J. S. Bach (1685-1750): Missae Breves, BWV 234 & 235

Como vocês sabem, sofro de hipobachemia, mal que aflige algumas pessoas que ficam muito tempo longe de J.S. Bach. Durante as crises causadas pela síndrome, ficamos trêmulos, irritadiços como se fôssemos menstruar e não conseguimos ouvir compositores que desperdiçam notas como se estivessem bebendo água na torneira da praça. Então, sempre PRECISO voltar a ele como a um barco seguro. Este repertório é algo raro, apesar de sua alta qualidade. OK, não falemos em qualidade, é sinônimo de Bach.

J. S. Bach (1685-1750): Missae Breves, BWV 234 & 235

1. Motet: “Der Gerechte kommt um” 6:23

2. Messe Brève en Sol Mineur, BWV 235: I. Kyrie 5:35
3. Messe Brève en Sol Mineur, BWV 235: II. Gloria 2:57
4. Messe Brève en Sol Mineur, BWV 235: III. Gratias 3:11
5. Messe Brève en Sol Mineur, BWV 235: IV. Domine fili 4:54
6. Messe Brève en Sol Mineur, BWV 235: V. Qui tollis peccata mundi 4:07
7. Messe Brève en Sol Mineur, BWV 235: VI. Cum sancto spiritu 4:07

8. Messe Brève en La Majeur, BWV 234: I. Kyrie 5:42
9. Messe Brève en La Majeur, BWV 234: II. Gloria 5:41
10. Messe Brève en La Majeur, BWV 234: III. Domine Deus 5:37
11. Messe Brève en La Majeur, BWV 234: IV. Qui tollis peccata mundi 6:53
12. Messe Brève en La Majeur, BWV 234: V. Quoniam tu solus 3:09
13. Messe Brève en La Majeur, BWV 234: VI. Cum sancto spiritu 3:14

Pygmalion
Raphaél Pichon, regente

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

E aí está o pessoal do Pygmalion.

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Haydn / Beethoven / Mozart: Sonatas para Piano

Vocês pensam que a lua é de queijo, que o PQP é a fila da Disney, que a vida é um morango? Pois fiquem sabendo que não é nada disso, mas que hoje postamos dois CDs, ambos bastante bons de um período que se pode chamar rigorosamente de “clássico”. Postagens coerentes uma com a outra, uma raridade em nosso blog.

O polonês Blechacz é um jovem pianista — nasceu em 1985 — que é bom pra caralho e que está cheio de gravações na DG. Sua especialidade é Chopin, mas aqui ele dá um show alhures. Muito bom CD!

Franz Joseph Haydn (1732 – 1809)
Piano Sonata in E flat, H.XVI No.52
1) 1. Allegro [7:32]
2) 2. Adagio [7:07]
3) 3. Finale (Presto) [5:30]

Ludwig van Beethoven (1770 – 1827)
Piano Sonata No.2 in A, Op.2 No.2
4) 1. Allegro vivace [6:23]
5) 2. Largo appassionato [7:45]
6) 3. Scherzo (Allegretto) [2:58]
7) 4. Rondo (Grazioso) [6:21]

Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791)
Piano Sonata No.9 in D, K.311
8) 1. Allegro con spirito [4:11]
9) 2. Andantino con espressione [6:07]
10) 3. Rondeau (Allegro) [6:41]

Rafal Blechacz, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Sonatas – CDs, 6, 7 e 8 de 8 – Ronald Brautigam

Muito bem, depois de um pequeno período de férias, no qual deixei o PQPBach matar saudades dos senhores, e vice-versa, estou trazendo os três últimos cds desta ótima coleção das sonatas para piano de Beethoven. E aqui só tem petardo, começando com a “Waldstein”, passando pela “Appassionata”, e “Hammerklavier”, entre outras obras primas do repertório. São obras consolidadas, definitivas. Não precisam de apresentação, verdadeiros tour-de-force para os intérpretes. E Brautigam é um senhor pianista,com certeza um dos grandes nomes do instrumento neste novo século, e todas suas recentes gravações são de primeira linha, sem dúvidas.

Pois bem, então concluo mais uma integral. Espero que tenham gostado e vamos em frente porque atrás vem gente e quem fica parado é poste.

CD 6

01 – Sonate Nr.21 C-Dur ‘Waldstein,’ Op.53 – Allegro Con Brio
02 – Sonate Nr.21 C-Dur ‘Waldstein,’ Op.53 – Adagio Molto — Attacca Subito Il Rondo
03 – Sonate Nr.21 C-Dur ‘Waldstein,’ Op.53 – Allegretto Moderato – Prestissimo
04 – Sonate Nr.22 F-Dur, Op.54 – In Tempo D’un Menuetto
05 – Sonate Nr.22 F-Dur, Op.54 – Allegretto — Più Allegro
06 – Sonate Nr.23 F-Moll ‘Appassionata’, Op.57 – Allegro Assai
07 – Sonate Nr.23 F-Moll ‘Appassionata’, Op.57 – Andante Con Moto – Attacca l’Allegro
08 – Sonate Nr.23 F-Moll ‘Appassionata’, Op.57 – Allegro Ma Non Troppo – Presto
09 – Sonate Nr.24 F#-Dur, Op.78 – Adagio Cantabile – Allegro Ma Non Troppo
10 – Sonate Nr.24 F#-Dur, Op.78 – Allegro Vivace
11 – Sonate Nr.25 G-Dur, Op.79 – Presto Alla Tedesca
12 – Sonate Nr.25 G-Dur, Op.79 – Andante
13 – Sonate Nr.25 G-Dur, Op.79 – Vivace

CD 7

01 – Sonata No.26 in E flat major, Op. 81a ‘Das Lebewohl’ – Das Lebewohl
02 – Sonata No.26 in E flat major, Op. 81a ‘Das Lebewohl’ – Abwesenheit
03 – Sonata No.26 in E flat major, Op. 81a ‘Das Lebewohl’ – Das Wiedersehen
04 – Sonata No.27 in E minor Op. 90 – Mit Lebhaftigkeit und durchaus mit Empfindung
05 – Sonata No.27 in E minor Op. 90 – Nicht zu geschwind  und sehr singbahr vorgetragen
06 – Sonata No.29 in B flat major Op. 106 ‘Hammerklavier’ – Allegro
07 – Sonata No.29 in B flat major Op. 106 ‘Hammerklavier’ – Scherzo. Assai vivace
08 – Sonata No.29 in B flat major Op. 106 ‘Hammerklavier’ – Adagio sostenuto (Appassionato e con molto sentimento)
09 – Sonata No.29 in B flat major Op. 106 ‘Hammerklavier’ – Largo – Allegro risoluto – Fuga a tre voci, con alcune licenze

CD 8

01 – Sonata No.28 in A major, Op. 101- Etwas lebhaft
02 – Sonata No.28 in A major, Op. 101- Lebhaft. Marschmassig
03 – Sonata No.28 in A major, Op. 101- Langsam und sehnsuchtsvoll
04 – Sonata No.28 in A major, Op. 101- Geschwinde
05 – Sonata No.30 in E major, Op. 109 – Vivace
06 – Sonata No.30 in E major, Op. 109 – Prestissimo
07 – Sonata No.30 in E major, Op. 109 – Gesangvoll
08 – Sonata No.31 in A flat major, Op. 110 – Moderato cantabile
09 – Sonata No.31 in A flat major, Op. 110 – Allegro molto
10 – Sonata No.31 in A flat major, Op. 110 – Adagio ma non troppo – Fuga
11 – Sonata No.32 in c minor, Op. 111 – Maestoso
12 – Sonata No.32 in c minor, Op. 111 – Arietta

Ronald Brautigam – Piano

CD 6 – Baixe aqui – Download Here
CD 7 – Baixe aqui – Download Here
CD 8 – Baixe aqui – Download Here

FDPBach

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Johannes Brahms (1833-1897): Obras para Órgão (Completas) — Revalidado

Se é surpreendente que Brahms tenha composto obras para órgão, o que se dirá quando algum de nós resolver postar seus motetos… Sim, são obras em que Brahms tenta fingir ser meu pai e não é uma má tentativa, muito pelo contrário. Brahms é denso e tinha a mesma queda de meu pai aos intricados jogos das fugas. Trata-se de muito boa música, principalmente os Onze Prelúdios Corais, Op. 122, escritos quando meu pai já o chamava para fazer-lhe companhia no céu — opa, os crentes vão gostar desta frase saída da pena de um ateu! Mas eu ia dizer que esta foi a última obra escrita por Brahms.

O que realmente não dá para entender é que tais peças — ouçam-nas! — sejam raramente ouvidas. Não parece Brahms, não parece Bach, parece um compositor novo, desconhecido, que faz música de primeira linha.

IMPERDÍVEL!!!

Brahms: Integral das composições para órgão

1. Prelude and Fugue in G minor 00:07:25

2. Fugue in A flat minor 00:07:53

11 Chorales Preludes, Op. 122
3. Mein Jesu, der du mich 00:06:20
4. Herzliebster Jesu 00:03:47
5. O Welt, ich muss dich lassen 00:03:41
6. Herzlich tut mich erfreuen 00:02:21
7. Schmucke dich, o liebe Seele 00:02:48
8. O wie selig seid ihr doch 00:02:00
9. O Gott, du frommer Gott 00:06:20
10. Es ist ein Ros’ entsprungen 00:02:37
11. Herzlich tut mich verlangen 00:02:35
12. Herzlich tut mich verlangen 00:04:18
13. O Welt, ich muss dich lassen 00:03:29

14. Chorale Prelude and Fugue on ‘O Traurigkeit, o Herzeleid’ 00:08:58

15. Prelude and Fugue in A minor 00:06:03

Robert Parkins, organ

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Percy Whitlock (1903-1946): The Choral Music

Olha, ninguém vai pirar com este CD do inglês Whitlock,  mas sua música sacra tem méritos, discretos méritos. Ele é uma mistura de Vaughan Williams, Delius e Elgar, ou seja, nada muito espetacular. Sua música é certinha e até gostei de ouvi-la no início da tarde de ontem, sabem? O coitado morreu cedo de tuberculose e virtualmente desapareceu, sendo recuperado nesta década. Confiram aí.

Percy Whitlock (1903-1946): The Choral Music 

1. Sing praise to God who reigns above 3:46
2. Jesu grant me this I pray 5:14
3. Solemn Te Deum 7:17
4. O living bread, who once did die 3:48
5. Here, O my Lord, I see Thee face to face 3:13
6. Be still, my soul 4:31
7. The siant whose praise today we sing 3:16
8. Communion Service in G: Kyrie 1:27
9. Communion Service in G: Credo 5:04
10. Communion Service in G: Sanctus 1:18
11. Communion Service in G: Benedictus 0:41
12. Communion Service in G: Agnus Dei 2:11
13. Communion Service in G: Gloria 2:51
14. Glorious in heaven 3:48
15. Magnificat and Nunc Dimittis in G: Magnificat 3:28
16. Magnificat and Nunc Dimittis in G: Nunc Dimittis 2:08
17. O gentle presence 3:09
18. Come, let us join our cheerful songs 2:44
19. O gladsome light 2:59
20. Magnificat and Nunc Dimittis (Fauxboudons): Magnificat 4:05
21. Magnificat and Nunc Dimittis (Fauxboudons): Nunc Dimittis 2:39

The Choir of Rochester Cathedral
Roger Sayer, regência
William Whitehead, órgão

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Acho que Whitlock não faria grande carreira como modelo.

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Rachmaninov: Concerto Nº 3 para Piano e Orquestra / Shostakovich: Sinfonia Nº 5

Não lembro quem me passou esta gravação ao vivo, mas foi em janeiro de 2010. Ela é de boa qualidade, mas não pode ser mais PIRATA. É um concerto de Gergiev com a Orquestra de Rotterdam. Excelente interpretação e uma plateia — como todas parecem ser — gripada. Muita gente tossindo, até dá para ouvir vozes num momento… Mas vale muito a audição. Como eu AMO gravações ao vivo, quase gostei do Rach e do esforço do Feltsman para chegar vivo ao final do teste. Só que o ponto alto é o Shosta, claro.

Onde tovarich PQP conseguiu esta gravação?

Rachmaninov: Concerto Nº 3 para Piano e Orquestra / Shostakovich: Sinfonia Nº 5

Piano Concerto No.3 in D minor, Op.30
1. Allegro ma non tanto
2. Intermezzo (Adagio)
3. Finale (Alla breve)

Sinfonia Nº 5 em Ré menor, Op. 47
01. Moderato
02. Allegretto
03. Largo
04. Allegro non troppo

Vladimir Feltsman
Rotterdam Philharmonic Orchestra
Valery Gergiev

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Sonatas – CDs 3, 4 e 5 de 8 – Ronald Brautigam

E porque hoje é domingo e amanheci de bom humor e de boa vontade, estou trazendo de uma só vez mais três cds dessa ótima integral das sonatas para piano de Beethoven com o Ronald Brautigam, interpretadas em um pianoforte. Coisa fina.

PS¹. – Os senhores lembraram de atrasar seus relógios em uma hora? Acabou o horário de verão.

CD 3

01 – Sonata No.4 in E flat major, Op.7 – Allegro molto e con brio
02 – Sonata No.4 in E flat major, Op.7 – Largo, con gran espressione
03 – Sonata No.4 in E flat major, Op.7 – Allegro
04 – Sonata No.4 in E flat major, Op.7 – Rondo. Poco allegretto e grazioso
05 – Sonata No.5 in C minor, Op.10 No.1 – Allegro molto e con brio
06 – Sonata No.5 in C minor, Op.10 No.1 – Adagio molto
07 – Sonata No.5 in C minor, Op.10 No.1 – Finale. Prestissimo
08 – Sonata No.6 in F major, Op.10 No.2 – Allegro
09 – Sonata No.6 in F major, Op.10 No.2 – Allegretto
10 – Sonata No.6 in F major, Op.10 No.2 – Presto
11 – Sonata No.7 in D major, Op.10 No.3 – Presto
12 – Sonata No.7 in D major, Op.10 No.3 – Largo e mesto
13 – Sonata No.7 in D major, Op.10 No.3 – Menuetto. Allegro
14 – Sonata No.7 in D major, Op.10 No.3 – Rondo. Allegro

CD 4

01 – Sonata No 12 in A flat major Op.26 – Andante con variazioni
02 – Sonata No 12 in A flat major Op.26 – Scherzo. Allegro molto
03 – Sonata No 12 in A flat major Op.26 – Marcia funebre
04 – Sonata No 12 in A flat major Op.26 – Allegro
05 – Sonata No 13 in E flat major Op.27 n°1 – Andante – Allegro
06 – Sonata No 13 in E flat major Op.27 n°1 – Allegro molto e vivace
07 – Sonata No 13 in E flat major Op.27 n°1 – Adagio con espressione
08 – Sonata No 13 in E flat major Op.27 n°1 – Allegro vivace – Presto
09 – Sonata No 14 in C sharp minor Op.27 n°2 ‘Moonlight’ – Adagio sostenuto
10 – Sonata No 14 in C sharp minor Op.27 n°2 ‘Moonlight’ – Allegretto
11 – Sonata No 14 in C sharp minor Op.27 n°2 ‘Moonlight’ – Presto Agitato
12 – Sonata No 15 in D major Op.28 ‘Pastorale’ – Allegro
13 – Sonata No 15 in D major Op.28 ‘Pastorale’ – Andante
14 – Sonata No 15 in D major Op.28 ‘Pastorale’ – Scherzo. Allegro vivace
15 – Sonata No 15 in D major Op.28 ‘Pastorale’ – Rondo. Allegro ma non troppo

CD 5

01 – Sonata No. 16 In G Major, Op 31 No. 1 – Allegro Vivace
02 – Sonata No. 16 In G Major, Op 31 No. 1 – Adagio Grazioso
03 – Sonata No. 16 In G Major, Op 31 No. 1 – Rondo. Allegretto
04 – Sonata No. 17 In D Minor, ‘Der Sturm’, Op 31 No. 2 – Largo – Allegro
05 – Sonata No. 17 In D Minor, ‘Der Sturm’, Op 31 No. 2 – Adagio
06 – Sonata No. 17 In D Minor, ‘Der Sturm’, Op 31 No. 2 – Allegretto
07 – Sonata No. 18 In E Flat Major, Op 31 No. 3 – Allegro
08 – Sonata No. 18 In E Flat Major, Op 31 No. 3 – Scherzo. Allegro Vivace
09 – Sonata No. 18 In E Flat Major, Op 31 No. 3 – Menuetto. Moderato e Grazioso
10 – Sonata No. 18 In E Flat Major, Op 31 No. 3 – Presto Con Fuoco

Ronald Brautigam – Pianoforte

CD3 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD4 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD5 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDPBach

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Johann Sebastian Bach (1865-1750) – The Well-Tempered Clavier – vols. 1 & 2 (Links restaurados)

Postado inicialmente em 1 de maio de 2012.

Como queria muito que este CD quadrúplo viesse ao ar ainda hoje, resolvi finalizar o post agora. Estou meio sem tempo para escrever, por isso, peguei um trecho da wikipédia. “O Cravo bem Temperado é uma das obras musicais mais importantes da música ocidental, de grande envergadura, profundidade, diversidade musical, estética e psicológica e de grande complexidade que demonstrou tanto tecnicamente como por meio de sua grandiosidade, o potencial musical dos temperamentos musicais circulares. Tais temperamentos, permitiram infinitas modulações em tonalidades bastante diferentes, estabelecendo a base harmônica da música clássica de Bach em diante. Embora a obra de Bach não fosse a primeira composição pan-tonal (utilizando todas as tonalidades), de longe foi a mais influente. Beethoven, que fazia das modulações remotas o núcleo de sua música, foi tremendamente influenciado por O Cravo Bem Temperado, desde sua juventude quando a interpertação de peças dos dois volumes de Bach, em concertos, foi em parte responsável por sua fama e reputação. A possibilidade de modular até regiões harmônicamente remotas e, portanto, de criar efeitos psicológicos e estéticos que foi amplamente desenvolvida no período romântico e pós romântico, finalmente levou à dissolução do próprio sistema tonal na obra de Schoenberg e outros compositores atonais do início do século XX.Além do uso de todas as tonalidades, O Cravo Bem Temperado também é único quanto à grande variedade de técnicas e modos de expressão utilizados por Bach nas fugas. Nenhum outro compositor produziu obras tão ponderosas e características na forma de fuga que freqüentemetne foram consideradas exercícios teóricos. Muitos compositores posteriores estudaram a obra de Bach para melhorar sua própria escrita da forma fuga. Até mesmo Verdi achou-a útil para seu último trabalho, ao ópera Falstaff. A primeira gravação integral do Cravo bem Temperado foi feita por Edwin Fischer entre 1933 e 1936″.Não deixe de ouvir. Boa apreciação!

Johann Sebastian Bach (1865-1750) – The Well-Tempered Clavier – vols. 1 & 2

DISCO 01

01 Book I, BWV 856-860 – Nr. 1 Prelude in C-Dur
02 Book I, BWV 856-860 – Nr. 1 Fuge in C-Dur
03 Book I, BWV 856-860 – Nr. 2 Prelude in C-Moll
04 Book I, BWV 856-860 – Nr. 2 Fuge in C-Moll
05 Book I, BWV 856-860 – Nr. 3 Prelude in Cis-Dur
06 Book I, BWV 856-860 – Nr. 3 Fuge in Cis-Dur
07 Book I, BWV 856-860 – Nr. 4 Prelude in Cis-Moll
08 Book I, BWV 856-860 – Nr. 4 Fuge in Cis-Moll
09 Book I, BWV 856-860 – Nr. 5 Prelude in D-Dur
10 Book I, BWV 856-860 – Nr. 5 Fuge in D-Dur
11 Book I, BWV 856-860 – Nr. 6 Prelude in D-Moll
12 Book I, BWV 856-860 – Nr. 6 Fuge in D-Moll
13 Book I, BWV 856-860 – Nr. 7 Prelude in Es-Dur
14 Book I, BWV 856-860 – Nr. 7 Fuge in Es-Dur
15 Book I, BWV 856-860 – Nr. 8 Prelude in Es-Moll
16 Book I, BWV 856-860 – Nr. 8 Fuge in Es-Moll
17 Book I, BWV 856-860 – Nr. 9 Prelude in E-Dur
18 Book I, BWV 856-860 – Nr. 9 Fuge in E-dur
19 Book I, BWV 856-860 – Nr. 10 Prelude in E-Moll
20 Book I, BWV 856-860 – Nr. 10 Fuge in E-Moll
21 Book I, BWV 856-860 – Nr. 11 Prelude in F-Dur
22 Book I, BWV 856-860 – Nr. 11 Fuge in F-Dur
23 Book I, BWV 856-860 – Nr. 12 Prelude in F-Moll
24 Book I, BWV 856-860 – Nr. 12 Fuge in F-Moll
25 Book I, BWV 856-860 – Nr. 13 Prelude in Fis-Dur
26 Book I, BWV 856-860 – Nr. 13 Fuge in Fis-Dur
27 Book I, BWV 856-860 – Nr. 14 Prelude in Fis-Moll
28 Book I, BWV 856-860 – Nr. 14 Fuge in Fis-Moll
29 Book I, BWV 856-860 – Nr. 15 Prelude in G-Dur
30 Book I, BWV 856-860 – Nr. 15 Fuge in G-Dur

DISCO 02

01 Book I, BWV 861-869 – Nr. 1 Prelude in C-DurNr. 16 Prelude in G-Moll
02 Book I, BWV 861-869 – Nr. 16 Fuge in G-Moll
03 Book I, BWV 861-869 – Nr. 17 Prelude in As-Dur
04 Book I, BWV 861-869 – Nr. 17 Fuge in As-Dur
05 Book I, BWV 861-869 – Nr. 18 Prelude Gis-Moll
06 Book I, BWV 861-869 – Nr. 18 Fuge in Gis-Moll
07 Book I, BWV 861-869 – Nr. 19 Prelude in A-Dur
08 Book I, BWV 861-869 – Nr. 19 Fuge in A-Dur
09 Book I, BWV 861-869 – Nr. 20 Prelude in A-Moll
10 Book I, BWV 861-869 – Nr. 20 Fuge in A-Moll
11 Book I, BWV 861-869 – Nr. 21 Prelude in B-Dur
12 Book I, BWV 861-869 – Nr. 21 Fuge in B-Dur
13 Book I, BWV 861-869 – Nr. 22 Prelude in B-Moll
14 Book I, BWV 861-869 – Nr. 22 Fuge in B-Moll
15 Book I, BWV 861-869 – Nr. 23 Prelude in H-Dur
16 Book I, BWV 861-869 – Nr. 23 Fuge in H-Dur
17 Book I, BWV 861-869 – Nr. 24 Prelude in H-Mull
18 Book I, BWV 861-869 – Nr. 24 Fuge in H-Moll
19 Book II, BWV 870-872 – Nr. 1 Prelude in C-Dur
20 Book II, BWV 870-872 – Nr. 1 Fuge in C-Dur
21 Book II, BWV 870-872 – Nr. 2 Prelude in C-Moll
22 Book II, BWV 870-872 – Nr. 2 Fuge in C-Moll
23 Book II, BWV 870-872 – Nr. 3 Prelude in Cis-Dur
24 Book II, BWV 870-872 – Nr. 3 Fuge in Cis-Dur

DISCO 03

01 Book II, BWV 873-883 – Nr. 4 Prelude in Cis-Moll
02 Book II, BWV 873-883 – Nr. 4 Fuge in Cis-Moll
03 Book II, BWV 873-883 – Nr. 5 Prelude in D-Dur
04 Book II, BWV 873-883 – Nr. 5 Fuge in D-Dur
05 Book II, BWV 873-883 – Nr. 6 Prelude in D-Moll
06 Book II, BWV 873-883 – Nr. 6 Fuge in D-Moll
07 Book II, BWV 873-883 – Nr. 7 Prelude in Es-Dur
08 Book II, BWV 873-883 – Nr. 7 fuge in Es-Dur
09 Book II, BWV 873-883 – Nr. 8 Prelude in Dis-Moll
10 Book II, BWV 873-883 – Nr. 8 Fuge in Dis-Moll
11 Book II, BWV 873-883 – Nr. 9 Prelude in E-Dur
12 Book II, BWV 873-883 – Nr. 9 Fuge in E-Dur
13 Book II, BWV 873-883 – Nr. 10 Prelude in E-Moll
14 Book II, BWV 873-883 – Nr. 10 Fuge in E-Moll
15 Book II, BWV 873-883 – Nr. 11 Prelude in F-Dur
16 Book II, BWV 873-883 – Nr. 11 Fuge in F-Dur
17 Book II, BWV 873-883 – Nr. 12 Prelude in F-Moll
18 Book II, BWV 873-883 – Nr. 12 Fuge in F-Moll
19 Book II, BWV 873-883 – Nr. 13 Prelude in Fis-Dur
20 Book II, BWV 873-883 – Nr. 13 Fuge in Fis-Dur
21 Book II, BWV 873-883 – Nr. 14 Prelude in Fis-Moll
22 Book II, BWV 873-883 – Nr. 14 Fuge in Fis-Moll

DISCO 04

01 Book II, BWV 884-893 – Nr. 15 Prelude in G-Dur
02 Book II, BWV 884-893 – Nr. 15 Fuge in G-Dur
03 Book II, BWV 884-893 – Nr. 16 Prelude in G-Moll
04 Book II, BWV 884-893 – Nr. 16 Fuge in G-Moll
05 Book II, BWV 884-893 – Nr. 17 Prelude in As-Dur
06 Book II, BWV 884-893 – Nr. 17 Fuge in As-Dur
07 Book II, BWV 884-893 – Nr. 18 Prelude in Gis-Dur
08 Book II, BWV 884-893 – Nr. 18 Fuge in Gis-Dur
09 Book II, BWV 884-893 – Nr. 19 Prelude in A-Dur
10 Book II, BWV 884-893 – Nr. 19 Fuge in A-Dur
11 Book II, BWV 884-893 – Nr. 20 Prelude in A-Moll
12 Book II, BWV 884-893 – Nr. 20 Fuge in A-Moll
13 Book II, BWV 884-893 – Nr. 21 Prelude in B-Dur
14 Book II, BWV 884-893 – Nr. 21 Fuge in B-dur
15 Book II, BWV 884-893 – Nr. 22 Prelude in B-Moll
16 Book II, BWV 884-893 – Nr. 22 Fuge in B-Moll
17 Book II, BWV 884-893 – Nr. 23 Prelude in H-Dur
18 Book II, BWV 884-893 – Nr. 23 Fuge in H-Dur
19 Book II, BWV 884-893 – Nr. 24 Prelude in H-Moll
20 Book II, BWV 884-893 – Nr. 24 Fuge in H-Moll

Friedrich Gulda, piano

BAIXAR AQUI CD01
BAIXAR AQUI CD02
BAIXAR AQUI CD03
BAIXAR AQUI CD04

null

(Revalidado pelo Carlinus)

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Sonatas – CD 2 de 8 – Brautigam

Continuando a empreitada, eis as primeiras sonatas de Beethoven, sempre na interpretação correta de Ronald Brautigam. Temos então as três sonatas de op. 2, claramente influenciadas por Haydn e Mozart, e em seguida, as de n°19 e 20, o que dá uma mostra da evolução de Beethoven frente ao instrumento. Em outras palavras, um discaço.

PQPBach continua sua viagem pela Europa, e dia destes comentou que ia assistir uma apresentação da Maria João Pires com a Sinfônica de Londres, coisa simples e básica.

Mas vamos ao que viemos, porque o tempo urge, e para variar, tenho de ir trabalhar.

01 – Sonata No.1 in F minor Op. 2 n°1 – Allegro
02 – Sonata No.1 in F minor Op. 2 n°1 – Adagio
03 – Sonata No.1 in F minor Op. 2 n°1 – Menuetto
04 – Sonata No.1 in F minor Op. 2 n°1 – Prestissimo
05 – Sonata No.2 in A major Op.2 n°2 – Allegro vivace
06 – Sonata No.2 in A major Op.2 n°2 – Largo appassionato
07 – Sonata No.2 in A major Op.2 n°2 – Scherzo
08 – Sonata No.2 in A major Op.2 n°2 – Rondo
09 – Sonata No.3 in C major Op.2 n°3 – Allegro con brio
10 – Sonata No.3 in C major Op.2 n°3 – Adagio
11 – Sonata No.3 in C major Op.2 n°3 – Scherzo
12 – Sonata No.3 in C major Op.2 n°3 – Allegro assai
13 – Sonata No.19 in g minor Op.49 n°1 – Andante
14 – Sonata No.19 in g minor Op.49 n°1 – Rondo
15 – Sonata No.20 in G major Op.49 n°2 – Allegro, ma non troppo
16 – Sonata No.20 in G major Op.49 n°2 – Tempo di Menuetto

Ronald Brautigam – Pianoforte

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
FDPBach

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Sonatas – Ronald Brautigam

Outra coleção que estou enrolando para postar há algum tempo é esta integral das sonatas de Beethoven com o excelente Ronald Brautigam, um especialista em pianoforte, e que é obvio, se utliza deles para encarar a maratona se gravar as 32 sonatas. Um senhor pianista.
E a coleção começa “apenas” com a Sonata nº8, a maravilhosa “Patética”. Um primor, uma das maiores obras compostas para piano pelo gênio de Bonn.
Volto a repetir: os senhores vão estranhar em um primeiro momento a sonoridade do piano que Brautigam utiliza, mas depois é só correr para a galera, como dizia um saudoso personagem da televisão.
P.S. Uma curiosidade: quando gravou os concertos para piano de Beethoven pelo mesmo selo BIS Brautigam se utilizou de um Steinway Grand Piano, ou seja, um piano de cauda moderno. Com certeza ele deve ter seus motivos, que não não vem ao caso discutir por aqui. Apenas apreciem este excelente pianista, que com certeza, ao lado de Paul Lewis, é um dos maiores intérpretes da obra de Beethoven deste começo de século XXI.

01 – Sonata Op.13 No.8 in c minor, ‘Pathetique’ – Grave – Allegro di molto e con brio
02 – Sonata Op.13 No.8 in c minor, ‘Pathetique’ – Adagio cantabile
03 – Sonata Op.13 No.8 in c minor, ‘Pathetique’ – Rondo. Allegro
04 – Sonata No.9 in E major, Op.14, No.1 – Allegro
05 – Sonata No.9 in E major, Op.14, No.1 – Allegretto
06 – Sonata No.9 in E major, Op.14, No.1 – Rondo. Allegro commodo
07 – Sonata No.10 in G major, Op.14, No.2 – Allegro
08 – Sonata No.10 in G major, Op.14, No.2 – Andante
09 – Sonata No.10 in G major, Op.14, No.2 – Scherzo. Allegro assai
10 – Sonata No.11 in B flat major, Op.22 – Allegro con brio
11 – Sonata No.11 in B flat major, Op.22 – Adagio con molto espressione
12 – Sonata No.11 in B flat major, Op.22 – Minuetto
13 – Sonata No.11 in B flat major, Op.22 – Rondo. Allegretto

Ronald Brautigam – Pianoforte

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDPBach

 

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) – String Quartets – CD 7 e 8 de 8 – Quartetto Italiano

Muito bem, C´est fini, acabou, that´s all, folks. Aqui estão os dois cds que concluem esta caixa magnífica da Phillips com os Quartetos de Corda de Mozart. Material de primeira, que espero que os senhores apreciem tanto quanto eu apreciei. Já é comum dizermos que a música de Mozart eleva nossos espíritos, enaltece nossas almas, e nos faz ficar de bem não apenas com o mundo mas com a gente mesmo. Desconheço alguém que diga que essa música é chata, aborrecida, que não tem nada a ver. Como dizia o velho samba, e nos apropriando da idéia, quem não gosta de Mozart “bom sujeito não é, ou é ruim da cabeça, ou é doente dos pés”…

CD 7

01 – String Quartet No.20 In D Major, KV 499 ‘Hoffmeister’ – 1. Allegretto
02 – String Quartet No.20 In D Major, KV 499 ‘Hoffmeister’ – 2. Menuetto. Allegretto
03 – String Quartet No.20 In D Major, KV 499 ‘Hoffmeister’ – 3. Adagio
04 – String Quartet No.20 In D Major, KV 499 ‘Hoffmeister’ – 4. Allegro
05 – String Quartet No.21 In D Major, KV 575 – 1. Allegretto
06 – String Quartet No.21 In D Major, KV 575 – 2. Andante
07 – String Quartet No.21 In D Major, KV 575 – 3. Menuetto. Allegretto
08 – String Quartet No.21 In D Major, KV 575 – 4. Allegretto

CD 8

01 – String Quartet No.22 In B Flat Major, KV 589 – 1. Allegro
02 – String Quartet No.22 In B Flat Major, KV 589 – 2. Larghetto
03 – String Quartet No.22 In B Flat Major, KV 589 – 3. Menuetto. Moderato
04 – String Quartet No.22 In B Flat Major, KV 589 – 4. Allegro Assai
05 – String Quartet No.23 In F Major, KV 590 – 1. Allegro Moderato
06 – String Quartet No.23 In F Major, KV 590 – 2. Allegretto
07 – String Quartet No.23 In F Major, KV 590 – 3. Menuetto (Allegretto)
08 – String Quartet No.23 In F Major, KV 590 – 4. Allegro

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDPBach

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) – String Quartets – CDs 5 e 6 de 8 – Quartetto Italiano

Talvez os senhores não saibam que o nosso mentor, guru espiritual, PQPBach, está ausente do blog por um motivo muito nobre: está viajando pelo Velho Mundo, de onde já mandou notícias de Londres. Estará ausente até depois do Carnaval.

Portanto, a bola está nos pés dos demais membros do PQP, que se limitam a uns dois ou três, ocasionalmente quatro. Entendo que seus compromissos acabem afastando-os do PQP, afinal nem todo mundo tem tempo disponível. Eu mesmo, de vez em quando, preciso fazer algumas manobras para conseguir este tempo. Mestre Avicenna, por já estar aposentado, creio que não tenha esse problema. Biasnaga sofre com os problemas de sua internet de má qualidade, enquanto que Carlinus precisa tocar seu excelente blog, O Ser da Mùsica. Então sobra para o membro fundador, eu, FDPBach, preencher as lacunas. Tentarei na medida do possível. Se der tudo certo, concluo esta coleção dos quartetos de Mozart até o Carnaval, mas possivelmente deixarei postagens agendadas para aquele período, pois também preciso de descanso, e irei viajar para descansar, voltando apenas na quarta feira de cinzas.

Eis então os cds 5 e 6 desta excepcional coleção. Espero que apreciem..

CD 5

01 – String Quartet No.16 In E Flat Major, KV 428-421b – 1. Allegro Ma Non Troppo
02 – String Quartet No.16 In E Flat Major, KV 428-421b – 2. Andante Con Moto
03 – String Quartet No.16 In E Flat Major, KV 428-421b – 3. Allegretto
04 – String Quartet No.16 In E Flat Major, KV 428-421b – 4. Allegro Vivace
05 – String Quartet No.17 In B Flat Major, KV 458 ‘Hunt’ – 1. Allegro Vivace Assai
06 – String Quartet No.17 In B Flat Major, KV 458 ‘Hunt’ – 2. Menuetto. Moderato
07 – String Quartet No.17 In B Flat Major, KV 458 ‘Hunt’ – 3. Adagio
08 – String Quartet No.17 In B Flat Major, KV 458 ‘Hunt’ – 4. Allegro Assai

CD 6

01 – String Quartet No.18 In A Major, KV 464 – 1. Allegro
02 – String Quartet No.18 In A Major, KV 464 – 2. Menuetto
03 – String Quartet No.18 In A Major, KV 464 – 3. Andante
04 – String Quartet No.18 In A Major, KV 464 – 4. Allegro Non Troppo
05 – String Quartet No.19 In C Major, KV 465 ‘Dissonance’ – 1. Adagio – Allegro
06 – String Quartet No.19 In C Major, KV 465 ‘Dissonance’ – 2. Andante Cantabile
07 – String Quartet No.19 In C Major, KV 465 ‘Dissonance’ – 3. Allegretto
08 – String Quartet No.19 In C Major, KV 465 ‘Dissonance’ – 4. Allegro Molto

Quartetto Italiano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDPBach

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Vanessa Mae: The Classical Colection – Dimitry Kabalevsky (1904-1987), Piotr Il’yich Tchaikovsky (1840-1893), Ludwig van Beethoven (1770-1827), Fritz Kreisler (1875-1962) e Marius Casadesus (1887-1945) e mais uma porrada de caras

Hoje os puristas vão estrilar…

(Este post é a reunião de três postagens dessa coleção de fevereiro de 2013)

Vanessa Mae? Aquela, toda pop? Com certeza, muito pop (já foi mais). É uma grande violinista que soube como nenhuma ser comercial (alguém tem que ganhar dinheiro nessa vida, né?).

Mas esqueçam aquela Vanessa que se tornou clichê! Aqui está a menina sem aquelas traquitanas eletrônicas, sem parafernália plugada, sem batidas sintéticas, sem arranjos de gosto duvidoso. Só ela, seu violino e orquestras tradicionais. É aqui que vemos realmente a Mae violinista! Uma senhora violinista!

É uma Janine Jansen? Não, com certeza. Mas ainda assim manda muito bem no simplesmente MARAVILHOSO, conhecido e  batido Concerto para Violino de Tchaikovsky. O fato de ser conhecidíssimo não tira o mérito, muito menos a beleza deste concerto, um dos mais belos já escritos na face deste geóide azul, senão o mais…

Há ainda, do mesmo Tchaikovsky, a Dança Russa do Lago dos Cisnes, mais uma inspirada peça do autor e, para melhorar, o cativante e vibrante Concerto em Dó de Kabalevsky, que debuta aqui no P.Q.P.Bach já com muita propriedade: que música fez esse russo!

***

No segundo álbum da trilogia The Classical Colection, a singapurense Vanessa-Mae traz um repertório tão interessante ou mais que o anterior.

Começa com três peças: Schön Rosmarin,  Liebeslied e Liebesfreud, do até então inédito aqui no P.Q.P.Bach, Fritz Kreisler, um dos maiores violinistas do século XX e também expressivo compositor de peças para o instrumento.

Depois ela ataca com o Concerto para violino em Ré ‘Adelaide’, de Marius Casadesus, outro que coloca hoje, pela primeira vez, seu nome no nosso rol com mais de 1200 autores. Ah, e que concerto belo! Vocês se lembram do grande engodo das descobertas forjadas dos irmãos Casadesus (aqui)? Pois é: esse concerto foi composto pelo francês, mas ele e seu grupo afirmavam tê-lo encontrado e ser o mesmo uma peça de autoria de Mozart. Muitos anos depois, apenas após a morte do irmão Henry Casadesus (que também criou composições e as atribuiu falsamente a C.P.E Bach, J.C. Bach e Händel) e do próprio Marius é que se descobriu a farsa. Convencionou-se chamar o concerto de “no estilo de Mozart” e dar-lhe a verdadeira autoria, de Marius Casadesus.

Por fim, um membro da Santíssima Trindade e totalmente assíduo aqui no blog: Ludwig van Beethoven (trindade completa por Bach e Mozart), em mais um Concerto para violino em Ré, talvez a peça mais conhecida deste álbum, e como não poderia deixar de ser, vindo de quem veio, tensa e vibrante.

Vanessa-Mae mostra que não é só um rostinho bonito e um pedaço de mau caminho: toca muito bem. Às vezes um pouco quadradinha e certinha demais, faltando um tanto de sangue na interpretação, mas muito boa, ainda que com esse senão.

Meu interesse maior, para além da interpretação falha ou estupenda, incorreta ou precisa de Mae, é colocar neste espaço composições que por aqui não deram o ar da graça ainda: e hoje temos seis faixas novinhas em folha  (e belíssimas) para vosso deleite auricular.

***

Há ainda o terceiro CD, que encerra a trilogia The Classical Collection. Sim, aqui ela já está com saudades do pop e põe as asinhas de fora com o miolo do álbum…

Mas não é esse lampejo de popismo que vai inutilizar o CD. Há muita coisa boa mesmo! Bom, primeiro ela começa muito bem: ataca de Elgar, Bach e Brahms. Depois não resiste e vai para músicas de filmes, musicas, trilhas sonoras até o hino das Olimpíadas de Seul. Depois ela se lembra que a trilogia se chama The CLASSICAL Collection e volta para compositores eruditos, executando coisas belíssimas e deliciosas como a Fantasia de Carmen de Sarasate, e La Campanella  (também super batida, apesar de genial), de Paganini. Dificílimas, para mostrar que, além de tudo (ou apesar de tudo), no violino, ela sabe e ela pode!

Eu não diria que é um CD para se ouvir de cabo a rabo, como são quase todos que postamos aqui, mas tem uma parte considerável de suas músicas que é brilhante e que merece uma audição atenciosa, cuidadosa e, principalmente, prazerosa.

***

Dispa-se do ranço e dos preconceitos contra a mocinha singapurense! O repertório é de primeira linha! Ela toca muito! Ouça! Ouça! Deleite-se!

Vanessa Mae
The Classical Colection
CD1: The Russian Album
Dimitry Kabalevsky (1904-1987)
01. Concerto para violino em Dó, I. Allegro
02. Concerto para violino em Dó, II. Andante
03. Concerto para violino em Dó, III. Allegro giocoso
Piotr Il’yich Tchaikovsky (1840-1893)
04. Dança Russa, d’O Lago dos Cisnes’
05. Concerto para violino em Ré, I. Allegro moderato
06. Concerto para violino em Ré, II. Canzonetta (Andante)
07. Concerto para violino em Ré, III. Finale (Allegro vivacissimo)

CD2: The Viennense Album
Fritz Kreisler (1875-1962)
01. Schön Rosmarin
02. Liebeslied
03. Liebesfreud
Marius Casadesus (1887-1945)
04. Concerto para Violino em Ré ‘Adelaide’, no estilo de Mozart, I. Allegro
05. Concerto para Violino em Ré ‘Adelaide’, no estilo de Mozart, II. Adagio
06. Concerto para Violino em Ré ‘Adelaide’, no estilo de Mozart, III. Allegro
Ludwig van Beethoven (1770-1827)
07. Concerto para Violino em Ré, I. Allegro ma non troppo
08. Concerto para Violino em Ré, II. Laghettto
09. Concerto para Violino em Ré, III. Rondo (allegro)

CD3: The Virtuoso Album
Edward Elgar (Broadheath, Inglaterra, 1857 – Worcester, Inglaterra, 1934)
01. Salut D’Armour
Johannes Brahms (Hamburgo, Alemanha, 1833 – Viena, Áustria, 1897)
02. Lullaby
Johann Sebastian Bach (Eisenach, Alemanha, 1685 – Leipzig, alemanha, 1750); 03. Ária da Corda Sol (Suíte Orquestral nº 3 em Ré, II. Adagio)
Richard Charles Rodgers (Nova York, EUA, 1902 – 1979)
04. My Favorit Things (de ‘A Noviça Rebelde’ – The Sound of Music)
Henry Mancini (Cleveland, EUA, 1924 – Beverly Hills, EUA, 1994)
05. The Pink Panter
Michel Legrand (Paris, França, 1932)
06. Les Parapluies de Cherbourg (Os Guarda-chuvas do Amor)
Albert Hammond e John Bettis
07. One moment in time (Hino do Jogos Olímpicos de Seul)
John Lennon (Liverpool, Reino Unido, 1940 – Nova York, EUA, 1980) e Paul McCartney (Liverpool, 1942)
08. Yellow Submarine
Tradicional
09. Frere Jacques
Niccolò Paganini (Gênova, Itália, 1782 – Nice, França, 1840)
10. La Campanella
Sze-Du
11. Chinese Folk Tune
Fritz Kreisler (Viena, Áustria, 1875 – New York, EUA, 1962);
12. Tambourin Chinois
Mario Castelnuovo-Tedesco (Florença, Itália, 1895 – Berverly Hills, EUA, 1968)
13. Fígaro
George Gershwin (Nova York, EUA, 1898 – Hollywood, EUA, 1937)
14. Summertime (da ópera Porgy and Bess)
Pablo Martín de Sarasate (Pamplona, Espanha, 1844 – Biarritz, França, 1908);
15. Concerto-fantasia sobre um tema de ‘Carmen’
Henryk Wieniawski (Lublin, Polônia, 1835 – Moscou, Rússia, 1880)
16. Fantasia Brilhante sobre temas de ‘Fausto’, de Gounod

Vanessa Mae, violino
CD1:
London Mozart Players (faixas 01 a 03 e 06 a 07)
Anthony Inglis, regente (faixas 01 a 03 e 06 a 07)
New Belgian Chamber Orchestra (faixa 04)
Nicholas Cleobury, regente (faixa 04)
CD2:
New Belgian Chamber Orchestra (faixas 01 a 03)
Nicholas Cleobury, regente (faixas 01 a 03)
London Mozart Players (faixas 04 a 06)
Anthony Inglis, regente (faixas 04 a 06)
London Symphony Orchestra (faixas 07 a 09)
Kees Bakels (faixas 07 a 09)
CD3:
New Belgian Chamber Orchestra (faixas 01 a 14)
Nicholas Cleobury, regente (faixas 01 a 14)
London Mozart Players (faixas 15, 16)
Anthony Inglis, regente (faixas 15, 16)
1991

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – 3CD PQPShare (449Mb)

…Mas comente… Não me deixe apenas com o silêncio…

Kabalevsky era a cara do…

… Woody Allen!

Bisnaga

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) – Quartetos de Cordas – Cds 3 e 4 de 8 – Quartetto Italiano

A boa receptividade dos dois primeiros cds desta belíssima integral me deixaram bem feliz. A não presença destas peças tão importantes do repertório camerístico aqui no PQP me deixava nervoso já há algum tempo. Mas a falha está sendo corrigida aos poucos e tenho certeza de que os números dos downloads vão aumentar. Está nos meus planos postar outras obras de câmara de Mozart que, ou apareceram pouco por aqui, ou sequer apareceram alguma vez. Tenho certeza de que os senhores irão gostar, afinal, Mozart é Mozart, repetindo um velho clichê.

CD 3

01 – String Quartet No.10 In C Major, KV 170 – 1. Andante
02 – String Quartet No.10 In C Major, KV 170 – 2. Menuetto
03 – String Quartet No.10 In C Major, KV 170 – 3. Un Poco Adagio
04 – String Quartet No.10 In C Major, KV 170 – 4. Rondeaux. Allegro
05 – String Quartet No.11 In E Flat Major, KV 171 – 1. Adagio – Allegro Assai – Adagio
06 – String Quartet No.11 In E Flat Major, KV 171 – 2. Menuetto
07 – String Quartet No.11 In E Flat Major, KV 171 – 3. Andante
08 – String Quartet No.11 In E Flat Major, KV 171 – 4. Allegro Assai
09 – String Quartet No.12 In B Flat Major, KV 172 – 1. Allegro Spiritoso
10 – String Quartet No.12 In B Flat Major, KV 172 – 2. Adagio
11 – String Quartet No.12 In B Flat Major, KV 172 – 3. Menuetto
12 – String Quartet No.12 In B Flat Major, KV 172 – 4. Allegro Assai
13 – String Quartet No.13 In D Minor, KV 173 – 1. Allegro Ma Molto Moderato
14 – String Quartet No.13 In D Minor, KV 173 – 2. Andantino Grazioso
15 – String Quartet No.13 In D Minor, KV 173 – 3. Menuetto
16 – String Quartet No.13 In D Minor, KV 173 – 4. Allegro

 

CD 4

01 – String Quartet No.14 In G Major, KV 387 – 1. Allegro Vivace Assai
02 – String Quartet No.14 In G Major, KV 387 – 2. Menuetto. Allegro
03 – String Quartet No.14 In G Major, KV 387 – 3. Andante Cantabile
04 – String Quartet No.14 In G Major, KV 387 – 4. Molto Allegro
05 – String Quartet No.15 In D Minor, KV 421-417b – 1. Allegro Vivace Assai
06 – String Quartet No.15 In D Minor, KV 421-417b – 2. Andante
07 – String Quartet No.15 In D Minor, KV 421-417b – 3. Menuetto. Allegretto
08 – String Quartet No.15 In D Minor, KV 421-417b – 4. Allegretto Ma Non Troppo – Più Allegro

Quartetto Italiano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
FDPBach

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!