In Memory Of… Classics for Funerals (Sugestões de Repertório para seu Velório)

IM-PER-DÍ-V…

Este álbum duplo que me caiu nas mãos é algo bastante original. In Memory Of… Classics for Funerals é uma série de highlights lentos, tristes e pouco barulhentos. A respeitada gravadora Chandos resolver perder o pudor e chamou a coletânea de Clássicos para Funerais, ou seja, se algum familiar seu morrer e você quiser colocar uma música culta e digna em honra a seu morto, aí está! Lembrem do PQP quando ouvirem a trilha no velório, por favor. É o mínimo.

A primeira faixa do disco, a Marcha Fúnebre de Chopin é tocada com orquestra e isso me incomodou. Depois, o nível da coisa sobe muito e o morto pode seguir de forma decorosa para o vazio. Há belas lembranças de obras que não relaciono com a morte — como se fizéssemos alguma coisa neste mundo que não tivesse relação com a morte! –, mas que agora, sei lá, talvez passe a relacionar. Apesar de ser uma incrível colcha de retalhos, misturando, épocas e gêneros, gostei de ouvir o disco de mais de 150 minutos.

Boa morte a todos! Coloquem música no lugar do padre! Basta de recaídas religiosas na hora da morte! É de péssimo gosto!

In Memory Of… Classics for Funerals (Sugestões de Repertório para seu Velório)

1.Frédéric Chopin Piano Sonata No. 2 in B flat minor, Op. 35, CT. 202 : Funeral March 7:05
2.Giuseppe Verdi Requiem Mass, for soloists, chorus & orchestra (Manzoni Requiem) : Agnus Dei 5:23
3.Johann Sebastian Bach Komm, süsser Tod, for voice & continuo (Schemelli Gesangbuch No. 868), BWV 478 (BC F227) 5:07
4.Gabriel Fauré Requiem, for 2 solo voices, chorus, organ & orchestra, Op. 48 : Pie Jesu 3:24
5.Edward Elgar Enigma Variations, for orchestra, Op. 36 : Nimrod 3:31
6.George Frederick Handel Messiah, oratorio, HWV 56 : I know that my redeemer liveth 6:01
7.Johann Sebastian Bach Concerto for 2 violins, strings & continuo in D minor (“Double”), BWV 1043 : Largo 6:56
8.Gabriel Fauré Pavane, for orchestra & chorus ad lib in F sharp minor, Op. 50 6:24
9.Sergey Rachmaninov Vocalise, transcription for orchestra, Op. 34/14 4:29
10.Henry Purcell Dido and Aeneas, opera, Z. 626 : When I am laid in earth 3:26
11.Jules Massenet Thaïs, opera in 3 acts : Méditation 4:51
12.Maurice Ravel Pavane pour une infante défunte, for piano (or orchestra) 6:25
13.Percy Grainger Irish Tune from County Derry (Londonderry Air), folk song for string orchestra with 2 horns ad lib. (BFMS 15) 4:22
14.Samuel Barber Adagio for strings (or string quartet; arr. from 2nd mvt. of String Quartet), Op. 11 8:25
15.Wolfgang Amadeus Mozart Requiem for soloists, chorus, and orchestra, K. 626 : Introitus 5:20
16.Jules Massenet La Vierge, sacred legend in 4 acts : Le dernier sommeil de la Vierge 3:31
17.César Franck Panis angelicus for tenor, organ, harp, cello & bass 3:47
18.Gustav Mahler Adagietto, for orchestra (from the Symphony No. 5) 10:51
19.George Frederick Handel Saul, oratorio, HWV 53 : Dead March 5:20
20.Johann Sebastian Bach St. John Passion (Johannespassion), BWV 245 (BC D2) : Ruht wohl, ihr heiligen Gebeine 6:56
21.Arvo Pärt Cantus in Memory of Benjamin Britten, for string orchestra & bell 6:18
22.Gabriel Fauré Requiem, for 2 solo voices, chorus, organ & orchestra, Op. 48 : Agnus Dei 5:49
23.William Walton Henry V, film score : Touch her soft lips and part 1:37
24.Edvard Grieg Peer Gynt Suite for orchestra (or piano or piano, 4 hands) No. 1, Op. 46 : Death of Åse 4:11
25.Johann Sebastian Bach Cantata No. 147, “Herz und Mund und Tat und Leben,” BWV 147 (BC A174) : Jesu, Joy of Man’s Desiring 3:02
26.Edward Elgar Sursum Corda, elévation for brass, organ, strings & 2 timpani in B flat major, Op. 11 7:11
27.Ludwig van Beethoven Symphony No. 3 in E flat major (“Eroica”), Op. 55 : Marcia funebre 15:05

A relação com os artistas envolvidos:

Disc: 1

1. Funeral March From Op.35 – BBC Philharmonic
2. Agnus Dei – Richard Hickox
3. Komm Susse Tod – BBC Philharmonic
4. Pie Jesu – Libby Crabtree
5. ‘Nimrod’ – Alexander Gibson
6. ‘I Know That My Redeemer Liveth’ – Joan Rodgers
7. Largo – Simon Standage
8. Pavane – BBC Philharmonic
9. Vocalise – Detroit Symphony Orchestra
10. ‘When I Am Laid In Earth’ – Emma Kirby
11. ‘Meditation’ – Yuri Torchinsky
12. Pavane Pour Une Infante Defunte – Louis Lortie
13. Irish Tune – BBC Philharmonic
14. Adagio For Strings, Op.11 – Neeme Jarvi

Disc: 2

1. Introitus – Choir Of Saint John’s College
2. ‘Le Dernier Sommeil De La Vierge – BBC Philharmonic
3. Panis Angelicus – BBC Philharmonic
4. Adagietto – Neeme Jarvi
5. ‘Dead March’ – BBC Philharmonic
6. ‘Ruht Wohl, Ihr Heiligen Gebeine’ – Harry Christophers
7. Cantus-In Memory Of Benjamin Britten – Neeme Jarvi
8. Agnus Dei – City Of Birmingham Symphony Chorus
9. ‘Touch Her Soft Lips And Part’ – Richard Hickox
10. ‘Death Of Ase’ – Vernon Handley
11. ‘Jesu, Joy Of Man’s Desiring’ – Michael Austin
12. Sursum Corda, Op.11 – Bournemouth Sinfonietta
13. Marcia Funebre – Walter Weller

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

O Sétimo Selo, de Ingmar Bergman: joguinho de xadrez com a morte
O Sétimo Selo, de Ingmar Bergman: joguinho de xadrez com a morte

PQP

27 comments / Add your comment below

  1. Então. legal você postar este tipo de música, eu particularmente gosto mto e gostaria de poder ser velado ao som do Requiem de Verdi….;…

  2. Hahahaha! Cara, funesto! Funesto e legal! Acho que no meu velório eu gostaria que tocassem a Nona Sinfonia de Beethoven, não porque tenha algo a ver com a morte, mas sim porque gosto muito, e daí que dissessem em volta do meu caixão: “Vejam! Ele tá se mexendo…”

  3. Vou deixar 3 opções de trilha sonora para o meu funeral:
    O CD El Cant de la Sibil-la (O Canto da Sibila), postado aqui nesta semana, que achei fantástico, maravilhoso, e não consigo parar de ouvir desde que baixei.
    O Concerto nº 2 para violoncelo, de Shostakovich, triste e poderoso.
    A música do funeral do velhinho em uma das sequências do filme Sonhos, de Kurosawa, muito feliz.

  4. Sabe quem morreu? No dia 19 de janeiro deste ano morreu o esquema de compartilhamento de arquivos baseado em web. A primeira baixa foi a do Megaupload, causada pela justiça americana. As demais mortes foram suicídios – FileSonic, FileServe etc etc. Não sejamos ingênuos: o Rapidshare não vai durar muito.

    RIP Web File Sharing. Ouçamos “Metamorfoses” de Strauss em sua honra.

    E longa vida ao torrent!

    Já vi um ou dois blogs começando a adotar essa maneira inteligente – e muito mais segura, por descentralizada – de se compartilhar arquivos. Ao meu ver, foram experiências bem-sucedidas.

    Recomendo ao PQP que estude essa possibilidade. O número de leitores do blog já permite testar tecnologias peer-to-peer.

    Claro, ninguém ganha dinheiro com torrent, como se ganhava com megauploads e quetais. Mas alguém está pensando nisso numa hora desses?

    1. Sua dica, José Eduardo, faz-me pensar em vanguarda. Acredito que, com o tempo, a forma de compartilhamento em torrents para um blog como o PQP Bach e tantos outros do gênero, seja a mais difundida já que, nesse momento, assistimos à queda dos grandes servidores.

      É boa a sua ideia. Temos que admiti-la ou então o futuro para o compartilhamento de arquivos será incerto.

      Abraços!

  5. Olá P.Q.P,
    Seu blog é sensacional, uma necessária iniciativa! Gostaria, se possível de uma contribuição sua. Sou Ator, e nesse momento estou em pesquisa num projeto solo sobre o processo de um ator na criação do personagem HAMLET. Uma metalinguagem como a própria peça de Shakespeare – uma peça dentro da peça; onde tentarei mostrar as inquietações do ator/artista, as inquietações do ator/indivíduo (as questões humanas ante a morte) e claro, as questões do personagem Hamlet, acho que é mais ou menos isso.
    Bem, como não sou um conhecedor da Música Erudita, mas apreciador, gostaria que pudesse me indicar a audição de obras que tivessem esse tom melancólico, não necessariamente trágico nem nada que tenha esse teor dos filmes e obras épicas com orquestra e coisas assim, mas músicas que trouxessem certa intimidade e cumplicidade na dor. Gosto muito da idéia de Piano, Cello, e diante de um universo tão vasto preciso de uma orientação que norteie minha busca. Acho que deveria dizer também que meu trabalho terá referência também na filosofia Taoísta e no pensamento filosófico oriental num sentido mais amplo, a estética terá esse viés de processo de ensaio, o bastidor do trabalho do ator, tudo muito clean sem excessos.
    Seria muito valioso contar com sua contribuição, além do que esse seu blog já cumpre para todos que buscam a internet como fonte de saber e cultura! Valeu! Obrigado desde já! Leonardo Mineiro leonardomineiro2@gmail.com

  6. Tenho minha relação há algum tempo:
    1. Prelúdio da Bachianas Brasileiras n.4 (Villa-Lobos)
    2. Adagio lamentoso – Sinf. n.6 (Tchaikovsky)
    3. 2º movimento do Concerto para dois violinos, em Ré menor (Bach)
    4. Kyrie (o 1º) da Missa em Si menor (Bach)
    5. 3º movimento da Fantasia em Dó (Langsam getragen – SUBLIME!!)(Schumann)
    6. 2º movimento do Concerto p/ Piano e orquestra n.5 (Beethoven)
    7. 3º movimento (Adagio molto e cantabile) da 9ª sinfonia (Beethoven)
    8. Sicut cervus (moteto a 4 vozes) (Palestrina)
    9. 2º movimento da Sinf.n.3 “Órgão” (Saint-Saens)
    10. Prelúdio do 1º ato – Parsifal (Wagner)

    Tá certo que muitas delas estão em tonalidades maiores, mas penso que há coisas sublimes em torno da morte.

    1. Olha, tô em dúvida o que coloco no meu velório depois da playlist do Amílcar. Muito boa!
      Eu não deixaria faltar a Ária da Corda Sol (Bach), uma das coisas mais sublimes que fizeram sobre a face da terra…

  7. Com tão ilustres opiniões, apetece-me dizer, valerá a pena morrer com tão excelentes opções, mas acho que a melhor será a de viver-mos o tempo necessário e depois os gostos será depois. 🙂 Com todo o respeito que aqueles que partiram e nós aqui temos que saber honra-los.
    Como dizia o poeta ” Fernando Pessoa ” só é digno de viver aquele que não tem medo de morrer ”
    Conclusão Pessoa suicidou-se ! ! !
    Parabéns P.Q.P. Bach, pelo trabalho notável como é o seu blog e como diz o seu autor ” é o combustível ” ! mas cuidado porque a gasolineira precisa de ganhar uma notas.

    Funchal / Madeira – Portugal

    JMAbreu

  8. Baixar ou nao baixar, eis a questão… vai que a coisa feia aparece lá de nao-sei-onde e me leva embora… ui,ui,ui que “meda”. kkk

Deixe uma resposta