W. A. Mozart (1756-1791): String Quartets dedicated to Joseph Haydn

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Um CD admirável. O multipremiado Cuarteto Casals é um grupo espanhol sediado em Barcelona. Seus quatro membros residem e são professores na Escola Superior de Musica de Catalunya. O convite da Harmonia Mundi para que eles abordassem Mozart revela-se mais do que justificado neste baita trabalho.  Por exemplo, a gravação do Quarteto das Dissonâncias vai para o topo dentre os vários registros que possuo. O grupo mostra grande cultura musical na compreensão de Mozart. Ah, sim, tenho notado que, no Brasil, grassa a correria sem pensamento. Esqueça, aqui o que vale é o senso de estilo.

Mozart: String Quartets dedicated to Joseph Haydn

1 String Quartet No. 14 in G Major, K.387 – ‘Spring’: I. Allegro vivace assai 7:39
2 String Quartet No. 14 in G Major, K.387 – ‘Spring’: II. Menuetto. Allegretto – Trio 7:18
3 String Quartet No. 14 in G Major, K.387 – ‘Spring’: III. Andante cantabile 6:40
4 String Quartet No. 14 in G Major, K.387 – ‘Spring’: IV. Molto allegro 7:52

5 String Quartet No. 16 in E Flat Major, K.428/421b: I. Allegro non troppo 9:58
6 String Quartet No. 16 in E Flat Major, K.428/421b: II. Andante con moto 10:37
7 String Quartet No. 16 in E Flat Major, K.428/421b: III. Menuetto. Allegretto – Trio 5:14
8 String Quartet No. 16 in E Flat Major, K.428/421b: IV. Allegro vivace 5:39

9 String Quartet No. 19 in C Major, K. 465 – “Dissonances”: I. Adagio – Allegro 13:47
10 String Quartet No. 19 in C Major, K. 465 – “Dissonances”: II. Andante cantabile 6:54
11 String Quartet No. 19 in C Major, K. 465 – “Dissonances”: III. Menuetto. Allegro – Trio 4:29
12 String Quartet No. 19 in C Major, K. 465 – “Dissonances”: IV. Allegro molto 7:32

Cuarteto Casals

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Vera Martinez-Mehner, primeiro violino do Casals, é um espanto de instrumentista

Vera Martinez-Mehner, primeiro violino do Casals, é um espanto de instrumentista

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

J. S. Bach (1685-1750): Bach 2000, Caixa 1, CD 15 e Caixa 2, CD 1

Clique aqui para todo o Bach 2000.

—————————————————
Bach 2000 – Caixa 1, CD 15
—————————————————
BWV0044 Cantata 1 Aria (Duetto) (tenor,bass) “Sie werden euch in den Bann tun”
BWV0044 Cantata 2 Coro “Es kömmt aber die Zeit”
BWV0044 Cantata 3 Aria (alto) “Christen müssen auf der Erden”
BWV0044 Cantata 4 Choral (tenor) “Ach Gott,wie manches Herzeleid”
BWV0044 Cantata 5 Recitativo (bass) “Es sucht der Antichrist”
BWV0044 Cantata 6 Aria (soprano) “Es ist und bleibt der Christen Trost”
BWV0044 Cantata 7 Choral (coro) “So sei nun,Seele,deine”

BWV0045 Cantata 1 part 1 Coro “Es ist dir gesagt,Mensch,was gut ist”
BWV0045 Cantata 2 part 1 Recitativo (tenor) “Der Höchste läßt mich seinen Willen wissen”
BWV0045 Cantata 3 part 1 Aria (tenor) “Weiß ich Gottes Rechte”
BWV0045 Cantata 4 part 2 Arioso (bass) “Es werden viele zu mir sagen”
BWV0045 Cantata 5 part 2 Aria (alto) “Wer Gott bekennt aus wahrem Herzengrund”
BWV0045 Cantata 6 part 2 Recitativo (alto) “So wird denn Herz und Mund selbst von mir Richter sein”
BWV0045 Cantata 7 part 2 Choral (coro) “Gib,daß ich tu mit Fleiß”

BWV0046 Cantata 1 Coro “Schauet doch und sehet,ob irgend ein Schmerz sei”
BWV0046 Cantata 2 Recitativo (tenor) “So klage du,zerstörte Gottesstadt”
BWV0046 Cantata 3 Aria (bass) “Dein Wetter zog sich auf von weiten”
BWV0046 Cantata 4 Recitativo (alto) “Doch bildet euch,o Sünder,ja nicht ein”
BWV0046 Cantata 5 Aria (alto) “Doch Jesus will auch bei der Strafe”
BWV0046 Cantata 6 Choral (coro) “O Großer Gott der Treu”

BWV0047 Cantata 1 Coro “Wer sich selbst erhöhet,der soll erniedriget werden”
BWV0047 Cantata 2 Aria (soprano) “Wer ein wahrer Christ will heißen”
BWV0047 Cantata 3 Recitativo (bass) “Der Mensch ist Kot,Stank,Asch und Erde”
BWV0047 Cantata 4 Aria (bass) “Jesu beuge doch mein Herze”
BWV0047 Cantata 5 Choral (coro) “Der zeitlichen Ehr will ich gern entbehrn”

—————————————————
Bach 2000 – Caixa 2, CD 1
—————————————————
BWV0048 Cantata 1 Coro “Ich elender Mensch,wer wird mich erlösen”
BWV0048 Cantata 2 Recitativo (alto) “O Schmerz,o Elend,so mich trifft”
BWV0048 Cantata 3 Choral (alto) “Solls ja so sein”
BWV0048 Cantata 4 Aria (alto) “Ach lege das Sodom der sündlichen Glieder”
BWV0048 Cantata 5 Recitativo (tenor) “Hier aber tut des Heilands Hand”
BWV0048 Cantata 6 Aria (tenor) “Vergibt mir Jesus meine Sünden”
BWV0048 Cantata 7 Choral (coro) “Herr Jesu Christ,einiger Trost”

BWV0049 Cantata 1 Sinfonia
BWV0049 Cantata 2 Aria (bass) “Ich geh und suche mit Verlangen”
BWV0049 Cantata 3 Recitativo (ed Arioso) (bass,soprano) “Mein Mahl ist zubereit'”
BWV0049 Cantata 4 Aria (soprano) “Ich bin herrlich,ich bin schön”
BWV0049 Cantata 5 Recitativo (soprano,bass) “Mein Glaube hat mich selbst so angezogen”
BWV0049 Cantata 6 Aria (Duetto) (soprano,bass) “Dich hab ich je und je geliebet”

BWV0050 Cantata – Coro “Nun ist das Heil und die Kraft”

BWV0051 Cantata 1 Aria (soprano) “Jauchzet Gott in allen Landen”
BWV0051 Cantata 2 Recitativo (soprano) “Wir beten zu dem Tempel an”
BWV0051 Cantata 3 Aria (soprano) “Höchster,mache deine Güte”
BWV0051 Cantata 4 Choral (soprano) “Sei Lob und Preis mit Ehren”
BWV0051 Cantata 5 Aria (soprano) “Alleluja”

Abaixo, os dois CDs num só arquivo:

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

bach baroque

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Coro dos monges da abadia St. Pierre de Solesmes: Cristo no Getsêmani

rjia9zOfício das Trevas da Quinta-feira Santa

Repostagem com novo e atualizado link.

Enquanto a salmodia é, simplesmente, a da féria (quinta-feira), com antífonas próprias do tempo da Paixão, a grande beleza dos responsórios das Trevas, merecidamente célebres, consiste, sobretudo, em procurar traduzir – e o conseguem – com nuances de uma delicadeza infinita, os sentimentos que dominavam a alma do Senhor durante sua dolorosa Paixão. Tudo está centralizado nele, no seu sofrimento, na sua mansidão, no seu amor e, às vezes, também na sua queixa diante dos maus tratos que lhe infligiram e do abandono dos amigos.

(extraído do encarte)

e0hnm

 

Cristo no Getsêmani – Trevas da Quinta-Feira Santa e Lava-Pés – 1989
Coro dos monges da Abadia St. Pierre de Solesmes
Direção: Dom Jean Claire

Outro CD gentilmente cedido pelo musicólogo Prof. Paulo Castagna. Não tem preço !!!

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
320 kbps – 165,9 MB – 1,1 h
powered by iTunes 10.6.3

Boa audição.

f2pve1

Abadia St. Pierre de Solesmes

….

 

 

 

 

 

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Paulo Gracindo diz • 1975

zo88dzPaulo Gracindo declama a letra de grandes sucessos da música popular brasileira, acompanhado pelo Maestro Gaya.

Repostagem com novo e atualizado link.

Coisa sempre espantosa é o fenômeno que representa a força criadora da palavra, quando falada por Paulo Gracindo. E este disco de Paulo Gracindo pode abrir um caminho inédito para a música popular brasileira: o sentido da percepção e recuperação global da LETRA da canção popular.

Eu penso isso porque a verdade mesmo é que quando uma canção qualquer ganha a boca do povo ela acaba por incorporar-se aos mecanismos de automatização do inconsciente de cada um de nós; e de tal ordem e de tal força, que música e letra se tornam um bloco só, monolítico e coeso. E nisso, nessa integração “música + letra”, ou nessa indissocialibilidade de ambas , a LETRA da música acaba perdendo ao poucos sua força e, em algum casos, até anula-se por completo. Quantas vezes a gente mesmo se surpreende cantarolando uma canção conhecida sem siquer reparar no que ela transmite ou quer dizer?

E este disco prova exatamente isso; ele representa não apenas a valorização da estrutura literária contida na canção popular, senão também uma quase descoberta de alguns de seus valores poéticos até então não percebidos pela grande maioria dos ouvintes.

E ninguém melhor para recuperar todos esses valores tantas vezes perdidos que existem dentro de letras conhecidas da canção popular que esse mago da arte de dizer que é Paulo Gracindo.

Paulo Gracindo, a par de ser um dos melhores e mais rigorosamente completos atores do Brasil, é dono de voz privilegiada e famosissima; não é a toa que desde as inesquecíveis novelas (ou dos auditórios) da Rádio Nacional nos anos 50, a voz de Paulo Gracindo já se incorporou ao patrimônio cultural deste País.

Neste disco, contudo, Paulo atinge a um momento definitivo na arte de sacralizar a palavra que emite; o artista celebra a palavra, dizendo-a com tal emoção, que cada uma por si só já tem quase sua força própria. E todas elas juntas em frases, em versos, em estrofes, quando ditas por Paulo Gracindo, atingem a níveis inesperados em beleza e em liberação de cargas emocionais diversas.

(Ricardo Cravo Albin, 1975 – parcialmente extraído da contra-capa)

Paulo Gracindo diz
01. Meiga presença (Paulo Valdez/Otávio)
02. Chão de estrelas (Sylvio Caldas/Orestes Barbosa)
03. Com açucar, com afeto (Chico Buarque de Hollanda)
04. Prá você (Silvio Cesar)
05. Por causa desta cabocla (Ary Barroso/Luiz Peixoto)
06. O mais que perfeito (Jards Macalé/Vinicius de Moraes)
07. Viagem (João de Aquino/Paulo Cesar Pinheiro)
08. Estrada branca (Antonio Carlos Jobim/Vinicius de Moraes)
09. Valsinha (Vinicius de Moraes/Chico Buarque de Hollanda)
10. Preciso aprender a ser só (Marcos Valle/Paulo Sérgio Valle)
11. Maria (Ary Barroso/Luiz Peixoto)
12. Suas mãos (Antonio Maria/Pernambuco)

Paulo Gracindo diz – 1975
LP de 1975, emprestado pelo meu amigo Oscar Iskin (não tem preço!) e digitalizado por Avicenna.

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 320 kbps – 73,2 MB – 34,0 min
powered by iTunes 10.6.1

Boa audição.

4s1j0j

 

 

 

 

 

 

 

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

.: interlúdio :. John Surman, Stu Martin, Barre Phillips – The Trio – Conflagration (1971)

Um disco inicial de alguém que se tornará grande é sempre uma curiosidade. Aqui, temos John Surman aos 27 anos — e já com uma barriguinha nascente — em plena fase free jazz. Tais trabalhos jovens geralmente sofrem de um extravasamento de sinceridade, o que os tornam mais claros para os aficionados e mais obscuro para o público. Vi Surman em Porto Alegre em 2015, aos 71 anos. Toca demais e, em suas apresentações, tem sempre um momento free, prova de que ele não tem a menos vontade de deixar de lado seu passado. Surman é um gigante, literal e metaforicamente. Logo após este disco, se transformaria em grande estrela da ECM, onde gravou clássicos do jazz, como Upon Reflexion (solo), Coruscating (com quarteto de cordas) e Brewster’s Rooster (com banda de jazz).

John Surman, Stu Martin, Barre Phillips – The Trio – Conflagration (1971)

01 – Conflagration
02 – Malachite
03 – Nuts
04 – 6’s and 7’s
05 – B
06 – Afore the Morrow

The Trio:
John Surman (Baritone and Soprano Saxophone, Bass Clarinet)
Barre Phillips (Bass)
Stu Martin (Drums)

with:
Mike Osborne (Alto Saxophone, Clarinet)
Dave Holland (Bass)
Stan Sulzmann (Clarinet, Flute)
Mark Charig (Cornet)
John Marshall (Drums)
Chick Corea (Piano)
John Taylor (Piano)
Alan Skidmore (Soprano and Tenor Saxophone, Flute)
Malcolm Griffiths (Trombone)
Nick Evans (Trombone)
Harold Beckett (Trumpet, Flugelhorn)
Kenny Wheeler (Trumpet, Flugelhorn)

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Eu também já fui jovem como eles

Eu também já fui jovem como eles

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

J. S. Bach (1685-1750): Bach 2000 (Caixa 1, Discos 13 e 14)

Clique aqui para todo o Bach 2000.

Bach 2000 – Caixa 1, CDs 13 e 14

BWV0037 – Cantata – 1 Coro “Wer da gläubet und getauft wird”
BWV0037 – Cantata – 2 Aria (tenor) “Der Glaube ist das Pfand der Liebe”
BWV0037 – Cantata – 3 Choral (soprano,alto) “Herr Gott Vater, mein starker Held”
BWV0037 – Cantata – 4 Recitativo (bass) “Ihr Sterblichen, verlanget ihr mit mir”
BWV0037 – Cantata – 5 Aria (bass) “Der Glaube schafft der Seele Flügel”
BWV0037 – Cantata – 6 Choral (coro) “Den Glauben mir verleihe”

BWV0038 – Cantata – 1 Coro “Aus tiefer Not schrei ich zu dir”
BWV0038 – Cantata – 2 Recitativo (alto) “In Jesu Gnade wird allein”
BWV0038 – Cantata – 3 Aria (tenor) “Ich höre mitten in dem Leiden”
BWV0038 – Cantata – 4 Recitativo (soprano) “Ach- Daß mein Glaube noch so schwach”
BWV0038 – Cantata – 5 Aria (Terzetto) (soprano,alto,bass) “Wenn meine Trübsal als mit Ketten”
BWV0038 – Cantata – 6 Choral (coro) “Ob bei uns ist der Sünden viel”

BWV0039 – Cantata – 1 part 1 Coro “Brich dem Hungrigen dein Brot”
BWV0039 – Cantata – 2 part 1 Recitativo (bass) “Der reiche Gott wirft seinen Überfluß”
BWV0039 – Cantata – 3 part 1 Aria (alto) “Seinem Schöpfer noch auf Erden”
BWV0039 – Cantata – 4 part 2 Aria (bass) “Wohlzutun und mitzuteilen”
BWV0039 – Cantata – 5 part 2 Aria (soprano) “Höchster,was ich habe”
BWV0039 – Cantata – 6 part 2 Recitativo (alto) “Wie soll ich dir,o Herr”
BWV0039 – Cantata – 7 part 2 Choral (coro) “Selig sind,die aus Erbarmen”

BWV0040 – Cantata – 1 Coro “Darzu ist erschienen der Sohn Gottes”
BWV0040 – Cantata – 2 Recitativo (tenor) “Das Wort ward Fleisch”
BWV0040 – Cantata – 3 Choral (coro) “Die Sünd macht Leid”
BWV0040 – Cantata – 4 Aria (bass) “Höllische Schlange,wird dir nicht bange”
BWV0040 – Cantata – 5 Recitativo (alto) “Die Schlange,so im Paradies”
BWV0040 – Cantata – 6 Choral (coro) “Schüttle deinen Kopf und sprich”
BWV0040 – Cantata – 7 Aria (tenor) “Christenkinder,freuet euch”
BWV0040 – Cantata – 8 Choral (coro) “Jesu,nimm dich deiner Glieder”

BWV0041 – Cantata – 1 Coro “Jesu,nun sei gepreiset”
BWV0041 – Cantata – 2 Aria (soprano) “Laß uns,o höchster Gott,das Jahr vollbringen”
BWV0041 – Cantata – 3 Recitativo (alto) “Ach- deine Hand,dein Segen muß allein”
BWV0041 – Cantata – 4 Aria (tenor) “Woferne du den edlen Frieden”
BWV0041 – Cantata – 5 Recitativo (bass,coro) “Doch weil der Feind bei Tag und Nacht”
BWV0041 – Cantata – 6 Choral (coro) “Dein ist allein die Ehre”

BWV0042 – Cantata – 1 Sinfonia
BWV0042 – Cantata – 2 Recitativo (tenor) “Am Abend aber desselbigen Sabbats”
BWV0042 – Cantata – 3 Aria (alto) “Wo zwei und drei versammlet sind”
BWV0042 – Cantata – 4 Aria (Duetto) (soprano,tenor) “Verzage nicht,o Häuflein klein”
BWV0042 – Cantata – 5 Recitativo (bass) “Man kann hiervon ein schön Exempel sehen”
BWV0042 – Cantata – 6 Aria (bass) “Jesus ist ein Schild der Seinen”
BWV0042 – Cantata – 7 Choral (coro) “Verleih uns Frieden gnädiglich”

BWV0043 – Cantata – 01 part 1 Coro “Gott fähret auf mit Jauchzen”
BWV0043 – Cantata – 02 part 1 Recitativo (tenor) “Es will der Höchste sich ein Siegsgepräng bereiten”
BWV0043 – Cantata – 03 part 1 Aria (tenor) “Ja tausendmal tausend begleiten den Wagen”
BWV0043 – Cantata – 04 part 1 Recitativo (soprano) “Und der Herr,nachdem er mit ihnen geredet hatte”
BWV0043 – Cantata – 05 part 1 Aria (soprano) “Mein Jesus hat nunmehr”
BWV0043 – Cantata – 06 part 2 Recitativo (bass) “Es kommt der Helden Held”
BWV0043 – Cantata – 07 part 2 Aria (bass) “Er ists,der ganz allein”
BWV0043 – Cantata – 08 part 2 Recitativo (alto) “Der Vater hat ihm ja”
BWV0043 – Cantata – 09 part 2 Aria (alto) “Ich sehe schon im Geist”
BWV0043 – Cantata – 10 part 2 Recitativo (soprano) “Er will mir neben sich”
BWV0043 – Cantata – 11 part 2 Choral (coro) “Du Lebensfürst,Herr Jesu Christ”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ele

Ele

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

História da Música Brasileira – Período Colonial II – Orquestra e Coro Vox Brasiliensis (Acervo PQPBach)

fk3csoRepostagem com novos e atualizados links.
.
Este CD oferece uma mescla de obras religiosas e profanas do período colonial brasileiro, incluindo uma dança, canções, obras orquestrais, lições de piano e de solfejos (extraídas de compêndios teóricos), uma cantata acadêmica e uma composição religiosa para a Quarta-feira de Cinzas, produzidas nas antigas capitanias de Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Integram este volume também exemplos musicais compostos na Europa, mas provavelmente praticados no Brasil colonial, como o Marinícolas e as canções de Marcos Portugal.
Paulo Castagna, extraído do encarte, 1999.

Anônimo (recolhido no Brasil por C.P.F. von Martius entre 1817-1820)
01. Lundu
Anônimo (Séc. XVII)
02. Mariniculas
Marcos Antonio Portugal da Fonseca (Portugal, 1762-Rio, 1830)
03. Você Trata Amor Em Brinco
Anônimo (recolhido no Brasil por C.P.F. von Martius entre 1817-1820)
04. Acaso São Estes – S. Paulo
05. Perdi O Rafeiro – S. Paulo
06. Escuta Formosa Márcia – S. Paulo
07. Foi-se Jozino E Deixou-me – Bahia
08. Prazer Igual Ao Que Sinto – Minas Gerais

Marcos Antonio Portugal da Fonseca (Portugal, 1762-Rio, 1830)
09. Marília De Dirceu – Ah! Marília, Que Tormento (Ária VIII)
Pe. José Maurício Nunes Garcia (1767-1830, Rio de Janeiro, RJ)
10. Beijo A Mão Que Me Condena
Anônimo (1759)
11. Herói, Egrégio, Douto, Peregrino 1. Recitativo
12. Herói, Egrégio, Douto, Peregrino 2. Ária

José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita (Vila do Príncipe, 1746- Rio de Janeiro, 1805)
13. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 1. Exaudi Nos, Domine
14. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 2. Gloria, Patri
15. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 3. Sicut Era
16. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 4. Immutemur Habitu
17. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 5. Misereris Mnium, Domine
18. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 6. Miserere Mei, Deus (Salmo 56)
19. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 7. Quoniam In Te Confidit
20. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 8. Gloria, Patri
21. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 9. Sicut Era
22. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 10. Kyrie / Christie / Kyrie
23. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 11. Domine, Ne Memeneris (Salmo 78)
24. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 12. Exaltabo Te, Domine
25. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 13. Sanctus
26. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 14. Benedictus
27. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 15. Hosanna
28. Bênção das Cinzas e Missa para a Quarta-Feira de Cinzas 16. Agnus Dei

Luis Álvares Pinto (Recife, 1719 – 1789)
29. Lições De Solfejo 1. Lição XX
30. Lições De Solfejo 2. Lição XIX
31. Lições De Solfejo 3. Lição XXII
32. Lições De Solfejo 4. Lição XXIII
33. Lições De Solfejo 5. Lição XXIV

Pe. José Maurício Nunes Garcia (1767-1830, Rio de Janeiro, RJ)
34. Lições De Pianoforte 1. Primeira Parte – Lição XII
35. Lições De Pianoforte 2. Segunda Parte – Lição V
36. Abertura Em Ré
37. Abertura da Ópera “Zemira” (1803) – Ouverture que Expressa Relâmpagos e Trovoadas

História da Música Brasileira – Período Colonial II – 1999
Orquestra e Coro Vox Brasiliensis
Regente: Ricardo Kanji

2jcbrlsBAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 320 kbps – 198,8 MB – 1,1 h
powered by iTunes 9.1

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
XLD RIP | FLAC 691,8 MB | HQ Scans 25,4 MB |

.

Boa audição.

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

História da Música Brasileira – Período Colonial I – Orquestra e Coro Vox Brasiliensis (Acervo PQPBach)

1o7kmpRepostagem com novos e atualizados links.
.
Este CD oferece uma mostra da música religiosa produzida ou praticada no Brasil, do inícios do séc. XVIII a inícios do séc. XIX, nas capitanias de Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Reunimos para isso, algumas composições recuperadas desde os trabalhos pioneiros do musicólogo Francisco Curt Lange (1903 – 1997) na década de 1940, até as mais recentes pesquisas.

A produção musical católica floresceu em todos os grandes centros urbanos da América Latina a partir de fins do séc. XVI, observando duas características básicas: 1) a assimilação das técnicas européias de composição e execução musical; 2) adaptação das mesmas às condições particulares de cada região do Novo Mundo. As pesquisas sobre esse fenômeno, intensificadas a partir da década de 1980, têm revelado, portanto, não somente música escrita e executada nessas regiões no período colonial, como também música que, em vários aspectos, exibe particularidades nem sempre encontradas na produção religiosa européia.

A música colonial latino-americana foi essencialmente vocal e religiosa, sendo raras, no período, as obras profanas ou as composições exclusivamente instrumentais, fenômeno decorrente do estabelecimento da religião católica como forma de agregação social. Foi somente no séc. XIX, depois dos movimentos de independência e das revoluções industriais, sociais e urbanas, que iniciou-se o franco desenvolvimento da música profana, instrumental e mesmo doméstica na região.

O Brasil, no período colonial (1500-1822), exibiu um desenvolvimento musical bastante tardio, em relação a outras regiões do continente. Embora existam raros exemplos relativos à primeira metade do séc. XVIII, foi a partir da década de 1770, com o avanço do processo de urbanização, que intensificou-se a produção musical religiosa na América Portuguesa.

Como parte decisiva de nosso trabalho no Projeto História da Música Brasileira, este CD tem a preocupação de apresentar não somente obras inéditas, mas de aumentar a difusão do repertório cultural da Colônia.
Paulo Castagna, extraído do encarte, 1999.

Anônimo (Séc. XVIII)
01. Asperges Me/ Domine, Hyssopo 1. Asperges Me/ Domine, Hyssopo (Alegro)
02. Asperges Me/ Domine, Hyssopo 2. Misere Mei, Deus (Moderato)
03. Asperges Me/ Domine, Hyssopo 3. Gloria Patri (Andante)
04. Asperges Me/ Domine, Hyssopo 4. Sicut Erat (Allegro)
05. Asperges Me/ Domine, Hyssopo 5. Hosana Filio David
06. Asperges Me/ Domine, Hyssopo 6. Collegerunt Pontifices
07. Asperges Me/ Domine, Hyssopo 7. Sancuts
08. Asperges Me/ Domine, Hyssopo 8. Pueri Hebraerum (Antífona)

Ignacio Parreiras Neves (Vila Rica, atual Ouro Preto, 1736-1790)
09. Antífona De N. Senhora 1. Salve Regina (Largo)
10. Antífona De N. Senhora 2. Eia Ergo (Andantino)
11. Antífona De N. Senhora 3. Virgo Maria (Adagio)

Manoel Dias de Oliveira (São José del Rey [Tiradentes], 1735-1813)
12. Encomendação De Almas 1. Alerta, Mortais (Andante/Poco Allegro)
13. Encomendação De Almas 2. Senhor Deus (Moderato)

José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita (Vila do Príncipe, 1746- Rio de Janeiro, 1805)
14. Ego Enem Accepi A Domino
Francisco Gomes da Rocha (1746-1808, Vila Rica, MG)
15. Novena de Nossa Senhora do Pilar 1. Veni Sancte Spiritus (Andantino)
16. Novena de Nossa Senhora do Pilar 2. Domine Ad Adjuvandum (Allegro)
17. Novena de Nossa Senhora do Pilar 3. Gloria Patri (Andante)
18. Novena de Nossa Senhora do Pilar 4. Sicut Era (Allegro)
19. Novena de Nossa Senhora do Pilar 5. In Honorem Sacratissimae virginis Mariae (Invitatorio – Allegro Comodo)
20. Novena de Nossa Senhora do Pilar 6. Quem Terra, Pontus, Sidera (Hino – Andante)
21. Novena de Nossa Senhora do Pilar 7. Virgo Prudentissima (Antífona – Allegretto)

José Alves (Portugal, sec. XVIII)
22. Donec Ponan (Andante)
André da Silva Gomes (Lisboa, 1752 – São Paulo, SP, 1844)
23. Veni Sancte Spiritus (Allegro Brilhante)
Pe. José Maurício Nunes Garcia (1767-1830, Rio de Janeiro, RJ)
24. Tota Pulchra Es Maria (Andante Amoroso/Largo)
25. Dies Sanctificatus (Moderato)
26. Justus Cum Ceciderit (Moderato)

Anônimo (Francisco Martins?c.1620-1680)
27. Pueri Hebraeorum
Anônimo (início do séc. XVIII)
28. Ex Tractatu Sancti Augustini
Manoel Dias de Oliveira (São José del Rey [Tiradentes], 1735-1813)
29. Moteto “Bajulans”
30. Surrexit Dominus (Allegre)

Luis Álvares Pinto (Recife, 1719 – 1789)
31. Divertimentos Harmônicos 1. Beata Virgo
32. Divertimentos Harmônicos 2. Benedicta Tu In Mulieribus
33. Divertimentos Harmônicos 3. Quae Est Ista
34. Divertimentos Harmônicos 4. Eficieris Gravida
35. Divertimentos Harmônicos 5. Oh! Pulchra Es

Anônimo (início do séc. XVIII)
36. Matais De Incêndios

História da Música Brasileira – Período Colonial I – 1999
Orquestra e Coro Vox Brasiliensis
Regente: Ricardo Kanji
.
2jcbrlsBAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
mp3 320 kbps | 197,4 MB | 1,1 h
powered by iTunes 9.1

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MAX RIP | FLAC 687,3 MB | HQ Scans 24.0 MB |

.

.

.Boa audição.

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

D. Shostakovich (1906-1975): Piano Quintet; Piano Trio No. 2

IM-PER-DÍ-VEL !!!

O Trio Borodin (Rostislav Dubinsky, violino, Luba Edlina, piano, e Yuli Turovsky, violoncelo) une forças com a violinista Mimi Zweig e com o violista Jerry Horner no Quinteto para Piano Op. 57. O Quinteto é de 1940 e o Trio Nº 2 Op, 67, que o segue neste CD, é de 1944, isto é, dos anos de guerra na Europa. No entanto, apesar das referências à angústia daquela época, ambas as peças têm momentos de bom humor, daquele humor sarcástico de Shosta. O Quinteto recebeu o Prêmio Stálin em 1940, num raro momento de calmaria entre Shostakovich e o chefe que resolvia seus problemas daquela forma.

O Trio, com seu irresistível último movimento, é excelente, mas o Quinteto para piano é a música perfeita. É escrito em cinco movimentos intensamente contrastantes. Seu estilo é clássico, porém raramente todos os integrantes tocam juntos. O prelúdio inicial estabelece três estilos distintos que voltarão a ser explorados adiante: um dramático, outro neo-clássico e o terceiro lírico. Todos os temas que serão ouvidos nos movimentos seguintes apresentam-se no prelúdio em forma embrionária. Segue-se uma rigorosa fuga puxada pelo primeiro violino e demais cordas até chegar ao piano. Sua melodia belíssima e lírica que é seguida por um scherzo frenético. É um choque ouvir chegar o intermezzo que traz de volta a seriedade à música. Apesar do título, este intermezzo é o momento mais sombrio do quinteto. O Finale, cujo início parece uma improvisação pura do pianista, fará uma recapitulação condensada do prelúdio inicial.

O Quinteto para piano recebeu vários prêmios, mas o mais importante para Shostakovich foi a admiração que Béla Bartók dedicou a ele.

Piano Quintet In G Minor, Op.57 35:54
1. Prelude (Lento) 4:44
2. Fugue (Adagio) 12:13
3. Scherzo (Allegretto) 3:47
4. Intermezzo (Lento) 7:21
5. Finale (Allegretto) 7:34

Piano Trio No.2. In E Minor, Op.67 29:33
1. Andante — Moderato 8:14
2. Allegro Non Troppo 3:33
3. Largo — 6:06
4. Allegretto 11:26

The Borodin Trio
Mimi Zweig, violino
Jerry Horner, viola

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Shostakovich com sua filha Galina em 1945

Shostakovich com sua filha Galina em 1945

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

J. S. Bach (1685-1750): Bach 2000 (Caixa 1, Discos 11 e 12)

Clique aqui para todo o Bach 2000.Bach 2000 – Caixa 1, CDs 11 e 12.

Enormes, imensas cantatas nestes dois CDs! Ah, duvidam? Então, por favor, vão de cara à ária “Wie furchtsam wankten meine Schritte” da Cantata BWV 33. Foram? Pois é. Este trecho das Cantatas, as trintonas, é de fuder mesmo. Aqui, temos Gustav Leonhardt na regência.

IMPERDÍVEL!!!

Bach 2000 – Caixa 1, CDs 11 e 12

BWV0032 Cantata 1 Aria (soprano) “Liebster Jesu,mein Verlangen”
BWV0032 Cantata 2 Recitativo (bass) “Was ists,daß du mich gesuchet”
BWV0032 Cantata 3 Aria (bass) “Hier,in meines Vaters Stätte”
BWV0032 Cantata 4 Recitativo (soprano,bass) “Ach- heiliger und großer Gott”
BWV0032 Cantata 5 Aria (Duetto) (soprano,bass) “Nun verschwinden alle Plagen”
BWV0032 Cantata 6 Choral (coro) “Mein Gott,öffne mir die Pforten”

BWV0033 Cantata 1 Coro “Allein zu dir,Herr Jesu Christ”
BWV0033 Cantata 2 Recitativo (bass) “Mein Gott und Richter”
BWV0033 Cantata 3 Aria (alto) “Wie furchtsam wankten meine Schritte”
BWV0033 Cantata 4 Recitativo (tenor) “Mein Gott,verwirf mich nicht”
BWV0033 Cantata 5 Aria (Duetto) (tenor,bass) “Gott,der du die Liebe heißt”
BWV0033 Cantata 6 Choral (coro) “Ehr sei Gott in dem höchsten Thron”

BWV0034 Cantata 1 Coro “O ewiges Feuer,o Ursprung der Liebe”
BWV0034 Cantata 2 Recitativo (tenor) “Herr- unsre Herzen halten dir dein Wort”
BWV0034 Cantata 3 Aria (alto) “Wohl euch,ihr auserwählten Seelen”
BWV0034 Cantata 4 Recitativo (bass) “Erwählt sich Gott die heilgen Hütten”
BWV0034 Cantata 5 Coro “Friede über Israel- Dankt den höchsten Wunderhänden”

BWV0035 Cantata 1 part 1 Sinfonia
BWV0035 Cantata 2 part 1 Aria (alto) “Geist und Seele wird verwirret”
BWV0035 Cantata 3 part 1 Recitativo (alto) “Ich wundre mich,denn alles,was man sieht”
BWV0035 Cantata 4 part 1 Aria (alto) “Gott hat alles wohlgemacht”
BWV0035 Cantata 5 part 2 Sinfonia
BWV0035 Cantata 6 part 2 Recitativo (alto) “Ach,starker Gott,laß mich doch dieses”
BWV0035 Cantata 7 part 2 Aria (alto) “Ich wünsche mir,bei Gott zu leben”
BWV0036 Cantata 1 part 1 Coro “Schwingt freudig euch empor”

BWV0036 Cantata 2 part 1 Choral (soprano,alto) “Nun komm,der Heiden Heiland”
BWV0036 Cantata 3 part 1 Aria (tenor) “Die Liebe zieht mit sanften Schritten”
BWV0036 Cantata 4 part 1 Choral (coro) “Zwingt die Saiten in Cythara”
BWV0036 Cantata 5 part 2 Aria (bass) “Willkommen,werter Schatz”
BWV0036 Cantata 6 part 2 Choral (tenor) “Der du bist dem Vater gleich”
BWV0036 Cantata 7 part 2 Aria (soprano) “Auch mit gedämpften,schwachen Stimmen”
BWV0036 Cantata 8 part 2 Choral (coro) “Lob sei Gott,dem Vater,g’ton”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

O cara

O cara

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

História da Música Brasileira – Episódio 10 de 10: Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?

rvxbwwDécimo e último episódio da série História da Música Brasileira, criada em 1999. Esta série teve a  participação de Vox Brasiliensis Coro e Orquestra, dirigida por Ricardo Kanji, e participação especial, nos episódios 8, 9 e 10, da Sinfonia Cultura, da Fundação Padre Anchieta, dirigida por Lutero Rodrigues.


Repostagem com novo e atualizado link.

.

EPISÓDIOS DA HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA

Os temas dos 10 programas são os abaixo e estão disponíveis aqui:

1. Introdução e primeiros tempos da música no Brasil
2. A música setecentista no Brasil
3. A música no período áureo de Minas Gerais
4. Ouro, diamantes e música em Minas.
5. Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte
6. A música da Independência.
7. Saraus, danças e intimidades: A música no Brasil no século XIX
8. Carlos Gomes: o emblema da ópera no Brasil
9. Romantismo: um Brasil para poucos
10. Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?

HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA
Episódio 10 – Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?

Paulo Castagna

O décimo e último episódio de História da Música Brasileira aborda a Belle Èpoque brasileira, um período situado entre as últimas décadas do século XIX e primeiras do século XX e caracterizado pela criação de uma cultura urbana baseada no ideal europeu (principalmente francês) de civilização. Além da adoção do romantismo franco-germânico no repertório dos teatros e escolas de música, proliferaram-se, nas danças de salão dessa fase, a abordagem da música popular a partir do olhar europeu, ou seja, como manifestação exótica de uma população inculta, mas que poderia ser civilizada pela arte do Velho Mundo. Como exemplos de tais tendências, o programa apresenta obras de Alberto Nepomuceno (Fortaleza, 1864 – Rio de Janeiro, 1920), Brasílio Itiberê da Cunha (Paranaguá, 1846 – Curitiba, 1913) e Alexandre Levy (São Paulo, 1864-1892).

Veja abaixo o Episódio 10 – Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?, que também pode ser visto no Youtube em http://www.youtube.com/user/HistoriadaMB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
Vídeo mp4 – 167,2 Mb – 28 min

2zityzn
.
.
.
Nossos agradecimentos ao musicólogo Prof. Paulo Castagna (http://paulocastagna.com), um dos criadores desta série,  por nos ter incentivado nesta empreitada e cedido os áudio-visuais para postarmos. Não tem preço !!! Valeu !!!
.
.
.

.

Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso canal Youtube História da Música Brasileira
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso blog PQPBach
Ponha a boca no trombone! Divulgue a Música Antiga Brasileira
Ponha a boca no trombone! Deixe seus comentários, críticas, opiniões, broncas, elogios ou simplesmente [curtir] !!!!

f9dueg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

História da Música Brasileira – Episódio 9 de 10: Romantismo: um Brasil para poucos

2ur7algNono episódio da série História da Música Brasileira que apresentamos com um link para baixar o vídeo do episódio, incentivando a divulgação desse trabalho em universidades, conservatórios e amantes da música. Contamos com o seu apoio!

Repostagem com novo e atualizado link.
.

EPISÓDIOS DA HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA

Os temas dos 10 programas são os abaixo e estão disponíveis aqui:

1. Introdução e primeiros tempos da música no Brasil
2. A música setecentista no Brasil
3. A música no período áureo de Minas Gerais
4. Ouro, diamantes e música em Minas.
5. Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte
6. A música da Independência.
7. Saraus, danças e intimidades: A música no Brasil no século XIX
8. Carlos Gomes: o emblema da ópera no Brasil
9. Romantismo: um Brasil para poucos
10. Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?

HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA
Episódio 9 – Romantismo: um Brasil para poucos

Paulo Castagna

O nono episódio de História da Música Brasileira é dedicado ao movimento musical romântico brasileiro e suas contradições sociais. Embora a sociedade brasileira da segunda metade do século XIX tenha optado pela extinção do sistema escravocrata, a elite urbana exigiu uma cultura de origem branca e européia, o mais isenta possível dos costumes populares. Foram assim criados os primeiros clubes de concertos, destinados a levar a essa mesma elite óperas, sinfonias, concertos para instrumento e orquestra, danças de salão, canções e música de câmara de origem européia ou de autores brasileiros filiados à tradição européia. Nesse ambiente, a partir da década de 1870, a elite brasileira iniciou a assimilação do romantismo europeu, estimulando o surgimento de compositores inteiramente dedicados a essa tendência, como Henrique Oswald (Rio de Janeiro, 1852-1931), Leopoldo Miguez (Niterói, 1850 – Rio de Janeiro, 1902) e Alberto Nepomuceno (Fortaleza, 1864 – Rio de Janeiro, 1920), dos quais são apresentadas neste programa algumas obras pianísticas, camerísticas e sinfônicas.

Veja abaixo o episódio 9 – Romantismo: um Brasil para poucos, que também pode ser visto no Youtube em http://www.youtube.com/user/HistoriadaMB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
Vídeo mp4 – 197,9 Mb – 28 min

Nossos agradecimentos ao Prof. Paulo Castagna, musicólogo, (http://paulocastagna.com) por nos ter incentivado nesta empreitada. Não tem preço!!!
.
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso canal Youtube História da Música Brasileira
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso blog PQPBach
Ponha a boca no trombone! Divulgue a Música Antiga Brasileira
Ponha a boca no trombone! Deixe seus comentários, críticas, opiniões, broncas, elogios ou simplesmente [curtir] !!!!

30rrv2h

 

 

 

 

 

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Johann Wilhelm Wilms (batizado em 1772–1847): Sinfonias Nros. 6 e 7

Johann Wilhelm Wilms foi contemporâneo de Beethoven. Nasceu dois anos depois e sobreviveu 20 anos ao grande homem. Ele nasceu alemão, mas, ainda criança, mudou-se para Amsterdã. Logo descobriu foi que a glória e o dinheiro eram para os executantes, não para compositores e que, forçosamente, tinha de ganhar a vida nas performances e no ensino. Sua música é agradável. Mesmo depois de Beethoven, Wilms ainda escrevia sinfonias sob a fórmula geral de Haydn, com introduções lentas para os primeiros movimentos e finales muito rápidos. Seu idioma é ligeiramente atualizado em relação a Haydn. Seu paralelo mais próximo pode ser as sinfonias iniciais de Schubert. É um bom disco, vale a pena conhecer.

Johann Wilhelm Wilms (batizado em 1772–1847): Sinfonias Nros. 6 e 7

Symphony No. 6 In D-Minor Op. 58
1 I. Adagio – Allegro Molto E Con Fuoco 12:13
2 II. Andante Quasi Allegretto E Grazioso 7:40
3 III. Scherzo: Allegretto · Trio 5:58
4 IV. Rondo: Allegro Molto 5:09

Symphony No. 7 In C-Minor
5 I. Andante – Allegro 11:10
6 II. Poco Adagio 7:32
7 III. Scherzo · Trio 3:24
8 IV. Allegro Con Fuoco 7:39

Concerto Köln
Werner Ehrhardt

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Wilms, Johann Wilhelm Wilms

Wilms, Johann Wilhelm Wilms

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

J. S. Bach (1685-1750): Bach 2000 (Caixa 1, Discos 9 e 10)

Clique aqui para todo o Bach 2000.Bach 2000 – Caixa 1, CDs 9 e 10.

Aqui temos grandes cantatas como a BWV 30, mas a diversão real estará nas duas próximos postagens do Bach 2000. Aguardem!

Bach 2000 – Caixa 1, CDs 9 e 10

BWV0026_Cantata_1_Coro “Ach_wie_flüchtig,ach_wie_nichtig”
BWV0026_Cantata_2_Aria_(tenor) “So_schnell_ein_rauschend_Wasser_schießt”
BWV0026_Cantata_3_Recitativo_(alto) “Die_Freude_wird_zur_Traurigkeit”
BWV0026_Cantata_4_Aria_(bass) “An_irdische_Schätze_das_Herze_zu_hängen”
BWV0026_Cantata_5_Recitativo_(soprano) “Die_höchste_Herrlichkeit_und_Pracht”
BWV0026_Cantata_6_Choral_(coro) “Ach_wie_flüchtig,ach_wie_nichtig”

BWV0027_Cantata_1_Coro-Recitativo “Wer_weiß,wie_nahe_mir_mein_Ende”
BWV0027_Cantata_2_Recitativo_(tenor) “Mein_Leben_hat_kein_ander_Ziel”
BWV0027_Cantata_3_Aria_(alto) “Willkommen-_will_ich_sagen”
BWV0027_Cantata_4_Recitativo_(soprano) “Ach,wer_doch_schon_im_Himmel_wär”
BWV0027_Cantata_5_Aria_(bass) “Gute_Nacht,du_Weltgetümmel”
BWV0027_Cantata_6_Choral_(coro) “Welt_ade-_ich_bin_dein_müde”

BWV0028_Cantata_1_Aria_(soprano)_”Gottlob_nun_geht_das_Jahr_zu_Ende”
BWV0028_Cantata_2_Coro_”Nun_lob,mein_Seel,den_Herren”
BWV0028_Cantata_3_Recitativo-Arioso_(bass)_”So_spricht_der_Herr”
BWV0028_Cantata_4_Recitativo_(tenor)_”Gott_ist_ein_Quell,wo_lauter_Güte_fleußt”
BWV0028_Cantata_5_Aria_(Duetto)_(alto,tenor)_”Gott_hat_uns_im_heurigen_Jahr_gesegnet”
BWV0028_Cantata_6_Choral_(coro)_”All_solch_dein_Güt_wir_preisen”

BWV0029_Cantata_1_Sinfonia
BWV0029_Cantata_2_Coro_”Wir_danken_dir,Gott,wir_danken_dir”
BWV0029_Cantata_3_Aria_(tenor)_”Halleluja,Stärk_und_Macht”
BWV0029_Cantata_4_Recitativo_(bass)_”Gottlob-_es_geht_uns_wohl”
BWV0029_Cantata_5_Aria_(soprano)_”Gedenk_an_uns_mit_deiner_Liebe”
BWV0029_Cantata_6_Recitativo_(alto,coro)_”Vergiß_es_ferner_nicht”
BWV0029_Cantata_7_Aria_(alto)_”Halleluja,Stärk_und_Macht”
BWV0029_Cantata_8_Choral_(coro)_”Sei_Lob_und_Preis_mit_Ehren”

BWV0030_Cantata_01_part_1_Coro_”Freue_dich,erlöste_Schar”
BWV0030_Cantata_02_part_1_Recitativo_(bass)_”Wir_haben_Rast”
BWV0030_Cantata_03_part_1_Aria_(bass)_”Gelobet_sei_Gott,gelobet_sein_Name”
BWV0030_Cantata_04_part_1_Recitativo_(alto)_”Der_Herold_kömmt”
BWV0030_Cantata_05_part_1_Aria_(alto)_”Kommt,ihr_angefochtnen_Sünder”
BWV0030_Cantata_06_part_1_Choral_(coro)_”Eine_Stimme_läßt_sich_hören”
BWV0030_Cantata_07_part_2_Recitativo_(bass)_”So_bist_du_denn,mein_Heil,bedacht”
BWV0030_Cantata_08_part_2_Aria_(bass)_”Ich_will_nun_hassen”
BWV0030_Cantata_09_part_2_Recitativo_(soprano)_”Und_ob_wohl_sonst_der_Unbestand”
BWV0030_Cantata_10_part_2_Aria_(soprano)_”Eilt,ihr_Stunden,kommt_herbei”
BWV0030_Cantata_11_part_2_Recitativo_(tenor)_”Geduld,der_angenehme_Tag”
BWV0030_Cantata_12_part_2_Coro_”Freue_dich,geheilgte_Schar”

BWV0031_Cantata_1_Sonata
BWV0031_Cantata_2_Coro_(coro,soprano,alto)_”Der_Himmel_lacht-_die_Erde_jubilieret”
BWV0031_Cantata_3_Recitativo_(bass)_”Erwünschter_Tag-_sei,Seele,wieder_froh”
BWV0031_Cantata_4_Aria_(bass)_”Fürst_des_Lebens,starker_Streiter”
BWV0031_Cantata_5_Recitativo_(tenor)_”So_stehe_dann,du_gottergebne_Seele”
BWV0031_Cantata_6_Aria(tenor)_”Adam_muß_in_uns_verwesen”
BWV0031_Cantata_7_Recitativo_(soprano)_”Weil_denn_das_Haupt_sein_Glied”
BWV0031_Cantata_8_Aria_(soprano)_”Letzte_Stunde,brich_herein”
BWV0031_Cantata_9_Choral_(coro)_”So_fahr_ich_hin_zu_Jesu_Christ”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Bach, regato, oceano, tronco, árvore

Bach, regato, oceano, tronco, árvore

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

História da Música Brasileira – Episódio 8 de 10: Carlos Gomes, o emblema da ópera no Brasil

15hiyrsOitavo episódio da série História da Música Brasileira que apresentamos com um link para baixar o vídeo do episódio, incentivando a divulgação desse trabalho em universidades, conservatórios e amantes da música. Contamos com o seu apoio!

Repostagem com novo e atualizado link.
.

EPISÓDIOS DA HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA

Os temas dos 10 programas são os abaixo e estão disponíveis aqui:

1. Introdução e primeiros tempos da música no Brasil
2. A música setecentista no Brasil
3. A música no período áureo de Minas Gerais
4. Ouro, diamantes e música em Minas.
5. Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte
6. A música da Independência.
7. Saraus, danças e intimidades: A música no Brasil no século XIX
8. Carlos Gomes: o emblema da ópera no Brasil
9. Romantismo: um Brasil para poucos
10. Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?

HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA
Episódio 8 – Carlos Gomes, o emblema da ópera no Brasil

Paulo Castagna

O oitavo episódio de História da Música Brasileira é dedicado ao compositor Antônio Carlos Gomes (Campinas-SP, 1836 – Belém-PA, 1896), primeiro autor brasileiro de óperas a ter adquirido notoriedade na Europa. O programa discorre sobre sua formação em Campinas, São Paulo e Rio de janeiro, e sobre sua vida profissional no Brasil e na Itália, apresentando obras menos conhecidas de sua produção, entre elas, peças para piano como as polcas Caiumba e Nini, canções como o Hino à Mocidade Acadêmica, a modinha Quem sabe, a ária Conselhos, o prelúdio da ópera A noite do castelo e a Sonata em ré maior para cordas, que recebeu do autor o subtítulo “Burrico de pau”.

Veja abaixo o episódio 8 – Carlos Gomes, o emblema da ópera no Brasil, que também pode ser visto no Youtube em http://www.youtube.com/user/HistoriadaMB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
Vídeo mp4 – 179,3 Mb – 28 min 27 seg

Nossos agradecimentos ao Prof. Paulo Castagna, musicólogo, (http://paulocastagna.com) por nos ter incentivado nesta empreitada. Não tem preço!!!
.
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso canal Youtube História da Música Brasileira
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso blog PQPBach
Ponha a boca no trombone! Divulgue a Música Antiga Brasileira
Ponha a boca no trombone! Deixe seus comentários, críticas, opiniões, broncas, elogios ou simplesmente [curtir] !!!!

6iqglg

 

 

 

 

 

 

 

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

História da Música Brasileira – Episódio 7 de 10: Saraus, Danças e Intimidades. A Música no Brasil do séc. XIX

1233bf7Sétimo episódio: uma breve análise sociológica do Brasil do século XIX, em 28 minutos! Escravidão, Inglaterra, café, eleições … até a música refletindo, como um espelho do tempo, os valores da época!

Sétimo episódio da série História da Música Brasileira que apresentamos com um link para baixar o vídeo do episódio, incentivando a divulgação desse trabalho em universidades, conservatórios e amantes da música. Contamos com o seu apoio!

Repostagem com novo e atualizado link.
.

EPISÓDIOS DA HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA

Os temas dos 10 programas são os abaixo e estão disponíveis aqui:

1. Introdução e primeiros tempos da música no Brasil
2. A música setecentista no Brasil
3. A música no período áureo de Minas Gerais
4. Ouro, diamantes e música em Minas.
5. Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte
6. A música da Independência.
7. Saraus, danças e intimidades: A música no Brasil no século XIX
8. Carlos Gomes: o emblema da ópera no Brasil
9. Romantismo: um Brasil para poucos
10. Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?

HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA
Episódio 7 – Saraus, Danças e Intimidades. A Música no Brasil do séc. XIX

Paulo Castagna

O sétimo episódio de História da Música Brasileira explora a música usada no ambiente doméstico brasileiro do século XIX. Canções, como modinhas e lundus – gêneros respectivamente apolíneo e dionisíaco – envolviam a expressão dos sentimentos amorosos (presentes ou perdidos), o humor e a sátira, sendo muito comuns em reuniões familiares e sociais daquele período. As danças, por sua vez, eram destinadas às festas e comemorações, sendo as principais, nessa época, a polca, a quadrilha, a mazurca e a valsa, abordadas nessa ordem no sétimo programa. Embora tenham circulado, no Brasil do século XIX, tanto obras locais quanto internacionais, o sétimo programa apresenta composições brasileiras destinadas ao meio doméstico da elite do período, abordando também algumas questões sociais envolvidas nesse repertório.

Veja abaixo o episódio 7 – Saraus, Danças e Intimidades. A Música no Brasil do séc. XIX, que também pode ser visto no Youtube em http://www.youtube.com/user/HistoriadaMB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
Vídeo mp4 – 162,4 Mb – 28 min 08 seg

Nossos agradecimentos ao Prof. Paulo Castagna, musicólogo, (http://paulocastagna.com) por nos ter incentivado nesta empreitada. Não tem preço!!!
.
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso canal Youtube História da Música Brasileira
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso blog PQPBach
Ponha a boca no trombone! Divulgue a Música Antiga Brasileira
Ponha a boca no trombone! Deixe seus comentários, críticas, opiniões, broncas, elogios ou simplesmente [curtir] !!!!

hsm335

 

 

 

 

 

 

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Chopin · Scriabin · Liszt · Ligeti: Sonatas para Piano e Estudos

Assim como acontece com a georgiana Khatia Buniatishvili, a chinesa Yuja Wang (ou seus agentes) aposta fundo na beleza física. Não é proibido, mas acho chato ver hoje mais discos das duas do que de Maria João Pires e Martha Argerich, por exemplo. Jovens e belas, ambas nascidas em 1987, Wang e Buniatishvili são boas pianistas, não há dúvida, mas estão longe de merecer o Olimpo. O destaque deste CD é a excelente escolha do repertório. Chopin e Scriabin entremeados por dois Ligeti, com a grande Sonata de Liszt ao final é realmente de entusiasmar pelo bom gosto. Dá vontade de ouvir e o desempenho de Wang é satisfatório, mesmo que não nos faça flutuar como faria alguém com maior maturidade artística. Afinal, ao menos aqui, estou mais interessado em meus ouvidos.

Chopin · Scriabin · Liszt · Ligeti: Sonatas para Piano e Estudos

Chopin: Piano Sonata No.2 In B Flat Minor, Op.35
1 1. Grave – Doppio movimento 7:50
2 2. Scherzo – Più lento – Tempo I 6:49
3 3. Marche funèbre (Lento) 8:25
4 4. Finale (Presto) 1:28

Ligeti: 6 etudes pour piano, premier livre
5 – Etude Nº 4 – Fanfares 3:40

Scriabin: Piano Sonata No.2, In G Sharp Minor Op.19 “Sonata Fantasy” –
6 1. Andante 8:18
7 2. Presto 4:02

8 Ligeti: Etude No.10 “Der Zauberlehring” 2:15

Liszt: Piano Sonata In B Minor, S.178 – Edited By Alfred Cortot
9 1. Lento assai – Allegro energico – Grandioso-Recitativo 12:24
10 2. Andante sostenuto 7:45
11 3. Allegro energico – Andante sostenuto – Lento assai 11:05

Yuja Wang, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Yuja Wang: música erudita explícita

Yuja Wang: música erudita explícita

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

J. S. Bach (1685-1750): Bach 2000 (Caixa 1, Discos 7 e 8)

Clique aqui para todo o Bach 2000.Bach 2000 – Caixa 1, CDs 7 e 8

BWV0020_Cantata_01_part_1_Coro_”O_Ewigkeit,du_Donnerwort”
BWV0020_Cantata_02_part_1_Recitativo_(tenor)_”Kein_Unglück_ist_in_aller_Welt_zu_finden”
BWV0020_Cantata_03_part_1_Aria_(tenor)_Ewigkeit,du_machst_mir_bange”
BWV0020_Cantata_04_part_1_Recitativo_(bass)_”Gesetzt,es_daurte_der_Verdammten_Qual”
BWV0020_Cantata_05_part_1_Aria_(bass)_”Gott_ist_gerecht”
BWV0020_Cantata_06_part_1_Aria_(alto)_”O_Mensch,errette_deine_Seele”
BWV0020_Cantata_07_part_1_Choral_(coro)_”Solang_ein_Gott_im_Himmel_lebt”
BWV0020_Cantata_08_part_2_Aria_(bass)_”Wacht_auf,wacht_auf,verlornen_Schafe”
BWV0020_Cantata_09_part_2_Recitativo_(alto)_”Verlaß,o_Mensch,die_Wollust_dieser_Welt”
BWV0020_Cantata_10_part_2_Aria_(Duetto)_(alto,tenor)_”O_Menschenkind,hör_auf_geschwind”
BWV0020_Cantata_11_part_2_Choral_(coro)_”O_Ewigkeit,du_Donnerwort”

BWV0021_Cantata_01_part_1_Sinfonia
BWV0021_Cantata_02_part_1_Coro_”Ich_hatte_viel_Bekümmernis”
BWV0021_Cantata_03_part_1_Aria_(soprano)_”Seufzer,Tränen,Kummer,Not”
BWV0021_Cantata_04_part_1_Recitativo_(tenor)_”Wie_hast_du_dich,mein_Gott”
BWV0021_Cantata_05_part_1_Aria_(tenor)_”Bäche_von_gesalznen_Zähren”
BWV0021_Cantata_06_part_1_Coro_”Was_betrübst_du_dich,meine_Seele”
BWV0021_Cantata_07_part_2_Recitativo_(soprano,bass)_”Ach_Jesu,meine_Ruh”
BWV0021_Cantata_08_part_2_Duetto_(soprano,bass)_”Komm,mein_Jesu”
BWV0021_Cantata_09_part_2_Coro_”Sei_nun_wieder_zufrieden”
BWV0021_Cantata_10_part_2_Aria_(tenor)_”Erfreue_dich,Seele”
BWV0021_Cantata_11_part_2_Coro_”Das_Lamm,das_erwürget_ist”

BWV0022_Cantata_1_Aria-Coro_(tenor,bass)_”Jesus_nahm_zu_sich_die_Zwölfe”
BWV0022_Cantata_2_Aria_(alto)_”Mein_Jesu,ziehe_mich_nach_dir”
BWV0022_Cantata_3_Recitativo_(bass)_”Mein_Jesu,ziehe_mich”
BWV0022_Cantata_4_Aria_(tenor)_”Mein_Alles_in_Allem”
BWV0022_Cantata_5_Choral_(coro)_”Ertöt_uns_durch_dein_Güte”

BWV0023_Cantata_1_Aria_(Duetto)_(soprano,alto)_”Du_wahrer_Gott_und_Davids_Sohn”
BWV0023_Cantata_2_Recitativo_(tenor)_”Ach,gehe_nicht_vorüber”
BWV0023_Cantata_3_Coro_”Aller_Augen_warten,Herr”
BWV0023_Cantata_4_Choral_(coro)_”Christe,du_Lamm_Gottes”

BWV0024_Cantata_1_Aria_(alto)_”Ein_ungefärbt_Gemüte”
BWV0024_Cantata_2_Recitativo_(tenor)_”Die_Redlichkeit_ist_eine_von_den_Gottesgaben”
BWV0024_Cantata_3_Coro_”Alles_nun,das_ihr_wollet”
BWV0024_Cantata_4_Recitativo_(bass)_”Die_Heuchelei_ist_eine_Brut”
BWV0024_Cantata_5_Aria_(tenor)_”Treu_und_Wahrheit_sei_der_Grund”
BWV0024_Cantata_6_Choral_(coro)_”O_Gott,du_frommer_Gott”

BWV0025_Cantata_1_Coro_”Es_ist_nichts_Gesundes_an_meinem_Leibe”
BWV0025_Cantata_2_Recitativo_(tenor)_”Die_ganze_Welt_ist_nur_ein_Hospital”
BWV0025_Cantata_3_Aria_(bass)_”Ach,wo_hol_ich_Armer_Rat”
BWV0025_Cantata_4_Recitativo_(soprano)_”O_Jesu,lieber_Meister”
BWV0025_Cantata_5_Aria_(soprano)_”Öffne_meinen_schlechten_Liedern”
BWV0025_Cantata_6_Choral_(coro)_”Ich_will_alle_meine_Tage”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Johann Sebastian Bach

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

História da Música Brasileira – Episódio 6 de 10: A música da Independência

15yzytzSexto episódio da série História da Música Brasileira que apresentamos com um link para baixar o vídeo do episódio, incentivando a divulgação desse trabalho em universidades, conservatórios e amantes da música. Contamos com o seu apoio!


Repostagem com novo e atualizado link.

.

EPISÓDIOS DA HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA

Os temas dos 10 programas são os abaixo e estão disponíveis aqui:

1. Introdução e primeiros tempos da música no Brasil
2. A música setecentista no Brasil
3. A música no período áureo de Minas Gerais
4. Ouro, diamantes e música em Minas.
5. Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte
6. A música da Independência.
7. Saraus, danças e intimidades: A música no Brasil no século XIX
8. Carlos Gomes: o emblema da ópera no Brasil
9. Romantismo: um Brasil para poucos
10. Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?

HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA
Episódio 6 – A música da Independência

Paulo Castagna

O sexto episódio da História da Música Brasileira aborda a atividade musical no Rio de Janeiro em torno do ano da Independência (1822), com muitas informações e imagens históricas. Destacam-se as obras de José Maurício Nunes Garcia (1767-1830), principalmente as profanas. O episódio, inclui também a finalização do Requiem de Mozart por  Sigismund Neukomm (1778-1858) no Rio de Janeiro e a apresentação, na íntegra, do primeiro movimento do primeiro Dueto concertante para dois violinos de Gabriel Fernandes da Trindade (a mais antiga composição camerística brasileira), pelos violinistas Cláudio Cruz e Betina Stegman. O programa aborda, ainda, a história dos principais hinos políticos compostos na ocasião, como o Hino Constitucional Brasiliense (hoje o Hino da Independência) – cuja letra de Evaristo da Veiga foi musicada por D. Pedro I – e o Hino ao Sete de Abril (hoje o Hino Nacional), com a letra original de Ovídio Saraiva de Carvalho e Silva, que comemorava a abdicação de D. Pedro I e seu retorno a Portugal, em 1831.

Veja abaixo o episódio 6 – A música da Independência, que também pode ser visto no Youtube em http://www.youtube.com/user/HistoriadaMB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
Vídeo mp4 – 165,5 Mb – 28 min 15 seg

Nossos agradecimentos ao Prof. Paulo Castagna, musicólogo, (http://paulocastagna.com) por nos ter incentivado nesta empreitada. Não tem preço!!!
.
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso canal Youtube História da Música Brasileira
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso blog PQPBach
Ponha a boca no trombone! Divulgue a Música Antiga Brasileira
Ponha a boca no trombone! Deixe seus comentários, críticas, opiniões, broncas, elogios ou simplesmente [curtir] !!!!

hsm335

 

 

 

 

 

 

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

História da Música Brasileira – Episódio 5 de 10: Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte

k1dsyQuinto episódio da série História da Música Brasileira que apresentamos com um link para baixar o vídeo do episódio, incentivando a divulgação desse trabalho em universidades, conservatórios e amantes da música. Contamos com o seu apoio!

Repostagem com novo e atualizado link.
.

EPISÓDIOS DA HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA

Os temas dos 10 programas são os abaixo e estão disponíveis aqui:

1. Introdução e primeiros tempos da música no Brasil
2. A música setecentista no Brasil
3. A música no período áureo de Minas Gerais
4. Ouro, diamantes e música em Minas.
5. Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte
6. A música da Independência.
7. Saraus, danças e intimidades: A música no Brasil no século XIX
8. Carlos Gomes: o emblema da ópera no Brasil
9. Romantismo: um Brasil para poucos
10. Romantismo e patriotismo: afinal, somos brasileiros?

HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA
Episódio 5 – Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte

Paulo Castagna

O quinto episódio da História da Música Brasileira é dedicado à música de José Maurício Nunes Garcia (1767-1830), o maior compositor afro-descendente de música sacra dos séculos XVIII e XIX, desde sua primeira composição conhecida, Tota pulchra es Maria (1783), escrita aos 16 anos de idade. O episódio inclui informações sobre sua ordenação sacerdotal, seu desenvolvimento profissional e sua relação com a elite monárquica e com o compositor Marcos Portugal, que chegou ao Rio de Janeiro em 1811 para assumir a função de compositor da corte. Além de obras sacras, o programa apresenta, na íntegra, duas de suas peças orquestrais: as Aberturas em Ré e Zemira.

Veja abaixo o episódio 5 – Padre José Maurício Nunes Garcia: um brasileiro nos ouvidos da Corte, que também pode ser visto no Youtube em *
* http://www.youtube.com/user/HistoriadaMB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
Vídeo mp4 – 224.0 Mb – 28 min

Não deixe de visitar o mais completo website sobre a vida e obra do Pe. José Maurício Nunes Garcia, que ficou 2 anos fora do ar. Devemos essa obra prima a Antonio Campos Monteiro Neto, que dedicou 2 anos para remontar e atualizar o site:
http://www.josemauricio.com.br/

Nossos agradecimentos ao Prof. Paulo Castagna, musicólogo, (http://paulocastagna.com) por nos ter incentivado nesta empreitada. Não tem preço!!!
.
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso canal Youtube História da Música Brasileira
Ponha a boca no trombone! Divulgue nosso blog PQPBach
Ponha a boca no trombone! Divulgue a Música Antiga Brasileira
Ponha a boca no trombone! Deixe seus comentários, críticas, opiniões, broncas, elogios ou simplesmente [curtir] !!!!

hsm335

 

 

 

 

 

 

Avicenna

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!