The Real Chopin (Post 1 de 2)

IM-PER-DÍ-VEL !!!

A série “The Real Chopin” foi produzida pelo Instituto Nacional Fryderyk Chopin de Varsóvia e lançada em 2010 por ocasião do bicentenário do compositor.

Trata-se da primeira gravação integral da obra do grande polonês em instrumentos de época: um piano Érard de 1848 e um Pleyel de 1849. A maioria dos intérpretes foi laureada no Concurso Internacional Chopin, realizado quinquenalmente em Varsóvia. Nenhum deles é especialista em instrumentos antigos; as partituras, em compensação, provêm da edição crítica das obras publicada pelo próprio Instituto.

A caixa contém 21 CDs, em sua maior parte organizados como recitais. Reorganizei as obras por gênero. Ficaram de fora várias obras repetidas, bem como algumas obras menores, a maior parte delas da juventude do compositor e que ele próprio se recusou a publicar em vida. No caso das obras repetidas, subi as interpretações que considerei melhores. Se houver interesse dos usuários do PQP Bach, especialmente dos obcecados por coleções completas, posso subir posteriormente as versões alternativas e demais obras que faltam. Arrumei a numeração das faixas e indiquei, em cada uma, o piano em que foram executadas: Pleyel (P) ou Érard (E).

Os filés da caixa são as obras para piano e orquestra, interpretadas pelos ótimos Dang Thai Son, vietnamita, vencedor do Concurso Chopin em 1980, e Nelson Goerner, argentino e “afilhado artístico” de Martha Argerich. O acompanhamento fica a cargo da Orchestra of the 18th Century regida pelo grande Frans Brüggen. Os concertos, a cargo de Dang e Brüggen, estão excelentes, apesar dos ruídos de praxe das gravações ao vivo.

Os pontos altos continuam com os noturnos, em sua maioria interpretados por Dang, as baladas com Goerner, o primeiro volume das polonaises (pois o segundo é das polonaises da juventude), a música de câmara (obras para violoncelo e piano e o único trio de Chopin) e as canções (alternadas entre soprano e barítono). As outras gravações são boas, mas nada sobre o que se possa aplaudir de pé. Os pontos mais baixos são os estudos, que não brilham tanto sob o timbre do piano antigo, e as mazurcas com o veterano Fou Ts’ong, estranhamente pachorrentas para um pianista renomado justamente por suas interpretações do gênero.

Abaixo, a descrição das faixas dos CDs.

Agradeço pela oportunidade de contribuir com o PQP, que tanta alegria já me deu, e fico à disposição para esclarecimentos.

Vassily Genrikovich

 

FRYDERYK FRANCYSZEK CHOPIN (1810-1849)

———————-

CONCERTOS

01 – Concerto no. 1 para piano e orquestra em Mi menor, Op. 11 – Allegro maestoso
02 – Concerto no. 1 para piano e orquestra em Mi menor, Op. 11 – Romance. Larghetto.
03 – Concerto no. 1 para piano e orquestra em Mi menor, Op. 11 – Rondo. Vivace
04 – Concerto no. 2 para piano e orquestra em Fá menor, Op. 21 – Maestoso
05 – Concerto no. 2 para piano e orquestra em Fá menor, Op. 21 – Larghetto
06 – Concerto no. 2 para piano e orquestra em Fá menor, Op. 21 – Vivace

Dang Thai Son, piano Érard (1849)
Orchestra of the Eighteenth Century
Frans Brüggen, regência

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

————————————————

OTHER WORKS FOR PIANO AND ORCHESTRA

01 – Fantasia em Lá maior sobre temas poloneses, para piano e orquestra, Op. 13
02 – Variações em Si bemol maior sobre “Là ci darem la mano”, da ópera “Don Giovanni” de Mozart, para piano e orquestra, Op. 2 – Introdução [Allegro]
03 – Variações em Si bemol maior sobre “Là ci darem la mano”, da ópera “Don Giovanni” de Mozart, para piano e orquestra, Op. 2 – Tema [Allegretto]
04 – Variações em Si bemol maior sobre “Là ci darem la mano”, da ópera “Don Giovanni” de Mozart, para piano e orquestra, Op. 2 – Variação I [Brillante]
05 – Variações em Si bemol maior sobre “Là ci darem la mano”, da ópera “Don Giovanni” de Mozart, para piano e orquestra, Op. 2 – Variação II [Veloce, ma accuratamente]
06 – Variações em Si bemol maior sobre “Là ci darem la mano”, da ópera “Don Giovanni” de Mozart, para piano e orquestra, Op. 2 – Variação III [Sempre sostenuto]
07 – Variações em Si bemol maior sobre “Là ci darem la mano”, da ópera “Don Giovanni” de Mozart, para piano e orquestra, Op. 2 – Variação IV
08 – Variações em Si bemol maior sobre “Là ci darem la mano”, da ópera “Don Giovanni” de Mozart, para piano e orquestra, Op. 2 – Variação V [Adagio]
09 – Variações em Si bemol maior sobre “Là ci darem la mano”, da ópera “Don Giovanni” de Mozart, para piano e orquestra, Op. 2 – Finale – Alla Polacca
10 – Rondo à la Krakowiak em Fá maior, para piano e orquestra, op. 14
11 – Andante spianato e Grande Polonaise Brilhante em Mi bemol maior, para piano e orquestra, op. 22 – Andante
12 – Andante spianato e Grande Polonaise Brilhante em Mi bemol maior, para piano e orquestra, op. 22 – Polonaise

Nelson Goerner, piano Érard [1849]
Orchestra of the Eighteenth Century
Frans Brüggen, regência

13 – Compositor anônimo: Mazurek Dąbrowskiego [“Mazurca de Dąbrowski” – Hino Nacional da Polônia]

Orchestra of the Eighteenth Century
Frans Brüggen, regência

NOTA: a última faixa é a primeira gravação do Hino Nacional Polonês em instrumentos originais

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

——————————————————–

NOTURNOS – PARTE I

01 – Três Noturnos, Op. 9 – No. 1 em Si bemol menor – Dang Thai Son [E]
02 – Três Noturnos, Op. 9 – No. 2 em Mi bemol maior – Dang Thai Son [E]
03 – Três Noturnos, Op. 9 – No. 3 em Si menor – Dang Thai Son [E]
04 – Três Noturnos, Op. 15 – No. 1 em Fá maior – Dina Yoffe [P]
05 – Três Noturnos, Op. 15 – No. 2 em Fá sustenido menor – Dina Yoffe [P]
06 – Três Noturnos, Op. 15 – No. 3 em Sol menor – Dina Yoffe [P]
07 – Dois Noturnos, Op. 27 – No. 1 em Dó sustenido menor – Nelson Goerner [P]
08 – Dois Noturnos, Op. 27 – No. 2 em Ré bemol maior – Nelson Goerner [P]
09 – Dois Noturnos, Op. 32 – No. 1 em Si maior – Dang Thai Son [E]
10 – Dois Noturnos, Op. 32 – No. 2 em Lá bemol maior – Dang Thai Son [E]

E = piano Érard, 1849
P = piano Pleyel, 1848

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

———————————————————

NOTURNOS – PARTE II

01 – Dois Noturnos, Op. 37 – No. 1 em Sol menor – Dang Thai Son [E]
02 – Dois Noturnos, Op. 37 – No. 2 em Sol maior – Dang Thai Son [E]
03 – Dois Noturnos, Op. 48 – No. 1 em Dó menor – Janusz Olejniczak, [E]
04 – Dois Noturnos, Op. 48 – No. 2 em Fá sustenido menor – Nelson Goerner [P]
05 – Dois Noturnos, Op. 55 – No. 1 em Fá menor – Dang Thai Son, piano [E]
06 – Dois Noturnos, Op. 55 – No. 2 em Mi bemol menor – Dang Thai Son [E]
07 – Dois Noturnos, Op. 62 – No. 1 em Si maior – Janusz Olejniczak [E]
08 – Dois Noturnos, Op. 62 – No. 2 em Mi maior – – Dina Yoffe [P]
09 – Peças Póstumas para piano, Op. 72 – No. 1: Noturno em Mi menor – Dang Thai Son [E]
10 – Noturno para piano em Dó sustenido menor, Lento con Gran Espressione, Op. póstumo – Dang Thai Son [E]
11 – Noturno para piano em Dó menor, Op. póstumo – Dang Thai Son [E]

E = piano Érard, 1849
P = piano Pleyel, 1848

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

————————————————————–

BALADAS E SCHERZOS

01 – Balada no. 1 em Sol menor, Op. 23 – Nelson Goerner [P]
02 – Balada no. 2 em Fá maior, Op. 38 – Nelson Goerner [P]
03 – Balada no. 3 em Lá bemol maior, Op. 47 – Nelson Goerner [P]
04 – Balada no. 4 em Fá menor, Op. 52 – Nelson Goerner [P]
05 – Scherzo no. 1 em Si menor, Op. 20 – Dina Yoffe [P]
06 – Scherzo no. 2 em Si bemol menor, Op. 31 – Janusz Olejniczak [E]
07 – Scherzo no. 3 em Dó sustenido menor, Op. 39 – Kevin Kenner [P]
08 – Scherzo no. 4 em Mi maior, Op. 54 – Dina Yoffe [P]

E = piano Érard, 1849
P = piano Pleyel, 1848

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

———————————————-

IMPROMPTUS – BOLERO – TARANTELLA – BERCEUSE – BARCAROLLE

01 – Improviso em Lá bemol maior, Op. 29 – Kevin Kenner [P]
02 – Improviso em Fá sustenido maior, Op. 36 – Kevin Kenner [P]
03 – Improviso em Sol bemol maior, Op. 51 – Kevin Kenner [P]
04 – Fantasia-Improviso em Dó sustenido menor, Op. 66 – Kevin Kenner [P]
05 – Bolero, Op. 19 – Nikolai Demidenko [P]
06 – Tarantela em Lá bemol maior, Op. 43 – Nikolai Demidenko [P]
07 – Allegro de Concert em Lá maior, Op. 46 – Nikolai Demidenko [P]
08 – Berceuse em Ré bemol maior, Op. 57 – Tatiana Shebanova [E]
09 – Barcarola em Fá sustenido maior, Op. 60 – Tatiana Shebanova [E]

E = piano Érard, 1849
P = piano Pleyel, 1848

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

————————————————————————————

ESTUDOS

01 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 1 em Dó maior
02 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 2 em Lá menor
03 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 3 em Mi maior
04 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 4 em Dó sustenido menor
05 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 5 em Sol bemol maior
06 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 6 em Mi bemol menor
07 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 7 em Dó maior
08 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 8 em Fá maior
09 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 9 em Fá menor
10 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 10 em Lá bemol maior
11 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 11 em Mi bemol maior
12 – Estudos para piano, Op. 10 – No. 12 em Dó menor
13 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 1 em Lá bemol maior
14 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 2 em Fá menor
15 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 3 em Fá maior
16 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 4 em Lá menor
17 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 5 em Mi menor
18 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 6 em Sol sustenido menor
19 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 7 em Dó sustenido menor
20 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 8 em Ré bemol maior
21 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 9 em Sol bemol maior
22 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 10 em Si menor
23 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 11 em Lá menor
24 – Estudos para piano, Op. 25 – No. 12 em Dó menor

Tatiana Shebanova, piano Érard (1849)

25 – Trois Nouvelles Études pour le “Méthode des Méthodes” de Moscheles et Fétis – No. 1 em Fá menor
26 – Trois Nouvelles Études pour le Méthode des Méthodes” de Moscheles et Fétis – No. 2 em Ré bemol maior
27 – Trois Nouvelles Études pour le Méthode des Méthodes” de Moscheles et Fétis – No. 3 em Lá bemol maior

Ewa Pobłocka, piano Pleyel (1848)

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

——————————————————–

PRELÚDIOS

01 – Prelúdios, Op. 28 – No. 1 em Dó maior
02 – Prelúdios, Op. 28 – No. 2 em Lá menor
03 – Prelúdios, Op. 28 – No. 3 em Sol maior
04 – Prelúdios, Op. 28 – No. 4 em Mi menor
05 – Prelúdios, Op. 28 – No. 5 em Ré maior
06 – Prelúdios, Op. 28 – No. 6 em Si menor
07 – Prelúdios, Op. 28 – No. 7 em Lá maior
08 – Prelúdios, Op. 28 – No. 8 em Fá sustenido menor
09 – Prelúdios, Op. 28 – No. 9 em Mi maior
10 – Prelúdios, Op. 28 – No. 10 em Dó sustenido menor
11 – Prelúdios, Op. 28 – No. 11 em Si maior
12 – Prelúdios, Op. 28 – No. 12 em Sol sustenido menor
13 – Prelúdios, Op. 28 – No. 13 em Fá sustenido maior
14 – Prelúdios, Op. 28 – No. 14 em Mi bemol menor
15 – Prelúdios, Op. 28 – No. 15 em Ré bemol maior
16 – Prelúdios, Op. 28 – No. 16 em Si bemol menor
17 – Prelúdios, Op. 28 – No. 17 em Lá bemol maior
18 – Prelúdios, Op. 28 – No. 18 em Fá menor
19 – Prelúdios, Op. 28 – No. 19 em Mi bemol maior
20 – Prelúdios, Op. 28 – No. 20 em Dó menor
21 – Prelúdios, Op. 28 – No. 21 em Si bemol maior
22 – Prelúdios, Op. 28 – No. 22 em Sol menor
23 – Prelúdios, Op. 28 – No. 23 em Fá maior
24 – Prelúdios, Op. 28 – No. 24 em Ré menor

Wojciech Świtała, piano Pleyel (1848)

25 – Prelúdio em Dó sustenido menor, Op. 45
26 – Presto con Leggierezza, Prelúdio em Lá bemol maior

Kevin Kenner, piano Pleyel (1848)

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Chopin
Chopin

Vassily Genrikovich

16 comments / Add your comment below

  1. Dang Thai Son, o primeiro asiático a vencer o concurso Chopin, esteve aqui no Brasil em março de 2015, pude vê-lo tocar o concerto de Schumann com uma sensibilidade excepcional. Estou ansioso para ouvi-lo nos noturnos!

  2. Olá sou Daniele da Itália e sigo seu blog a muito tempo….Nunca vou ter palavras suficientes para agradecer dos dons musicais que cada dia você põe a disposição de todo o mundo com postagens como estas… você rende um grande serviço à difusão da música com M maiúscula! Aqui em Itália é difícil encontrar toda a rica variedade de música brasileira que você apresenta e sempre lhe vou agradecer por ter aumentado a minha cultura musical dia após dia…! GRAZIE do profundo do meu coração !!!!
    P.S. Desculpe meus erros de português…

    1. Estimado Daniele,

      Prego!

      Não há erros de português para desculpar!

      Estou na equipe do PQP há muito pouco tempo, então não tenho o direito de dividir os méritos pelo maravilhoso trabalho de divulgação da música pelo mundo inteiro. Por isso, me junto a você no agradecimento aos colegas.

      Volte sempre!

  3. Prezado Vassily – que honra tê-lo como colega aqui neste blog – no qual eu gostaria de poder participar muito mais do que tenho podido. E com que joia, que tesouro, o amigo nos brinda em sua entrada! Ainda preciso começar a baixar os CDs, mas não poderia deixar de dar desde já as boas-vindas e registrar meu entusiasmo com a qualidade e inteligência desta postagem!

    1. Monge Ranulfus e demais colegas polinizadores de beleza,

      Agradeço a acolhida e, mais uma vez, o privilégio de colaborar com o eudaimônico blogue do PQP Bach.

      Cada vez que baixava uma preciosidade aqui postada, perguntava-me se veria o sol do dia em que poderia retribuir o dedicado esforço dos curadores.

      Agora que o dia chegou, me aguentem. 😉

      Abraços!

          1. متبارک باد خدایان پدر و مادر خود را
            یک بغل بزرگ

            أبو علي الحسين ابن عبد الله ابن سينا

  4. Ainda não ouvi uma só nota destas gravações, mas não quero deixar de registrar minha admiração pela postagem. Tenho ouvido esses dias as Baladas e a Sonata No. 2 no CD do Emanuel Ax e simplesmente adoro o disco. Vou rapidamente promover uma audição comparativa…
    Obrigado pelo trabalho de arrumar as obras em uma sequência coerente. É verdade que nem sempre discos com as obras “completas” servem para uma audição de ponta a ponta, mas com tudo arrumado, fica mais fácil preparar um “recital” mesclando umas peças com outras!
    Mais uma vez obrigado e parabéns pela postagem!

Deixe uma resposta