Pe. José Maurício Nunes Garcia (1767-1830) – Te Deum & Requiem (Acervo PQPBach)

iejghyOriginalmente postado em maio de 2009 pelo CVL. Repostagem com novos e atualizados links pelo Avicenna.

Atendendo às solicitações dos internautas através do nosso SAC, Avicenna apresenta o Te Deum & Requiem do Pe. José Maurício Nunes Garcia (1767-1830).

Essas duas peças foram compostas com estado de espírito diametralmente opostos.

Te Deum das Matinas de São Pedro, CPM* 92, foi criado em 1809. Quatro anos antes o Pe. José Maurício fora nomeado Mestre de Capela da Catedral do Rio de Janeiro e, a partir de 1805, envolveu-se afetivamente com Severiana Rosa de Castro, com quem teve 6 filhos. Ao compor o Te Deum, tinha suas necessidades básicas satisfeitas: financeiramente ganhava bem, a ponto de manter uma escola de música gratuita em sua casa, profissionalmente era o Mestre de Capela da Catedral, o máximo que podia aspirar e, emocionalmente, amava e sentía-se amado. O Pe. José Maurício só podia agradecer ao Criador, louvando-o com um Te Deum. A força e a exuberância dos seus sentimentos podem ser sentidas na faixa 5: In Te, Domine, speravi: non confundar in æternum (Em Vós esperei, Senhor, jamais serei confundido). Vale a pena ouvir!

Recorro às palavras de André Cardoso, vencedor do Concurso Nacional para Regente Convidado da Orquestra Sinfônica Nacional em 1994, para comentar o momento da criação do Requiem: “As circunstâncias que envolvem a criação do Requiem CPM* 185 em 1816 reforçam a idéia de que se trata de uma obra especial. Em 20 de março de 1816, após um longo período de desequilíbrio mental, falece a mãe de D. João VI, a Rainha D. Maria I. No mesmo dia faleceu também a mãe de José Maurício. O compositor recebeu ordens para compor um Ofício e uma Missa de Requiem em homenagem à Rainha. Não há, entretanto, como não associar os sentimentos que perpassam musicalmente a obra ao falecimento de sua própria mãe. O luto imposto a toda a cidade pela morte da rainha, em José Maurício era real e profundo e seu drama pessoal vai estar presente em cada nota colocada na pauta. O Requiem fora escripto com lágrimas bem íntimas e sinceras, afirmaria anos mais tarde o Visconde de Taunay (1843-1899).”

CPM * – sigla para Catálogo Person de Mattos, musicóloga, professora e regente Cleofe Person de Mattos (1913-2002), das obras do Pe. José Maurício Nunes Garcia.

Te Deum & Requiem – Pe. José Maurício Nunes Garcia
01. Te Deum das Matinas de São Pedro CPM 92: 1. Te Deum Laudamus
02. Te Deum das Matinas de São Pedro CPM 92: 2. Te Ergo Quae Sumus
03. Te Deum das Matinas de São Pedro CPM 92: 3. Æterna Fac
04. Te Deum das Matinas de São Pedro CPM 92: 4. Dignare Domine
05. Te Deum das Matinas de São Pedro CPM 92: 5. In Te Domine Speravi
06. Requiem CPM 185: 1. Introitus
07. Requiem CPM 185: 2. Kyrie
08. Requiem CPM 185: 3. Graduale
09. Requiem CPM 185: 4. Dies Iræ
10. Requiem CPM 185: 5. Ingemisco
11. Requiem CPM 185: 6. Inter Oves
12. Requiem CPM 185: 7. Offertorium
13. Requiem CPM 185: 8. Sanctus
14. Requiem CPM 185: 9. Benedictus
15. Requiem CPM 185: 10. Agnus Dei
16. Requiem CPM 185: 11. Communio

A música na corte de D. João VI
Pe. José Maurício Nunes Garcia (1767-1830, Rio de Janeiro, RJ)
Te Deus & Requiem – 2008
Coro e Orquestra Sinfônica da UFRJ. Regente: Ernani Aguiar.
.
acervo-1BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
XLD RIP | FLAC 420,5 MB | HQ Scans |

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 320 KBPS | 118,2 MB | HQ Scans |

 

 

 

Boa audição!

CVL + Avicenna

19 comments / Add your comment below

    1. O arquivo está compactado como arquivo .zip. Se você tiver Windows, ele abre com o WinZip. Se você tiver Mac, ele abre com o StuffIt. Dê dois cliques no arquivo baixado que ele deve abrir automaticamente.

      Se isso não funcionar, ou você não tem o WinZip ou o StuffIt ou o arquivo baixado veio ruim. Neste caso, tente baixar de novo.

  1. Aconteceu o mesmo comigo, não só com este, mas com alguns outros (poucos; 3 ou 4): baixa numa boa, mas quando vou descompactar ele simplesmente diz que os arquivos estão com erro.
    .
    Este problema resolve baixando-o novamente, então?

  2. Obrigado Avicenna, meu problema era com o WinRar. Consegui descompactar com o WinZip.

    Luccannus você está usando o WinRar para descompactar? Se estiver, tente o WinZip.

  3. Ainda não pude tentar. Baixei o winzip, pois só tinha o winrar na máquina.
    .
    Mas não posso baixar mais nada por enquanto, visto que meu hd lotou totalmente (não tem nem 80 mega) =O
    .
    .
    Abraço.

  4. Alou – Primeiro: Muito Obrigado!!
    Segundo, só pra ajudar na organização de vocês, notei que vocês tem DUAS categorias do Zé Maurício – pode ver, num é brincadeira não – tem uma que é Pe. José Maurício (1) e outra Padre José Maurício (2)
    Abraços!

      1. Avicenna
        Greetings from South Africa….Remember, I am the happiest Carlos Gomes Fan, since you introduced me. Now you pushed me into heaven with Nunes Garcia. What an elegant composer, so much Romantic before the actual Romantic area began!! After the first notes of the TE Deum I am already totally ‘hooked”. It seems your country (and South America) is so very rich in musical treasures the world does not know about. You efforts to bring these treasure to a wider audience deserves a Musical Nobel Price. You make a lot of people very happy (even if some won’t bother to say “Thanks”, they still enjoy it I guess…lol) and I am one of these lucky guys!! I understand the demand for Callas, Mozart and other mainstreamers, so I think it’s even more important to never forget the lesser known composers… THANK YOU!!
        Jan

  5. Seu PQP
    há muito tempo venho baixando coisas incríveis deste blog, coisas que já conhecia e outra que nunca tinha ouvido. Descobri em seu blog a música de Pe José Maurício e do Andre da Silva Gomes. Já tinha ouvido algumas coisas de José Maurício, do Andre não conhecia nada. Só isto já valeu a pena entrar no seu blog todos os dias. Dois compositores maravilhosos. E a preciosidade do Disco Mestres Mulatos é também qualquer coisa! Você não tem nenhuma obra de Popper para postar? Se tiver manda aí pra gente.
    Um grande abraço e continue alegrando nossa vida.
    Rasia

Deixe uma resposta para Rafa Cancelar resposta