Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) – Complete Violin Concertos & Sinfonia Concertante K 364 – Rachel Barton Pine, Academy of Saint Martin in the Fields, Sir Neville Marriner

Rachel Barton Pine vem se destacando já há alguns anos como uma das grandes violinistas de sua geração. Já postamos alguns cds seus aqui no PQPBach, e em todas estas postagens pudemos facilmente identificar seu talento e virtuosismo, além de uma criatividade e versatilidade únicas.
Neste pacotaço que ora vos trago, Barton Pine se junta ao lendário maestro Sir Neville Marriner e sua magnífica Academy of Saint Martin in the Fields para encarar os cinco concertos para Violino de Mozart, repertório no qual o maestro inglês é um grande especialista já há décadas. E a jovem instrumentista norte americana não teme o desafio. Ela mesma escreveu todas as cadenzas, e encara com a naturalidade e maturidade de quem já também vem tocando estas peças há bastante tempo.
Existem dezenas, quiçá centenas de opções de gravações destas obras, e é difícil termos acesso e claro, ouvirmos todas, para podermos oferecer aos senhores as melhores opções.  Sempre que possível traremos outras opções, não apenas as mais antigas, mas também as atuais.
Espero que apreciem. Eu gostei bastante.

01. Violin Concerto No.4 in D K218 I. Allegro
02. Violin Concerto No.4 in D K218 II. Andante cantabile
03. Violin Concerto No.4 in D K218 III. Rondeau Andante grazioso – Allegro ma non troppo
04. Violin Concerto No.1 in B flat K207 I. Allegro moderato
05. Violin Concerto No.1 in B flat K207 II. Adagio
06. Violin Concerto No.1 in B flat K207 III. Presto
07. Violin Concerto No.3 in G K216 I. Allegro
08. Violin Concerto No.3 in G K216 II. Adagio
09. Violin Concerto No.3 in G K216 III. Rondeau Allegro
10. Violin Concerto No.5 in A K219 I. Allegro aperto
11. Violin Concerto No.5 in A K219 II. Adagio
12. Violin Concerto No.5 in A K219 III. Rondeau Tempo di menuetto
13. Violin Concerto No.2 in D K211 I. Allegro moderato
14. Violin Concerto No.2 in D K211 II. Andante
15. Violin Concerto No.2 in D K211 III. Rondeau Allegro

Rachel Barton Pine – Violin
Academy of St Martin in the Fields
Sir Neville Marriner – Conductor

16. Sinfonia concertante in E flat K364 I. Allegro maestoso
17. Sinfonia concertante in E flat K364 II. Andante
18. Sinfonia concertante in E flat K364 III. Presto

Rachel Barton Pine – Violin
Mathew Lipman – Viola
Academy of St Martin in the Fields
Sir Neville Marriner – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Pachelbel: Canon and Gigue / Vivaldi: Sinfonia in G major / Albinoni: Concerto a cinque, op. 9 no. 2 / Purcell: Chacony in G minor / Handel: The Arrival of the Queen of Sheba / Avison: Concerto grosso no.9 in C major / Haydn: Concerto for Harpsichord and Orchestra

Pachelbel: Canon and Gigue / Vivaldi: Sinfonia in G major / Albinoni: Concerto a cinque, op. 9 no. 2 / Purcell: Chacony in G minor / Handel: The Arrival of the Queen of Sheba / Avison: Concerto grosso no.9 in C major / Haydn: Concerto for Harpsichord and Orchestra

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Na verdade, tem razão um avaliador da Amazon: If you’re not the typical connoisseur of Classical music THIS CD IS FOR YOU! Pois é um CD variado e absolutamente encantador, um dos maiores sucessos do selo Archiv. Há excelência na interpretação de cada uma das peças e conheço muita gente boa que começou a ouvir música erudita por este LP de 1985, depois tornado CD. Porque o inexperiente que é esperto não quer saber de porcaria, quer carinho e atenção de primeira qualidade. Ninguém quer nada residual, né? E esta atenção é dada em fartas quantidades por Trevor Pinnock e seu English Concert.

(Nem que seja para mostrar para aquele seu sobrinho inteligente a fim de introduzi-lo neste mundo de leituras contraditórias).

Pachelbel: Canon & Gigue

Johann Pachelbel (1653-1706)
Canon and Gigue
for 3 violins and basso continuo in D major
Simon Standage • Micaela Comberti • Elizabeth Wilcock, violin
Anthony Pleeth, violoncello
Trevor Pinnock, harpsichord
1. Canon and Gigue in D major – 1. Canon The English Concert 4:31
2. Canon and Gigue in D major – 2. Gigue The English Concert 1:20

Antonio Vivaldi (1678-1741)
Sinfonia in G major
violin I (6), violin II (6), viola (3), violoncello (2), double bass (1), harpsichord
3. Sinfonia for Strings and Continuo in G, R.149 – 1. Allegro molto The English Concert 1:50
4. Sinfonia for Strings and Continuo in G, R.149 – 2. Andante The English Concert 1:48
5. Sinfonia for Strings and Continuo in G, R.149 – 3. Allegro The English Concert 2:31

Tomaso Albinoni (1671-1750)
Concerto a cinque, op. 9 no. 2 for solo oboe and strings in D minor
David Reichenberg, oboe
violin I (4), violin II (4), viola (3), violoncello (2), double bass (1), bassoon (I), harpsichord
6. Concerto a 5 in D minor, Op.9, No.2 for Oboe, Strings, and Continuo – 1. Allegro e non presto David Reichenberg 4:28
7. Concerto a 5 in D minor, Op.9, No.2 for Oboe, Strings, and Continuo – 2. Adagio David Reichenberg 3:59
8. Concerto a 5 in D minor, Op.9, No.2 for Oboe, Strings, and Continuo – 3. Allegro David Reichenberg 3:01

Henry Purcell (1659-1695)
Chacony in G minor
violin I (4), violin II (4). viola (3), violoncello (2), double bass (1), harpsichord
9. Ciacona in G minor The English Concert 5:23

George Frideric Handel (1685-1759)
The Arrival of the Queen of Sheba (Sinfonia from “Solomon”, Act III) in B flat major
oboe I/II, violin I (6), violin II (6), viola (3), violoncello (2), double bass (1), bassoon (1), harpsichord
10. Solomon HWV 67 – Arrival of the Queen of Sheba The English Concert 3:10

Charles Avison (1709-1770)
Concerto grosso no.9 in C major/A minor
(after Domenico Scarlatti: “Lessons for the Harpsichord”)
Concertino: Simon Standage • Elizabeth Wilcock, violin
Anthony Pleeth, violoncello
violin I (4), violin II (4), viola (3). violoncello (2). double bus (1), harpsichord
11. Concerto Grosso No.9 in A minor after “Lessons for the Harpsichord” by Domenico Scarlatti – 1. Largo The English Concert 2:13
12. Concerto Grosso No.9 in A minor after “Lessons for the Harpsichord” by Domenico Scarlatti – 2. Con spirito – Andante – Con spirito The English Concert 3:07
13. Concerto Grosso No.9 in A minor after “Lessons for the Harpsichord” by Domenico Scarlatti – 3. Siciliana The English Concert 3:19
14. Concerto Grosso No.9 in A minor after “Lessons for the Harpsichord” by Domenico Scarlatti – 4. Allegro The English Concert 3:44

Joseph Haydn (1732-1809)
Concerto for Harpsichord and Orchestra in D major
Trevor Pinnock, harpsichord
oboe I/II, horn I/II, violin I (4), violin II (4), viola (2), violoncello (2), double bass (1), bassoon (1)
15. Concerto For Harpsichord And Orchestra In D Major, Hob.XVIII:11 – 1. Vivace The English Concert 7:58
16. Concerto For Harpsichord And Orchestra In D Major, Hob.XVIII:11 – 2. Un Poco Adagio The English Concert 7:48
17. Concerto For Harpsichord And Orchestra In D Major, Hob.XVIII:11 – 3. Rondo All’Ungherese The English Concert 4:38

Anthony Pleeth
David Riechenberg
Micaela Comberti
Simon Standage
Elizabeth Wilcock

The English Concert
Trevor Pinnock

Recording: London, Henry Wood Hall, 3/1983-5/1985
(Pachelbel:) London, EMI Studio, Abbey Road, 1/1985

Total timing: 47’52”

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

barroco

PQP

.: interlúdio :. Pekka Pohjola – Heavy Jazz

Pekka Pohjola vem direto das terras geladas da Finlândia nos apresentar um sólido e consistente CD de Fusion, gravado ao vivo, em uma clara referência ao clássico álbum de Jaco Pastorius, “Heavy ´n´ Jazz”. Mas o som de Pohjola não é tão ‘sujo’ quando o de Pastorius, é mais discreto, mais ‘clean” talvez devido ao seu sangue finlandês mesmo. Pastorius sempre tocou como se fosse a última vez em que estivesse empunhando seu Fender Jazz, principalmente nos últimos anos de sua vida, como se já antecipasse sua morte, ocorrida tão precocemente.

Infelizmente, Pohjola também morreu precocemente, aos 56 anos de idade, em 2008, devido a consequências de problemas com o alcoolismo.

Uma curiosidade: Pekka Pohjola era de família de músicos, teve formação em violino e Piano na Academia Sibelius , e também chegou a compor uma Sinfonia, que estreou no final dos anos 80.

A banda que o acompanha é muito competente, e os solos seguem o padrão, discretos, sem nenhuma aula de virtuosismo exacerbado, ou apenas espanadores de cordas, como diria nosso querido PQP Bach.

Se vocês quiserem ouvir algum outro trabalho de estúdio dele, basta pedir. Tenho alguns outros cds dele. Espero que apreciem.

CD 1

01. Relief
02. Pressure
03. Imppu’s Tango
04. Nykiva keskustelu tuntemattoman kanssa
05. Innocent Questions
06. Fanatic Answers

CD 2

01. Benjamin
02. No Way Out
03. Albatross
04. Risto
05. Heavy Jazz

Pekka Pohjola – Bass
Seppo Kantonen – Keyboards
Markku Kanerva – Guitar
Anssi Nykänen – Drums

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Pekka Pohjola (1952-2008)

.: interlúdio :. Lee Konitz, Dan Tepfer: Decade

.: interlúdio :. Lee Konitz, Dan Tepfer: Decade

Para celebrar uma década de intensa colaboração musical e amizade, o super sax alto Lee Konitz (90 anos) e o excepcional pianista Dan Tepfer (36), lançam Decade, linda continuação para Duos With Lee. A dupla vem se apresentando frequentemente e aqui seu maduro senso de improviso aparece claramente em 15 peças curtas, espontâneas, que parecem surgidas do nada. De posse de uma invejável originalidade em termos de som e linguagem, a dupla toma a mesma direção e supera com facilidade qualquer possível lacuna geracional. Este aspecto torna-se imediatamente perceptível em Thrill, a iluminada e enigmática peça de abertura, que mostra Tepfer em fantástico trabalho de textura. A delicada tensão criada favorece a sintaxe de Konitz. Temos também momentos de criatividade extraordinária: Body and Soul é totalmente transformada através de harmonização e melodia alteradas; Rebounds afirma um groove contrapontístico que depois é expandido em acordes grandiosos. Num estilo deliciosamente peculiar, Konitz e Tepfer proporcionam ao ouvinte aqueles momentos verdadeiramente mágicos que os manterão suspirando de prazer. Konitz chega a cantar em algumas faixas.

Lee Konitz, Dan Tepfer: Decade

1 Thrill 2:30
2 9/11 Suite, Part 1 3:53
3 9/11 Suite, Part 2 2:40
4 9/11 Suite, Part 3 4:28
5 Pulsing Green 1:27
6 Alter Ego 3:10
7 Through The Tunnel 6:01
8 Egos Alter 1:04
9 Rebounds 4:37
10 A Place We Know 2:16
11 Pulsing Orange 1:33
12 Whirlpool 1:59
13 Ceaseless 2:39
14 Eager Altos 0:55
15 Body & Soul 6:59

Alto Saxophone, Soprano Saxophone, Voice – Lee Konitz
Piano – Dan Tepfer

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Lee Konitz & Dan Tepfer: alto nível

PQP

Johannes Brahms (1833-1897): As Quatro Sinfonias

Johannes Brahms (1833-1897): As Quatro Sinfonias

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Um blog amigo postou esta versão das sinfonias de Brahms há poucos dias. Mas o que posso fazer se a mesma gravação estava em minha linha de tiro? A versão de Jochum é uma resposta cheia de musicalidade e bons argumentos a esta gravação aqui, postada por nosotros em julho. Não sei avaliar bem qual é a melhor, mas escolho Jochum na Primeira sinfonia e Abbado na Quarta, só para iniciar o jogo. Porém, é importante notar que esta não é uma conversa de pigmeus. É Abbado e Jochum com Brahms; quer dizer que é um papo denso, muito denso e de gigantes. Todos.

Da coleção Originals da DG. Tudo que está ali é bom. É o The Best of The Best da gravadora. Baixa logo, tá?

Johannes Brahms (1833-1897): As Quatro Sinfonias

1. Symphony No.1 in C minor, Op.68 – 1. Un poco sostenuto – Allegro – Meno allegro 13:43
2. Symphony No.1 in C minor, Op.68 – 2. Andante sostenuto 9:36
3. Symphony No.1 in C minor, Op.68 – 3. Un poco allegretto e grazioso 4:50
4. Symphony No.1 in C minor, Op.68 – 4. Adagio – Piu andante – Allegro non troppo, ma con brio – Piu allegro 16:56

5. Symphony No.2 in D, Op.73 – 1. Allegro non troppo 14:59
6. Symphony No.2 in D, Op.73 – 2. Adagio non troppo – L’istesso tempo, ma grazioso 10:06
7. Symphony No.2 in D, Op.73 – 3. Allegretto grazioso ( Quasi andantino) – Presto ma non assai 5:40
8. Symphony No.2 in D, Op.73 – 4. Allegro con spirito 8:17

9. Symphony No.3 in F, Op.90 – 1. Allegro con brio – Un poco sostenuto – Tempo I 10:00
10. Symphony No.3 in F, Op.90 – 2. Andante 9:21
11. Symphony No.3 in F, Op.90 – 3. Poco allegretto 6:09
12. Symphony No.3 in F, Op.90 – 4. Allegro 8:59

13. Symphony No.4 in E minor, Op.98 – 1. Allegro non troppo 12:30
14. Symphony No.4 in E minor, Op.98 – 2. Andante moderato 12:05
15. Symphony No.4 in E minor, Op.98 – 3. Allegro giocoso – Poco meno presto – Tempo I 6:02
16. Symphony No.4 in E minor, Op.98 – 4. Allegro energico e passionato – Più allegro 9:51

Berlin Philharmonic Orchestra
Eugen Jochum

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Jochum: mestre

PQP

Mozart / Haydn / Beethoven / Schubert / Bach: The Farewell Concerts (Alfred Brendel)

Mozart / Haydn / Beethoven / Schubert / Bach: The Farewell Concerts (Alfred Brendel)

O austríaco Alfred Brendel (1931) foi um dos melhores pianistas do século XX. Mas também foi ensaísta — escrevia sobre música — e poeta. Era especialista principalmente em Mozart, Schubert, Haydn, Beethoven e Schoenberg. Em 2008, em razão da artrite, decidiu retirar-se dos palcos. Então fez uma grande excursão pela Europa. Seu último concerto público foi em 18 de dezembro, em Viena, na Grande Sala do Musikverein. São justamente partes desta excursão que temos aqui. O velho mestre dá um show num repertório onde é craque absoluto, o da música germânica clássica e romântica. Brendel se aposentou no auge e esta gravação é uma bela recordação e uma bem-vinda coda de seu importante legado.

Brendel no túmulo de Schubert

Mozart / Haydn / Beethoven / Schubert / Bach: The Farewell Concerts (Alfred Brendel)

Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791)
Piano Concerto No. 9 in E Flat Major, K.271 – “Jeunehomme”
1. 1. Allegro 10:43
2. 2. Andantino 13:17
3. 3. Rondeau (Presto) 10:45
Alfred Brendel
Wiener Philharmoniker
Charles Mackerras

Franz Joseph Haydn (1732 – 1809)
4. Variations in F Minor, Hob. XVII:6 11:38

Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791)
Piano Sonata No. 15 in F Major, K. 533/494
5. 1. Allegro, K.533 7:55
6. 2. Andante, K.533 9:38
7. 3. Rondo (Allegretto), K.494 7:23

Ludwig van Beethoven (1770 – 1827)
Piano Sonata No. 13 In E Flat Major, Op. 27, No. 1
1. 1. Andante – Allegro – Tempo I 4:47
2. 2. Allegro molto e vivace 2:00
3. 3. Adagio con espressione 3:05
4. 4. Allegro vivace – Tempo I – Presto 6:31

Franz Schubert (1797 – 1828)
Piano Sonata No. 21 in B-Flat Major, D. 960
5. 1. Molto moderato 15:17
6. 2. Andante sostenuto 9:10
7. 3. Scherzo (Allegro vivace con delicatezza) 4:05
8. 4. Allegro ma non troppo 9:19

Ludwig van Beethoven (1770 – 1827)
7 Bagatelles, Op. 33
9. 4. Andante 3:33

Franz Schubert (1797 – 1828)
4 Impromptus, Op. 90, D. 899
10. No. 3 in G-Flat Major (Andante) 6:16

Johann Sebastian Bach (1685 – 1750)
11. Nun komm, der Heiden Heiland, BWV 659 (Nun komm, der Heiden Heiland, BWV 659) 5:45

Alfred Brendel, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Brendel com um amigo

PQP

Frédéric Chopin (1810-1849): Estudos

Frédéric Chopin (1810-1849): Estudos

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Gravação fantástica de Maurizio Pollini. O deus do piano tem uma visão única da Chopin e ataca seus Estudos com absolutas paixão e virtuosismo. Chamar isso de “muito intelectual”… Desculpe, mas é muita irreflexão mesmo! É incrível como o pianista italiano não chama a atenção para si mesmo, usando toda sua demoníaca habilidade em favor da música. Um clássico indiscutível da fonografia em todos os tempos! Não há melhor gravação destas obras.

Frédéric Chopin (1810-1849): Etudes

1. 12 Etudes, Op.10 – No. 1. in C 1:57
2. 12 Etudes, Op.10 – No. 2. in A minor “chromatique” 1:26
3. 12 Etudes, Op.10 – No. 3. in E “Tristesse” 3:42
4. 12 Etudes, Op.10 – No. 4. in C sharp minor 2:01
5. 12 Etudes, Op.10 – No. 5. in G flat “Black Keys” 1:38
6. 12 Etudes, Op.10 – No. 6. in E flat minor 3:10
7. 12 Etudes, Op.10 – No. 7. in C 1:30
8. 12 Etudes, Op.10 – No. 8. in F 2:20
9. 12 Etudes, Op.10 – No. 9. in F minor 2:06
10. 12 Etudes, Op.10 – No. 10. in A flat 2:03
11. 12 Etudes, Op.10 – No. 11. in E flat 2:16
12. 12 Etudes, Op.10 – No. 12. in C minor “Revolutionary” 2:40

13. 12 Etudes, Op.25 – No. 1 in A flat “Harp Study” 2:21
14. 12 Etudes, Op.25 – No. 2 in F minor 1:26
15. 12 Etudes, Op.25 – No. 3 in F 1:51
16. 12 Etudes, Op.25 – No. 4 in A minor 1:42
17. 12 Etudes, Op.25 – No. 5 in E minor 2:54
18. 12 Etudes, Op.25 – No. 6 in G sharp minor 2:03
19. 12 Etudes, Op.25 – No. 7 in C sharp minor 4:51
20. 12 Etudes, Op.25 – No. 8 in D flat 1:06
21. 12 Etudes, Op.25 – No. 9 in G flat, “Butterfly Wings” 0:56
22. 12 Etudes, Op.25 – No. 10 in B minor 3:56
23. 12 Etudes, Op.25 – No. 11 in A minor “Winter Wind” 3:33
24. 12 Etudes, Op.25 – No. 12 in C minor 2:31

Maurizio Pollini, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Maurizio Pollini: Retrato de deus quando jovem
Maurizio Pollini: Retrato de deus quando jovem

PQP

Claude Debussy – Images I & II; Suite Bergamasque; Children’s Corner – Seong-Jin Cho

Neste ano em que comemoramos os 100 da morte de Claude Debussy já fizemos diversas postagens em homenagem a esta figura única, que desenvolveu um estilo próprio e revolucionou a escrita para o piano no final do século XX.
A música de Debussy está em muito boas mãos neste CD do jovem pianista sul coreano Seon-ji Cho, primeiro sul coreano a ganhar o “International Chopin Piano Competition”, talvez o mais difícil concurso para novos talentos da atualidade, e o rapaz já foi devidamente cooptado pelo selo alemão Deutsche Grammophon. Uma bela aquisição para o selo, com certeza.
O rapaz encara aqui as dificuldades técnicas desta obras únicas, volto a repetir, e tem de mostrar aquele algo a mais que grandes pianistas do passado já mostraram.
Amamos por demais a “Suite Bergamasque” e sua indefectível “Clair de Lune” para conhecermos seus detalhes, pausas, silêncios, aquilo que tem de ser dito mas não o é. Esse é o segredo da sua interpretação, e que já foi por demais explorado. Monique Haas, Aldo Cicollini, Walter Giesseking, Martha Argerich, entre outros gigantes do piano, já nos mostraram e nos deram sua contribuição. Vamos ver o que a nova geração tem a nos dizer, e garanto que ela está muito bem representada neste CD.

01 – Images I Reflets dans l’eau
02 – Images I Hommage à Rameau
03 – Images I Mouvement
04 – Images II Cloches à travers les feuilles
05 – Images II Et la lune descend sur le temple qui fut
06 – Images II Poissons d’or
07 – Children’s Corner Doctor Gradus Ad Parnassum
08 – Children’s Corner Jimbo’s Lullaby
09 – Children’s Corner Serenade For The Doll
10 – Children’s Corner The Snow Is Dancing
11 – Children’s Corner The Little Shepherd
12 – Children’s Corner Golliwog’s Cakewalk
13 – Suite Bergamasque Prélude
14 – Suite Bergamasque Menuet
15 – Suite Bergamasque Clair de lune
16 – Suite Bergamasque Passepied
17 – L’isle joyeuse

Seong-Jin Cho – Piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Franz Xaver Scharwenka (1850-1925): Peças para piano

Franz Xaver Scharwenka (1850-1925): Peças para piano

Caros começarei este texto com uma pergunta: será que o nome de um compositor pode influenciar a manter sua música nas salas de concerto? Pensem nisso por um momento. Quantos compositores têm nomes difíceis? Existem alguns, principalmente os russos, mas nomes como Verdi, Mozart e similares são fáceis de pronunciar. Chopin é um pouco complicado, mas é agradável de se pronunciar. Que tal Scharwenka? Schar-quem-nka? Franz Xaver Scharwenka ( 6 de janeiro de 1850 em Samter, Prússia – 8 de dezembro de 1924 em Berlim) não tem um nome fácil ou agradável para se pronunciar. Ele foi um pianista , compositor e professor polonês/alemão muito respeitado. Eu conhecia sua dança polonesa número 1 op.3 (faixa 6) e só. Achei uma coleção de obras em quatro CD’s (que postarei) e fiquei maravilhado. O cara era bom! Seus concertos para piano são fenomenais. Tome Rachmaninoff, misture-o com Tchaikovsky, adicione um pouco de Schumann e você terá um concerto para piano de Scharwenka. As obras desde primeiro CD são para piano solo interpretado pela pianista Seta Tanyel, de cara percebemos uma forte influência da música de Chopin. Mas são obras originais e encantadoras. Por que, por que, por que ele não é representado nas salas de concerto, ou mesmo nas rádios ? As instituições musicais temem que as pessoas não venham ouvir um compositor com um nome nada familiar ? É possível.

O público adoraria Scharwenka? Sim, sem duvida. Ouçam e cometem, eu sinceramente não conhecia este compositor e gostei muito !

Franz Xaver Scharwenka CD1
01 Xaver Scharwenka Piano Sonata 1 op 6 – Allegro
02 Xaver Scharwenka Piano Sonata 1 op 6 – Scherzo
03 Xaver Scharwenka Piano Sonata 1 op 6 – Cantabile
04 Xaver Scharwenka Piano Sonata 1 op 6 – Allegro Molto
05 Xaver Scharwenka Impromptu op 17
06 Xaver Scharwenka Polish Dance op 3 – 1
07 Xaver Scharwenka Polish Dance op 3 – 2
08 Xaver Scharwenka Polish Dance op 3 – 3
09 Xaver Scharwenka Polish Dance op 3 – 4
10 Xaver Scharwenka Polish Dance op 3 – 5
11 Xaver Scharwenka Polonaise op 12
12 Xaver Scharwenka Waltz Eglantine op 84
13 Xaver Scharwenka Polonaise op 42

Seta Tanyel – Piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ammiratore