Ernest Bloch (1880-1956): Quintetos para Piano

Bom disco de um compositor meio esquecido. As obras deste CD são bastante desiguais, talvez resultado do fato de serem de diversas fases da longa carreira deste compositor suíço naturalizado estadunidense. Há coisas de entusiasmar e outras nem tanto. O que é sempre impecável é a atuação do grupo de instrumentistas. Os CDs da Hyperion, como sabemos, costumam  trazer boas interpretações vindas de gente nem sempre conhecida. É o caso, mais uma vez.

Ernest Bloch (1880-1956): Quintetos para Piano

1. Piano Quintet No.1 – I. Agitato
2. Piano Quintet No.1 – II. Andante mistico
3. Piano Quintet No.1 – III. Allegro energico

4. Night (for string quartet)

5. Paysages – 1. North: Molto moderato
6. Paysages – 2. Alpestre: Allegretto
7. Paysages – 3. Tongataboo: Allegro

8. Two Pieces for String Quartet – 1. Andante moderato
9. Two Pieces for String Quartet – 2. Allegro molto

10. Piano Quintet No.2 – I. Animato
11. Piano Quintet No.2 – II. Andante
12. Piano Quintet No.2 – III. Allegro

Piers Lane: piano
Goldner String Quartet

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Ernest Bloch:
Ernest Bloch:

PQP

1 comment / Add your comment below

  1. Meu querido e estimado PQP.
    Há tempos (tempíssimos) não faço um comentário, mas continuo usufruindo da boa vontade de vocês — baixando muitos dos álbuns que postam aqui no site. Como sempre digo, parabéns pelo trabalho espetacular que fazem.
    No entanto, venho aqui por um motivo muito menos nobre: pedir. Nunca comento nada, e quando o faço, infelizmente faço através de um pedido.
    Sabe o que vocês poderiam postar mais aqui? Óperas. =]
    Vejo que vocês postam poucas óperas por aqui. Eu sou perdidamente louco por ópera e infelizmente quase não vejo nada no site.
    Por exemplo: embora conheça seu ódio irascível para com a obra de Wagner (nunca vou conseguir compreender como pode alguém gostar tanto de Mahler e Bruckner e detestar tanto Wagner! Mahler é quase um “Wagner sinfônico”), algum de vocês bem que poderia postar algo dele, não é? Dele, de Strauss… e de outros também, como Verdi, Bellini, Puccini etc.
    Eu tenho 200 milhões de discos de óperas, mas mesmo assim sou fascinado por esse ramo e sempre que vejo alguém postando ópera aqui, até fico babando e tenho que baixar imediatamente! Hauhuahuahuahua…
    De qualquer forma, parabéns pelo site e por tudo o que fazem pela cultura nacional. E desculpe-me pelo comentário meio apelativo.
    Abraços.

Deixe uma resposta