Alfvén, Larsson, Peterson-Berger, Sibelius: Scandinavian masterworks [link atualizado 2017]

escandinavia(Post antigo de CVL. PQP Bach estava ouvindo o CD, notou que este estava com o link quebrado e o reativou. Coisa rara, não se acostumem…).

Este post é para o mano FDP, cultuador do repertório romântico. Repertório muito bonito e tipicamente nórdico: sei que vocês irão começar a ouvir da faixa 10 pra frente, mas antes de partir direto pra Sibelius, vale a pena conhecer a primeira rapsódia sueca de Alfvén – encantadora.

***

Scandinavian masterworks

Scandinavian masterworks

1. Hugo Alfvén (1872-1960) – Vigília da meia-noite (Rapsódia sueca n° 1, op. 19)
2-4. Lars-Erik Larsson (1928-1986) – Suíte pastoral
a. Abertura – adagio
b. Romance – adagio
c. Scherzo – vivace
5-9. Wilhelm Peterson-Berger (1867-1942) – As flores de Frösö, Suíte orquestral n° 1
a. Canção de verão – andante
b. Na igreja de Frösö – lento
c. Às rosas – moderato, poco rubato
d. Parabéns: liggiero con gracia
e. Saudações – semplice e dolce
10. Jean Sibelius (1865-1957) – O cisne de tuonela, op. 22/3
11. Sibelius – Finlândia, op. 26
12. Sibelius – Valsa triste, da Suíte Kuolema, op. 44/1

Orquestra da Ópera de Sófia, regência de Ivan Marinov

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Já viu nossos mais de 100 endereços para baixar partituras? Clique aqui

CVL
Repostado por Bisnaga

7 comments / Add your comment below

  1. Ah, já escutei bastante este CD. Gosto da Valsa Triste. Uma vez, numa festa de debutante, fiquei surpreso quando puseram essa música, além da do Danúbio Azul. Não é um CD profundo, mas é um de meus prediletos quando quero relaxar um pouco das Dissonâncias e das ideias.

  2. Quem começar a ouvir esse CD só a partir da décima faixa vai deixar de experimentar obras interessantes, embora não sejam do “repertório dífícil”.
    Música não precisa SEMPRE conter reflexões profundas, mas pode e deve algumas vezes ser apenas uma brincadeira alegre, relaxada e descompromissada.

Deixe uma resposta