C.P.E. Bach (1714-1788): Chamber Works (Rachel Podger & Friends)

Carl Philipp Emanuel Bach (1714 – 1788)

Música de Câmera 

 

Eu adoro lojas de discos usados – sebos! A vida toda frequentei estes lugares um pouco mágicos, um pouco marginais, mas sempre interessantes. E os personagens? Os donos, atendentes, frequentadores… Uma verdadeira galeria de personagens. Seria um perfeito ambiente para um bom filme. Sempre que posso, visito um (dos poucos que restaram) na rua Augusta, em São Paulo, e outro, na rua da Travessa, no centro do Rio.

Agora há o sebo virtual. Vocês sabem, lá na internet. Este dá para visitar sem sair de casa. Não é a mesma coisa. Não tem cheiro (só quando a compra chega), não tem papo agradável com a turma, sobre o que está rolando na novela, qual foi o melhor jogador do clássico, essas coisas que a gente só dá valor quando não as tem. Mas, reserva umas boas surpresas, como este disquinho aqui da postagem. A BBC Music Magazine, muito boa revista sobre música e discos, tem a tradição desde seu lançamento de oferecer de brinde, em cada número, um CD com gravações dos seus arquivos. Este da postagem é um deles.

O disco foi gravado em 28 de julho de 2014, no Cadogan Hall, durante o BBC Proms, na seção de música de câmera. O concerto marcou a data histórica dos 300 anos de nascimento de Carl Philip Emanuel Bach.

A violinista barroca, musa de metade e meia da turma do PQP, Rachel Podger, juntou uma patota e preparou um concerto com quatro obras do CPE, que ilustram a sua produção de música de câmera.

Rachel Podger
Carl Philipp Emanuel Bach

As críticas e resenhas falam de Carl Philipp Emanuel Bach como uma figura de ligação entre a música barroca (especialmente a obra de J.S.Bach) e a música clássica (representada pela obra de Haydn e Mozart). No entanto, não é necessário muita leitura, basta relaxar naquela poltrona na qual você se senta para ouvir os arquivos que baixa daqui, e desfrutar um excelente programa de música.

Veja, um disco deste tipo é um retrato de um momento, de um concerto ao vivo, onde imperfeições são parte do pacote, aplausos após cada peça e algum barulho que revela o clima alegre da ocasião.

A seguir, uma livre tradução da resenha que você poderá ler na íntegra aqui.

O programa começa e termina com duas trio sonatas, que ladeiam uma sonata para violino e fortepiano e uma sonata para fortepiano.

A trio sonata para flauta, violino e contínuo, que abre o programa, foi escrita ainda na juventude de CPE, provavelmente sob a supervisão do pai, mas revista posteriormente, em 1747.

A sonata para violino e fortepiano em dó menor, de 1763, é uma peça substancial e mostra o lado mais dramático de CPE. O movimento lento é particularmente sublime e a sonata termina com uma vibrante tarantella.

Na sequência, uma sonata para fortepiano que pertence ao conjunto intitulado für Kenner und Liebhaber (para profissionais e amadores), publicadas em 1785. A sonata tem as típicas características de CPE – grandes contrastes, vôos de fantasia, excentricidade e vivacidade.

A segunda das duas trio sonatas, em dó menor, Sanguineus and Melancholicus, de 1749, é uma obra altamente individual – um animado diálogo entre dois violinos, um alegre e otimista (Rachel Podger) e o outro profundamente melancólico (Bojan Čičić). Basicamente Sanguineus tenta animar Melancholicus, que permanece inconsolável até o último movimento, quando eles se reunem num animado dueto. A obra realmente sumariza o espírito de CPE Bach.

O time liderado pela Rachel Podger é excelente e conta com maravilhoso suporte do tecladista Kristian Bezuidenhout. Se depender de mim, os senhores ouvirão mais coisas deste ótimo músico.

Kristian Bezuidenhout

Carl Philipp Emanuel Bach (1714 – 1788)

1-3. Trio Sonata para flauta, violino e contínuo, em lá maior, H570, Wq. 146

4-6. Sonata para violino em dó menor, H514, Wq. 78

7-9. Sonata para pianoforte em mi menor, No. 5 da Coleção ‘Kenner und Liebhaber’, H281, Wq. 59/1

10-12. Trio Sonata em dó menor, ‘Sanguineus & Melancholicus’, H579, Wq. 161/1

Rachel Podger, violino

Katy Bircher, flauta

Bojan Čičić, violino

Tomasz Pokrzywiński, violoncelo

Kristian Bezuidenhout, pianoforte

 

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 282 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 127 MB

Emanuel, dando um suporte para sua majestade!

Que este concerto desperte a sua curiosidade para a música do Calos Felipe Emanuel Ribeiro!

René Denon

 

2 comments / Add your comment below

  1. MARAVILHOSO, em especial a Trio Sonata Sanguineus and Melancholicus. Me fez viajar pra algum lugar que eu desconheço. Não sei explicar, mas algumas peças me dão uma sensação de estar noutro lugar… rs. Obrigada pela postagem <3

    1. Olá, Flávia!
      Obrigado pela sua mensagem!
      Nós sabemos o número de acessos da página e isso nos encoraja a continuar buscando o que postar e preparar tudo. Mas, quando recebemos uma mensagem, estes números tornam-se pessoas e, pelo menos para mim, isso é muito importante.
      A música também tem o poder de me transportar para outros lugares e também para outras eras.
      Eu também gostei muito do disquinho com o concerto em homenagem ao Carl Philipp Emanuel.
      Espero que nossas postagens continuem a te agradar.
      Abraços
      René Denon

Deixe uma resposta