Amaral Vieira (1952): Fábulas, para piano solo

Vocês querem mais Amaral Vieira? Então aí vai. Só peças para piano solo…

***

Fábulas, para piano solo, e outras obras

1 Fábulas: Deciso
2 Fábulas: Moderato
3 Fábulas: Mosso
4 Fábulas: Dramático
5 Fábulas: Andante
6 Fábulas: Selvagem
7 Fábulas: Appassionato
8 Fábulas: Allegro
9 Fábulas: Risoluto
10 Fábulas: Enérgico e Festivo
11 Sonata piccola: Allegro
12 Sonata piccola: Andantino
13 Con Sonata piccola: Con Spirito
14 Allegro de Concerto, Opus 225
15 Quatro miniaturas: Arabesque I, Opus 82 Arabesque I, Opus 82
16 Quatro miniaturas: Arebesque II, Opus 91 Arebesque II, Opus 91
17 Reminiscência, Opus 83 Reminiscência, Opus 83
18 Burlesca, Opus 95 Burlesca, Opus 95
19 Movimento de Concerto, Opus 192 Movimento de Concerto, Opus 192
20 Trilogia: Elegia
21 Trilogia: Noturno Noturno
22 Trilogia: Toccata
23 O Alvorecer do Século da Humanidade, Opus 256

Piano: Paulo Gazzaneo

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Amaral esqueceu de fazer a barba hoje.
O grande Amaral Vieira esqueceu de fazer a barba para sair bem na foto.

CVL

29 comments / Add your comment below

  1. Olááá! Primeiramente, queria dizer que TODOS os dias acesso o blog. Adoro os posts. Meu interesse por música erudita se aguçou ainda mais. Eu sou fã em particular de um instrumento: o Violoncelo. Eu queria MUITOOOOO pedir pra vocês, se tiver como, postar a versão das Suites de Bach para Cello de Anner Bylsma. Eu conheço várias versões, inclusive a que foi postada no blog com Anne Gastinel. Mas nunca ouvi a e Anner Bylsma. Por favor!!! ^^

  2. Sim, meu caro CVL, queremos mais Amaral Vieira e em nome dos admiradores do grande compositor e pianista agradeço por nos ter presenteado logo no início do ano com essas excelentes gravações. As obras são ótimas (desde delicadas miniaturas até peças de fôlego como o Movimento de Concerto e O Alvorecer do Século da Humanidade) e Paulo Gazzaneo, que foi discípulo de Amaral Vieira, revela-se um intérprete à altura do seu mestre. Tentarei encontrar as notas de programas, sempre úteis e importantes e tentarei disponibilizá-las aqui. Muito obrigado e um 2010 a todos, sempre com excelentes downloads como este! Marcos O. Santos

  3. Depois de pegar um trânsito infernal, com a estrada lotada e debaixo do maior temporal, consegui chegar em casa e ao entrar no site, encontrei as gravações das obras para piano de Amaral Vieira. Já consegui escutar as primeiras 14 faixas e estou começando a me sentir gente novamente… Fiquei quase 10 dias sem poder frequentar PQP Bach e já vi que há muita coisa nova para baixar. Vocês são demais. Mas o melhor de tudo foi mesmo começar o ano com essas obras de Vieira! Estou gostando do Paulo Gazzaneo, pianista de grande qualidade. Boa sorte aos meus amigos!

  4. Magnífico. Isto sim é começar o ano com o pé direito. Não sei se procede a informação, mas tenho na lembrança que o Paulo Gazzaneo gravou (ou pretendia gravar) a integral da obra de Amaral Vieira para piano solo. A julgar por este cd, o pianista possui os requisitos para uma empreitada desse vulto. Achei muito interessante confrontar a versão do Alvorecer do Século da Humanidade para piano solo com a versão para piano e orquestra postada neste mesmo site em Vieira’s World. É a mesma obra, sem dúvida, mas como soa diferente nas duas versões! A Toccata que faz parte da Trilogia é a obra de Amaral Vieira para piano mais tocada. Somente no YouTube há cinco diferentes vídeos, incluindo um interpretado pelo próprio compositor (que é também um pianista estupendo, diga-se de passagem). Abraços.

  5. Alberto, o pianista Paulo Gazzaneo gravou 3 cds com obras de Amaral Vieira para o finado selo Paulus. Os títulos dos cds são: Fábulas (o que foi postado aqui), Fausto e The Snow Country Prince. Mas apesar de ser uma realização significativa, isso está longe de representar a integralidade das obras para piano de Amaral Vieira. Do que eu conheço, diria que as composições mais importantes foram gravadas nesses 3 cds, mas faltaram ainda muitas outras. Três outros excelentes pianistas gravaram cds inteiramente com obras de Vieira: a pianista Marina Brandão, o pianista Francisco Silva (radicado nos Estados Unidos) e a pianista japonesa Kazuko Kobayashi, cujo cd foi lançado recentemente no Japão pelo importante selo DENON. Obrigada, CVL, por mais este importante post!

  6. Ó xente, escrevi ontem um longo comentário sobre este post… foi elogioso, como não poderia deixar de ser por merecimento do intérprete e do compositor, mas será que minhas palavras foram engolidas por um buraco negro?

  7. Interessantíssimo este post, com diversas obras para piano de um de nossos mais ativos compositores. Gosto muito da Trilogia de Amaral Vieira e apesar de reconhecer grandes qualidades na interpretação de Paulo Gazaneo, gostei ainda mais da gravação feita pelo pianista belga Pierre Feraux e lançada na Europa pelo selo Tempo Primo em 2008. Mas a interpretação de Gazaneo do Movimento de Concerto é muito poderosa e convincente, assim como também das 10 Fábulas, muito variadas em estilo e expressão. Com três dias de atraso, envio os votos de Feliz 2010 a todos.

  8. Ótimas gravações e repertório do mais alto interesse. Não fosse por PQP Bach e muito especialmente pelo empenho pessoal de CVL, não teríamos sequer acesso a essas preciosidades. O que acontece com esses Cds que não podem ser encontrados por aqui, sem mencionar as partituras? Eu adoraria ter a partitura das obras gravadas, para estuda-las em minhas horas de lazer. Onde posso encontra-las? E os outros Cds gravados por Paulo Gazzaneo com as obras de Vieira? Help, please! abs, Laerte

  9. O meu computador está uma droga… mas escrevi dois comentários, que não estão aparecendo no blog… o último deles foi aqui, depois de ter baixado as gravações das obras para piano de Amaral Vieira, que amei. Acho importante que os internautas se manifestem a respeito das gravações. Será que os meus comentários foram censurados pelo moderador? Não acredito que tenha sido este o caso… prometo comprar um novo PC em 2010. De preferência com o Linux em vez do Windows…

  10. Suzete, temos o seguinte princípio no blog: só aprova o comentário o autor da postagem. Se o CVL (autor da postagem do Amaral Vieira) não está liberando seus comentários possivelvemente é porque ele deve estar viajando, e não está acessando o blog. Dei-me a liberdade de fazer este comentário e liberá-lo para não lhe parecer que fazemos censuras.

  11. Amigos, vocês estão conseguindo se superar! Que agradável surpresa começar 2010 com essas obras para piano de Amaral Vieira e com duas versões do concerto para violino de Beethoven. Feliz Ano Novo e muitíssimo obrigado!

  12. Uma seleção muito bem escolhida e diversificada das obras para piano de Amaral Vieira, com duas curiosidades: o Movimento de Concerto é uma versão para piano solo do primeiro movimento do Concerto para piano e cordas de 1984, ao passo que o Alvorecer do Século da Humanidade apresenta a situação oposta, ou seja, é a versão original da composição, que deu origem mais tarde à peça para piano e orquestra sinfônica. Estou pesquisando as obras para piano de Amaral Vieira com o intuito de publicar futuramente um livro sobre esse tema. Das obras gravadas neste CD por Paulo Gazzaneo, foram editadas as Quatro Miniaturas (Editora MCA, Brasil), a Sonata Piccola (Editora Cultura Musical, Brasil), a Trilogia (Johannes Fiala Musikverlag, Alemanha) e o Alvorecer do Século da Humanidade (Editora Min-On, Japão). Saudações musicais.

  13. Meus caros fdpbach e cvl, agradeço pelas mensagens e peço desculpas por ter insistido nos comentários que enviei. Vocês são pessoas muito especiais e merecem a minha maior consideração. Frequento o blog diariamente, tanto para enriquecer o meu acervo musical como também para ler os comentários, sempre muito interessantes, até mesmo quando não estou de acordo com as opiniões. Um abração para vocês e renovados agradecimentos da amiga Suzete.

  14. Foi muito oportuno disponibilizar uma coletânea de obras que Amaral Vieira escreveu para piano. Sempre achei curioso ele ser um pianista reconhecido, de carreira internacional e no entanto, ser mais conhecido por suas obras sacras do que por sua produção para o instrumento que domina como poucos. Sou grande admirador das obras de inspiração religiosa de Vieira, mas creio que suas composições para outras formações merecem igualmente atenção e nisso se enquadra sua vasta produção para piano. Obras como o Concerto Scorpius para dois pianos, Reminiscências de Adriano para piano a quatro mãos (porventura a mais longa obra escrita por compositor brasileiro nessa modalidade e inspirada no livro de Marguerite Yourcenar), o Quinteto Fronteiras (para a mesma formação da célebre A Truta de Schubert) são ótimos exemplos da versatilidade do músico paulistano. Destaca-se neste cd Fábulas a grande competência de Paulo Gazzaneo como intérprete sério, inspirado e de sólida formação. Ótimo post, obrigado!

  15. Muito prazeroso, do início ao fim, com gostinho de quero mais. Onde posso encontrar o catálogo de obras de Amaral Vieira? Dei uma entrada no site
    http://www.amaralvieira.com
    mas lá estão somente as turnês que o pianista fez no Japão a partir de 1994. Agradeço por alguma dica, deixando aqui um abraço a todos.

  16. Estou cada vez mais interessado na produção de Amaral Vieira. Como o Bruno ressaltou, o compositor é mais conhecido por suas obras sacras e esse era o meu caso. O post Vieira’s World foi uma revelação para mim, assim como as Canções sobre Poemas de Neruda e agora, as obras para piano. Como me identifico muito com o estilo das obras desse compositor, vejo que a descoberta de novas obras será uma tarefa muito agradável e conto com vocês nesse sentido. É bem difícil encontrar os cds de Amaral Vieira por aqui. Abs, Murilo.

  17. Não conhecia o pianista Paulo Gazzaneo, mas sei agora que é um artista respeitável, com ótimo domínio técnico e inegável musicalidade. As peças para piano de Amaral Vieira revelam perfeito domínio das mais variadas técnicas de composição e dos recursos do instrumento e desse modo, sua produção é sempre muito consistente. Estou plenamente de acordo com o que afirma a Wikipedia:
    “Amaral Vieira tem, em suas composições, a capacidade de utilizar todas as regras do jogo harmônico-contrapontístico de forma livre, sem ater-se a alguma escola de composição. Qualquer rótulo de sua obra será incompleto por não conseguir abraçar a totalidade dela, em que aparece sua maestria em inverter e inventar as formas musicais ou até mesmo em reformulá-las”.
    Quem baixar este cd não se arrependerá! Obrigado, abraços cordiais a todos.

  18. Estou adorando baixar os arquivos via Megaupload. Como já escrevi antes, visito o blog quase diariamente para dar uma olhada nas novidades e ler os comentários. Uma única observação: o reload para o Megaupload do CD Fábulas saiu com o nome errado de The Snow Country Prince. Esse é o título do último cd que o Paulo Gazzaneo gravou com obras de Amaral Vieira, de acordo com o comentário feito pelo Arthur na postagem do cd Fausto. Um bom domingão para todos vocês e muito obrigada!

  19. Ouvi agora pela quarta vez o CD Fábulas e achei lindo. Que belo ciclo é este. As outras obras também são ótimas mas me identifiquei mais com o ciclo. Obrigada CVL! Que Deus proteja nosso querido compositor!

    1. Olha o pqp Bach é o melhor blog de música erudita do mundo, eu abro esse blog todos os dias, às vezes só pra olhar o q tem de novo, é viciante! rs … ótimas postagens de Amaral Vieira. Parabéns e abraços a todos.

  20. Muito obrigado! Essas peças são muito boas!! Desculpa a chateação quanto a manutenção do link! O Blog de vocês é maravilhoso e tenho baixado cd’s aqui desde 2007, só tenho a agradecer mesmo.

    Um grande abraço!

Deixe uma resposta