Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791): String QUINTETS K.406 & K.516

Uma coisa que parece muito complicada para os atuais quartetos de cordas é convidarem um quinto (e ameaçador) elemento. Só isso explica a profusão de gravações que merecem os Quartetos de Mozart em relação à pobreza de registros de seus Quintetos, os quais, em média, são MUITO MELHORES. À exceção do CD que posto hoje, não possuo os outros quintetos de Mozart em meio digital. Tenho uma edição muito antiga e completa em vinil. Os Quintetos K. 515 e 516 são obras-primas da fase madura do compositor. Por exemplo, ouçam o K. 516. Prestem atenção no Adagio ma non troppo e no movimento final. Onde mais? Nos quartetos? Ah, não brinca!

W. A. Mozart (1756-1791): String Quintets K.406 & K.516

1. String Quintet KV 406 – I – Allegro (7:55)
2. String Quintet KV 406 – II – Andante (4:34)
3. String Quintet KV 406 – III – Menuetto (4:28)
4. String Quintet KV 406 – IV – Allegro (6:07)

5. String Quintet KV 516 – I – Allegro (10:09)
6. String Quintet KV 516 – II – Menuetto (5:23)
7. String Quintet KV 516 – III – Adagio ma non troppo (7:35)
8. String Quintet KV 516 – IV – Adagio – Allegro (10:12)

Éder Quartet:
Jenos Selmeczi: violin
Peter Szts: violin
Sndor Papp: viola
Gyorgy Eder: cello
+
János Fehérvári: 2nd viola

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

13 comments / Add your comment below

  1. Excelente! Os dois quintetos são belíssimos, mas os dois movimentos finais do K.516 correspondem realmente aos pontos altos das partituras.
    Por falar em quintetos sugiro a repostagem do Quinteto de Cordas em Do Maior Op.29 de Beethoven, cujo link está invalidado.
    Ele foi inicialmente postado em 12 de novembro de 2008 pelo FDP Bach.

  2. Parabéns pelo excelente site com ótimas músicas clássicas!
    Queria apenas uma indicação do que pegar para ouvir.

    Gosto muito das peças mais famosas de música clássica como As estações de Vivalvi, Cavalgada das Valquírias do Wagner, Suíte Quebra Nozes completa do Tchaikovski, Marcha Fúnebre de Chopin, Morro calvo do Mussorgsky…

    Abraço e obrigado!

Deixe uma resposta