Estamos trabalhando para recolocar o PQPShare no ar

Sim, deu um problema, nossa Base de Dados foi pelos ares e estamos trabalhando para remontá-la. Dá trabalho ter seu próprio servidor de arquivos. Hoje ainda, amanhã, depois ou em qualquer dia, voltaremos a nossa programação normal.

Enquanto isso, seguimos acreditando na necessidade da arte, como mostra este belo filme russo — só de imagens e música. Aliás, a música é de Alfred Schnittke. Vejam o filme enquanto aguardam. Vocês jamais o esquecerão.

http://youtu.be/WRJ5Mqzxcqo

Afinal, a gente quer seguir recebendo comentários assim:

Passo aqui só para deixar meu depoimento espiritual para a possível conversão dos amargurados: graças ao PQP Bach_ mais uma vez_ tive intensos momentos de recolhimento artístico esta semana. Estando só em casa, segunda e terça, me dei ao luxo de não fazer nada, suspender meus projetos e trabalhos, para ouvir o Kronos Quartet. Vi esse quarteto no PQPBach, e logo fui atrás do restante da obra do grupo. Que deslumbre colocar os cds da caixa de comemoração de seus 25 anos, regalado no sofá, à meia luz aprazível e confortável, ao mesmo tempo que lia os dois primeiros capítulos da autobiografia do Nabokov, “Fala, memória”. Foram duas tardes de terapia que me desintoxicaram e me prepararam de peito aberto para mais uma boa dose de futuro.

Palavras da salvação.

PQP

13 comments / Add your comment below

  1. hihihi! Bem, não é exatamente assim, mas bem que eu gostaria de estar duas tardes em casa, sozinho, sem fazer nada e dedicar-me à melomania e à elevação espiritual. A realidade é que trabalho e ouço música, simultaneamente, caso seja compatível a nível de concentração de ambas as coisas. De qualquer modo, saiba que muitos de nós (de fato tou só a falar de mim, mas tenho certeza de que muita gente tá de acordo comigo) visitamos seu blogue todos os dias, não só como sanguessugas, mas como pessoas que gostam muito do material que vc seleciona com critério (é o seu. A gente pode gostar ou não, mas é evidente que vc o tem), de suas fotos e, sobretudo, dos respetivos comentários, cheios de humor, tal como cheias de humor e “pessoalidade” são suas apresentações de cada disco: são pessoais e intransmissíveis. Para mim, que leio diversas revistas internacionais de música clássica em várias línguas (por gosto, não por snobismo) e que, no geral, as acho enormemente chatas e ao serviço das grandes casas discográficas (os ingleses sempre acabam dizendo as mesmas bobagens – wonderfully played e outras coisas pretenciosas do mesmo estilo), me divirto muito com suas apresentações que, para além do humor, acho muito sérias e politicamente incorretas, coisa que eu agradeço. Enfim, depois disto, espero que tenha ficado satisfeito e não se preocupe que a gente espera. Atenciosamente, Quim

  2. Muito bem feito este desenho russo, mais um post IMPERDÍVEL.

    Espero que a base de dados do blog seja recuperada o mais breve possível, estamos aguardando com ansiedade!

  3. Acredito que todos que navegam pelo Blog , assim como eu , devem permanente gratidão para todos vocês, e um respeito enorme pelo vasto aprendizado a cada dia , a cada nova obra postada, a cada novo comentário.
    E o preço disto tudo, é que ficamos com uma bagagem musical cada vez mais ampla, oferecendo-nos momentos inesquecíveis de deleite e reflexão.
    E toda a música absorvida pela nossa nossa mente ninguém mais tira de lá.
    O video é genial e criativo.Obrigado por tudo e um forte abraço do Dirceu.

  4. Estou sempre ligado aqui, sem dúvida é o melhor site de clássicos das Américas, quiçá do mundo, aguardo a volta ansiosamente.
    Infelizmente não consegui assistir o desenho, foi retirado do ar.

    Um abraço de um queijo.

    1. Caro Fernando.
      Para assistir o video, clique no YouTube ,embaixo à direita ,e vai aparecer nova janela rodando o video.
      Espero que dê certo,porque vale a pena.
      Um abraço do Dirceu.

  5. Visito seu site quase que diariamente. Aprecio suas postagens e comentários.
    Não sou expert em música, muito menos a clássica, e aprendi a gostar dela, inclusive por conta do PQP. Quando você diz que é IM-PER-DÍ-VEL eu não perco mesmo! Quase sempre concordo contigo! Vale até para a animação russa, que você não disse, mas é IM-PER-DÍ-VEL. e, como você disse, inesquecível.
    Não largue o barco! Força para recolocar o PQP no prumo!
    Obrigado pelas postagens!

  6. Ando meio sumida, tentando organizar meus arquivos – tarefa impossível…e também tive uns probleminhas de ordem técnica por aqui – não sou nenhuma especialista em computadores – então não ando baixando nada, nem deixando mensagens, e nem percebi o problema do servidor. Que pena, achei que finalmente estava resolvido o problema eterno desses servidores que não servem nada…torço muito para que tudo seja recuperado facilmente. Obrigada pelas belas postagens e deliciosos textos. Problemas aparecem para todos, especialistas ou não.

  7. Camaradas,

    Eu visito este blog com frequencia e baixo muita coisa. Raramente comento, sorry.
    Esta semana, um vizinho novo, que mudou para o sítio em frente, estávamos falando de música e ele me perguntou se eu tinha algo de Beethoven e outros clássicos e barroco. Lhe disse que passaria tudo o que tinha de música clássica. Peguei o hd externo dele e copiei o que tenho: 50 Gb de ótimos clássicos, graças a vocês. Tudo que baixei foi daqui.
    Caramba, nem sabia que tinha tanta coisa.

    Sou muitíssimo agradecido ao que vocês fazem: o compartilhamento dessa música maravilhosa.

  8. minha avó (quiçá em bom lugar) sempre dizia: “Shit happens!!” . é verdade. mas espero que tudo volte ao normal rapidamente, para alívio de vocês e sorte nossa…obrigado pela generosidade…abraços

Deixe uma resposta