Ernest Chausson (1855-1899) / Gabriel Fauré (1845-1924): Quartetos para Piano

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Eu, PQP Bach, estava em férias e voltei hoje. Sou uma humilde pessoa que não ganha muito, mas que guarda algum. Então, estive em Londres, Roma e Praga, onde — adivinhem? — assisti um monte de concertos. O Rudolfinum de Praga à beira do Moldávia… A Saint-Martin-in-the-fields… O Queen Elisabeth Hall… O Royal Festival Hall… O Barbican Hall… O festival The Rest is Noise, baseado na obra de Alex Ross no Southbank Center…

Então, ainda sob a influência destes 20 maravilhosos dias, deixo para vocês um CD espetacular e cheio de prêmios Diapason d`Or, Choc, etc.

O Quarteto Schumann interpreta dois Quartetos para Piano, um melhor do que o outro. É música da melhor qualidade e a interpretação é sensacional.

Ernest Chausson (1855-1899) / Gabriel Fauré (1845-1924): Quartetos para Piano

Ernest Chausson (1855-1899)
Piano Quartet in A major Op.30
1. Piano Quartet in A major Op.30 : Animé 11:55
2. Piano Quartet in A major Op.30: Très calme 10:07
3. Piano Quartet in A major Op.30: Simple et sans hâte 4:05
4. Piano Quartet in A major Op.30: Animé 12:19

Gabriel Fauré (1845-1924)
Piano Quartet no.1 in C minor Op.15
5. Piano Quartet N°1 in C minor Op.15 : Allegro molto moderato 9:57
6. Piano Quartet N°1 in C minor Op.15 : Scherzo (Allegro vivo) 5:40
7. Piano Quartet N°1 in C minor Op.15 : Adagio 7:18
8. Piano Quartet N°1 in C minor Op.15 : Allegro molto 8:11

Quatuor Schumann

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

quatuor-schumann

PQP

13 comments / Add your comment below

  1. Você não sabe o que perdeu por aqui, PQP!
    Vai ficar com inveja: chuva, tempestades, as operadoras de telefonia móvel continuam uma merda, onibus queimados em SC, chuvas e mais chuvas.

    Benvindo!

    Avicenna

    1. Os ingleses só queriam saber de tirar sarro do Papa — por lá há acusações que a imprensa brasileira nem sonha — e do meteorito. A pergunta sobre o segundo era: por que os protetores do mundo, os EUA, não avisaram os russos? A resposta: porque não sabiam.

  2. NÃO MENTIU! Estou aqui me deliciando! Música de uma tamanha qualidade que a gente se pergunta porque não é mais reconhecida, e tanta gente insiste em cultuar apenas os clássicos “standard”!

  3. Pois eu te invejo, PQP. Como eu gostaria de viajar mundão afora… A começar, talvez, por Roma, que foi onde meu avô (materno) nasceu. Quanto mais, é claro, assistir a uns concertos como esses! Mas, cá entre nós, pra entrar não deve ser muito barato, né?

    Ah, antes que eu me esqueça, ótima postagem.

    1. E aí começa a polêmica. Há preços populares em todos os concertos na Europa. Qquer concerto vem com várias opções: 35, 25, 16 e 8 libras ou euros, por exemplo. 8 libras são 24 reais, mais ou menos.

      Claro que a gente senta lá atrás, mas a acústica é perfeita em todas as salas. É caro? Não, é mais barato e melhor do que no Brasil. Cara é a passagem e o hotel.

  4. Hello PQP and his gung,

    Chausson stuff above is so amazing that I have to ask you for more of him, and ASAP. I was not aware this composer even existed.

    Also, there is a serious Faure deficit in this great site.

    Assi

Deixe uma resposta