a argentina, a francesa assimilou melhor a profundidade e a emotividade necessárias para interpretação da obra.
Pois então vamos ao que viemos.

Elgar – Cello Concerto – Sol Gabetta

CD 1

01. Elgar – Concerto for cello and orchestra in E minor, op. 85 – 1. Adagio – Moderato
02. 2. Lento – Allegro molto
03. 3. Adagio
04. 4. Allegro – Moderato – Allegro ma non troppo
05. 5. Sospiri
06. 6. Salut d’amour
07. 7. La capricieuse
08. Dvorák – Waldesruh’, op. 68 No. 5
09. Dvorák – Rondo for cello and orchestra in G minor, op. 94
10. Respighi – Adagio con variazioni

CD 2

01. Vasks – ‘The Book’ for solo cello – I. Marcatissimo
02. II. Dolcissimo

Sol Gabetta – Cello
Danish National Symphony Orchestra
Mario Vengazo – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Elgar, Barber Cello Concertos – Gastinel-Brown-Birmingham

01. Elgar – Concerto for Cello in E minor, Op. 85 – I. Adagio-moderato
02. II. Lento-Alegro molto
03. III. Adagio
04. IV. Allegro
05. Barber – Concerto for Cello in E minor, Op. 85 – I. Allegro moderato
06. II. Andante sostenuto
07. III. Molto allegro e appassionato

Anne Gastinel – Cello
City of Birmingham Symphony Orchestra
Justin Brown – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Jacqueline du Pre – Elgar – Cello Concerto in E minor, Op. 85, Saint-Saens – Cello Concerto No. 1 in A minor, Op. 33, Delius – Cello Concerto

1  Elgar – Cello Concerto in E minor, Op. 85 – I. Adagio – Moderato
2 II. Lento – Allegro molto
3 IIII. Adagio
4 IV. Allegro, ma non troppo

Jacqueline Du Pré – Cello
London Symphony Orchestra
Sir John Barbirolli – Conductor

5 Saint-Saens – Cello Concerto No. 1 in A minor, Op. 33 – I. Allegro non troppo
6 – I. Adagio – Moderato
7  II. Allegretto con moto
8 III. Allegro non troppo

Jacqueline Du Pré – Cello
New Philharmonia Orchestra
Daniel Barenboim – Conductor

9 Delius – Cello Concerto – Lento – Con moto tranquillo

Jacqueline Du Pré
Royal Philharmonic Orchestra
Sir Malcolm Sargent – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDPBach

9 comments / Add your comment below

    1. Geralmente as pessoas preferem a Jacqueline Du Pré, mas sem conhecer muitas outras versões. e realmente FDP Bach de razão, Du Pré se entregou nesta gravação como não faria em nenhuma outra, pena que ela teve de parar aos 27 anos… quem sabe tivessemos mais pérolas dela caso não fosse o trágico incidente…

  1. O bom da versão da gastinel é que vem o barber de brinde, tenho a versão da du Pré num box que tenho, The concerto collection, gosto também do elgar de fournier, que consegui num cd aqui na Furb, no cd da Du Pré vale também destacar a excelente versão do concerto de Saint-Saens. sem dúvida ótimos cds

  2. Olá FDP! Fica a pergunta: por que a tentativa de aportuguesar o nome do compositor? E por que “Edgar”? Seu nome é Edward e não Edgard, portanto o correspondente mais próximo seria Eduardo. Mas não vejo razão para tal procedimento. Ou você vê?
    Abraço!

    1. Primeiro: FDP, que postagem!
      Segundo: fiquei aqui imaginando uns nomes traduzidos, como ficariam. Alguns se tornam hilários em português:
      – João Sebastião Ribeiro/Bach (a família Bach tinha sérios problemas de combinação de nomes compostos…)
      – Carlos Felipe Emanuel Ribeiro/Bach
      – João Cristiano Ribeiro/Bach
      – João Cristóforo Ribeiro/Bach
      – Clemente Felisberto Leo Delibes
      – Jorge Frederico Händel
      – João Pedroluís da Palestrina
      Coisa linda…

  3. Faço coro ao colega acima! Um presente de aniversário adiantado ou um de Natal atrasado… não poderia dar nova vida a essa postagem pelo amor de Baco? Principalmente o cd da Jacqueline Du Pré.

Deixe uma resposta