Ernst Widmer (1927-1990), Hans Jürgen Ludwig (1952), Alfredo Esteban Rey (1938) – Conjunto Música Nova da UFBA [Acervo PQPBach] [link atualizado 2017]

SHOW DE BOLA (1) !!!

As três obras foram gravadas ao vivo. Compostas para os Concursos Latino-Americanos de 1978 e 1979, respectivamente, elas têm em comum o envolvimento com material preexistente. Assim, RELAX-REQUIEM origina-se no Choral da Cantata nº 60 de J.S.Bach, TRUNCA DINÂMICA nasce de um módulo rítmico extraído da chacarera, música popular argentina e, em ASFALTANDO O NORDESTE emergem e submergem melodias características nordestinas. Todavia não se trata de paródias.

ERNST WIDMER atua na Universidade Federal da Bahia desde 1956. É Professor Titular e, atualmente,Coordenador Central de Extensão. É membro fundador do “Grupo de Compositores da Bahia” e, com Piero Bastianelli, do Conjunto “Música Nova” da URBA. Foi Diretor dos Seminários de Música e, posteriormente da Escola de Música e Ar-tes Cênicas. Dirigiu o “Madrigal da UFBA” de 1958 a 1969. Coordenou os “Cursos de Música Nova”, as “Apresentações de Compositores da Bahia” e, desde 1974 os “Festivais de Artes Bahia”. Foi distinguido como compositor em numerosos concursos nacionais e internacionais: Com RELAX-REQUIEM, composto em 1978, obteve o 1º Prêmio. As variações sobre o Choral de J. S Bach não obedecem à forma tradicional, mas com exceção do movimento central, Memoria, cada um dos demais movimentos varia apenas um trecho do Choral: o 1º, Requiem, baseia-se nas primeiras 3 frases, o 2º, Dies Irae e o 4º, Lacrimosa, na seguinte e o último, Lux Aeterna, na frase final. O movimento central, Memoria, simétrico numa obra simetricamente concêntrica, expõe o Choral na sua íntegra evocando o passado: o canto fúnebre que vira levitação do Requiem o andar sobre águas revoltas do Dies Irae, e prepara o futuro: o pranto do Lacrimosa e a lucidez do Lux Aeterna.

HANS JÜRGEN LUDWIG iniciou seus estudos de música na sua cidade natal, formando-se Compositor em 1981, pela Escola de Música e Artes Cênicas da UFBA. Seus proessores de orquestração e composição foram Agnaldo Ribeiro, Fernando Cerqueira e Ernst Widmer. A peça ASFALTANDO O NORDESTE foi selecionada e estreada em 1979, no Concurso Latino-Americano de Composição. A obra dispensa maiores comentários podendo ser entendida como denúncia de choque ecológico.

ALFREDO ESTEBAN REY fez seus estudos musicais com Edgar Spinassi, Eduardo Frazon, Haydée Gerardi e Rodolfo Achourron. TRUNCA DINÂMICA, da série “3 TRUNCAS para pequenos grupos instrumentais”, foi igualmente selecionada e estreada em 1979, no Concurso Latino-americano de Composição. Esta peça apresenta-se com a rudeza e a ingenuidade próprias da origem geográfica da chacarera, a província de Santiago del Estero. O termo “trunca” deriva de uma das características próprias desse ritmo folclórico: suas frases terminam no último tempo fraco do compasso 3/4 [6/8]. Os seguidos trechos de silêncio lhe conferem uma arritmia contrastante. O piano aparece como austero personagem principal. A sua utilização resume-se frequentemente no puramente rítmico. Sendo uma obra que nasce de um ritmo definido, exclui instrumentos de percussão e adota uma misteriosa série de clusters.

CONJUNTO MÚSICA NOVA DA UFBA, 10 ANOS (1973-1983)
Avançando sobre as idéias iniciais formuladas como ponto de partida para os trabalhos de ensino e extensão da Escola de Musica e Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia, o Conjunto Música Nova consolidou sua imagem no cenário nacional e internacional, como componente especializado de uma época musical. Idealizado em 1973, tem o Conjunto exercido sua missão com sucesso ao longo desses 10 anos, apoiando a geração dos novos compositores brasileiros, ao mesmo tempo em que estabeleceu um envolvimento maior no estímulo à criatividade, na inovação do conhecimento e, até na reformulação de modelos didáticos, fatores que representam hoje o esteio da cultura musical contemporânea. Participou dos mais significativos eventos artísticos do país e do exterior, tais como: “II e III Bienais de Música Brasileira Contemporânea” (Rio de Janeiro, 1977 e 1979), tendo na oportunidade três obras gravadas em discos e video-tape; “Música Brasileira Hoje” (São Paulo, 1976); “Begegnung mit Brasilien” (Colônia, Bonn e Frankfurt, 1980);”Festivais de Arte*Bahia”(Salvador, 1975/82), realizando três concurso nacionais e dois latinoamericanos de composição; tournês de concertos no país e no exterior. E se não existissem outras razões para justificar sua presença, bastaria considerar a obra que, brotando espontaneamente, foi surgindo aos poucos e materializada em resulta dos que em termos de concepção apresentam hoje dimensões de inegável relevância.
(texto extraído do encarte)

Ouça! Ouça! Deleite-se!

Conjunto Música Nova da UFBA
Widmer * Ludwig * Rey

Ernst Widmer (Aarau, suíça, 1927-1990)
Relax – Requiem em forma de variações sobre um Choral de J.S.Bach
01.Requiem
02. Dies Irae
03. Memoria
04. Lacrimosa
05. Lux Aeterna
Hans Jürgen Ludwig (São Paulo, 1952)
07. Asfaltando o Nordeste
Alfredo Esteban Rey (Argentina, 1938)
08. Trunca Dinámica

Conjunto Música Nova da UFBA
Piero Bastianelli, Regente
Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1983

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3  (98Mb)
FLAC  (160Mb)

Partituras e outros que tais? Clique aqui

Sabe aquela coisa de fazer um comentário? Eu ainda gosto. Pode comentar, pessoal!

Bisnaga

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!