Creator Alme – Pe. José Maurício Nunes Garcia & Manoel A. de M. Senra & Francisco Gomes da Rocha & José R. D. de Meirelez & Jerônimo de Souza Lobo & José Joaquim da Paixão & Manoel Dias de Oliveira (Acervo PQPBach)

2agugqcCreator Alme
Coro e Orquestra Domine Maris

.
O Pe. José Maurício Nunes Garcia (1767-1830, Rio de Janeiro, RJ) apresenta o inspiradíssimo, maravilhoso Moteto ao Pregador escrito para solista e orquestra, em duas versões: Te Christe solum novimus e Creator Alme siderum. Ambas versões possuem estrutura musical e de texto semelhantes. A musical do Creator Alme siderum é mais desenvolvida, possui longa introdução instrumental e escrita virtuosística para o solista.

A partitura da Ave Maria, de Manoel Augusto de Medeiros Senra (Séc. XIX, Coimbra, MG), é destinada a uma voz de soprano solo com acompanhamento instrumental com flauta, clarineta, piston, ophecleid, violinos I e II e contrabaixo. Para esta gravação foram incluídos violoncelo e trompa.

O Invitatorium, de Francisco Gomes da Rocha (1746-1808, Vila Rica, MG), apresenta uma escrita coral de clara textura homofônica. Os violinos realizam um contraponto elaborado à base de semicolcheias apoiadas por notas harmônicas das trompas. O baixo instrumental realiza um apoio com variantes ao baixo vocal. Obra editada por Harry Lamott Crowl, Jr.

Ária escrita para soprano solo acompanhada de conjunto de cordas, a peça Lingua benedicta de José Rodriguez Dominguez de Meirelez (séc. XIX, Pitanguí, MG), não apresenta alterações de andamento e o estilo é bastante influenciado pela ária de ópera italiana. A parte do solista tem uma escrita refinada com coloraturas de ligeiro virtuosismo.

Jerônimo de Souza Lobo (17xx-1803, Vila Rica, MG), além de compositor, atuava como violinista, organista e regente na antiga Vila Rica, atual Ouro Preto. Sua obra O Patriarcha Pauperum possui clara influência da ópera, tanto na escrita como no conteúdo.

José Joaquim da Paixão (Lisboa, c. 1770 – Funchal, c. 1820), de quem se tem poucas referências, teve algumas de suas obras circulado em terras brasileiras nos séculos XVIII e XIX. O Vere Christe possui momentos de virtuosismo percebendo-se influências do italianismo que predominou na época. O Tremit mundus muito se assemelha à obra anterior e conserva a mesma organização estrutural apresentando lirismos na voz solista apoiada pelo conjunto instrumental.

Tractos, Missa e Vésperas, de Manoel Dias de Oliveira (São José del Rey [Tiradentes], 1735-1813), é música para o Sábado Santo. Para a Vigília são quatro os tratos, versículos que se cantam nas épocas de penitência logo após o gradual em substituição à Aleluia. Para a Missa da Tarde foram especialmente compostos todos os cânticos, exceto os que, como o Kyrie e o Glória, fazem parte do ofício ordinário.
(texto adaptado do encarte)

Palhinha: Ouça 1. Te Christe solum novimus (Moteto ao Pregador) na inspirada voz de Katya Oliveira

Pe. José Maurício Nunes Garcia (1767-1830, Rio de Janeiro, RJ)
1. Te Christe solum novimus (Moteto ao Pregador)
2. Creator alme siderum (Moteto ao Pregador)

Manoel Augusto de Medeiros Senra (Séc. XIX, Coimbra, MG)
3. Ave Maria
Francisco Gomes da Rocha (1746-1808, Vila Rica, MG)
4. Invitatorium
José Rodriguez Dominguez de Meirelez (séc. XIX, Pitanguí, MG)
5. O lingua benedicta
Jerônimo de Souza Lobo (17xx-1803, Vila Rica, MG)
6. O Patriarcha pauperum (Moteto ao Pregador para a festa de São Francisco de Assis)
José Joaquim da Paixão (Lisboa, c. 1770 – Funchal, c. 1820)
7. O vere Christe (Moteto ao Pregador)
8. Tremit mundus

Manoel Dias de Oliveira (São José del Rey [Tiradentes], 1735-1813)
9. Tractos, Missa e Vésperas de Sábado Santo 1. Cantemus Domino
10. Tractos, Missa e Vésperas de Sábado Santo 2. Vinea facta est
11. Tractos, Missa e Vésperas de Sábado Santo 3. Attende Caelum
12. Tractos, Missa e Vésperas de Sábado Santo 4. Sicut servus – Alleluia
13. Tractos, Missa e Vésperas de Sábado Santo 5. Confitemini
14. Tractos, Missa e Vésperas de Sábado Santo 6. Laudate Dominum
15. Tractos, Missa e Vésperas de Sábado Santo 7. Vespere autem
16. Tractos, Missa e Vésperas de Sábado Santo 8. Magnificat

Creator Alme – 2005
Coro e Orquestra Domine Maris, regente: Modesto Flávio
Soprano solo: Katya Oliveira
Mezzo-Soprano: Edinea Pacheco Stikan
Baixo (convidado): Lício Bruno
Tenor: Fabrício Miyakawa

.

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 – 320kbps – 159,7 MB – 1,1 horas
powered by iTunes 8.2

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MAX RIP | FLAC 693,3 MB | HQ Scans 31.0 MB |

.

Boa audição!

mares-nunca-dantes-navegados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Avicenna

39 comments / Add your comment below

    1. As Matinas de Natal que tenho são as gravadas pelo Coro de Câmera Pro-Arte, regência de Carlos Alberto Figueiredo, órgão e cello, C.T.Mozart.
      Você tem a versão para orquestra?

  1. Será que você não está se referindo às Matinas do Natal, de compositor anônimo do século XVIII, interpretadas por Brasilessentia & Orquestra de Câmara Engenho Barroco? É maravilhosa!

    1. Moteto é uma composião sacra, breve, solo, que não faz parte do ritual ordinário da missa e somente utilizada em ocasiões especiais. O “Moteto ao Pregador” antecede o sermão e tem o objetivo de ajudar o pregador a se inspirar nas palavras que vai proferir, C.T.Mozart!
      Certamente o Te Christe solum novimus do Pe. Nunes Garcia foi de grande inspiração aos pregadores da época!

    1. Um excelente disco do Domine Maris, VS, em que a voz e interpretação de Katya Oliveira é uma oferenda aos deuses! Uma grande contribuição do Domine Maris à Música Sacra Colonial Brasileira. Deveriam gravar mais!
      Parabéns aos músicos de Vitória.

  2. Ao ilumuminado Avicena: o tradicional obrigado, ótimo repertório.

    Aos irmãos Bach deste blog: acabo de ouvir na rádio cultura FM que hoje é aniversário de morte do pai de vocês, vale uma lembrança e minha homenagem. O pai foi mas a herança é viva. Viva!

    Parabéns a toda esta família por nos brindar com jóias preciosas todos os dias.

    Obrigado.

    Hélio.

  3. Merci beaucoup pour ces musiques brésiliennes, peu connues en Europe. J’aime beaucoup le Padre Nunes Garcia (Missa pastoril, Carmo, Cecilia, Requiem…).

    Avez vous les “Matines do Natal” et la Symphonie funèbre ?

    Muchas gracias, amigos

    1. Cher Joachim,

      Les musiciens brésiliens cites, malheureusement, sont aussi peu connus et divulgués ici au Brésil.
      A travers notre blog nous essayons de travailler justement pour une plus ample divulgation et pour les faires mieux connaitre par le public.
      Des manifestations comme la votre nous motivent enormement, nous vous en remercions !!
      Je suis en train de preparer “Matinas do Natal” par le Père Nunes Garcia, pour être posté très prochainement. Patiente un peu s’il vous plait…
      Quant a la “Sinfonia Fúnebre”, elle est déjà sur le blog a l’adresse suivante:
      http://pqpbach.opensadorselvagem.org/17%C2%B0-18%C2%B0-e-19%C2%B0-festivais-de-juiz-de-fora/
      Pour votre information, vous pouvez clicquer sur les mots en rouge “Música Sacra Colonial Brasileira”, en haut de chacune de mes postages, pour pouvoir acceder a 16 postages déjà realizees, la majorité, des ouevres du Père Nunes Garcia!
      Encore un grand merci!!

  4. ahhhhhhhhh!São uma seleção de 21 modinhas de autores como Joaquim Manuel Gago da Camêra,Gabriel Fernades da Trindade,Candido Inácio da Silva e de criaturas anônimas gravados pela bicoito fino com vozes ,viola de arame,cravo e flauta.Vale a pena comprar.

  5. Cher Avicenna,

    Merci pour votre gentille réponse ! En effet, j’aime beaucoup ces compositeurs brésiliens du 19ème siècle : Nunes Garcia, mais aussi Neukomm, qui a même ajouté un Libera me au Requiem de Mozart pour la création à Rio.

    Connaissez vous ces sites sur le Père Nunes Garcia ?

    http://www.geocities.com/nunes_garcia/JM_Port.htm

    http://chevalierdesaintgeorges.homestead.com/Mauricio.html

    (celui ci est en français, mais je crois que vous comprenez bien. Le site est celui du Chevalier de Saint George, un français mulâtre du 18ème siècle originaire de Guadeloupe)

    1. Cher Joachim,

      Bien sûr, je connais les sites que vous avez mentionnés, pourtant je ne connaissais point l’origine du Chevalier de Saint George, très similaire aux origines des maîtres brésiliens du XVIIIe. siècle. Je possède l’oeuvre de Neukomm “Libera Me” et devrai l’afficher très tôt.

      A bientôt!

      Avicenna

    1. Prezada Katya Oliveira,
      Sinto-me muito honrado com a sua mensagem!
      Permita-me parabenizá-la pela sua interpretação em “Creator Alme”. Sua voz é o instrumento mais importante, afinado e delicado dentre todos. Você interpretou com a alma! Uma interpretação perfeita, gloriosa!
      Eu e minha mulher tornamo-nos seu fã de carteirinha. Muitas vezes ela me convida: Vamos ouvir a Katya Oliveira? Já vimos todos seus vídeos no Youtube.
      Acredite que a postagem do “Creator Alme” tem sido uma das mais requisitadas dentre as que tenho postado.
      Infelizmente apoio é o maior problema para a Música Sacra Colonial Brasileira.
      Um grande abraço e obrigado por nos prestigiar.

  6. Caro Avicenna,

    temos um livro com restauração de partituras do acervo de música sacra da região de Viçosa, MG. Inclusive, com a partitura da Ave Maria de Senra, que está no cd Creator Alme, trabalho que eu e meu marido, o diretor artístico do CD e da Associação dos amigos da orquestra de câmara de Viçosa(Modesto Flávio), editamos juntamente com estagiarios do projeto da dita Associação. Se vc se interessar, podemos lhe enviar um exemplar.

    O link do lançamento do livro:
    https://phpsistemas.cpd.ufv.br/ccs_noticias/scripts/exibeNoticia.php?codNot=6945

    Renovo votos de grande estima e admiração!

  7. THANKS FROM SPAIN .. Merci! Thank you! Obrigado! Спасибо! Gracias! 谢谢!ありがう! Arigato! Danke! Dziękuję! Dank je u! Mulţumesc! Teşekkür ederim! Tack! Tack så mycket! Grazie! Kiitos! תודה לך! Takk! Dakujem,ďakujem vám! Hvala! شكراً!shokran! Ευχαριστώ! 감사합니다! Děkuji! Tak skal du have! Dankon! Hvala! Najlepša hvala! Gràcies! Faleminderit! Ačiū! De’koju! Labai ačiū! ขอบคุณ! Shukrīya! بہت) شكريه (bahut)! Cảm ơn cô! Cảm ơn cô nhiều! Благодаря! Þakka þér! Baie dankie! Takk fyri! Sipas dekem! متشکرم! Благодарам! Təşəkkür! Paldies! Pateicos! Tencinu! Terima kasih! Дуже дякую! Спасибі! Баярлалаа! Гялайлаа! Танд их баярлалаа! Terima kasih! ধন্যবাদ (dhonyobād)! Salamat! Trugarez!

  8. Estranho o link estar funcionando para voce, Avicenna. Desde ontem eu tento (o de FLAC) e sempre dá offline, ainda não consegui baixar. Só que eu aguardei um pouco antes de escrever, ver se resolvia sozinho…aproveito para agradecer toda a sua dedicação, por mim e por vários amigos que agora estão redescobrindo o blog.

      1. I have exactly the same problem since yesterday for all your links (not only this one) coming from Onedrive on your site. I can access the download page but I can’t download anything. Nothing append after…

          1. Thx for your answer. Today before answering to your comment, I tried one more time but same result, nothing worked.

            I tried one more thing, I closed my Chrome browser and pouf ! I’m glad, everything works. Don’t ask me why… 🙂

            Have a good day Avicenna, sorry for the inconvenience and thx for all your CDs.

Deixe uma resposta