Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Concertos – Mitsuko Uchida, Berliner Philharmoniker, Sir Simon Rattle

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Concertos – Mitsuko Uchida, Berliner Philharmoniker, Sir Simon Rattle

Amo todos os Concertos para Piano de Beethoven. Nem imagino quantas versões tenho, ou quantas já ouvi. e a pergunta se torna inevitável: com tantas versões no mercado há espaço para mais uma? Li crítica semelhante quando Alfred Brendel lançou sua terceira integral destes concertos, com o mesmo Simon Rattle, mas frente à Filarmônica de Viena. E estávamos falando de Alfred Brendel, um dos grandes pianistas do século XX.

Claro que Mitsuko Ushida tem seu lugar no Hall da Fama dos grandes pianistas do final do século XX, e ela também já havia gravado outra integral destes mesmos concertos pelo antigo selo Philips, e na época foi acompanhada pelo lendário maestro Kurt Sanderling. Já postamos esta série aqui, mas não creio que os links estejam ativos. E já se passaram uns vinte e poucos anos desde a realização daquelas gravações.

Esta edição que ora vos trago foi lançada pelo selo da própria Filarmônica de Berlim e foi gravada em 2010. É a edição mais completa a que já tive acesso. O booklet tem páginas e páginas de análises e informações e está disponível para os senhores.

Sir Simon Rattle impôs sua marca na orquestra nos anos em que esteve à sua frente, e agora cabe ao seu sucessor Kiril Petrenko a tarefa de manter o mesmo nível de qualidade.

Espero que apreciem.

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Concertos – Mitsuko Uchida, Berliner Philharmoniker, Sir Simon Rattle

01. Concerto for Piano and Orchestra No. 1 in C major, op. 15 – 1. Allegro con brio
02. Concerto for Piano and Orchestra No. 1 in C major, op. 15 – 2. Largo
03. Concerto for Piano and Orchestra No. 1 in C major, op. 15 – 3. Rondo. Allegro scherzando
04. Concerto for Piano and Orchestra No. 2 in B flat major, op. 19 – 1. Allegro con brio
05. Concerto for Piano and Orchestra No. 2 in B flat major, op. 19 – 2. Adagio
06. Concerto for Piano and Orchestra No. 2 in B flat major, op. 19 – 3. Rondo. Molto allegro
07. Concerto for Piano and Orchestra No. 3 in C minor, op. 37 – 1. Allegro con brio
08. Concerto for Piano and Orchestra No. 3 in C minor, op. 37 – 2. Largo
09. Concerto for Piano and Orchestra No. 3 in C minor, op. 37 – 3. Rondo. Allegro
10. Concerto for Piano and Orchestra No. 4 in G major, op. 58 – 1. Allegro moderato
11. Concerto for Piano and Orchestra No. 4 in G major, op. 58 – 2. Andante con moto
12. Concerto for Piano and Orchestra No. 4 in G major, op. 58 – 3. Rondo vivace
13. Concerto for Piano and Orchestra No. 5 in E flat major, op. 73 – 1. Allegro
14. Concerto for Piano and Orchestra No. 5 in E flat major, op. 73 – 2. Adagio un poco mosso
15. Concerto for Piano and Orchestra No. 5 in E flat major, op. 73 – 3. Allegro ma non troppo

Mitsuko Uchida – Piano
Berliner Philharmoniker
Sir Simon Rattle – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Sonatas para Piano Op. 27/2, 53, 81a & 110

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Sonatas para Piano Op. 27/2, 53, 81a & 110

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Sabe aquele disco perfeito, sem falhas? Uma Waldstein tão boa quanto a de Pollini, uma Les adieux que é melhor nem comentar, uma 110 verdadeiramente estupenda e uma Ao Luar para incrementar as vendas. Dizer o mais quê?

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Sonatas para Piano Op. 27/2, 53, 81a & 110

1. Piano Sonata No.21 in C, Op.53 -“Waldstein” – 1. Allegro con brio 9:29
2. Piano Sonata No.21 in C, Op.53 -“Waldstein” – 2. Introduzione (Adagio molto) 3:47
3. Piano Sonata No.21 in C, Op.53 -“Waldstein” – 3. Rondo (Allegretto moderato – Prestissimo) 9:12

4. Piano Sonata No.26 in E flat, Op.81a -“Les adieux” – 1. Das Lebewohl (Adagio – Allegro) 6:26
5. Piano Sonata No.26 in E flat, Op.81a -“Les adieux” – 2. Abwesendheit (Andante espressivo) 3:22
6. Piano Sonata No.26 in E flat, Op.81a -“Les adieux” – 3. Das Wiedersehn (Vivacissimamente) 5:11

7. Piano Sonata No.31 in A flat, Op.110 – 1. Moderato cantabile molto espressivo 6:15
8. Piano Sonata No.31 in A flat, Op.110 – 2. Allegro molto 2:00
9. Piano Sonata No.31 in A flat, Op.110 – 3a. Adagio ma non troppo 3:19
10. Piano Sonata No.31 in A flat, Op.110 – 3b. Fuga (Allegro ma non troppo) 6:59

11. Piano Sonata No.14 in C sharp minor, Op.27 No.2 -“Moonlight” – 1. Adagio sostenuto 5:26
12. Piano Sonata No.14 in C sharp minor, Op.27 No.2 -“Moonlight” – 2. Allegretto 2:11
13. Piano Sonata No.14 in C sharp minor, Op.27 No.2 -“Moonlight” – 3. Presto 5:26

Nelson Freire, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Esse toca alguma coisa…

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Sonatas – Sviatoslav Richter

Gosto muito destes registros ao vivo das Sonatas de Beethoven que Sviatoslav Richter fez já em idade avançada. No primeiro CD, ele está tocando no Concertgebow de Amsterdam, na Holanda, no segundo, está na Alemanha, em Ludwigsburg, pequena cidade no sul da Alemanha.
No primeiro CD Richter nos traz as Sonatas op. 49 e a de op. 54, três pequenas jóias da produção de Beethoven, por algum motivo desconhecido, pouco gravadas.
Estas três primeiras sonatas servem de introdução para a de op. 57, também conhecida como ‘Appassionata’, um dos grandes monumentos da leitura pianística, uma obra de extrema complexidade, e que exige do intérprete muita concentração e virtuosismo. Lembremos que Richter já estava em seus últimos anos de vida, morreu em 1995, aos 80 anos de idade, ou seja, estas gravações foram realizadas entre seus 76 – 77 anos de idade. Incrível, não?
O segundo CD traz as três últimas sonatas de Beethoven, as de op. 109, 110 e 111, creio que nem preciso falar sobre elas, né?
Enfim, dois CDs imprescindíveis, fundamentais para se conhecer o imenso talento de Sviatoslav Richter, um dos maiores pianistas do século XX.
CD 1
01. Sonata No.19 in G minor, op. 49 No. 1 – Andante
02. Sonata No.19 in G minor, op. 49 No. 1 – Rondo. Allegro
03. Sonata No.20 in G, op. 49 No. 2 – Allegro ma non troppo
04. Sonata No.20 in G, op. 49 No. 2 – Tempo di Menuetto
05. Sonata No.22 in F, op. 54 – In tempo d’un menuetto
06. Sonata No.22 in F, op. 54 – Allegretto
07. Sonata No.23 in F minor, op. 57 ‘Appassionata’ – Allegro assai
08. Sonata No.23 in F minor, op. 57 ‘Appassionata’ – Andante con moto
09. Sonata No.23 in F minor, op. 57 ‘Appassionata’ – Allegro ma non troppo

CD 1 BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

CD 2

01. Sonata nr. 30 in E, op. 109, Vivace, Adagio espressivo, Tempo I
02. Sonata nr. 30 in E, op. 109, Prestissimo
03. Sonata nr. 30 in E, op. 109, Andante molto cantabile ed espressivo
04. Sonata nr. 31 in A flat, op. 110, Moderato cantabile molto espressivo
05. Sonata nr. 31 in A flat, op. 110, Allegro molto
06. Sonata nr. 31 in A flat, op. 110, Adagio ma non troppo
07. Sonata nr. 31 in A flat, op. 110, Fuga, Allegro ma non troppo
08. Sonata nr. 32 in C minor, op. 111, Maestoso
09. Sonata nr. 32 in C minor, op. 111, Allegro con brio ed appassionato
10. Sonata nr. 32 in C minor, op. 111, Arietta, Adagio molto semplice e cantabile

Sviatoslav Richter – – Piano

CD 2 BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Violin Sonatas – Henryk Szeryng, Ingrid Haebler

Das diversas gravações que já tive a oportunidade de ouvir destas sonatas, esta aqui com a dupla Szeryng / Haebler está entre as minhas favoritas. Desde a primeira vez que a ouvi, tive imediata compreensão que aqui a coisa era muito séria, que esta dupla funcionava tão bem junta que até pareciam estar fundidos em um só. Adoro a dinâmica destes dois juntos, da profunda compreensão que eles tem da música de Beethoven, da coesão em sua interpretação.
Existem diversas gravações destas sonatas, inclusive o próprio Henryk Szeryng tem outra gravação desta integral, com a pianista Clara Haskil, considerada por muitos a melhor gravação já realizada destas obras. Questão de opinião e gosto, claro.

P.S. Como bônus, temos nestes CDs os ‘Romances para Violino’, e Henryk Szeryng está muito bem acompanhado pela Royal Concertgebow Orchestra, dirigida pelo imortal Bernard Haitink. Vamos combinar, que baita presente de Natal que estou lhes trazendo, não acham?

CD 1

01. Sonata No.1 in D, Op.12 No.1 – 1. Allegro con brio
02. Sonata No.1 in D, Op.12 No.1 – 2. Tema con variazioni. Andante con motto
03. Sonata No.1 in D, Op.12 No.1 – 3. Rondo. Allegro
04. Sonata No.2 in A, Op.12 No.2 – 1. Allegro vivace
05. Sonata No.2 in A, Op.12 No.2 – 2. Andante piu tosto allegretto
06. Sonata No.2 in A, Op.12 No.2 – 3. Allegro piacevole
07. Sonata No.3 in E flat, Op.12 No.3 – 1. Allegro con spirito
08. Sonata No.3 in E flat, Op.12 No.3 – 2. Adagio con molt’ espressione
09. Sonata No.3 in E flat, Op.12 No.3 – 3. Rondo. Allegro molto

CD 10

01. Sonata No.4 in A minor Op.23 – 1. Presto
02. Sonata No.4 in A minor Op.23 – 2. Andante scherzoso, piu allegretto
03. Sonata No.4 in A minor Op.23 – 3. Allegro molto
04. Sonata No.5 in F, Op.24 ‘Spring’ – 1. Allegro
05. Sonata No.5 in F, Op.24 ‘Spring’ – 2. Adagio molto espressivo
06. Sonata No.5 in F, Op.24 ‘Spring’ – 3. Scherzo. Allegro molto
07. Sonata No.5 in F, Op.24 ‘Spring’ – 4. Rondo. Allegro ma non troppo
08. Violin Romance No.1 in G, Op.40
09. Violin Romance No.2 in F, Op.50

CD 3

01. Sonata No.6 in A, Op.30 -1, I – Allegro
02. II – Adagio
03. III – Allegretto con variazioni
04. Sonata No.7 in C minor,Op. 30-2, I – Allegro con brio
05. II – Adagio cantabile
06. III – Scherzo. Allegro
07. IV- Finale. Allegro
08. Sonata No.8 in G, Op.30-3, I-Allegro assai
09. II – Tempo di menuetto ma molto moderato e grazioso
10. III – Allegro vivace

CD 4

01. Sonata No.9 in A, Op.47 -Kreutzer I – Adagio sostenuto – Presto
02. II – Andante con variazioni
03. III – Finale, Presto
04. Sonata No.10 in G, Op.96, I – Allegro moderato
05. II – Adagio espressivo
06. III – Scherzo. Allegro
07. IV Poco allegretto

Royal Concertgebow Orchestra
Bernard Haitink – Conductor
Ingrid Haebler – Piano
Henryk Szeryng – Violin

CD 1 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 2 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 3 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 4 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Obras Completas para Violoncelo e Piano

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Obras Completas para Violoncelo e Piano

Uma boa versão das 5 Sonatas  e outras obras para Violoncelo e Piano de Beethoven. Não é coisa pra levantar poeira, mas pode entrar no barracão. De levantar poeira são as versões de Meneses e Pressler e a de Yo-Yo Ma e Emanuel Ax, na minha opinião, apesar da excelente interpretação dos Brendel pai e filho para a Sonata Nº 1 , por exemplo. Beethoven foi o primeiro grande compositor de Sonatas para Violoncelo, e permaneceu o único até que Brahms escreveu duas obras-primas. Depois Martinu, Grieg, Rachmaninov, Shostakovich, Kodály, Barber, Britten, etc. escreveram as suas. É um meio difícil, porque as notas baixas do violoncelo tendem a ficar encobertas pelo baixo do piano, e o equilíbrio entre os dois instrumentos é sempre complicado.

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Obras Completas para Violoncelo e Piano

Sonata No.2 In G Minor, Op.5 No.2
1-1 Adagio Sostenuto Ed Espressivo 5:35
1-2 Allegro Molto, Piu Tosto Presto 10:18
1-3 Rondo: Allegro 9:01

Sonata No.4 In C Major, Op.102 No1
1-4 Andante – Allegro Vivace 8:31
1-5 Adagio – Tempo D’andante – Allegro Vivace 8:03

Sonate No.3 In A Major, Op.69
1-6 Allegro Ma Non Tanto 12:38
1-7 Scherzo: Allegro Molto 5:29
1-8 Adagio Cantabile – Allegro Vivace 8:39

12 Variations On “ein Mädchen Oder Weibchen” From Die Zauberflôte, Op.66
1-9 Theme: Allegretto 0:33
1-10 Variation I 0:35
1-11 Variation II 0:36
1-12 VariationIII 0:32
1-13 Variation IV 0:42
1-14 Variation V 0:34
1-15 Variation VI 0:31
1-16 Variation VII 0:44
1-17 Variation VIII 0:32
1-18 Variation IX 0:40
1-19 Variation X: Adagio 1:16
1-20 Variation XI: Poco Adagio, Quasi Andante 0:49
1-21 Variation XII: Allegro 2:07

12 Variations On “see The Conqu’ring Hero Comes” From Judas Maccabaeus, Woo 45
2-1 Theme: Allegretto 0:45
2-2 Variation I 0:37
2-3 Variation II 0:42
2-4 Variation III 0:45
2-5 Variation IV 0:47
2-6 Variation V 0:54
2-7 Variation VI 0:46
2-8 Variation VII 0:40
2-9 Variation VIII 0:46
2-10 Variation IX 0:54
2-11 Variation X: Allegro 0:41
2-12 Variation XI: Adagio 3:15
2-13 Variation XII: Allegro 1:02

Sonata No.5 In D Major, Op.102 No.2
2-14 Allegro Con Brio 6:42
2-15 Adagio Con Molto Sentimento D’affetto 9:15
2-16 Allegro Fugato 4:34

Sonate No.1 In F Major, Op.5 No.1
2:17 Adagio Sostenuto – Allegro 18:21
2-18 Rondo: Allegro Vivace 6:58

7 Variations On “bei Männern, Welche Liebe Fühlen” From Die Zauberflöte, Woo 46
2-19 Theme: Andante 0:48
2-20 Variation I 0:42
2-21 Variation II 0:46
2-22 Variation III 1:04
2-23 Variation IV 1:24
2-24 Variation V: Si Prenda Il Tempo Un Poco Piu Vivace 0:44
2-25 Variation VI: Adagio 2:27
2-26 Variation VII: Allegro, Ma Non Troppo 2:15

Cello – Adrian Brendel
Piano – Alfred Brendel

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Sonatas para Violino e Piano, “Kreutzer” e “Primavera”

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Sonatas para Violino e Piano, “Kreutzer” e “Primavera”

Esta gravação dispensa apresentações, correto? É um super hiper ultra clássico da discografia mundial. Claro que a gravação envelheceu. Envelheceu muito. Nos anos 70, os violinistas serravam seus instrumentos logo que ouviam o nome Beethoven. Hoje, ninguém faria isso. Mas o repertório, o que dizer? Resolvi postar porque o Doni reclamou da ausência de Perlmans e eu estou passando por um estranho e inédito período de consideração e bondade… Agora, o motivo que levou a Tolstói dar o nome de Sonata à Kreutzer àquela terrível (e ótima) novela.. Ah, isso ninguém compreende.

Agora, vou dizer uma coisa procês. Respeito a Kreutzer, mas gosto mais da Primavera.

#prontofalei

L. van Beethoven (1770-1827): Sonatas para Violino e Piano, “Kreutzer” e “Primavera”

1. Sonata for Violin and Piano No.9 in A, Op.47 – “Kreutzer” – 1. Adagio sostenuto – Presto 11:49
2. Sonata for Violin and Piano No.9 in A, Op.47 – “Kreutzer” – 2. Andante con variazioni 16:29
3. Sonata for Violin and Piano No.9 in A, Op.47 – “Kreutzer” – 3. Finale (Presto) 8:49

4. Sonata for Violin and Piano No.5 in F, Op.24 – “Spring” – 1. Allegro 9:51
5. Sonata for Violin and Piano No.5 in F, Op.24 – “Spring” – 2. Adagio molto espressivo 6:27
6. Sonata for Violin and Piano No.5 in F, Op.24 – “Spring” – 3. Scherzo (Allegro molto) 1:14
7. Sonata for Violin and Piano No.5 in F, Op.24 – “Spring” – 4. Rondo (Allegro ma non troppo) 6:48

Itzhak Perlman, violino
Vladimir Ashkenazy, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Perlman e Ashkenazy combinando tomar um chope depois do trampo.

PQP

Die himmel rühmen geistliche chormusik (Os céus entoam música coral sacra)

Die himmel rühmen geistliche chormusik

Os céus entoam música sacra coral

 

Uma coleção de 42 músicas, de inspirados e tradicionais compositores, reunidas em 3 CDs.

 

CD # 1
01. Messiah, HWV 56, Part II: Hallelujah! Georg Friedrich Händel (Germany,1685-England,1759), Marcus Creed, RIAS Chamber Chorus & Berlin RIAS Sinfonietta

02. Vesperae solennes de confessore, K. 339: Laudate Dominum, Wolfgang Amadeus Mozart (Austria, 1756-1791), Maria Zadori, Jeunesses Musicales Chorus, Ivan Fischer & Budapest Philharmonic Orchestra

03. Die Schopfung (The Creation), Hob.XXI:2, Part I: Die Himmel erzahlen die Ehre Gottes (The heavens are telling the glory of God), Haydn, Franz Joseph (Austria, 1732-1809), Vienna Boys Choir, Peter Marschik, Christian Bauer, Ernst Jankowitsch, Max Emanuel Cencic & Wiener Volksoper Orchestra

04. 6 Songs, Op. 48: No. 4. Die Ehre Gottes aus der Natur (arr. for male choir), Anonymous & Ludwig van Beethoven (Alemanha, 1770-Áustria, 1827), Carl Maria von Weber Men’s Choir, Berlin & Andreas Wiedermann

05. Christmas Oratorio, BWV 248: Ehre sei dir, Gott gesungen, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Concerto Koln, Frankfurt Vocal Ensemble & Ralf Otto

06. 3 Motets, Op. 39: No. 2. O praise the Lord (Laudate pueri), Anonymous & Mendelssohn, Felix (1809-1847), Martin Flämig & Dresdner Kreuzchor

07. Te Deum, WAB 45: Te Deum laudamus – Te ergo, Anonymous & Anton Bruckner (Austria, 1824-1896), Roland Bader, Elzbieta Towarnicka, Matgorzata Walewska, Jerzy Knetig, Andrzej Biegum, Krakòw Philharmonic Orchestra & Krakow Philharmonic Chorus

08. Deutsche Messe, D. 872: Zum Sanctus: Heilig, heilig ist der Herr, Schubert, Franz (Austria, 1797-1828), Marcus Creed, RIAS Chamber Chorus & Berlin RIAS Sinfonietta

09. Laudate Dominum, Anonymous & Christian Theodor •Weinlig (Germany, 178-1842), Martin Flämig & Dresdner Kreuzchor

10. Die Schopfung (The Creation), Hob.XXI:2, Part II: In holder Anmut stehn (Most beautiful appear), Haydn, Franz Joseph (Austria, 1732-1809), Vienna Boys Choir, Peter Marschik, Christian Bauer, Ernst Jankowitsch, Max Emanuel Cencic & Wiener Volksoper Orchestra

11. Jubilate-Amen, Op. 3, Max Bruch (Germany 1838-1920), Koln Radio Choir, Helmut Froschauer, Cologne West German Radio Chorus & Cologne West German Radio Orchestra

12. Gott in der Natur, D. 757, Schubert, Franz (Austria, 1797-1828), Berlin Radio Chorus, Dietrich Knothe & Bernd Casper

13. Pange lingua, WAB 33, Anton Bruckner (Austria, 1824-1896), Martin Flämig & Dresdner Kreuzchor

14. Mass No. 2 in G major, D. 167: Gloria in excelsis, Schubert, Franz (Austria, 1797-1828), Sofia Philharmonic Orchestra, Bulgarian National Svetoslav Obretenov Choir & Georgi Robev

15.  Die Schopfung (The Creation), Hob.XXI:2, Part III: Singt dem Herren alle Stimmen (Sing the Lord, ye voices all!), Haydn, Franz Joseph (Austria, 1732-1809), Vienna Boys Choir, Peter Marschik & Wiener Volksoper Orchestra

CD # 2
01. Ave verum corpus, K. 618, Wolfgang Amadeus Mozart (Austria, 1756-1791) & Anonymous,  Marcus Creed, Berlin Radio Symphony Orchestra & RIAS Chamber Chorus

02. Deutsche Messe, D. 872: Zum Eingang: Wohin soll ich mich wenden, Schubert, Franz (Austria, 1797-1828), Marcus Creed, Berlin Radio Symphony Orchestra & RIAS Chamber Chorus

03. So nimm denn meine Hande, Friedrich •Silcher (Germany,1789-1860), Leipzig Radio Chorus & Jorg-Peter Weigle

04. Tantum ergo, D. 962, Anonymous & Schubert, Franz (Austria, 1797-1828), Berlin Radio Chorus, Berlin Radio Symphony Orchestra & Dietrich Knothe

05. Elijah, Op. 70: Denn er hat seinen Engeln befohlen uber dir, Mendelssohn, Felix (Germany, 1809-1847), Martin Flämig & Dresdner Kreuzchor

06. Die Schopfung (The Creation), Hob.XXI:2, Part IV: Von deiner Gut’, o Herr und Gott (By thee with bliss, O bounteous Lord), Haydn, Franz Joseph (Austria, 1732-1809), Vienna Boys Choir, Peter Marschik, Ernst Jankowitsch, Gertraud Schmid & Wiener Volksoper Orchestra

07. Souvenir de Florence, Op. 70: Herr, hore mein Gebet, Op. 45, Anonymous & (Germany, 1808-1879), Leipzig Thomaner Choir & Hans-Joachim Rotzsch

08. Offertory: Intende voci, D. 963, Schubert, Franz (Austria, 1797-1828), Peter Schreier, Berlin Radio Chorus, Berlin Radio Symphony Orchestra & Dietrich Knothe

09. 3 Motets, Op. 39: No. 1. Hear my prayer, O Lord (Veni, Domine), Anonymous & Mendelssohn, Felix (1809-1847), Martin Flämig & Dresdner Kreuzchor

10. Ein deutsches Requiem (A German Requiem), Op. 45: III. Herr, lehre doch mich, Johannes Brahms (Germany, 1833-1897), Leipzig Radio Chorus, Leipzig Radio Symphony Orchestra, Herbert Kegel & Siegfried Lorenz

11. Komm, Jesu, komm, BWV 229: Komm, Jesu, komm, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Rostocker Motet Choir, Leipzig Capella Fidicinia & Hartwig Eschenburg

12. Souvenir de Florence, Op. 70 (arr. for string orchestra): Anbetung dem Erbarmer, Wq. 243, H. 807, Carl Philipp Emanuel Bach (Germany, 1714-1788), Rheinische Kantorei, Kleine Konzert, Das & Hermann Max

CD # 3
01. Bringet dem Herrn Ehre seines Namens, BWV 148: Bringet dem Herrn Ehre seines Namens, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Leipzig Thomaner Choir, New Bach Collegium Musicum Leipzig & Hans-Joachim Rotzsch

02. Jesu, meines Herzens Freud, BWV 361, Anonymous & Bach, Johann Sebastian (1685-1750), Rostocker Motet Choir, Leipzig Capella Fidicinia & Hartwig Eschenburg

03. Lobe den Herrn, meine Seele, BWV 143: Chorale: Du Friedefurst, Herr Jesu Christ ,Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Leipzig Thomaner Choir, New Bach Collegium Musicum Leipzig & Hans-Joachim Rotzsch

04. Mass in B minor, BWV 232: Gloria – Et in terra pax, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Rheinische Kantorei, Kleine Konzert, Das & Hermann Max

05. St. Matthew Passion, BWV 244, Part I: Ich will bei meinem Jesu wachen, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Wilfried Jochens, Rheinische Kantorei, Kleine Konzert, Das & Hermann Max

06. Jesu, du mein liebstes Leben, BWV 356, Anonymous & Bach, Johann Sebastian (1685-1750), Rostocker Motet Choir, Leipzig Capella Fidicinia & Hartwig Eschenburg

07. Christmas Oratorio, BWV 248: Herr, wenn die stolzen Feinde schnauben, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Concerto Koln, Frankfurt Vocal Ensemble & Ralf Otto

08. Ich Lasse Dich Nicht, Johann Hermann Schein (Germany, 1586-1630), Leipzig Thomaner Choir & Hans-Joachim Rotzsch

09. War Gott nicht mit uns diese Zeit, BWV 14: War Gott nicht mit uns diese Zeit, Anonymous & Bach, Johann Sebastian (1685-1750), Leipzig Thomaner Choir, New Bach Collegium Musicum Leipzig & Hans-Joachim Rotzsch

10. St. John Passion, BWV 245, Part II: Mein teurer Heiland – Jesu, der du warest tot, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Gotthold Schwarz, Rheinische Kantorei, Kleine Konzert, Das & Hermann Max

11. Jesu, meine Freude, BWV 227: Jesu, meine Freude, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Rostocker Motet Choir, Leipzig Capella Fidicinia & Hartwig Eschenburg

12. Preise, Jerusalem, den Herrn, BWV 119: Der Herr hat Guts an uns getan, Anonymous & Bach, Johann Sebastian (1685-1750), Max Pommer, New Bach Collegium Musicum Leipzig & Leipzig University Choir

13. Ich hatte viel Bekummernis, BWV 21: Sei nun wieder zufrieden, meine Seele, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Vienna Boys Choir, Peter Marschik & Stuttgart Philharmonic Orchestra

14. Wer weiss, wie nahe mir mein Ende!, BWV 27: Wer weiss, wie nahe mir mein Ende, Anonymous & Bach, Johann Sebastian (1685-1750), Rostocker Motet Choir, Leipzig Capella Fidicinia & Hartwig Eschenburg

15. St. Matthew Passion, BWV 244, Part III: Wir setzen uns mit Tranen nieder, Johann Sebastian Bach (Germany, 1685-1750), Rheinische Kantorei, Kleine Konzert, Das & Hermann Max

Die himmel rühmen geistliche chormusik
BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 | 275 KBPS VBR | 381 MB

powered by iTunes 12.8.0 | 3h 24 min

.

 

 

 

 

 

 

.

Por gentileza, quando tiver problemas para descompactar arquivos com mais de 256 caracteres, para Windows, tente o 7-ZIP, em https://sourceforge.net/projects/sevenzip/ e para Mac, tente o Keka, em http://www.kekaosx.com/pt/, para descompactar, ambos gratuitos.

.
When you have trouble unzipping files longer than 256 characters, for Windows, please try 7-ZIP, at https://sourceforge.net/projects/sevenzip/ and for Mac, try Keka, at http://www.kekaosx.com/, to unzip, both at no cost.

Boa audição!

Avicenna

 

Mozart / Haydn / Beethoven / Schubert / Bach: The Farewell Concerts (Alfred Brendel)

Mozart / Haydn / Beethoven / Schubert / Bach: The Farewell Concerts (Alfred Brendel)

O austríaco Alfred Brendel (1931) foi um dos melhores pianistas do século XX. Mas também foi ensaísta — escrevia sobre música — e poeta. Era especialista principalmente em Mozart, Schubert, Haydn, Beethoven e Schoenberg. Em 2008, em razão da artrite, decidiu retirar-se dos palcos. Então fez uma grande excursão pela Europa. Seu último concerto público foi em 18 de dezembro, em Viena, na Grande Sala do Musikverein. São justamente partes desta excursão que temos aqui. O velho mestre dá um show num repertório onde é craque absoluto, o da música germânica clássica e romântica. Brendel se aposentou no auge e esta gravação é uma bela recordação e uma bem-vinda coda de seu importante legado.

Brendel no túmulo de Schubert

Mozart / Haydn / Beethoven / Schubert / Bach: The Farewell Concerts (Alfred Brendel)

Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791)
Piano Concerto No. 9 in E Flat Major, K.271 – “Jeunehomme”
1. 1. Allegro 10:43
2. 2. Andantino 13:17
3. 3. Rondeau (Presto) 10:45
Alfred Brendel
Wiener Philharmoniker
Charles Mackerras

Franz Joseph Haydn (1732 – 1809)
4. Variations in F Minor, Hob. XVII:6 11:38

Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791)
Piano Sonata No. 15 in F Major, K. 533/494
5. 1. Allegro, K.533 7:55
6. 2. Andante, K.533 9:38
7. 3. Rondo (Allegretto), K.494 7:23

Ludwig van Beethoven (1770 – 1827)
Piano Sonata No. 13 In E Flat Major, Op. 27, No. 1
1. 1. Andante – Allegro – Tempo I 4:47
2. 2. Allegro molto e vivace 2:00
3. 3. Adagio con espressione 3:05
4. 4. Allegro vivace – Tempo I – Presto 6:31

Franz Schubert (1797 – 1828)
Piano Sonata No. 21 in B-Flat Major, D. 960
5. 1. Molto moderato 15:17
6. 2. Andante sostenuto 9:10
7. 3. Scherzo (Allegro vivace con delicatezza) 4:05
8. 4. Allegro ma non troppo 9:19

Ludwig van Beethoven (1770 – 1827)
7 Bagatelles, Op. 33
9. 4. Andante 3:33

Franz Schubert (1797 – 1828)
4 Impromptus, Op. 90, D. 899
10. No. 3 in G-Flat Major (Andante) 6:16

Johann Sebastian Bach (1685 – 1750)
11. Nun komm, der Heiden Heiland, BWV 659 (Nun komm, der Heiden Heiland, BWV 659) 5:45

Alfred Brendel, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Brendel com um amigo

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Missa Solene, Op. 123

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Missa Solene, Op. 123

A Missa solemnis (Missa solene),  Op. 123, foi  composta no período entre 1819-1823. Foi estreada em 7 de abril de 1824 em São Petersburgo sob os auspícios de um patrono de Beethoven, o príncipe Nikolai Galitzin. Uma execução incompleta foi feita em Viena em 7 de maio do mesmo ano, quando o Kyrie, o Credo e o Agnus Dei foram dirigidos pelo compositor.

Gosto, mas não morro de amores por ela, que é geralmente considerada uma das obras supremas de Beethoven. Ela representaria Beethoven no apogeu da sua capacidade criativa, mas não tem a popularidade que gozam muitas das suas sinfonias e sonatas. Escrita ao mesmo tempo que a 9ª Sinfonia, é a segunda missa composta por Beethoven, sendo a outra a Missa em Dó Maior, Op. 86, obra menos admirada.

Só que Gardiner e sua turma fazem um trabalho tão bom que quase achamos tratar-se mesmo de uma obra-prima.

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Missa Solene, Op. 123

1. Kyrie 8:50
2. Gloria 16:26
3. Credo 17:29
4. Sanctus 15:17
5. Agnus Dei 13:40

Charlotte Margiono,
Catherine Robbin,
William Kendall,
Alastair Miles,
Elizabeth Wilcock,
Alastair Ross,
The Monteverdi Choir,
Orchestre Révolutionnaire et Romantique,
John Eliot Gardiner.

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Hieronymus Bosch (1450-1516), A Coroa de Espinhos (1490)

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827): As Últimas Sonatas para Piano

Ludwig van Beethoven (1770-1827): As Últimas Sonatas para Piano

IM-PER-DÍ-VEL !!!!

Como transcreveu Alessandro Reiffer aqui Toda vez que ouço as sonatas de Beethoven, o que faço com frequência, tenho certeza que a humanidade vale a pena. Desacreditar dela é um clichê tratado com ironia por alguns filósofos deliciosamente rabugentos e com rabugice por algumas pessoas com preguiça de pensar na complexidade do ser. O restante do texto vale muito a pena, mas estamos aqui com a Mitsuko Uchida e não vamos fazer uma dama aguardar por coisas que estão no blog do Reiffer (link acima).

Quando terminei de ouvir o primeiro disco, escrevi para FDP Bach no MSN: Fim do primeiro tempo, Pollini 3 x 0 Uchida. Porém, logo depois ouvi e reouvi os CDs dela muitas vezes. E passei a admirar justamente a leitura diferente da japonesinha, que a princípio me parecera meio desajeitada. É que a campeoníssima interpretação de Pollini parece tomar conta de tudo, mas, é claro, há sempre lugar para visões, olhares e vieses diferentes. E passei a ouvi-la por ser bem diferente daquilo que para mim é o padrão Beethoven de qualidade (dois links), ambos com mais de dois mil downloads. Mas Uchida é Uchida e ela nos brinda com um Beethoven que, se não nos faz esquecer o gold standard, nos satisfaz totalmente. Por isso, …

Ludwig van Beethoven (1770-1827): As Últimas Sonatas para Piano

Piano Sonatas No. 28, Op. 101 & No. 29, Op. 106

Piano Sonata No.28 in A, Op.101
1) 1. Etwas lebhaft und mit der innigsten Empfindung (Allegretto ma non troppo)
2) 2. Lebhaft, marschmäßig (Vivace alla marcia)
3) 3. Langsam und sehnsuchtsvoll (Adagio ma non troppo, con affetto)

Piano Sonata No.29 in B flat, Op.106 -“Hammerklavier”
4) 1. Allegro
5) 2. Scherzo (Assai vivace – Presto – Prestissimo – Tempo I)
6) 3. Adagio sostenuto
7) 4. Largo – Allegro risoluto

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Piano Sonatas Op. 109, 110 & 111

Piano Sonata Op. 109 In E Major
1) I Vivace, Ma Non Troppo
2) II Prestissimo
3) III Andante Molto Cantabile Ed Espressivo

Piano Sonata Op. 110 In A Flat Major
4) I Moderato Cantabile Molto Espressivo
5) II Allegro Molto
6) III Adagio, Ma Non Troppo
7) IV Fuga: Allegro Ma Non Troppo

Piano Sonata Op. 111 In C Minor
8. I Maestoso
9) II Adagio Molto Semplice E Cantabile

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Mitsuko Uchida, piano

Impossível não gostar de Uchida.

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Variações, Bagatelas, Peças para Piano

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Variações, Bagatelas, Peças para Piano

Normalmente negligenciadas pelos pianistas, esta coletânea de peças de Beethoven passa ao largo das sonatas. São Variações, Minuetos, Bagatelas e outras obras de menor porte que são quase desconhecidas do grande público, mas que revelam, se não o gênio de Beethoven, uma enorme elegância. O pianista, maestro e compositor russo Mikhail Pletnev dá-lhes tratamento de luxo. O melhor do deste CD duplo são as Bagatelas.

Bagatelas são composições breves. O termo significa o mesmo que em português: coisas descartadas ou sem importância. Só que aqui as coisas sem importância ganham outro significado: a de peças não sujeitas a um plano formal estabelecido.

O CD é bastante bom e agradável. Pletnev é efetivamente um mestre.

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Variações, Bagatelas, Peças para Piano

9 Variations on a March by Dressler WoO 63
1) Thema. Maestoso – Var. I – IX [7:22]
Rondo in C major WoO 48
2 Allegretto [2:09]
Rondo in A major WoO 49
3) Allegretto [2:42]
6 Variations on a Swiss Song in F major WoO 64
4) Thema. Andante con moto – Var. I – VI [2:57]
24 Variations on Righini’s Arietta “Venni amore” WoO 65
5) Thema. Allegretto [0:47]
6) Var. I [0:43]
7) Var. II [0:43]
8) Var. III [0:37]
9) Var. IV [0:42]
10) Var. V [0:38]
11) Var. VI [0:38]
12) Var. VII [0:41]
13) Var. VIII [0:56]
14) Var. IX [0:44]
15) Var. X [0:41]
16) Var. XI [0:47]
17) Var. XII [1:05]
18) Var. XIII [0:41]
19) Var. XIV. Allegretto – Adagio [1:29]
20) Var. XV [0:34]
21) Var. XVI [0:41]
22) Var. XVII [0:53]
23) Var. XVIII [0:49]
24) Var. XIX [0:38]
25) Var. XX. Scherzando [0:41]
26) Var. XXI [0:45]
27) Var. XXII [0:41]
28) Var. XXIII. Adagio sostenuto [3:46]
29) Var. XXIV. Allegro – Allegro stringendo – Presto assai [2:12]
12 Variationen über das menuett a la vigano aus “Le Nozze Disturbate” von J. Haibel, WoO68
30) Thema. Allegretto – Var.I-XI – Var.XII.Allegro-Adagio [11:25]
6 Piano Variations in G, WoO 70 on “Nel cor più non mi sento”
31) Thema. (Andantino) – Var. I – VI [4:13]
6 Minuets WoO 10
32) No. 1 in C major [1:52]
33) No. 2 in G major [2:07]
34) No. 3 in E flat major [2:00]
35) No. 4 in B flat major [1:59]
36) No. 5 in D major [2:04]
37) No. 6 in C major [1:51]
Rondo in C, Op.51, No.1
38) Moderato e grazioso [5:11]
Rondo in G, Op.51, No.2
39) Andante cantabile e grazioso [7:43]

CD 2:
7 Bagatelles, Op.33
1) 1. Andante grazioso, quasi Allegretto [3:27]
2) 2. Scherzo (Allegro) [3:16]
3) 3. Allegretto [2:11]
4) 4. Andante [3:19]
5) 5. Allegro, ma non troppo [2:48]
6) 6. Allegretto quasi Andante [3:36]
7) 7. Presto [2:08]
6 Piano Variations in F, Op.34
8) Thema (Adagio) [1:38]
9) Variation I [1:25]
10) Variation II (Allegro ma non troppo) [1:05]
11) Variation III (Allegretto) [1:00]
12) Variation IV (Tempo di menuetto) [1:06]
13) Variation V: Marcia (Allegretto) [2:48]
14) Variation VI – Coda (Allegretto) [3:52]
Andante favori in F, WoO 57
15) Andante grazioso con moto [10:39]
Polonaise in C, Op.89
16) Alla polacca, vivace [5:50]
11 Bagatelles, Op.119
17) 1. Allegretto [3:02]
18) 2. Andante con moto [0:57]
19) 3. à l’Allemande [1:46]
20) 4. Andante cantabile [1:42]
21) 5. Risoluto [1:06]
22) 6. Andante – Allegretto leggiermente [2:02]
23) 7. Allegro ma non troppo [1:14]
24) 8. Moderato cantabile [2:06]
25) 9. Vivace moderato [0:45]
26) 10. Allegramente [0:18]
27) 11. Andante, ma non troppo [2:04]
Bagatelle in C minor WoO 52
28) Presto [3:56]
Bagatelle in C major WoO 56
29) Allegretto [1:44]

Mikhail Pletnev, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Mikhail Pletnev dando uma canja no Concertgebouw de Amsterdam
Mikhail Pletnev dando uma canja, regendo a si mesmo

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Os Quartetos de Cordas Completos + Quinteto de Cordas Op. 29

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Os Quartetos de Cordas Completos + Quinteto de Cordas Op. 29

455496IM-PER-DÍ-VEL !!!

Não lembro de um compositor que tenha escrito uma série de peças tão IMPORTANTES e BELAS do que Beethoven em seus Quartetos de Cordas. Mesmo o grupo de suas sinfonias e das Cantatas de Bach ficam abaixo em termos de repercussão no desenvolvimento musical. (Mas não pensem que, na minha opinião, Bach não seja o maior compositor de todos os tempos, DISPARADO). O quarteto de cordas parece ser a forma mais adequada às experimentações. É o melhor campo de provas e Beethoven neles plantou muitos frutos. Haydn, Mozart, Bartók, Shosta e a Segunda Escola de Viena também.

Este SUPER POST traz uma célebre gravação dos Quartetos de Cordas Completos de Beethoven: a do Quartetto di Cremona. Antes, eles tinha sido lançados em discos avulsos. Esta edição disponibiliza TODOS os Quartetos de Cordas do compositor, juntamente com o seu Quinteto de Cordas nº 29 — a única obra original de Beethoven para esta formação. É tudo da mais alta qualidade. Em seus 18 anos de existência o Quartetto di Cremona tem se firmado com um quarteto de cordas de primeira linha, tendo adquirido grande reconhecimento internacional. É muitas vezes considerado o sucessor do famoso Quartetto Italiano. Aliás, após os estudos acadêmicos, os membros do Cremona estudaram com Piero Farulli, do Quartetto Italiano. Ele influenciou uma abordagem EMOCIONAL, ROMÂNTICA e “italiana” da música. Depois, os músicos prosseguiram seus estudos com Hatto Beyerle, do Alban Berg Quartet, o que equilibrou a coisa, dando ao Cremona um estilo CLARO e mais CLÁSSICO, “alemão-austríaco”. Ambos os professores são muito referidos e elogiados pelo quarteto, que tratam de pesar naturalmente os pólos, misturando entusiasmo e senso de arquitetura musical.

Eu curti demais ouvir a integral. Ouvi duas vezes em cinco dias. Estou muito mais feliz e inteligente, até ganhei alguns centímetros a mais de sensibilidade.

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Os Quartetos de Cordas Completos + Quinteto de Cordas Op. 29

DISC: 1

String Quartet No. 6 in B-Flat Major, Op. 18 23:16
1 I. Allegro con brio 05:54
2 II. Adagio ma non troppo 06:38
3 III. Scherzo: Allegro 03:10
4 IV. La Malinconia: Adagio – Allegretto quasi alleg 08:26

String Quartet No. 11 in F Minor, Op. 95 “Quartett 19:21
5 I. Allegro con brio 04:10
6 II. Allegretto ma non troppo – 06:37
7 III. Allegro assai vivace, ma serioso 04:32
8 IV. Larghetto espressivo – Allegretto agitato – Al 04:42

String Quartet No. 16 in F Major, Op. 135 25:00
9 I. Allegretto 06:28
10 II. Vivace 03:22
11 III. Lento assai, cantante e tranquillo 06:49
12 IV. Der schwer gefasste Entschluss: Grave, ma non 06:56

DISC: 2

String Quartet No. 8 in E Minor, Op. 59 No. 2 37:00
13 I. Allegro 09:54
14 II. Molto adagio 12:10
15 III. Allegretto 06:38
16 IV. Finale: Presto 05:41

String Quartet No. 12 in E-Flat Major, Op. 127 38:00
17 I. Maestoso – Allegro 06:33
18 II. Adagio, ma non troppo e molto cantabile – Anda 13:52
19 III. Scherzando vivace – Presto – Tempo I 08:01
20 IV. Finale 06:48

DISC: 3

String Quartet No. 4 in C Minor, Op. 18 No. 4 22:29
21 I. Allegro ma non tanto 08:39
22 II. Scherzo: Andante scherzoso quasi allegretto 07:01
23 III. Menuetto: Allegretto – Trio 03:37
24 IV. Allegro – Prestissimo 04:48

Große Fuge in B-Flat Major, Op. 133 16:00
25 Grosse Fuge in B-Flat Major, Op. 133 15:13

String Quartet No. 7 in F Major, Op. 59 No. 1 37:46
26 I. Allegro 10:05
27 II. Allegretto vivace e sempre scherzando 08:45
28 III. Adagio molto e mesto – 12:16
29 IV. Theme russe: Allegro 08:07

DISC: 4

String Quartet No. 1 in F Major, Op. 18 28:07
30 I. Allegro con brio 09:17
31 II. Adagio affettuoso ed appassionato 09:02
32 III. Scherzo: Allegro molto 03:25
33 IV. Allegro 07:04

String Quartet No. 14 in C-Sharp Minor, Op. 131 38:00
34 I. Adagio, ma non troppo e molto espressivo – 07:14
35 II. Allegro molto vivace – 03:12
36 III. Allegro moderato – Adagio – 45
37 IV. Andante, ma non troppo e molto cantabile 13:45
38 V. Presto – Molto poco adagio – 05:22
39 VI. Adagio quasi un poco andante – 01:44
40 VII. Allegro 06:53

DISC: 5

String Quintet in C Major, Op. 29 32:00
41 I. Allegro moderato 10:53
42 II. Adagio molto espressivo 10:49
43 III. Scherzo: Allegro 04:00
44 IV. Presto 09:24

String Quartet No. 15 in A Minor, Op. 132 47:00
45 I. Assai sostenuto – Allegro 09:56
46 II. Allegro ma non tanto 08:10
47 III. Heiliger Dankgesang eines Genesenden an die G 18:13
48 IV. Alla marcia, assai vivace – Più allegro – 02:11
49 V. Allegro appassionato 06:54

DISC: 6

String Quartet No. 5 in A Major, Op. 18 27:46
50 I. Allegro 06:36
51 II. Menuetto 04:37
52 III. Andante cantabile con variazioni 10:21
53 IV. Allegro 06:09

String Quartet No. 13 in B-Flat Major, Op. 130 40:00
54 I. Adagio ma non troppo – Allegro 09:56
55 II. Presto 02:02
56 III. Andante con moto, ma non troppo 06:51
57 IV. Alla danza tedesca: Allegro assai 03:11
58 V. Cavatina: Adagio molto espressivo – 06:40
59 VI. Finale: Allegro 10:15

DISC: 7

String Quartet No. 2 in G Major, Op. 18 No. 2 22:26
60 I. Allegro 08:18
61 II. Adagio cantabile 06:33
62 III. Scherzo: Allegro 04:32
63 IV. Allegro molto quasi presto 05:05

String Quartet No. 9 in C Major, Op. 59 No. 3 “Raz 28:31
64 I. Introduzione: Andante con moto – Allegro vivace 10:45
65 II. Andante con moto quasi allegretto 09:34
66 III. Menuetto: Grazioso – 05:23
67 IV. Allegro molto 05:46

DISC: 8

String Quartet No. 3 in D Major, Op. 18 22:22
68 I. Allegro 07:56
69 II. Andante con moto 08:23
70 III. Allegro 03:12
71 IV. Presto 06:10

String Quartet No. 10 in E-Flat Major, Op. 74 “Har 29:15
72 I. Poco adagio – Allegro 09:32
73 II. Adagio ma non troppo 09:14
74 III. Presto 05:10
75 IV. Allegretto con variazioni 06:45

Quartetto di Cremona + Lawrence Dutton (viola do Emerson String Quartet) no Quinteto

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Acho que não preciso dizer o que significa CREMONA em termos de instrumentos de cordas, né?
Acho que não preciso dizer o que significa CREMONA em termos de instrumentos de cordas, né?

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Violino e Orq., Op. 61, Romance para Violino e Orq., Op. 40 e Romance para Violino e Orq., Op. 50

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Violino e Orq., Op. 61, Romance para Violino e Orq., Op. 40 e Romance para Violino e Orq., Op. 50

51dAwfocJGL._SY355_Gosto imensamente do Opus 61 de Beethoven, cheio sensibilidade, leveza e reflexão. Há outras três ou quatro versões aqui no blog. Esta que trarei agora é com um dos meus condutores favoritos, que entende tudo e mais um pouco de regência e música, Nikolaus Harnoncourt. Ao violino temos o grande Gidon Kremer. Separei para os próximos dias uma versão muito boa com uma das minhas violinistas favoritas da atualidade, Anne-Sophie Mutter, que gosto duplamente pelos seguintes motivos: (1) pela técnica apurada e pela maturidade musical que a moça quase cinquentona conquistou; e (2) pela beleza, pela compleição física. Alguns dirão: “Ela não é nada!” Para mim o é. Tenho devaneios com aquela mulher. O Previn é quem se deu bem. Que pena! Por que não nasci na Alemanha? Voltando ao concerto: Beethoven escreveu o Concerto para violino e orquestra, Op. 61 em 1806. A obra não fez sucesso quando da estreia e foi pouco executada nos anos seguintes. Mendelssohn, em 1844, retomou as execuções desse concerto que de lá para cá tornou-se um dos principais concertos para o instrumento, o violino. Não deixe de ouvir. Boa apreciação!

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Violino e Orq., Op. 61, Romance para Violino e Orq., Op. 40 e Romance para Violino e Orq., Op. 50

Concerto para violino e orquestra em Ré maior, Op. 61
01. Allegro ma non troppo
02. Larghetto
03. Rondo, Allegro

Romance para violino e Orquestra em Sol maior, Op. 40
05. Romance para violino e Orquestra em Sol maior, Op. 40

Romance para violino e Orquestra em Fá maior, Op. 50
06. Romance para violino e Orquestra em Fá maior, Op. 50

The Chamber Orchestra of Europe
Nikolaus Harnoncourt, regente
Gidon Kremer, violino

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Alguém pode me explicar que porra foi aquela que fizeram nas cadenzas do meu belíssimo concerto?

Carlinus

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Violin Concertos & Romances for Violin & Orchestra – Salvatore Accardo, Carlo Maria Giulini, La Scala Philharmonic Orchestra

img346Após alguns dias do computador de casa e de meu acervo resolvi fuçar meus HDs externos e encontrei esta excelente gravação com um timaço de italianos tocando Beethoven: duas lendas, na verdade,  o  violinista Salvatore Accardo e o maestro italiano Carl o Maria Giulini regendo a Orquestra do teatro Scala de Milão, lá em 1994.

A maturidade desta dupla e seu profundo conhecimento da obra em si talvez explique a leitura que fazem do Concerto de Beethoven: tranquila, apaixonada, sem pressa … e muito romântica. Nada de arroubos virtuosísticos, de explosões emotivas, apenas uma sensibilidade muito aguçada, contando com a cumplicidade da excelente orquestra italiana. Accardo ainda é vivo, está com setenta e seis anos, enquanto que Carlo Maria Giulini infelizmente já nos deixou em 2005, com noventa e um anos de vida, muito bem vividos, diga-se de passagem.

O Concerto para Violino de Beethoven é uma obra única, em minha modesta opinião o melhor, mais belo e mais completo concerto para este instrumento já escrito, e provavelmente jamais será batido. Sim, eu sei, existe o Concerto de Brahms, que é páreo duro, cabeça a cabeça … mas isso é assunto para outro momento.

01. Concerto for Violin and Orchestra in D major,Op.61, I. Allegro ma non troppo
02. Concerto for Violin and Orchestra in D major,Op.61, II. Larghetto
03. Concerto for Violin and Orchestra in D major,Op.61, III. Rondo.  Allegro
04. Romance for Violin and Orchestra No.1 in D major,Op.40
05. Romance for Violin and Orchestra No.2 in F major,Op.50

Salvatore Accardo – Violin
La Scala Philharmonic Orchestra
Carlo Maria Giulini – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

100 anos de Leonard Bernstein – Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Concerto nº 5 & Choral Fantasy for Piano, Orchestra & Choral – Serkin, Bernstein, NYPO

cover

Leonard Bernstein (Lawrence, 25 de agosto de 1918 – Nova Iorque, 14 de outubro de 1990). Aqui, todas as postagens desta série.

Para muitos, este é o maior de todos os concertos para piano já composto, e me incluo entre eles. Tudo aqui funciona com a precisão de um relógio suíço, nada falta, nada sobra. Começa com a espetacular abertura, que a transforma em quase uma sinfonia, em que a Orquestra assume o papel principal, para aos poucos dar voz ao piano, que chega calmo, tranquilo, para logo em seguida mostrar ao que veio e equiparar sua voz à orquestra. A partir de então não temos um embate, mas um diálogo que por vezes se torna fervoroso, em outros, apaixonado, em outros discordante …
Rudolf Serkin aqui tem outra companhia, o nosso aniversariante do mês, Lenny Bernstein em seus áureos tempos de New York Philharmonic.
Preciso dizer que esta gravação é IM-PER-DÍ-VEL !!! ??

01. Concerto No. 5 in E-flat Major for Piano and Orchestra, Op. 73 ‘Emperor’ I
02. Concerto No. 5 in E-flat Major for Piano and Orchestra, Op. 73 ‘Emperor’ II
03. Concerto No. 5 in E-flat Major for Piano and Orchestra, Op. 73 ‘Emperor’ III
04. Choral Fantasy in C minor for Piano, Chorus & Orchestra, Op. 80

Rudolf Serkin – Piano
New York Philharmonic
Westminster Choir
Leonard Bernstein – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Concertos nº 3 & 4 – Rudolf Serkin, Eugene Ormandy, The Philhadelphia Orchestra

coverSegundo os historiadores da música, o Terceiro Concerto para Piano de Beethoven marca uma ruptura do compositor com o período chamado clássico e sua consequente adesão ao que viria se chamar Romantismo dentro da música.
Bem, isso é o que dizem os manuais de história da música, mas ouvindo estas gravações de Serkin com Ormandy podemos discordar. Ouçam com atenção o belíssimo segundo movimento do Segundo Concerto. Sim, lembra Mozart, e muito, mas será que a ruptura já não estaria acontecendo, claro que de acordo com esta leitura tão apaixonada feita pela dupla?
Chega de papo e vamos ao que nos interessa aqui e agora são estas duas obras primas de Beethoven, o Terceiro e o Quarto Concertos.

01. Piano Concerto no.3 in C minor, op.37 – 1. Allegro con brio
02. Piano Concerto no.3 in C minor, op.37 – 2. Largo
03. Piano Concerto no.3 in C minor, op.37 – 3. Rondo. Allegro
04. Piano Concerto no.4 in G major, op.58 – 1. Allegro moderato
05. Piano Concerto no.4 in G major, op.58 – 2. Andante con moto
06. Piano Concerto no.4 in G major, op.58 – 3. Rondo. Vivace

Rudolf Serkin – Piano
The Philadelphia Orchestra
Eugene Ormandy – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Piano Concertos nº 1 & 2 – Rudolf Serkin, Eugene Ormandy, Philadelphia Orchestra

coverPassei este final de semana ouvindo esta integral dos Concertos para Piano de Beethoven com Rudolf Serkin e Eugene Ormandy. Gostei muito e por este motivo estou trazendo para os senhores apreciarem. Levando em consideração que a idade média destas gravações é de cinquenta anos não posso deixar de destacar o excelente trabalho dos engenheiros e técnicos da Sony no processo de remasterização destas gravações. Coisa de doido.

01. Piano Concerto no.1 in C major, op.15 – 1. Allegro con brio
02. Piano Concerto no.1 in C major, op.15 – 2. Largo
03. Piano Concerto no.1 in C major, op.15 – 3. Rondo. Allegro scherzando
04. Piano Concerto no.2 in B-flat major, op.19 – 1. Allegro con brio
05. Piano Concerto no.2 in B-flat major, op.19 – 2. Adagio
06. Piano Concerto no.2 in B-flat major, op.19 – 3. Rondo. Molto allegro

Rudolf Serkin – Piano
The Philadelphia Orchestra
Eugene Ormandy – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto Nº 5 para piano e orquestra, Op. 73, “Imperador” & 32, 12 e 6 Variações para Piano Solo

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto Nº 5 para piano e orquestra, Op. 73, “Imperador” & 32, 12 e 6 Variações para Piano Solo

image1

Vamos ao último concerto para piano e orquestra de Beethoven com o Gilels. Uma beleza! O concerto número 5 de Beethoven é conhecido também como “Imperador”. Essa designação não foi dada pelo próprio Beethoven. O compositor Johann Baptist Cramer teria sido o responsável por assim denominá-lo. Ficou primeiramente conhecido com esse epíteto nos países de língua inglesa e logo em seguida tornou-se comum chamar o concerto de “Imperador”. Certo mesmo é que a obra foi escrita entre os anos de 1809 e 1811 em homenagem ao arquiduque Rodolfo, mecenas e aluno de Beethoven. O concerto número 5 é uma peça possuidora daquela beleza idealista de Beethoven. Nele percebemos os sonhos, esperanças e reflexões do grande mestre. Aparecem ainda três variações impelidas pelas mãos geniais de Emil Gilels.

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Concerto No. 5 para piano e orquestra in E flat, Op. 73 – “Imperador”, 32 Variations in C minor on an Original Theme, Wo080, 12 Variations in A on Russian Theme from Wranitzky’s ‘Das Waldmädchen’, Wo071 e 6 Variations in D on a Turkish March from “The Ruins of Athens”, Op. 76

Concerto No. 5 para piano e orquestra in E flat, Op. 73 – “Imperador”
01. I – Allegro
02. II – Adagio un poco mosso
03. III – Rondo, Allegro

Cleveland Orchestra
Geroge Szell, regente
Emil Gilels, piano

32 Variations in C minor on an Original Theme, Wo080
04. 32 Variations in C minor on an Original Theme, Wo080

12 Variations in A on Russian Theme from Wranitzky’s ‘Das Waldmädchen’, Wo071
05. 12 Variations in A on Russian Theme from Wranitzky’s ‘Das Waldmädchen’, Wo071

6 Variations in D on a Turkish March from “The Ruins of Athens”, Op. 76
06. 6 Variations in D on a Turkish March from “The Ruins of Athens”, Op. 76

Emil Gilels, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Gilels: uma autoridade em Beethoven
Gilels: uma autoridade em Beethoven

Carlinus

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Complete Sonatas for Piano & Violin – Midori Seiler, Jos van Immerseel

folderPor que nunca nos cansamos de postar cds com obras de Beethoven? Ora, porque se trata de Beethoven … mais do que isso se torna redundante falar ou explicar.
Achei esta coleção em um velho HD externo que estava guardado já há algum tempo, e me supreendi ao ouvi-lo, não que ouvir o pianista van Immerseel ainda me supreenda, mas a sonoridade dos instrumentos, não digo apenas do pianoforte, mas o som do violino de Midori Seiler é incrível. Soa por vezes rústico, nos oferecendo um Beethoven diferente daquele que estamos acostumados a ouvir, principalmente aquelas leituras mais românticas por assim dizer.
Amo estas obras, e não canso de ouvi-las, talvez nunca canse, e esta é daquelas gravações que se possível devem ser ouvidas com um bom fone de ouvido para podermos melhor captar os detalhes da obra.
Lembro de que se trata de interpretações com instrumentos de época, com dois especialistas na área, o piano de Immerseel foi construído em 1888 e o violino de Midori é um violino barroco construido com modelo de um instrumento do século XVIII, semelhante ao utilizado por Beethoven na composição destas obras.

CD 1

01. Violin Sonata No.5 in F major, op.24 ‘Spring’ – I. Allegro
02. Violin Sonata No.5 in F major, op.24 ‘Spring’ – II. Adagio molto espressivo
03. Violin Sonata No.5 in F major, op.24 ‘Spring’ – III.Scherzo. Allegro molto
04. Violin Sonata No.5 in F major, op.24 ‘Spring’ – IV. Rondo. Allegro ma non troppo
05. Violin Sonata No.1 in D major, op.12, no.1 – I. Allegro con brio
06. Violin Sonata No.1 in D major, op.12, no.1 – II. Tema con variazoni.
07. Violin Sonata No.1 in D major, op.12, no.1 – III. Rondo. Allegro
08. Violin Sonata No.2 in A major, op.12, no.2 – I. Allegro vivace
09. Violin Sonata No.2 in A major, op.12, no.2 – II. Andante più tosto allegretto
10. Violin Sonata No.2 in A major, op.12, no.2 – III. Allegro piacèvole
11. Violin Sonata No.3 in E flat major, op.12, no.3 – I. Allegro con spirito
12. Violin Sonata No.3 in E flat major, op.12, no.3 – II.Adagio con molta espressione
13. Violin Sonata No.3 in E flat major, op.12, no.3 – III. Rondo Allegro molto

CD 2

1 Sonata No. 6 in A, Op. 30 No. 1: I. Allegro
2 Sonata No. 6 in A, Op. 30 No. 1: II. Adagio molto espressivo
3 Sonata No. 6 in A, Op. 30 No. 1: III. Allegretto con variazioni
4 Sonata No. 7 in C Minor, Op. 30 No. 2: I. Allegro con brio
5 Sonata No. 7 in C Minor, Op. 30 No. 2: II. Adagio cantabile
6 Sonata No. 7 in C Minor, Op. 30 No. 2: III. Scherzo. Allegro
7 Sonata No. 7 in C Minor, Op. 30 No. 2: IV. Finale. Allegro
8 Sonata No. 10 in G, Op. 96: I. Allegro moderato
9 Sonata No. 10 in G, Op. 96: II. Adagio espressivo
10 Sonata No. 10 in G, Op. 96: III. Scherzo. Allegro
11 Sonata No. 10 in G, Op. 96: IV. Poco allegretto – Adagio espressivo – Allegro

CD 3

1 Sonata No. 4 in A Minor, Op. 23: I. Presto
2 Sonata No. 4 in A Minor, Op. 23: II. Andante scherzoso più allegretto
3 Sonata No. 4 in A Minor, Op. 23: III. Allegro molto
4 Sonata No. 8 in G, Op. 30 No. 3: I. Allegro assai
5 Sonata No. 8 in G, Op. 30 No. 3: II. Tempo di minuetto ma molto moderato e grazioso
6 Sonata No. 8 in G, Op. 30 No. 3: III. Allegro vivace
7 Sonata « Kreutzer » No. 9 in A, Op. 47: I. Adagio sostenuto – Presto
8 Sonata « Kreutzer » No. 9 in A, Op. 47: II. Andante con variazioni
9 Sonata « Kreutzer » No. 9 in A, Op. 47: III. Presto

Midori Seiler – Violin
Jos Van Immerseel – Pianoforte

CD 1 BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 2 BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 3 BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Piano nº 5, Imperador, e Sonata Op. 111

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Piano nº 5, Imperador, e Sonata Op. 111

71zF8lpykyL._SL1400_IM-PER-DÍ-VEL !!!

Tenho 60 anos, quase 61. Então, já ouvi várias dezenas de gravações do Concerto Imperador. Já enchi o saco, entende? Mas então, chega esta gravação e lança uma bela luz de pureza sobre o tão conhecido concerto e o entusiasmo retorna. Parece que tudo o que a gente desejava a respeito dele foi cumprido. Já a Sonata Op. 111 permanece sob o domínio de Pollini e deverá ficar assim por anos ainda. O entendimento do italiano sobre a peça foi de tal magnitude que — penso –, quem grava depois, teria que partir do deus do piano, criando sua concepção a partir  daquele ponto. Mas a tentativa de Freire foi boa.

Um CD que vale pela EXTRAORDINÁRIA gravação do Concerto Nº 5, Imperador.

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Piano nº 5, Imperador, e Sonata Op. 111

Concerto para Piano nº 5, Imperador
1. Allegro
2. Adagio un poco mosso
3. Rondo (Allegro)

Sonata Op. 111
4. Maestoso – Allegro con brio ed appassionato
5. Arietta (Adagio molto semplice e cantabile)

Nelson Freire, piano
Gewandhausorchester
Riccardo Chailly

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Freire e Chailly combinando a estratégia.
Freire e Chailly combinando a estratégia para o Concertão.

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Symphony nº 2 D-Dur, op. 36, Klavierkonzert nº 3 c-moll – Sviatoslav Richter, Kurt Sanderling, Leningrad Philharmonic Orchestra, Wiener Symphoniker

CD1 (1)Dando prosseguimento à série ‘Musica – Linguagem Universal’ da Deutsche Grammophon trago mais duas gravações históricas, tendo Kurt Sanderling como destaque, regendo Beethoven. Este maestro alemão viveu mais de vinte anos na antiga União Soviética, e foi diretor assistente do lendário maestro Evgeny Mravinsky na também lendária Filarmônica de Leningrado.

No Concerto para Piano de nº 3 Kurt Sanderling acompanha outra lenda dos palcos, o pianista também soviético Sviatoslav Richter. Ou seja, só tem lenda neste CD. Impossível dar alguma errada aqui.

Então, vamos ao que viemos.

01. Symphonie Nr.2 D-dur op. 36. I. Adagio – Allegro con brio
02. II. Larghetto
03. III. Scherzo. Allegro – Trio
04. IV. Allegro molto
05. Klavierkonzert Nr.3 c-moll op. 37. I. Allegro con brio
06. II. Largo
07. III. Rondo. Allegro

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

CD3 (1)

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Triple Concerto for Piano, Violin & Cello, op. 56, Trio for Clarinet, Celo & Piano, op. 11 – Gastinel, Angelich, Shaham, Ottensamer, FRSO, Järvi

coverSim, eu sei que recém trouxe para os senhores uma caixa com 60 cds dedicados à musica de Beethoven, mas não vejo nada que impeça de trazer um lançamento do ótimo selo Näive com excelentes solistas, orquestra e regente idem. O Concerto Triplo é  uma obra tão única que sempre terá um lugar especial aqui no PQPBach.
Temos aqui três solistas respeitados no Concerto Triplo, acompanhados pela Sinfônica da Rádio de Frankfurt, dirigida pelo Paavo Järvi, maestro que vem se destacando em gravações de excelente qualidade e bem resenhadas na imprensa especializada.
O CD traz também uma obra um tanto quanto desconhecida de Beethoven, o Trio para Clarinete op. 11, esplendidamente interpretado pelo jovem clarinetista Andreas Ottensamer. Lembrem-se deste nome, senhores. Ainda ouviremos muito falar nele. É a nova geração chegando e pedindo passagem.

Triple Concerto for Piano, Violin, Cello and Orchestra op.56 (1804)

1 Allegro
2 Largo
3 Rondo alla Polacca 12’28

Anne Gastinel – Cello
Gil Shaham – Violin
Nicholas Angelich – Piano
Frankfurt Radio Symphony Orchestra
Paavo Järvi – Conductor

Trio for Clarinet, Cello and Piano in B Flat Major op.11 (1798)

4 Allegro con brio
5 Adagio
6 Tema con variazioni

Anne Gastinel – Cello
Nicholas Angelich – Piano
Andreas Ottensamer – Clarinet

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Piano Nº 1 e Sinfonia Nº 7

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Piano Nº 1 e Sinfonia Nº 7

51hwkjWNUyL._SL500_IM-PER-DÍ-VEL !!!

Um tremendo disco ao vivo de Barenboim com a Filarmônica de Berlim. Uma historinha? Vamos lá!

Da Humana Pretensão

É sempre da mais falsa das suposições que ficamos mais orgulhosos.
SAUL BELLOW

Alexandre chegou apressadamente a seu consultório antes do horário habitual. Sentou-se na confortável cadeira em que ouvia seus pacientes e pegou o telefone. Aguardando que sua respiração se apaziguasse, revisava mentalmente tudo o que desejava dizer a ela – àquela bela mulher que conhecera através de amigos na noite anterior. Limpou a garganta e discou. Tinha planejado uma postura que poderia ser assim descrita: seria gentil, agradável, carinhoso, inteligente, divertido, interessado e, dependendo do andamento da conversa, também picante. Era cedo, ela devia ainda estar em casa. Porém, a voz que tanto ansiava reencontrar chegou-lhe burocrática, pedindo-lhe para deixar um recado logo após o sinal. Tomado de agitação, procurou em seus pensamentos algo espirituoso. Depois de alguma confusão, finalizou a mensagem:

– Dora, se queres me conhecer melhor, ouve o segundo movimento da Sétima Sinfonia de Beethoven. Sou eu, Alexandre. Um beijo.

Desligou o telefone sentindo-se um idiota. Permaneceu primeiramente avaliando aquele “Sou eu, Alexandre”. Dora pensaria que sua intenção seria a de dizer que o segundo movimento da Sétima descrevia a pérola de homem que ele era ou concluiria tratar-se apenas da assinatura final do recado? Ou, de forma mais benigna, será que Dora presumiria que o intento de Alexandre seria o de proporcionar-lhe uma lembrança agradável ou de fazer uma piada? Mas antes, ele dissera “…se queres me conhecer melhor, ouve…”. Como assim? Poderia alguém ser descrito por uma seqüência de notas musicais? E Beethoven retrataria alguém como Alexandre logo por aquelas notas? O que Dora pensaria? Tinham conversado bastante na noite anterior a respeito do concerto a que assistiam com amigos comuns. No intervalo, ela disse ser uma ouvinte contumaz de Beethoven, também declarou que, em sua opinião, faltava aos barrocos do concerto daquela noite o drama e as afirmativas curtas e repetidas de seu compositor predileto.

– Vim a este concerto por insistência da Carla e do João. Há meses fico em casa com meu filho. Sou uma descasada recente.

Alexandre ficara instantaneamente apaixonado, transtornado mesmo. Desejava aquela mulher linda e inteligente, queria ser admirado por ela, mas, sentado em sua sala, começava a desesperar-se com a evidente bobagem da mensagem que gravara. O que significava aquilo de comparar-se ao compositor que ela amava? Ontem, para agradar a Dora, ele tinha derramado todo o conhecimento musical que lembrava sobre o compositor alemão. Ao final do intervalo, trocaram seus telefones a pedido dele. Agora, ainda sentado, pôs a cabeça entre os joelhos e disse em voz baixa que até a megalomania tinha que ter seus pudores.

E Dora? Acreditaria que toda a perfeição daquele segundo movimento pudesse ser uma representação de Alexandre? Iria recusá-lo por pretensioso? Ficaria constrangida e oprimida? Fugiria por não ser-lhe digna? Faria piadas com os amigos? Ou será que pensaria que ele, romanticamente, ambicionava ombrear-se aos semideuses para ser-lhe digno?

– Burro, burro, burro – pensou Alexandre, caminhando pela sala.

Dora ligou dali a três dias. Alexandre procurou marcar um jantar, porém foram-lhe impostas tantas restrições de horário, fosse para um jantar, fosse para um almoço ou café… Enfim, ela parecia ter tantos compromissos – principalmente para cuidar de seu filho -, que ele entendeu tratar-se de uma negativa e despediram-se sem marcar um reencontro específico.

.oOo.

Dali a dias, durante a festa do Dia dos Pais, Alexandre, um pouco alcoolizado, perguntou a seu pai:

– Pai, se tu quisesses conquistar uma mulher e tivesses a idéia de sugerir uma música para ela ouvir, que música poderia te representar?
– Ora, meu filho, sugeriria que minha futura amada ouvisse uma música que a Maria Bethânia canta.
– Que música?
– Gostoso demais.

Sem dúvida, há megalomanias e megalomanias.

.oOo.

Ludwig van Beethoven (1770-1827): Concerto para Piano No. 1 e Sinfonia No.7

1. Concerto For Piano And Orchestra, No.1 In C Major, Op.15: Allegro con brio
2. Concerto For Piano And Orchestra, No.1 In C Major, Op.15: Largo
3. Concerto For Piano And Orchestra, No.1 In C Major, Op.15: Rondo: Allegro scherzando

4. Symphony No.7 In A Major, Op.92: Poco sostenuto – Vivace
5. Symphony No.7 In A Major, Op.92: Allegretto
6. Symphony No.7 In A Major, Op.92: Scherzo: Presto
7. Symphony No.7 In A Major, Op.92: Finale: Allegro con brio

The Berlin Philharmonic
Daniel Barenboim, piano e regência

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Barenboim calando os críticos
Barenboim calando os críticos

PQP

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Complete Masterpieces – CDs 54 a 61 – FINAL

81qUOSQaXZL._SL1500_Os últimos cds desta coleção da Sony são dedicados à obra vocal de Beethoven. Teremos então desde obras totalmente desconhecidas, ao menos para mim, como as ‘Canções das Ilhas Britânicas”, passando pela “Missa Solemnis”, o “Cristo no Monte das Oliveiras”,  concluindo com a única ópera que ele escreveu, “Fidélio”.
E continuamos a ter solistas desconhecidos intercalados com outros mais conhecidos, como Zinman, que volta com a “Missa Solemnis”, e Kurt Masur, que é o condutor do “Fidelio”. Ah, ainda temos Michael Tilson Thomas, com outra obra obscura intitulada “Cantata pela Morte do Imperador Joseph II”.
As escolhas que a gravadora Sony fez podem nos parecer estranhas, mas temos de levar em consideração que ela pertence a um grupo imenso, ao qual pertencem outras gravadoras “menores”. Entendo então que eles deram voz a este catálogo menos conhecido. Na soma total, o resultado me pareceu satisfatório. Destacaria as Sinfonias com o David Zinman, o Christian Tetzlaff no Concerto para violino e Yefim Bronfman nos Concertos para Piano.
Temos diversas outras opções aqui no PQPBach da maior parte destas obras, os senhores podem procurá-las para fazerem as devidas comparações.

Espero que tenham apreciado o esforço. Demorou, mas consegui completar essa coleção.

P.S. O CD 61 traz um riquissimo booklet com importantes informações sobre cada uma das obras. O que deixa a desejar é um informativo melhor sobre os intérpretes.

CD 54

01. Songs from The British Isles – Music, love and wine
02. Songs from The British Isles – Bonny Laddie, Highland Laddie
03. Songs from The British Isles – I’ll praise the saints
04. Songs from The British Isles – Sally in our Alley
05. Songs from The British Isles – Sunset
06. Songs from The British Isles – Faithfu’ Johnie
07. Songs from The British Isles – Behold, my love
08. Songs from The British Isles – His boat comes on the sunny tide
09. Songs from The British Isles – Enchantress, farewell
10. Songs from The British Isles – The pulse of an Irishman
11. Songs from The British Isles – To the Aeolian Harp
12. Songs from The British Isles – O Charlie is my darling
13. Songs from The British Isles – Duncan Gray
14. Songs from The British Isles – To the blackbird
15. Songs from The British Isles – ‘Tis sunshine at last
16. Songs from The British Isles – Cease your funning
17. Songs from The British Isles – Oh sweet were the hours
18. Songs from The British Isles – Save me from the grave and wise
19. Songs from The British Isles – Farewell bliss and farewell Nancy
20. Songs from The British Isles – Love without hope
21. Songs from The British Isles – Farewell thou noisy town
22. Songs from The British Isles – He promis’d me at parting
23. Songs from The British Isles – The monks of Bangor’s March
24. Songs from The British Isles – Robin Adair
25. Songs from The British Isles – O swiftly glides the bonny boat
26. Songs from The British Isles – Sad and luckless was the season
27. Songs from The British Isles – Come draw we round a cheerful ring
28. Songs from The British Isles – The sweetest lad was Jamie
29. Songs from The British Isles – Come, fill my good fellow

Elaine Woods – Soprano
Carolyn Watkinson – Contralto
Josef Protschka – Tenor
Richard Salter – Baritone
Christian Alternburger- Violin
Julius Berger – Cello
Helmuth Deutsch – Piano

CD 55

01. Christ on the Mount of Olives Op.85 – Introduction; Recitative and Aria – Jesus
02. Christ on the Mount of Olives – Recit. & Aria-Seraph. Chorus-Seraph & Choir of Angels
03. Christ on the Mount of Olives Op.85 – Recitative and Duet – Jesus and Seraph
04. Christ on the Mount of Olives Op.85 – Recit. – Jesus; Chorus – Choir of Soldiers
05. Christ on the Mount of Olives – Recit.-Jesus. Chorus-Choirs of Disciples and Soldiers
06. Christ on the Mount of Olives – Recit.-Jesus and Peter. Trio & Chorus-Seraph, Jesus and Peter
07. Christ on the Mount of Olives Op.85 – Final Chorus – Choir of Angels

Judith Raskin – Soprano
Richard Lewis – Tenor
Herbert Beattie – Bass
The Temple University Choir
The Philhadelphia Orchestra
Eugene Ormandy – Conductor

CD 56

01. Mass in C Major Op.86 – Kyrie
02. Mass in C Major Op.86 – Gloria
03. Mass in C Major Op.86 – Credo
04. Mass in C Major Op.86 – Sanctus
05. Mass in C Major Op.86 – Benedictus
06. Mass in C Major Op.86 – Agnus Dei

Essemble of Tokyo
Tokyo Oratorio Society
Wolfdieter Maurer – Conductor

CD 57

01. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Kyrie – Kyrie Eleison
02. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Kyrie – Christe Eleison
03. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Kyrie – Kyrie – Tempo 1
04. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Gloria – Gloria in Excelsis Deo
05. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Gloria – Gratias – Meno Allegro
06. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Gloria – Qui tollis – Larghetto
07. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Gloria – Quoniam – Allegro maestoso
08. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Gloria – Amen – Poco piu allegro
09. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Credo – Credo in unum Deum
10. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Credo – Et incarnatus est – Adagio
11. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Credo – Et resurrexit – Allegro
12. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Credo – Et vitam venturi
13. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Credo – Allegro con moto
14. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Credo – Grave
15. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Sanctus – Sanctus
16. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Sanctus – Pleni sunt coeli
17. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Sanctus – Osanna – Presto
18. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Sanctus – Praeludium
19. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Benedictus – Benedictus
20. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Agnus Dei – Agnus Dei
21. Missa Solemnis Op.123 in D Major – Agnus Dei – Dona nobis pacem

Luba Orgonasova – Soprano
Anna Larsson – Alto
Rainer Trost – Tenor
Fraz-Josef Selig – Bass
Schweizer Kammerchoir
Tonhalle Orchestra Zurich
David Zinman – Conductor

CD 58

01. Concert Aria ‘Ah, perfido’ Op.65 in G Major

Régine Crespin – Soprano
New York Philharmonic Orchestra
Thomas Schippers – Conductor

02. Cantata on the Death of Emperor Joseph II – Choir – ‘Mors! Personat acerba nox
03. Cantata on the Death of Emperor Joseph II – Recitative – ‘Immane monstrum’
04. Cantata on the Death of Emperor Joseph II WoO 87 – Aria – ‘Venit Joseph’
05. Cantata on the Death of Emperor Joseph II – Aria and Choir-‘Exsurgunt, ad lucem’
06. Cantata on the Death of Emperor Joseph II – Recitative-‘Nunc dormit ab angustiis’
07. Cantata on the Death of Emperor Joseph II – Aria-‘Nunc dormit in tranquilla pace’
08. Cantata on the Death of Emperor Joseph II WoO 87 – Choir – ‘Rex est defunctus’

Martina Arroyo – Soprano
Justino Diaz – Bass
Camerata Singers
New York Philharmonic Orchestra
Thomas Schippers – Conductor

09. Bundeslied Op.122 in C Major

Ambrosian Opera Chorus
London Symphony Orchestra
Michael Tilson Thomas – Conductor

CD 59

01. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – Overture
02. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug-Jetzt, Schatzchen, jetzt sind wir allein
03. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – O war’ ich schon mit dir vereint
04. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – Mir ist so wunderbar
05. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – Hat man nicht auch Gold beineben
06. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – Gut, Sohnchen, gut, hab’ immer Mut
07. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – Marsch
08. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – Ha, welch ein Augenblick
09. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – Jetzt, Alter, jetzt hat es Eile
10. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug – Abscheulicher, wo eilst du hin
11. Fidelio – Opera in two Acts – 1.Aufzug- O welche Lust- Nun sprecht, wie ging’s

CD 60

01. Fidelio – Opera in two Acts – 2.Aufzug – Gott, welch Dunkel hier
02. Fidelio – Wie kalt ist es hier – Nur hurtig fort, nur frisch gegraben
03. Fidelio – Opera in two Acts – 2.Aufzug – Euch werde Lohn in bessern Welten
04. Fidelio – Opera in two Acts – 2.Aufzug – Er sterbe! Doch er soll erst wissen
05. Fidelio – Opera in two Acts – 2.Aufzug – O namenlose Freude
06. Fidelio – Heil sei dem Tag, Heilsei der Stunde- Es sucht der Bruder seine Bruder
07. Overture Leonore III Op.72a in C Major – Overture

J. Altmeyer – Soprano
Carola Nossek – Soprano
Siegdfried Jerusalem – Tenor
Rüdiger Wohlers – Tenor
Siegmund Nimsgern – Bass
Peter Meven – Bass
Theo Adam – Bass
Rundfunkchoir Leipzig
Men´s Choir Runddfunkchoir Berlin
Gewandhausorchester Leipzig
Kurt Masur – Conductor

CD 54 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 55 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 56 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 57 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 58 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 59 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 60 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
BOOKLET – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDPBach

Ludwig van Beethoven (1770 – 1827 ) – Complete Masterpieces – CDs 51-53

81qUOSQaXZL._SL1500_

LINK DO CD 53 CORRIGIDO !!!

A coleção entre em sua reta final. Ainda tendo o piano como instrumento principal, teremos aqui as Bagatelles, algumas Variações, tendo como destaque as Variações Diabelli, uma das obras favoritas de nosso mentor PQPBach, que as consideram uma das melhores obras compostas pelo gênio de Bonn.
Novamente teremos pianistas desconhecidos, como Olli Mustonen, responsável pelas ‘Diabelli’. O japonês YokioYokoyma retorna com as Variações Eroica e as Bagatelles.

CD 51

1 – 7 Bagatelles Op.33
8-18 11 Bagatelles Op.119
18-24 – 6 Bagatelles Op.126
25. Fantasie G minor B Major Op.77
26. Polonaise C Major Op.89

Yukio Yokyoama – Piano

Cd 52

1 – 8 6 Variations Op.34
9 – 26 15 Variations Op.35
27 – 33 6 Variations Op.76
34. Rondo C Major Op.51,1
35. Rondo G Major Op.51,2
36. Rondo a capriccio G Major Op.129 ‘Die Wut uber den verlorenen Groschen’

Yukio Yokyoama – Piano

CD 53

1- 34 33 Variations on a Waltz by Diabelli Op.120 in C Major
35. String Quintet in C Major (fragment) Hess 41
36. Allegretto in C minor WoO S3
37. Bagatelle in C minor WoO S2
38. Allegretto in C minor Hess 69
39. Klavierstuck ‘Lustig – Traurig’ WoO S4

Olli Mustonen – Piano

CD 51 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 52 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 53 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Mustonen, Olli Mustonen
Mustonen, Olli Mustonen