Georg Friedrich Händel (1685 – 1759): Oratorio La Resurrezione – Les Musiciens du Louvre, dir. Marc Minkowski – 1996

Oratorio Sacro La Resurrezione

Georg Friedrich Händel
Alemanha, 1685 – Inglaterra, 1759

Les Musiciens du Louvre
dir. Marc Minkowski

1996

Foi Ruspoli quem encomendou o segundo oratório de Handel, La Resurrezione, que recebeu sua primeira apresentação no palácio de Ruspoli em Roma no domingo de Páscoa de 1708, com uma apresentação repetida no dia seguinte. O oratório foi apresentado como uma peça de acompanhamento para (e sem dúvida de alguma forma em competição com) um oratório da Paixão de Alessandro Scarlatti, realizado na quarta-feira anterior no palácio de outro importante padroeiro romano, o cardeal Ottoboni.

Ottoboni escreveu o texto do oratório da paixão; o texto de La Resurrezione era de Carlo Sigismondo Capece (1652-1728), poeta da corte da rainha Maria Casimira da Polônia, que vivia exilada em Roma. O título completo, como dado no libreto, era Oratorio Per Risurtione di Nostro Signor Giesit Cristo: Ruspoli tinha 1500 cópias do texto impresso para as apresentações… mais, no encarte.

As faixas da peça podem ser encontradas aqui.

Oratorio Sacro La Resurrezione -1996

Georg Friedrich Händel
Les Musiciens du Louvre, dir. Marc Minkowski

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
XLD RIP | FLAC | 557 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 | 320 KBPS | 288 MB

powered by iTunes 12.8.2 | 1 h 49 min

Por gentileza, quando tiver problemas para descompactar arquivos com mais de 256 caracteres, para Windows, tente o 7-ZIP, em https://sourceforge.net/projects/sevenzip/ e para Mac, tente o Keka, em http://www.kekaosx.com/pt/, para descompactar, ambos gratuitos.

If you have trouble unzipping files longer than 256 characters, for Windows, please try 7-ZIP, at https://sourceforge.net/projects/sevenzip/ and for Mac, try Keka, at http://www.kekaosx.com/, to unzip, both at no cost.

Boa audição!

 

 

 

 

Avicenna

3 comments / Add your comment below

  1. Obrigado pelo post e pela disponibilidade desta gravação!

    É sempre bom possuir os encartes e capas!

    Deixo apenas uma sugestão relativa à informação da data apresentada no Post. Tenho sempre imensa dificuldade em encontrar a data de gravação de diversas gravações quando ela não consta nos encartes. É uma informação importantíssima para qualquer melómano. Enquanto podem existir várias reedições (diferentes datas de publicação), existe apenas uma data de gravação, identificando assim a gravação em causa. A data que este Post apresenta é a de 1996, mas a data de gravação é 1985.

    Obrigado!

Deixe uma resposta