Sibelius (1865-1957): Concerto para Violino, Op. 47 / Prokofiev (1891-1953): Concerto para Violino Nº 2, Op. 63 / Glazunov (1856-1936): Concerto para Violino, Op. 82

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Este disco é de tal qualidade que foi postado três vezes aqui no PQP… Todos os links expiraram. Reproduzo o texto de cada uma das postagens:

Carlinus em 

FDP Bach em 12 de junho de 2015: Preparem-se pois lá vem chumbo grosso. Mas não precisam se preocupar, a munição é apenas música de excepcional qualidade interpretada por um dos maiores, quiçá o maior violinista do século XX. Jascha Heifetz estabeleceu um novo padrão de referência quando começou a destacar-se como solista. Nada foi como antes depois dele. A frase ficou esquisita, mas acho que os senhores entenderam. E também creio que esse gigante dispensa apresentações. Qualquer coisa, podem fuçar o Google, a Wikipedia, etc. E chega de papo…

PQP Bach em 30 de junho de 2013: Jascha Heifetz, alguma dúvida? Aqui ele toca o espetacular e ultra-solado Concerto de Sibelius, o bom Concerto de Prokofiev com seus esplêndidos segundo e terceiro movimentos e outro bem  ruinzinho de Glazunov, autor cujo maior mérito foi o ter sido professor de Shostakovich, que não o suportava nem como compositor e muito menos como autor. BAITA DISCO!

Jean Sibelius (1865-1957)
Violin concerto in D minor, op. 47
Chicago Symphony Orchestra
Walter Hendi

Sergei Prokofiev (1891-1953)
Violin concerto No. 2 in G minor, op. 63
Boston Symphony Orchestra
Charles Munch

Alexander Glazunov (1865-1936)
Violin concerto in A minor, op. 82
RCA Victor Symphony Orchestra
Walter Hendl

Jascha Heifetz, violin

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Heifetz, o melhor de todos
Heifetz, o melhor de todos

Carlinus – FDP – PQP

2 comments / Add your comment below

  1. Excelente gravação de Heifetz, obrigatório em qualquer Cdteca. O concerto de Sibelius é um dos meus favoritos, tenho diversas gravações, além de Heifetz, procurem também com Ferras ,Szeryng e Oistrakh, todas excepcionais.
    No youtube tem também uma “animal”com a dupla Mintz e Salonen, muito boa também!

  2. Quem quiser conhecer a interpretação preferida pelo próprio Sibelius, procurem no youtube a versão da Ida Haendel, pra quem não sabe, Ida já fazia misérias com o violino aos 7 anos de idade, ficando entre os primeiros colocados do concurso Wieniawski de 1935, ficando atrás de nomes como Ginette Neveu e Oistrakh, “só isso”…

    Agora tem quase 90 anos e ainda toca pra carajo…

Deixe uma resposta