J. S. Bach (1685-1750): Music for Lute-Harpsichord

Essas obras são sensacionais, mas merecem um alaúde e não este estranho instrumento. Esta Farr… Me desculpem, mas não são bons discos. E o pior é que a culpa não é nem do instrumento. A música de papai requer pessoas compreensivas e não esta executante que se sai muito bem em barrocos barrocos mas nada bem com os barrocos tardios. Nestes CDs, a moça Farr parece uma autômata. As notas estão lá, só que ela não magica (do verbo magicar, correto, Vanderson?).

(Sei que vão baixar este CD como um bando de doidos. Há muitos estrangeiros que colocam nossos textos alucinados no Google Tradutor… Gostaria de saber como a ferramenta vai traduzir magicar, barrocos barrocos, moça Farr, compreensivas, etc.).

Bach_MerdaJ. S. Bach (1685-1750): Music for Lute-Harpsichord

Disc 1:
1. Lute Suite in G minor, BWV 995: I. Prelude 5:31
2. Lute Suite in G minor, BWV 995: II. Allemande 4:49
3. Lute Suite in G minor, BWV 995: III. Courante 2:33
4. Lute Suite in G minor, BWV 995: IV. Sarabande 2:13
5. Lute Suite in G minor, BWV 995: V. Gavotte I – 2:17
6. Lute Suite in G minor, BWV 995: V. Gavotte II en Rondeau – Gavotte I 2:45
7. Lute Suite in G minor, BWV 995: VI. Gigue 2:34
8. Lute Suite in E minor, BWV 996 (use): I. Prelude – Presto 2:29
9. Lute Suite in E minor, BWV 996 (use): II. Allemande 3:08
10. Lute Suite in E minor, BWV 996 (use): III. Courante 2:46
11. Lute Suite in E minor, BWV 996 (use): IV. Sarabande 3:00
12. Lute Suite in E minor, BWV 996 (use): V. Bourree 1:31
13. Lute Suite in E minor, BWV 996 (use): VI. Gigue 3:22
14. Lute Partita in C minor, BWV 997: I. Prelude 3:01
15. Lute Partita in C minor, BWV 997: II. Fugue 6:07
16. Lute Partita in C minor, BWV 997: III. Sarabande 3:47
17. Lute Partita in C minor, BWV 997: IV. Gigue 3:09
18. Lute Partita in C minor, BWV 997: V. Double 3:51
19. Prelude, Fugue and Allegro in E flat major, BWV 998: Prelude 2:31
20. Prelude, Fugue and Allegro in E flat major, BWV 998: Fugue 5:08
21. Prelude, Fugue and Allegro in E flat major, BWV 998: Allegro 3:47
22. Prelude in C minor, BWV 999 (use): Prelude in C minor, BWV 999 1:30
23. Fugue in G minor, BWV 1000 5:17

Disc 2:
1. Lute Partita in E major, BWV 1006a: I. Preludio 4:47
2. Lute Partita in E major, BWV 1006a: II. Loure 3:57
3. Lute Partita in E major, BWV 1006a: III. Gavotte en rondeau 3:35
4. Lute Partita in E major, BWV 1006a: IV. Menuet I 2:09
5. Lute Partita in E major, BWV 1006a: V. Menuet II 2:10
6. Lute Partita in E major, BWV 1006a: IV. Menuet I, reprise 1:14
7. Lute Partita in E major, BWV 1006a: VI. Bourree 2:03
8. Lute Partita in E major, BWV 1006a: VII. Gigue 2:33
9. Keyboard Sonata in D minor, BWV 964 (after BWV 1003): I. [Adagio] 3:13
10. Keyboard Sonata in D minor, BWV 964 (after BWV 1003): II. Allegro 8:24
11. Keyboard Sonata in D minor, BWV 964 (after BWV 1003): III. Andante 4:23
12. Keyboard Sonata in D minor, BWV 964 (after BWV 1003): IV. Allegro 6:38
13. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Sarabande in C major 1:22
14. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 2 1:31
15. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 3 1:16
16. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 4 1:33
17. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 5 1:33
18. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 6 1:19
19. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 7 1:39
20. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 8 1:34
21. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 9 1:18
22. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 10 1:21
23. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 11 1:37
24. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 12 1:52
25. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 13 1:53
26. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 14 1:35
27. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 15 1:26
28. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Partita 16 1:08
29. Sarabande con Partite in C major, BWV 990: Sarabande in C major, reprise 1:34

Elizabeth Farr, Cravo-alaúde ou Alaúde-cravo, como queiram

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Conhece o verbo magicar, Farr?

Conhece o verbo magicar, Farr?

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

12 ideias sobre “J. S. Bach (1685-1750): Music for Lute-Harpsichord

  1. A request, please. In the past I has seen frequently Carlinus reposting here some link which were already published on his blog oserdamusica. Not that blog is opened to invited people only and there is no mean to contact the administrator. Does anyone on you has an e-mail or another mean to contact Carlinus andas for invitation? Thanks!

  2. Palhaçada o que eles fizeram com o Megaupload. Eu sei o e-mail para contatar o Carlinus, mas não vou dizer por razões óbvias.

    (Translating just for Viola Renzi’s benefit: It’s a slapstick what they have done with Megeupload. I know Carnilus e-mail adress, but I’ll don’t tell for obvious reasons.)

  3. Claro, PQP, certamente. Se fosse mágica você colocaria o acento no “á”. (Entendeu? SE FOSSE MÁGICA!! kkkk) Só estou brincando. Legal o seu texto, e legal essa imagem também. Preserve pelo menos esse comentário, sim? Só gostaria de relatar o que deu no Google Tradutor. Olha só quanta fidelidade ao sentido original (e furos na gramática inglesa também):

    These works are sensational, but they deserve a lute and not this strange instrument. Do not even want [I don’t even want] to verify that the Complete Works for Lute by Bach CD that still have their unbeatable active link, despite knowing that this beautiful CD is still available. Oh, and these here too.
    But this Farr … I’m sorry, but there are good records. What’s worse is that the fault is not the instrument. Dad’s music requires people not understanding [não-compreensivas?!] that this performer does very well in baroque and baroque but nothing with the late Baroque. In these CDs, the girl looks like an automaton Farr. The notes are there, only she had not magic (from the verb brooding, correct, Vanderson?).
    (I know I will play this CD as a bunch of lunatics. There are many foreigners who put our text in Google Translate crazy … I wonder how the tool will translate brooding, baroque baroque girl Farr, understanding, etc.)..

    Agora, traduzindo ISSO por português:
    Estes trabalhos são sensacionais, mas eles merecem um alaúde, e não este instrumento estranho. Não quer mesmo para verificar se a obra completa para Alaúde de Bach CD que ainda têm sua ligação imbatível ativo, apesar de saber que este belo CD ainda está disponível. Ah, e estes aqui também.
    Mas este (“este”?!) Farr … Sinto muito, mas há bons registros. O pior é que a culpa não é o instrumento. Música pai exige que as pessoas não entender que este performer faz muito bem em barroca e barroca, mas nada com o barroco tardio. Nesses CDs, a menina parece um autômato Farr. As notas estão lá, só que ela não tinha magia (do verbo ninhada, corrigir, Vanderson?). (NINHADA? CORRIGIR? KKKKKK)

    (Eu sei que vou jogar este CD como um bando de lunáticos. [Não, PQP!!!] Há muitos estrangeiros que colocar o nosso texto no Google Translate louco [e bota louco nisso…] … Eu me pergunto como a ferramenta vai traduzir ninhada, barroco barroco menina Farr, compreensão, etc) ..

    Bom, isso é por que ainda não inventaram o Vanderson’s Translator… rsrsrs

  4. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK adoro o photoshhop!! essas imagens de Bach que encontro são demais… Será que ele era realmente uma pessoa divertida? srsrsr espero que sim. Grande post!! bloqueio na PQP!!

  5. Eu dia desses descobri o cravo-alaúde e as obras que Bach escreveu ou foram adapatadas para o instrumento. Achei genial, em certo sentido tem uma sonoridade mais adequada que o cravo em algumas peças, já que a sobreposição de vozes nas fugas tendem a se tornar indistintas no cravo (o que me faz preferir muitas vezes o piano para as peças de teclado), mas no cravo-alaúde permanecem nítidas e perfeitamente identificáveis. Só acho uma pena que o instrumento ainda tenha sido pouco explorado, embora eu tenha encontrado uma versão das Variações Goldberg em cravo-alaúde (ou lute-harpsichord, ou lautenwerck). Eu sei que essa interpretação de Elizabeth Farr foi muito questionada, mas eu consegui baixar por torrent outras bem melhor avaliadas, como as de Robert Hill, Gergely Sárközy (será parente húngaro do Nicolas?), Kim Heindel, Gwendolyn Toth, e realmente valeu a pena.

  6. Olha, a gravação com o Gergelim rs – Gergely Sarkozy, que postei há tempos atrás é muito boa, esta é um desastre, Srta. Farr transforma as peças numa penteadeira de cabaré. O som do seu instrumento é lindo, sem dúvida, merecia um intérprete à altura. Tive estes CDs e fiz deles disco voador pela janela.

  7. Esta gravação com Elizabeth Farr é fantástica! Ótima interpretação, senso de fraseado, de agógica e de dinâmica impecáveis! E o instrumento é belíssimo. Os comentários de PQP são totalmente incompreensíveis. E falar de um instrumento como o cravo-alaúde com tamanho desconhecimento já beira o irracional… Mas por favor, PQP, ouça novamente e com mais cuidado! Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *