The Real Chopin 2 (Post 2 de 2)

IM-PER-DÍ-VEL !!!

E a saga continua…

FRYDERYK FRANCYSZEK CHOPIN (1810-1849)

SONATAS – FANTASIA

01 – Sonata no. 2 para piano em Si bemol menor, Op. 35 – Grave. Doppio movimento
02 – Sonata no. 2 para piano em Si bemol menor, Op. 35 – Scherzo
03 – Sonata no. 2 para piano em Si bemol menor, Op. 35 – Marche funèbre. Lento
04 – Sonata no. 2 para piano em Si bemol menor, Op. 35 – Finale. Presto

Janusz Olejniczak, piano Érard (1849)

05 – Sonata no. 3 para piano em Si menor, Op. 58 – Allegro maestoso
06 – Sonata no. 3 para piano em Si menor, Op. 58 – Scherzo. Molto vivace
07 – Sonata no. 3 para piano em Si menor, Op. 58 – Largo
08 – Sonata no. 3 para piano em Si menor, Op. 58 – Finale. Presto non tanto
09 – Fantasia em Fá menor, Op. 49

Ka Ling Colleen Lee, piano Pleyel (1848)

NOTA: a primeira sonata, em Dó menor, Op. 4, foi propositalmente deixada de fora, por ser uma obra de juventude, composta como exercício para o Conservatório de Varsóvia. O próprio Chopin não a levou muito a sério, de tal maneira que, a despeito do número de Opus baixo, foi publicada somente em 1851, dois anos da morte do compositor. Se houver interesse dos leitores, a obra poderá ser publicada posteriormente.

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

————————————————-

VALSAS

01 – Grande Valse Brillante em Mi bemol maior, Op. 18
02 – Três Valsas, Op. 34 – No. 1 em Lá bemol maior
03 – Três Valsas, Op. 34 – No. 2 em Lá menor
04 – Três Valsas, Op. 34 – No. 3 em Fá maior
05 – Valsa em Lá bemol maior, Op. 42
06 – Três Valsas, Op. 64 – No. 1 em Ré bemol maior
07 – Três Valsas, Op. 64 – No. 2 em Dó sustenido menor
08 – Três Valsas, Op. 64 – No. 3 em Lá bemol maior
09 – Duas Valsas, Op. 69 – No. 1 em Lá bemol maior
10 – Duas Valsas, Op.69 – No. 2 em Si menor
11 – Três Valsas, Op. 70 – No. 1 em Sol bemol maior
12 – Três Valsas, Op. 70 – No. 2 em Fá menor
13 – Três Valsas, Op. 70 – No. 3 em Ré bemol maior
14 – Valsa em Mi bemol maior
15 – Valsa em Mi menor

Tatiana Shebanova, piano Érard (1849)

16 – Valsa em Mi maior
17 – Valsa em Lá bemol maior
18 – Valsa em Mi bemol maior, Sostenuto
19 – Valsa em Lá menor

Marek Drewnowski, piano Pleyel (1848)

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

——————————————————

MAZURCAS – PARTE I

01 – Quatro Mazurcas, Op. 6 – No. 1 em Fá sustenido menor – Ewa Pobłocka [P]
02 – Quatro Mazurcas, Op. 6 – No. 2 em Dó sustenido menor – Ewa Pobłocka [P]
03 – Quatro Mazurcas, Op. 6 – No. 3 em Mi maior – Ewa Pobłocka [P]
04 – Quatro Mazurcas, Op. 6 – No. 4 em Mi bemol menor – Ewa Pobłocka [P]
05 – Cinco Mazurcas, Op. 7 – No. 1 em Si maior – Ewa Pobłocka [P]
06 – Cinco Mazurcas, Op. 7 – No. 2 em Lá menor – Ewa Pobłocka [P]
07 – Cinco Mazurcas, Op. 7 – No. 3 em Fá menor – Ewa Pobłocka [P]
08 – Cinco Mazurcas, Op. 7 – No. 4 em Lá bemol maior – Ewa Pobłocka [P]
09 – Cinco Mazurcas, Op. 7 – No. 5 em Dó Maior – Ewa Pobłocka [P]
10 – Quatro Mazurcas, Op. 17 – No. 1 em Si maior – Ewa Pobłocka [P]
11 – Quatro Mazurcas, Op. 17 – No. 2 em Mi menor – Fou Ts’ong [E]
12 – Quatro Mazurcas, Op. 17 – No. 3 em Lá bemol maior – Fou Ts’ong [E]
13 – Quatro Mazurcas, Op. 17 – No. 4 em Lá menor – Dina Yoffe [P]
14 – Quatro Mazurcas, Op. 24 – No. 1 em Sol menor – Fou Ts’ong [E]
15 – Quatro Mazurcas, Op. 24 – No. 2 em Dó maior – Fou Ts’ong [E]
16 – Quatro Mazurcas, Op. 24 – No. 3 em Lá bemol maior – Fou Ts’ong [E]
17 – Quatro Mazurcas, Op. 24 – No. 4 em Si bemol menor – Fou Ts’ong [E]
18 – Quatro Mazurcas, Op. 30 – No. 1 em Dó menor – Fou Ts’ong [E]
19 – Quatro Mazurcas, Op. 30 – No. 2 em Si menor – Fou Ts’ong [E]
20 – Quatro Mazurcas, Op. 30 – No. 3 em Ré bemol maior – Tatiana Shebanova [E]
21 – Quatro Mazurcas, Op. 30 – No. 4 em Dó sustenido menor – Janusz Olejniczak [E]
22 – Quatro Mazurcas, Op. 33 – No. 1 em Sol sustenido menor – Ka Ling Colleen Lee [P]
23 – Quatro Mazurcas, Op. 33 – No. 2 em Dó maior – Ka Ling Colleen Lee [P]
24 – Quatro Mazurcas, Op. 33 – No. 3 em Ré maior – Ka Ling Colleen Lee [P]
25 – Quatro Mazurcas, Op. 33 – No. 4 em Si menor – Ka Ling Colleen Lee [P]
26 – Quatro Mazurcas, Op. 41 – No. 1 em Mi menor – Ewa Pobłocka [P]
27 – Quatro Mazurcas, Op. 41 – No. 2 em Si maior – Ewa Pobłocka [P]
28 – Quatro Mazurcas, Op. 41 – No. 3 em Lá bemol maior – Ewa Pobłocka [P]
29 – Quatro Mazurcas, Op. 41 – No. 4 em Dó sustenido menor – Ewa Pobłocka [P]

E = piano Érard, 1849
P = piano Pleyel, 1848

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

MAZURCAS – PARTE II

30 – Três Mazurcas, Op. 50 – No. 1 em Sol maior – Fou Ts’ong [E]
31 – Três Mazurcas, Op. 50 – No. 2 em Lá bemol maior – Fou Ts’ong [E]
32 – Três Mazurcas, Op. 50 – No. 3 em Sol sustenido menor – Fou Ts’ong [E]
33 – Três Mazurcas, Op. 56 – No. 1 em Si maior – Tatiana Shebanova [E]
34 – Três Mazurcas, Op. 56 – No. 2 em Dó maior – Tatiana Shebanova [E]
35 – Três Mazurcas, Op. 56 – No. 3 em Dó menor – Fou Ts’ong [E]
36 – Três Mazurcas, Op. 59 – No. 1 em Lá menor – Kevin Kenner [P]
37 – Três Mazurcas, Op. 59 – No. 2 em Lá bemol maior – Kevin Kenner [P]
38 – Três Mazurcas, Op. 59 – No. 3 em Fá sustenido menor – Kevin Kenner [P]
39 – Três Mazurcas, Op. 63 – No. 1 em Si maior – Tatiana Shebanova [E]
40 – Três Mazurcas, Op. 63 – No. 2 em Fá menor – Tatiana Shebanova [E]
41 – Três Mazurcas, Op. 63 – No. 3 em Dó sustenido menor – Tatiana Shebanova [E]
42 – Quatro Mazurcas, Op. 67 – No. 1 em Sol maior – Dina Yoffe [P]
43 – Quatro Mazurcas, Op. 67 – No. 2 em Sol menor – Dina Yoffe [P]
44 – Quatro Mazurcas, Op. 67 – No. 3 em Dó maior – Dina Yoffe [P]
45 – Quatro Mazurcas, Op. 67 – No. 4 em Lá menor – Dina Yoffe [P]
46 – Quatro Mazurcas, Op. 68 – No. 1 em Dó maior – Tatiana Shebanova [E]
47 – Quatro Mazurcas, Op. 68 – No. 2 em Lá menor – Janusz Olejniczak [E]
48 – Quatro Mazurcas, Op. 68 – No. 3 em Fá maior – Janusz Olejniczak [E]
49 – Quatro Mazurcas, Op. 68 – No. 4 em Fá maior – Janusz Olejniczak [E]
50 – Mazurca em Sol maior, KKIIa2 – Ewa Pobłocka [P]
51 – Mazurca em Si maior, KKIIa3 – Ewa Pobłocka [P]
52 – Mazurca em Si maior, KKIVb1 – Ewa Pobłocka [P]
53 – Mazurca em Lá menor, ‘Notre Temps’ – Ewa Pobłocka [P]
54 – Mazurca em Lá menor, Dbop 42A (autoria duvidosa) – Tatiana Shebanova [E]
55 – Mazurca em Ré maior – Tatiana Shebanova [E]
56 – Mazurca em Si bemol maior – Tatiana Shebanova [E]
57 – Mazurca em Dó maior – Tatiana Shebanova [E]
58 – Mazurca em Lá bemol maior – Tatiana Shebanova [E]

E = piano Érard, 1849
P = piano Pleyel, 1848

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

——————————————————

POLONAISES – PARTE I

01 – Duas Polonaises, Op. 26 – No. 1 em Dó sustenido menor – Tatiana Shebanova [E]
02 – Duas Polonaises, Op. 26 – No. 2 em Mi bemol menor – Dina Yoffe [P]
03 – Duas Polonaises, Op. 40 – No. 1 em Lá maior – Janusz Olejniczak [P]
04 – Duas Polonaises, Op. 40 – No. 2 em Dó menor – Kevin Kenner [P]
05 – Polonaise em Fá sustenido menor, Op. 44 – Janusz Olejniczak [E]
06 – Polonaise em Lá bemol maior, Op. 53 – Janusz Olejniczak [E]
07 – Polonaise-Fantasia em Lá bemol maior, Op. 61 – Ka Ling Colleen Lee [P]

E = piano Érard, 1849
P = piano Pleyel, 1848

NOTA: neste volume estão as Polonaises publicadas em Paris durante a vida do compositor e amplamente consideradas suas obras mais importantes no gênero

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

————————————————-

POLONAISES – PARTE II

08 – Três Polonaises, Op. 71 – No. 1 em Ré menor – Nikolai Demidenko [P]
09 – Três Polonaises, Op. 71 – No. 2 em Si bemol maior – Marek Drewnowski [E]
10 – Três Polonaises, Op. 71 – No. 3 em Fá menor – Tatiana Shebanova [E]
11 – Polonaise em Sol menor (1817) – Marek Drewnowski [P]
12 – Cinco Polonaises, Op. Póstumo – No. 1 em Si bemol maior – Marek Drewnowski [P]
13 – Cinco Polonaises, Op. Póstumo – No. 2 em Lá bemol maior – Marek Drewnowski [P]
14 – Cinco Polonaises, Op. Póstumo – No. 3 em Sol sustenido menor – Tatiana Shebanova [E]
15 – Cinco Polonaises, Op. Póstumo – No. 4 em Si bemol menor – Tatiana Shebanova [E]
16 – Cinco Polonaises, Op. Póstumo – No. 5 em Sol bemol maior – Tatiana Shebanova [E]
17 – Andante spianato e Grande Polonaise Brilhante, Op.22 – Andante – Wojciech Świtała [P]
19 – Andante spianato e Grande Polonaise Brilhante, Op.22 – Polonaise – Wojciech Świtała [P]

E = piano Érard, 1849
P = piano Pleyel, 1848

NOTA: neste segundo volume estão as polonaises compostas na juventude e aquelas publicadas postumamente, além da versão para piano solo do Andante Spianato e Grande Polonaise Brilhante, Op. 22. A polonaise em Sol menor, composta por Chopin aos sete anos de vida, foi sua primeira obra publicada

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

———————————————-

CANÇÕES

01 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 1: “Życzenie” (poema de Stefan Witwicki)
02 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 2: “Wiosna” (Stefan Witwicki)
03 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 3: “Smutna Rzeka” (Stefan Witwicki)
04 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 4: “Hulanka” (Stefan Witwicki)*
05 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 5: “Gdzie lubi” (Stefan Witwicki)*
06 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 6: “Precz z moich oczu” (Adam Mickiewicz)*
07 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 7: “Poseł” (Stefan Witwicki)
08 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 8: “Śliczny chłopiec” (Zaleski)
09 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 9: “Z gór, gdzie dźwigali strasznych krzyżów brzemię” (Zygmunt Krasiński)
10 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 10: “Wojak” (Stefan Witwicki)*
11 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 11: “Dwojaki koniec” (Bohdan Zaleski)
12 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 12: “Moja pieszczotka” (Adam Mickiewicz)*
13 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 13: “Nie ma czego trzeba” (Bohdan Zaleski)
14 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 14: “Pierścień” (Stefan Witwicki)*
15 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 15: “Narzeczony” (Stefan Witwicki)*
16 – Canções Poloneses, Op. 74 – No. 16: “Piosnka litewska” (folclore lituano, tradução de Ludwik Osiński)
17 – Canções Polonesas, Op. 74 – No. 17: “Śpiew z mogiłki” (Wincenty Pol)
18 – “Czary” (Stefan Witwicki)*
19 -“Dumka” (Bohdan Zaleski)*

Aleksandra Kurczak, soprano
* Mariusz Kwiecień, barítono
Nelson Goerner, piano Pleyel (1848)

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

—————————————–

CHAMBER MUSIC

01 – Sonata para violoncelo e piano em Sol menor, Op. 65 – Allegro Moderato
02 – Sonata para violoncelo e piano em Sol menor, Op. 65 – Scherzo. Allegro con brio
03 – Sonata para violoncelo e piano em Sol menor, Op. 65 – Largo
04 – Sonata para violoncelo e piano em Sol menor, Op. 65 – Finale. Allegro
05 – Introdução e Polonaise Brilhante para violoncelo e piano em Dó maior, Op. 3
06 – Grande Duo Concertante em Mi maior, sobre temas de “Robert Le Diable” de Meyerbeer, para violoncelo e piano, Dbop. 16 (em colaboração com Auguste Franchomme)

Andrzej Bauer, violoncelo
Jan Krzysztof Broja, piano Érard (1849)

07 – Trio em Sol menor para piano, violino e violoncelo, Op. 8 – Allegro con fuoco
08 – Trio em Sol menor para piano, violino e violoncelo, Op. 8 – Scherzo. Con moto ma non troppo
09 – Trio em Sol menor para piano, violino e violoncelo, Op. 8 – Adagio sostenuto
10 – Trio em Sol menor para piano, violino e violoncelo, Op. 8 – Finale. Allegretto

Jan Krzysztof Broja, piano Érard (1849)
Jakub Jakowicz, violino
Andrzej Bauer, violoncelo

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

——————————————————–

RAOUL KOCZALSKI AT THE BELVEDERE, 1948

01 – Prelúdios, Op. 28 – No. 20 em Dó menor
02 – Dois Noturnos, Op. 27 – No. 2 em Ré bemol maior
03 – Quatro Mazurcas, Op. 7 – No. 1 em Si maior
04 – Berceuse em Ré bemol maior, Op. 57
05 – Fantasia-Improviso em Dó sustenido menor, Op. 66
06 – Grande Valsa Brilhante em Mi bemol maior, Op.18
07 – Balada no. 1 em Sol menor, Op. 23
08 – Comentário

Raoul Koczalski, no piano Pleyel de Chopin, 1848
Gravado no Palácio Belvedere, residência oficial do presidente da Polônia
21 de fevereiro de 1948, 138° aniversário de Chopin

NOTA: este CD é um bônus na coleção. O pianista Raoul Koczalski estudou no Conservatório de Lemberg (depois Lwów, Polônia – hoje L’viv, Ucrânia) com Karol Mikuli, o mais notável discípulo polonês de Chopin, coordenador da primeira edição crítica de suas obras e considerado a maior autoridade de sua época sobre o estilo de interpretação de seu mestre. Além do interesse acerca do intérprete, em linha pedagógica direta com Chopin, esta é uma das gravações mais antigas feitas com instrumentos contemporâneos ao compositor, muito antes de surgir o movimento da “interpretação historicamente informada”.

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Chopin, por Eugène Delacroix
Chopin, por Eugène Delacroix

Vassily Genrikovich

11 comments / Add your comment below

  1. Ola PQP.
    Já estava baixando os CDs de Arthur Rubinstein que executa as obras de Chopim. Eu gostaria de ter só uma coleção, então acredito que sua postagem é mais completa, certo? Também acho interessante no futuro se possível a postagem das obras restantes.
    Muito grato por sua disposição.

    1. Prezado Anderson,

      Se você busca a coleção completa das obras de Chopin, acredito que esta postagem seja mais próxima do que procura. Arthur Rubinstein, por exemplo, nunca gravou em estúdio a integral dos Estudos opp. 10 e 25 – embora haja interpretações suas, em gravações piratas de recitais e algumas outras bem antigas, pelo processo Welte-Mignon, para talvez a metade deles. Não tenho conhecimento de que ele tenha gravado as demais obras para piano e orquestra (i.e., aquelas que não os concertos), nem as obras de câmara ou as canções.

      Por outro lado, Rubinstein foi um tremendo intérprete de seu compatriota Chopin, considerado por muitos mesmo o melhor de todos, de modo que, em termos de qualidade, considero a série que vem sendo publicada pelo colega FDP Bach realmente imperdível. Se me permite a sugestão, talvez você possa baixar as duas séries e compará-las. Na minha opinião, mesmo que as interpretações da caixa “The Real Chopin” nem sempre sejam de alto nível, é muito interessante escutar, no atraente timbre dos pianos antigos, como as obras provavelmente soaram aos ouvidos do compositor.

      Quanto ao pedido para postar as obras restantes, ele será atendido em breve. Muito obrigado por prestigiar-nos!

  2. Ainda estou começando a ouvir as peças desta postagem e da anterior. Até agora, o que mais gostei foi das Baladas. Acho que independentemente do instrumento, a interpretação do Nelson Goerner (é isso?) faz toda a diferença.
    Estou escrevendo para observar uma postagem anterior, feita por Carlinus, de um outro disco com as Baladas interpretadas num instrumento da época de Chopin. O intérprete é Alexei Lubimov e o piano é um Érard de 1837… Vale a comparação.
    Abraços!!

    1. Baixei o disco postado pelo Carlinus para comparação, como sugerido.
      O Goerner é ótimo. Quisera eu que a coleção completa estivesse a cargo dele e do Dang Thai Son.
      Se quiseres vê-lo, e não somente o ouvir, em ação, há vídeos dele, do Érard e do Frans Brüggen no YouTube, interpretando as obras chopinianas para piano e orquestra que ele gravou para a coleção.
      Aqui, por exemplo, as variações sobre “Là ci darem la mano”:

      https://www.youtube.com/watch?v=tUqDMvoArF0

      Abraços!

  3. Vassily, muito obrigado pela belíssima postagem! As interpretações do Goerner e do Thai Son parecem realmente fazerem a diferença. Será que eles não gravaram também outras obras de Chopin fora desta coleção?

    1. Estimado Barto, fico contente com sua apreciação. Quanto mais escuto “The Real Chopin”, mais concordo com você. A discografia de Goerner, artista mais jovem, é infelizmente pequena, e no que tange a Chopin conheço uma gravação da EMI com a Sonata no. 3, a Barcarola e algumas outras peças. Já o veterano Dang Thai Son tem uma discografia razoavelmente extensa. Lembro-me de um recital de Chopin com a Deutsche Grammophon, mas a maior parte de suas gravações foi feita pelo selo japonês Victor/JVC, o que restringiu um tanto sua divulgação. Sob este selo, tenho uma gravação de seus noturnos, ademais excelente, mas com o som muito reverberante.

      A boa notícia é que o mesmo Instituto Nacional Chopin de Varsóvia que produziu “The Real Chopin” está lançando aos poucos a obra integral do compositor em instrumentos contemporâneos, e que nessa nova série os noturnos ficaram a cargo de Dang (http://en.chopin.nifc.pl/institute/publications/musics2/id/1724). Espero que ele e Goerner contribuam em peso com ela.

      Enquanto isso, talvez você possa apreciar as gravações de Nelson Goerner disponíveis no YouTube, que incluem as obras para piano e orquestra. Por exemplo, ei-lo tocando, sob regência de Frans Brüggen, a Krakowiak op. 14: https://www.youtube.com/watch?v=KhQRBt7YTiU

Deixe uma resposta para Vassily Genrikhovich Cancelar resposta