O Mestre Esquecido, Capítulo 3 (Debussy: Prelúdios, livro II – Milhaud: Saudades do Brasil – Antônio Guedes Barbosa)

BarbosaConvidamos os fãs do Mestre Esquecido a acompanharem o GRUPO “ANTÔNIO GUEDES BARBOSA” no Facebook.

Os capítulos dessa curta novela sobre o MESTRE Antônio Guedes Barbosa começam a minguar.

O CD da Connoisseur Society está esgotadíssimo, e o link ao lado leva a um exemplar usado pela bagatela de cento e quatro doletas. Mais ainda: ele jamais teria sido lançado no Brasil, não fosse uma ação entre clientes da Ticket Restaurante.

Sim, foi a TICKET RESTAURANTE – fiel depositária de estipêndios pagadores de coxinhas, tubaínas e churrascos gregos Brasil afora – e não a vontade das gravadoras, nem o clamor do público, a responsável pela iniciativa de distribuir esta gravação do genial pianista pessoense em seu país natal.

Se acham isso lamentável, saibam que o maravilhoso álbum triplo de Barbosa tocando as mazurcas de Chopin só chegou às praias de Pindorama graças à BOLSA DE VALORES DO RIO DE JANEIRO, que o distribuiu entre sua rapaziada como presente de final de ano.

Mas, claro, nada é tão ruim que não possa ser pior: quando encontrei este CD perdido numa loja de usados do Rio no ano passado, ele estava entre CDs do NETINHO e da BANDA BEIJO.

PQP, vida.

PQP, mundo.

PQP, vocês.

DEBUSSY: PRÉLUDES, LIVRE II – MILHAUD: SAUDADES DO BRASIL
ANTÔNIO GUEDES BARBOSA

CLAUDE-ACHILLE DEBUSSY (1862-1918)

Prelúdios para piano, Livro II

01 – No. 1, “Brouillards”
02 – No. 2, “Feuilles mortes”
03 – No. 3, “La Puerta del Vino”
04 – No. 4, “Les fées sont d’exquises danseuses”
05 – No. 5, “Bruyères”
06 – No. 6, “Général Lavine – eccentric”
07 – No. 7, “La terrasse des audiences du clair de lune”
08 – No. 8, “Ondine”
09 – No. 9, “Hommage à S. Pickwick Esq. P.P.M.P.C”
10 – No. 10, “Canope”
11 – No. 11, “Les tierces alternées”
12 – No. 12, “Feux d’artifice”

DARIUS MILHAUD (1892-1974)

Saudades do Brasil, Suíte para piano, Op. 67

13 – Parte 1, no. 1: “Sorocaba”
14 – Parte 1, no. 2: “Botafogo”
15 – Parte 1, no. 3: “Leme”
16 – Parte 1, no. 4: “Copacabana”
17 – Parte 1, no. 5: “Ipanema”
18 – Parte 1, no. 6: “Gávea”
19 – Parte 2, no. 7: “Corcovado”
20 – Parte 2, no. 8: “Tijuca”
21 – Parte 2, no. 9: “Paineras” (sic)
22 – Parte 2, no. 10: “Sumaré”
23 – Parte 2, no. 11, “Laranjeiras”
24 – Parte 2, no. 12, “Paysandu”

Antônio Guedes Barbosa, piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

A julgar pelo gosto prevalente, Banda Beijo > Antônio Guedes Barbosa. Parabéns aos envolvidos.
A julgar pelo gosto prevalente, Banda Beijo > Antônio Guedes Barbosa.
Parabéns aos envolvidos.

 

Vassily Genrikhovich

 

6 comments / Add your comment below

  1. Hoje, 22 de agosto, aniversário de Debussy. O grande pianista decerto ficaria muito feliz com esta postagem nessa data tão especial, assim como todos ficamos, gratos e felizes por mais esse tesouro. Muito obrigado. E que felicidade ter encontrado o CD, mesmo entre outros títulos de outros gêneros menos apreciados por nós. Já me aconteceu de encontrar um CD de Hildegard Von Bingen por acaso, no expositor de calçada de uma loja que só vendia axé music. O desenho da capa, colorido, trazia uma figura que deve ter levado o pessoal a confundi-lo com os discos de grupos como o Asa de Águia. rs

      1. Dá pra gente imaginar a Santa Hildegarda, com seus alfarrábios e harpa, em meio ao carnaval bahiano? rss somente se fosse para trazer o Apocalípse – que seria muito bem vindo. rs

  2. Parabéns por estarem resgatando a discografia preciosa do Barbosa!

    Além dos que já postaram, tenho estas dele:
    Almeida Prado- Rios
    Brahms – Sonatas para Violino (com Wanda Wilkormiska)
    Liszt e Schubert-Liszt
    Chopin – 14 Valsas
    Chopin – 51 Mazurcas
    Chopin- Polonaises
    Villa-Lobos – Bachianas Brasileiras No. 4
    Liszt- Hexameron (com Nelson Freire, Arthur Moreira Lima, Jacques Klein, João Carlos Martins e Paulo Maluf) 1975

    Existe também uma gravação dele tocando as sonatas Op.109 e Waldstein do Beethoven, que ainda não encontrei.

    1. Salve, Alexandre!
      Nossa, que privilégio receber sua visita! Parabéns pelo excelente trabalho, em especial no resgate das obras raras de Ernesto Nazareth e pela iniciativa do Instituto Piano Brasileiro!
      Tenho a gravação das Sonatas de Beethoven e, com Wilkomirska, também um disco com peças de Fritz Kreisler, outro com a Sonata de Franck e os “Mitos” de Szymanowski, e um com as Sonatas de Grieg e Ravel (embora em minha gravação danificada só se aproveite o Ravel). Além delas, há aquela das Bachianas Brasileiras no. 4, compondo o álbum com “Rios” de Almeida Prado.
      Desconhecia a gravação do Hexameron – praticamente um panteão do piano brasileiro dos anos 70! Muitas das outras eu tenho em cópias bastante precárias em LP.

Deixe uma resposta