Pedro Antonio Avondano (Lisboa, 1714-1782) – Sonatas para cravo, com Rosana Lanzelotte

2me5lwgSonatas
Pedro Antonio Avondano

Rosana Lanzelotte
Cravo com a inscrição ‘Joze Calisto 1780’

Rosana Lanzelotte costuma dizer que tocar cravo no Brasil é “um ato de paixão”. Mas ela é daquelas artistas inquietas. E, da música brasileira do século 20 a obras do passado trazido à tona com pesquisas em bibliotecas européias, tem revelado pequenas jóias do repertório – caso de seu novo disco, com as sonatas do português Pedro António Avondano (selo Portugaler), sobre quem ela falou ao Estado [jornal O Estado de São Paulo].

Quem foi Avondano?
A corte portuguesa era uma das mais abastadas no século 18 graças às riquezas que chegavam do Brasil. O pai de Avondano foi importado de Nápoles por d. João V, que quis instaurar uma estética itáliana na corte, antes influenciada pelo gosto espanhol de seus antepassados.

A riqueza da vida musical em Lisboa vai aos poucos sendo descoberta. O musicólogo Sérgio Dias deparou-se com uma inédita Missa de Pergolesi na Biblioteca do Palácio da Ajuda. A arte de Marcos Portugal, o talentoso compositor português que fez a sua fama em Veneza e Paris, e que veio a contragosto para o Brasil chamado por d. João VI, tem também encantado alguns maestros europeus.

Pouco se praticou a música de câmara no Brasil antes da chegada de d. João VI em 1808. Porém a música de Avondano já era conhecida: há traços de sua ópera Il Mondo della Luna em arquivos de Ouro Preto. Pode-se imaginar, então, que, apesar de esquecido hoje, sua arte exerceu um grande fascínio sobre seus contemporâneos. Avondano só não é mais presente porque talvez grande parte de sua obra tenha desaparecido durante o Terremoto de Lisboa [1755].

Creio que a minha ascendência portuguesa e italiana, e mais o ritmo brasileiro, que corre nas veias, me ajudou na aproximação da música divertida, melancólica e muitas vezes carnal desse Pedro António. Afinal, como todos nós, ele era um mestiço.

Qual o objetivo destas pesquisas? Você fala em nova vida para o cravo.
Como nos ensinaram mestres como Gustav Leonhardt e Jacques Ogg, o cravista tem de ser, antes de mais nada, um pesquisador. No século19, ninguém tocou o instrumento. Mais de 200 cravos foram queimados em uma fogueira em Paris na Revolução Francesa, símbolos da monarquia.

A redescoberta do repertório e do ofício de tocar cravo faz parte da vida e da fascinação de qualquer cravista. Volta e meia são descobertas novas obras de grandes mestres, como Froberger e Scarlatti. Antes dessa viagem apaixonante pela música de Avondano, eu havia enveredado por obras pouco conhecidas de Bach, que registrei no meu primeiro CD, além de ter descoberto na Biblioteca de Viena a autoria da transcrição para teclado das Sete Últimas Palavras de Cristo de Haydn: Sigismund Neukomm, seu aluno predileto, que morou no Brasil de 1816 a 1821. Este é o compositor sobre o qual me debruço no momento. Em 1998 gravei o meu CD de música brasileira do século 20 com obras inéditas de Ernani Aguiar, Caio Senna e David Korenchendler, além de Ernesto Nazareth e Claudio Santoro. Essa é a minha contribuição para provar que o cravo é, sim, brasileiro!

(http://lanzelotte.com/antigo/port/clip10_b.htm)

Gravado no National Music Museum em Vermillion, South Dakota, USA, em 2002, em um cravo com a inscrição ‘Joze Calisto 1780’, um dos mais raros tesouros do National Music Museum da University of South Dakota.

Este CD, fonogramas + encarte, nos foi presenteado pelo prezado ouvinte da Espanha ‘Milton Clasic’, de refinado gosto musical e raro trato pessoal. Muito obrigado, Milton! Não tem preço.

Pedro Antonio Avondano (Lisboa, 1714-1782)
01. Sonata em Fá Maior – 1. Allegro
02. Sonata em Fá Maior – 2. Adagio
03. Sonata em Fá Maior – 3. Menuete
04. Sonata em Ré Maior – 1. Moderato – Allegro
05. Sonata em Ré Maior – 2. Andante
06. Sonata em Ré Maior – 3. Menuete
07. Sonata em Dó Maior – 1. Allegro
08. Sonata em Dó Maior – 2. Andante
09. Sonata em Dó Maior – 3. Allegro
10. Sonata em Sol Maior – 1. Allegro
11. Sonata em Sol Maior – 2. Menuete
12. Sonata em Dó Maior – 1. Allegro
13. Sonata em Dó Maior – 2. Menuet2
14. Sonata em Sol Maior
15. Sonata em Lá Maior – 1. Allegro con Spirito
16. Sonata em Lá Maior – 2. Presto – Presto

Sonatas – 2002
Pedro Antonio Avondano
Rosana Lanzelotte – cravo

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 320 kbps – 155,0 + 5,7 MB – 1 h 03 min
powered by iTunes 11.2.1

2eej1wj

 

 

 

 

 

 

.

.

.

.

Boa audição.

Avicenna

6 comments / Add your comment below

  1. Dear Avicenna
    Thank you for posting again these rarities!!!
    I can only listen to the samples, as your new server does not allow downloads.
    It starts quickly and easy, but stalls after a few MB. It does not allow resume downloads, so I have to start again. I have tried day- and night-time, but always the same (sad) story…..20 tries no luck!!!

    1. Dear Jan,

      Our new server is facing some instabilities during this experimental period.
      Could you please try again tomorrow while I send your message to our IT?

      Please let me know the results.

      Best regards,

      Avicenna

        1. Thanks for your reply…I actually don’t know what download accelerator is. I’m trying on standard opera browser (worked last week with your new server just perfect), chrome and firefox (all standard). In the moment it’s working (on opera)!! Hold thumbs!
          I am very keen on these 3 “Brazilian” treats..;-)

  2. Nope, it keeps stalling again after 30 MB, so I’m trying tomorrow…I won’t give up and listen to some Carlos Gomez Guranay in the meantime…lol

Deixe uma resposta