W. A. Mozart (1756-1791): Piano Concertos Nos. 17 & 21

IM-PER-DÍ-VEL !!!!

E aqui temos outro exemplar de grande CD dedicado aos Concertos para Piano de Mozart. A portuguesa Maria João Pires já meteu Clara Haskil e até Uchida no bolso neste quesito. Sua dicção mozartiana é impecável, limpa e cheia de surpreendentes nuances. Para melhorar, utiliza as mais belas cadenzas já escritas para estes dois belos concertos. Abbado, que já gravou este mesmo repertório com Pollini, está muito à vontade em torno da Maria João. É notável e maravilhosa a forma como as gravações que antes julgávamos insuperáveis vão caindo uma após outra. Ouçam bem esta aqui e comprovem a forma como este dois grandes artistas demonstram empatia para com a serena ousadia de Mozart. E é simplesmente estarrecedor que estas composições da maturidade do compositor — que alcançava expressão mais livre e pessoal — , contrariassem o público e os críticos de Viena e fossem, de forma inequívoca, o princípio de seu fim.

Mozart (1756-1791): Piano Concertos Nos. 17 & 21

1. Piano Concerto No.17 in G, K.453 – Cadenzas: W. A. Mozart – 1. Allegro (Cadenza: K.624/22) 12:06
2. Piano Concerto No.17 in G, K.453 – Cadenzas: W. A. Mozart – 2. Andante (Cadenza: K.624/24) 9:53
3. Piano Concerto No.17 in G, K.453 – 3. Allegretto 7:25

4. Piano Concerto No.21 in C, K.467 – Cadenza: Rudolf Serkin – 1. Allegro – Cadenza: Rudolf Serkin 14:11
5. Piano Concerto No.21 in C, K.467 – 2. Andante 6:10
6. Piano Concerto No.21 in C, K.467 – Cadenza: Rudolf Serkin – 3. Allegro vivace assai – Cadenza: Rudolf Serkin 6:42

Maria João Pires
The Chamber Orchestra of Europe
Claudio Abbado

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Maria João, a mulher ideal para Mozart
Maria João, a mulher ideal para Mozart

PQP

7 comments / Add your comment below

  1. QUe bom que o PQP também se rendeu ao talento da portuguesa, que por sinal vivia no Brasil até há algum tempo atrás. Alguém saberia informar se ela ainda vive por aqui?

    1. Foi para a Suiça, mas acho que voltou para Portugal, em Belgais, que tem um centro de artes. A história legal dela é a de quando mudou-se para Salvador, em um condomínio próximo ao aeroporto, achou que não havia razão de ter uma piscina, com aquele litoral, que mandou aterrá-la e enchê-la de plantas.

  2. Sim, mas não fará mais recitais a partir de 2011. Apenas se dedicará a um projeto sócio-educativo em Salvador, onde mora. Ela é brasileira naturalizada desde o ano passado.

    1. Continua a apresentar-se e dedica-se a projetos socioculturais. Adotou uma menina negra, em Salvador, e, depois de 2011, apresentou-se em São Paulo e em Campos de Jordão, inclusive. Tem uma gravação posterior à 2011 com Antonio Meneses no Wigmore Hall.

  3. Este CD eu tenho, mas fico feliz em imaginar que, através dessa postagem, estará a disposição de muitas outras pessoas. Esse faz parte de uma coleção que eu chamo de Golden CDs. Recentemente vocês postaram a integral das sonatas com essa maravilhosa intérprete. Eu já tinha a coleção gravada pela Uchida (em CD), mas sempre há espaço para boas interpretações…
    Parabéns pela postagem.
    Abraços
    Mário

      1. Realmente, a frase ganha concisão e o texto fica mais elegante:
        Este CD eu tenho, mas fico feliz em imaginar que, através dessa postagem, estará a disposição de muitos outros.
        Obrigado por mostrar…

Deixe uma resposta