Pyotr Ilyich Tchaikovsky (1840-1893) – Liturgia de São João Crisóstomo, Op. 41 – NOVOS LINKS


POSTAGEM ORIGINAL DE CARLINUS EM 8/5/2010, NOVOS LINKS FORNECIDOS POR VASSILY E AVICENNA EM 27/8/2015

Dia desses, nosso SAC recebeu um pedido para revalidar a linda Liturgia de São João Crisóstomo, de Tchaikovsky. Não tinha a gravação postada pelo Carlinus, então tive que recorrer a uma das duas de que dispunha. A de melhor som é aquela moderna da Hyperion, com os Corydon Singers, mas achei que o sotaque russo desta envolvente gravação soviética da Melodiya lhe conceda uma vantagem considerável.

 

Vassily Genrikhovich

POSTAGEM ORIGINAL DE CARLINUS EM 8/5/2010

O segundo post em homenagem a Tchaikovsky é a – não muito conhecida – Liturgia de São João Crisóstomo. Trata-se de uma obra de beleza incomum.  A audição desta liturgia nos remete aos desertos, aos monastérios do início da era cristã. Segundo a História, Crisóstomo (cognominado “o boca de ouro”, pelo poder de sua oratória), um dos pais da igreja cristã do oriente, teria elaborado esta liturgia a partir da Liturgia de São Basílio. Esta liturgia compõe, juntamente com a Liturgia dos Dons Pré-Santificados, as formas de celebração eucarística do rito bizantino. A Liturgia de São João Crisóstomo é usada na maior parte do ano litúrtgico das igrejas orientais. A grande questão é que este CD imprime profundos efeitos na alma do ouvinte. A última vez que senti efeitos tão marcantes em minha interioridade foi quando comecei a ver ao filme São Jerônimo, do diretor brasileiro Júlio Bressane. A película de Bressane é cheia de arrebatamentos místicos, de simbolismos metafísicos. Não é brincadeira ouvir uma peça destas. A alma  necessariamente solitária gravita em busca de paisagens idílicas.  Não deixe de ouvir este CD e se transformar num eremita, num ermitão, que não se corrompe com o ouro e com a prata oferecida pelo mundo. Mas se volta para os valores etéreos, de possibilidades arrebatoras. Minha nossa! Hoje eu estou impossível. Chega!

Quem quiser conhecer a LITURGIA

Carlinus

 

51AvKAaqFiLPyotr Ilyich Tchaikovsky (1840-1893) – Liturgia de São João Crisóstomo, Op. 41

1 – Amin. Gospodi pomilui
2 – Slava: Edinorodniy Syne
3 – Priidite, poklonimsya
4 – Alliluiya
5 – Slava tyebe gospodi
6 – Kheruvimskaya pyesn
7 – Gospodi pomilui
8 – Veruyu vo Yedinago Boga Otsa
9 – Milost mira
10 – Tyebe poyem
11 – Dostoino yest
12 – Amin. I so dukhom tvoyim, Gospodi, pomilui
13 – Otche nash
14 – Khvalitye Gospoda s nebyes
15 – Blagoslovyen gryadiy vo imya Gospodnye

Coro de Câmara do Ministério da Cultura da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas
Valery Polyansky, regente

BAIXAR AQUI (link de Vassily)

15 comments / Add your comment below

  1. Meu Deus, Carlinus!!! Essa obra é o que há. Um achado pelo qual dou meus parabéns. Da primeira vez que a ouvi não acreditei que fosse de Tchaikóvski, tamanha a transcendentalidade que guia essa partitura.

  2. Este santo não foi aquele cujas relíquias o finado João Paulo II devolveu ao patriarca de Constantinopla, que tinham sido roubadas e trazidas ao Ocidente pelos cruzados? Depois de uns 800 anos, vai saber se eram as mesmas relíquia…Até esqueço, a Rússia segue o rito bizantino, são ortodoxos orientais! Desculpe a inutilidade do comentário, é que faço história e sou fascinado por Bizâncio…Vou baixar, me interessou! rs

  3. Cara, vida eterna ao site!!!

    Conheço pouco de música erudita, e além do mais tenho que estudar muito para medicina.

    Resolvi juntar o útil ao agradável; vou usar os cds de musica clássica para me manter acordado nos momentos de maior cansaço.

    PARABÉNS!

    1. Somos dois então Nícolas, estou estudando muito para medicina também, e faço o mesmo que você. Pena que aqui tenho que escutar baixinho pois não há quem compartilhe meus gostos musicais. Me acham um chato, hehehe.

      Boa sorte no vestibular, ok?

      Abraços.

  4. ô Dotor pqpbach, ô senhô não teria aí na fonte do seu tezouro a sinfonia inacabada (Nº07) do tataravô tiacóvisqui pá postá pá eu? hein, o senhô tem?

    Ass:. Eu, Pantaleon, pela canonização de pqpbach.

Deixe uma resposta