Michel Richard de Lalande (1657-1726) – Symphonies pour les Soupers du Roy – Integral – Ensemble La Simphonie du Marais, dir. Hugo Reyne

Michel Richard de Lalande
France, 1657-1726

Symphonies pour les Soupers du Roy
Integral

Ensemble La Simphonie du Marais
dir. Hugo Reyne

1990

 

As faixas dos 4 CDs podem ser encontradas AQUI.

A Ceia do Rei, um cerimonial.

A Ceia do Rei era servida às dez horas da noite ou na Antecâmara do Rei ou na Antecâmara do “Grand Couvert” (mesa cerimonial). O rei jantava em público. Ele sentava no meio da mesa com suas costas para a lareira. Depois dele ficavam seu médico principal, Daquin, e vários conselheiros privilegiados, como o duque de Saint-Simon, por exemplo. Mais atrás, amontoados nos vãos das portas, havia outros conselheiros e espectadores curiosos. À esquerda do rei, no final da mesa, junto às janelas que davam para o recinto de mármore, sentava Monsieur, o irmão do rei, sua esposa, Madame, ou outros membros da família real. Contra a parede voltada para o rei ficava a galeria reservada para os músicos do jantar.

Uma portaria de 1681 prescreve o cerimonial para o serviço da carne (ou seja, a refeição) do rei: “Os cavalheiros servidores trazem o primeiro prato; o segundo prato é levado pelo contrôleur (que provou a comida do rei); os officiers de la bouche (literalmente oficiais da boca) carregam os outros pratos. Nesta ordem, o chefe do cerimonial, com o bastão em sua mão, caminha à frente, precedido por alguns passos pelo contínuo da mesa levando uma tocha, acompanhado de três guarda-costas, com os rifles nos ombros … “

O menu consistia de quatro pratos: as sopas, as entradas, os assados ​​e os doces. Ao lado da fanfarra inicial (cf. Concert de Trompettes), para a entrada do Rei, que coincidia com a chegada do primeiro prato, acreditamos que a música de Delalande era tocada entre o final de um prato e a chegada do próximo, intervindo três vezes, o que explicaria a organização tripartite das suítes. O jantar terminava por volta das onze horas e sua conclusão era provavelmente pontuada por outra fanfarra. Infelizmente não temos documentação gráfica relacionada à ceia de Luís XIV, mas há uma gravura representando a corte do imperador alemão, Joseph II, em 1705, que é uma perfeita ilustração da cerimônia de Versalhes. Na galeria dos músicos podemos distinguir, entre outros, quatro violinos, duas teorbas e, especialmente, duas trombetas, que, conduzidas por um batedor de tempo, tocavam uma fanfarra pela chegada do primeiro prato da refeição.

Symphonies pour les Soupers du Roy – Integral
Michel Richard de Lalande
Ensemble La Simphonie du Marais
dir. Hugo Reyne

CD 1 – XLD RIP | FLAC | 347 MB: AQUI – HERE
CD 2 – XLD RIP | FLAC | 361 MB: AQUI – HERE
CD 3 – XLD RIP | FLAC | 355 MB: AQUI – HERE
CD 4 – XLD RIP | FLAC | 348 MB: AQUI – HERE

CD 1 – MP3 | 298 MB: AQUI – HERE
CD 2 – MP3 | 291 MB: AQUI – HERE
CD 3 – MP3 | 293 MB: AQUI – HERE
CD 4 – MP3 | 316 MB: AQUI – HERE

powered by iTunes 12.8.2 | 5 h 03 min

Por gentileza, quando tiver problemas para descompactar arquivos com mais de 256 caracteres, para Windows, tente o 7-ZIP, em https://sourceforge.net/projects/sevenzip/ e para Mac, tente o Keka, em http://www.kekaosx.com/pt/, para descompactar, ambos gratuitos.

If you have trouble unzipping files longer than 256 characters, for Windows, please try 7-ZIP, at https://sourceforge.net/projects/sevenzip/ and for Mac, try Keka, at http://www.kekaosx.com/, to unzip, both at no cost.

Boa audição!

 

 

 

 

Avicenna

2 comments / Add your comment below

  1. Ave, grande mestre Avicenna!
    Conhecia um disco com algumas destas gravações, um resumo da ópera. Vou baixar e botar na fila. O toca-disco anda meio entupido ultimamente… Mas, eu chego lá!
    Abração
    Bom domingo!
    Mário Olivero

Deixe uma resposta