Hartmut Rohde, Viola Concertos – Henri Casadesus (1879-1945)/ Johann Christian Bach (1735-1782), Franz Anton Hoffmeister (1754-1812), Georg Philipp Telemann (1681-1767) e Paul Hindemith (1895-1963) [link atualizado 2017]

UM BAITA CD !!

(postado originalmente em 14 de agosto de 2012)

Quando comecei a organizar as obras para viola que possuo, passei, da mesma forma, a vasculhar o imenso acervo postado aqui no P.Q.P.Bach para ver o que encontrava, para complementar minha coleção, e também o que não encontrava, as lacunas do acervo. Quando percebi que aqui não tinha o Concerto para Viola do Telemann, o mais conhecido pelos estudantes do instrumento, fiquei perplexo: “Como assim, não tem? Justo essa obra fantástica?!”. Resolvi então fazer justiça com minhas próprias mãos

Alcei de dentro do meu baú das preciosidades (como se fosse algo muito antigo…) o CD Viola Concertos, que tem as peças executadas com belíssimos solos de Hartmut Rohde, este rapaz com cara de louco aí ao lado. Aliás, gosto muito de loucos, me identifico com eles. O jeito de doidão de Rohde de cara provocou a minha empatia: sai-se daquele padrão de músicos arrumadinhos, engomadinhos e sérios e nos mostra uma forma de ver a música (e até mesmo a vida) como uma coisa menos sisuda, mais divertida, mais cativante, por fim, mais leve.

.
.

E sim, se você anda acompanhando as postagens de viola, realmente já possui metade deste álbum, dois dos quatro concertos, mas não pense que já viu tudo! Hartmut Rohde executa o Concerto de Casadesus/J.C.Bach de forma muito mais marcada e mais pesada, mais próximo do  barroco que a interpretação romântica (ainda que belíssima) de Peter Hatch (aqui). Da mesma forma, Rohde extrai de sua viola um som mais ágil e mais vibrante que o elegante e suave Nils Mönkemeyer no belo concerto de Hoffmeister (que aqui está em andamento mais rápido hoje que a versão da semana passada, aqui). Vale muito mesmo conferir.

Ainda, de lambuja, depois desses dois concertos dignos de louvação, nos é dada a dádiva de ouvir o não à toa famoso concerto para viola de Tellemann (maravilhoso), executado na mãos de tantos violistas, mas muito bem tratado por Rohde, que termina nos presenteando com a melancólica e  belíssima Trauermusik (música fúnebre) de Paul Hindemith. O Cd é, no geral, uma bela seleção de músicas que abarca desde o barroco até o século XX.

Mais um álbum que afirmo de peito estufado que é show de bola! O cara é muito bom! Ouça sem moderação!

Hartmut Rohde
Viola Concertos

Henri Casadesus (1879-1945)
01. Concerto para viola e Orquestra em Dó Menor no Estilo de J. C. Bach – I. Allegro
02. Concerto para viola e Orquestra em Dó Menor no Estilo de J. C. Bach – II. Andante
03. Concerto para viola e Orquestra em Dó Menor no Estilo de J. C. Bach – III. Allegro Vivace

Franz Anton Hoffmeister (1754-1812)
04. Concerto em Ré para Viola e Orquestra – I. Allegro
05. Concerto em Ré para Viola e Orquestra – II. Adagio
06. Concerto em Ré para Viola e Orquestra – III. Rondo

Georg Philipp Telemann (1681-1767)
07. Concerto para viola e Orquestra em Sol Maior – I. Largo
08. Concerto para viola e Orquestra em Sol Maior – II. Allegro
09. Concerto para viola e Orquestra em Sol Maior – III. Andante
10. Concerto para viola e Orquestra em Sol Maior – IV. Presto

Paul Hindemith (1895-1963)
11. Trauermusik – I. Langsam
12. Trauermusik – II. Ruhig Bewegt
13. Trauermusik – III. Lebhaft
14. Trauermusik – IV. Choral, sehr langsam

Hartmut Rohde, viola
Lithuanian Chamber Orchestra Vilnius
Georg Mais, regente
Vilna, Lituânia, 1996

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE (125Mb)

Partituras e outros que tais? Clique aqui

Bisnaga

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

10 ideias sobre “Hartmut Rohde, Viola Concertos – Henri Casadesus (1879-1945)/ Johann Christian Bach (1735-1782), Franz Anton Hoffmeister (1754-1812), Georg Philipp Telemann (1681-1767) e Paul Hindemith (1895-1963) [link atualizado 2017]

  1. Grande blog. Não tem igual. A propósito, Estou quase terminando de baixar a obra completa de Bach (aquela dos 152 CDs Bach 2000). Os arquivos dos CDs de 5 a 8 da Caixa 6 não estão mais disponíveis no Rapidshare. Alguém poderia disponibiliza-los novamente?

  2. Eu sempre fico de comentar tudo que baixo por aqui e nunca faço. Eu sei, é sacanagem… mas hoje, mesmo tendo a mesa repleta de trabalho e o café já estando frio do lado do teclado, eu tenho que manifestar minha admiração por esse espaço e pelo critério de postagem, que é muito pessoal e curioso. É como se estivéssemos em uma conversa continua sobre nossas paixões e obsessões.

    Vou ouvir atentamente a última postagem e depois falo de minhas impressões.

    Um forte abraço. Vida longa e próspera. V .

    D.W

  3. E mais uma vez o Bisnaga nos traz esse belo instrumento. Alguém poderia achar que já OUVIU de tudo, mas, como não ando baixando essas gravações (ohhhh!), não sei se nesses arquivos, quando a gente abre no Media Player, dá pra VER alguma coisa… rsrsrsrs

    P.S= Desculpe-me não baixar. A única coisa que faço é dar minhas contribuições nos comentários. Por isso, quando eu digo que baixei ou vou baixar um arquivo, pode-se ver por aí que vale ainda mais a pena. 🙂

    • Vanderson, se abrir no Media Player você pode ver aquelas animações gráficas dele, diferentes para cada música, ou ver a foto da capa do álbum, que está linkada com os arquivos de áudio. Ou seja, dá mesmo pra VER alguma coisa. kkkkkkk
      Relaxa, cara, e tenha sensações sinestésicas, de audição, visão, olfato, paladar, tato, arrepio, tudo junto nessas músicas!
      Abraço

  4. Saudações!
    Tô aqui pra recomendar também essa bela gravação desse cara que eu tive o prazer de conhecer pessoalmente que é o Rohde, esse rapaz com cara de louco foi um dos professores de um dos maiores violistas que temos no brasil, Renato Bandel, que já foi meu professor (sem querer me gabar) e que tem muitas idéias musicais iguais ás do Rohde. Recomendadíssimo!!!!

  5. Eu não acredito que só vi essa postagem agora.
    Desculpa, Bisnaga. É tanta bronca no trabalho que eu acabo deixando a vida de lado.
    Acho que já tenho todos essas obras espalhadas em cds diferentes, mas é bom baixar pra ver uma nova interpretação, com um solista diferene.
    Valeu mermo. Já baixei, daqui a pouco ele vai pro celular.

  6. Pingback: Georg Philipp Telemann (1681-1767) – Concertos para Viola da Gamba | P.Q.P. Bach

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *