.: interlúdio :. Jaco Pastorius: Jaco Pastorius (1976)

É consenso. Jaco Pastorius foi o maior virtuose do baixo elétrico em todos os tempos. Este é seu primeiro disco solo. Antes, em 1974, ele tinha gravado o CD Jaco com Pat Metheny. Sua habilidade é algo arrebatador. Esta não é a melhor amostra de Pastorius, muito melhor é esta, mas mesmo assim este álbum é hoje um clássico intocável. Segundo o próprio Pastorius, suas principais influências musicais foram: “James Brown, The Beatles, Miles Davis, e Stravinsky, nessa ordem.”  O baixista morreu de forma estúpida. Após ter provocado uma briga na porta de um bar, Jaco tomou uma surra de um segurança, vindo a falecer após longo período de coma. Tinha 35 anos…

Jaco Pastorius: Jaco Pastorius (1976)

1 Donna Lee 2:28
2 Come On, Come Over
Vocals – David Prater, Sam Moore
3:52
3 Continuum 4:33
4 Kuru/Speak Like A Child 7:42
5 Portrait Of Tracy 2:22
6 Opus Pocus 5:29
7 Okonkole Y Trompa 4:25
8 (Used To Be A) Cha-Cha 8:57
9 Forgotten Love 2:14
10 (Used To Be A) Cha-Cha (Alternate Take – Previously Unreleased) 8:49
11 6/4 Jam (Previously Unreleased) 7:45

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Só rindo mesmo.
Com toda esta categoria, só rindo mesmo.

PQP

3 comments / Add your comment below

  1. O mais influente baixista de todos os tempos!! E me morre assim…dass Gott erbarm!
    PqpBach vai jogando as pérolas e nós corremos a recolhê-las, ávidos, tarados…
    Obrigado e abraços.

  2. Conheci Jaco Pastorius ouvindo Weather Report. Fiquei impressionado com sua técnica e facilidade com que tocava. Não existia nada no gênero naquele momento, os grandes baixistas de jazz tocavam o baixo acústico, e havia um certo preconceito contra o baixo elétrico. Talvez a exceção fosse Stanley Clarke, outro gênio do instrumento.

  3. Esse cara era um gênio. É o musico que nunca vai ser superado. Para os brasileiros, vai uma comparação: o Jaco é o Pelé do contra baixo elétrico.

Deixe uma resposta