Telemann (1681-1767) e D`Anglebert (1635-1691) – Trauer-Kantate e Pièces de Clavecin – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 15 de 29 – LINK REVALIDADO

CD excepcional da HM! A cantata de Telemann é obrigatória e a a estréia de D`Anglebert auspiciosa. É incompreensível que esta cantata de Telemann não seja mais divulgada, mesmo que sua obra vocal fique tão abaixo da produção de seus brothers Bach e Handel. Grande e rara música vem deste D`Anglebert que nunca vi mais gordo. A diversidade e confusão destes CDs da HM, apesar da suas qualidades, deixam o comentarista zonzo. Afinal, Telemann voltará no CD 17, acompanhado de uma obra que adoro: Barca di Venetia per Padova, de Bachieri. O que tem a ver Telemann com Bachieri ou com D`Anglebert? Nada! O único fato que os liga é o de terem recebido gravações antológicas da Harmonia Mundi. Enfim, sigamos.

CD 15

Trauer-Kantate “Du aber, Daniel, gehe hin” – Georg Philipp Telemann – 25’56
1. Sonata & Coro – Cantus Colln
2. Rezitativo & Aria – Cantus Colln
3. Rezitativo & Aria – Cantus Colln
4. Rezitativo – Cantus Colln
5. Adagio – Cantus Colln
Cantus Cölln
Konrad Junghänel

Pièces de clavecin (1689) – Jean-Henry D’Anglebert – 53’49
Suíte em ré menor
6. Prelude Non Mesure – Kenneth Gilbert
7. Allemande – Kenneth Gilbert
8. Courante – Kenneth Gilbert
9. Sarabande Grave – Kenneth Gilbert
10. Gigue – Kenneth Gilbert

Suíte em sol maior
11. Prelude Non Mesure – Kenneth Gilbert
12. Allemande – Kenneth Gilbert
13. Courante – Kenneth Gilbert
14. Sarabande – Kenneth Gilbert
15. Gigue – Kenneth Gilbert
16. Chaconne En Rondeau – Kenneth Gilbert

Suíte em sol menor
17. Prelude Non Mesure – Kenneth Gilbert
18. Allemande – Kenneth Gilbert
19. Courante – Kenneth Gilbert
20. Sarabande – Kenneth Gilbert
21. Gigue – Kenneth Gilbert

Suíte em ré maior
22. Tombeau De M. De Chambonnieres – Kenneth Gilbert
23. Chaconne En Rondeau – Kenneth Gilbert
Kenneth Gilbert

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Leos Janáček, Cartas Íntimas / Béla Bartók, Contrastes / Arvo Pärt, Missa de Berlim – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 29 de 29

Um CD absolutamente notável fecha a coleção comemorativa da Harmonia Mundi.

Janácek, escreveu aos 73 anos (!) seu segundo Quarteto de Cordas para uma mulher. A dedicatória é a seguinte:

– Aqui pude encontrar lugar para colocar minhas mais belas melodias. Exprimirão o medo que sinto de você.

Cartas Íntimas é efetivamente um obra prima e uma de minhas mais antigas preferências. Eu a ouvia na esplêndida Rádio da UFRGS nos anos 70. O Melos Quartett realiza belíssima interpretação.

Depois temos Contrastes, de Bartók, que consegue ser ainda melhor. Em 1938, Bartók recebeu, por intermédio do violinista húngaro József Szigeti, um pedido de Benny Goodman, conhecido clarinetista de jazz, para compor uma peça para clarinete, violino e piano. Assim surgiu Contrastes, partitura de uma complexidade extrema que atemorizou desde logo Goodman (“Vou precisar de três mãos para a tocar, senhor Bartók!”). Estreou-se em Janeiro de 1939, em Nova Iorque, com interpretação de József Szigeti, Benny Goodman e o pianista Endre Petri. (*) Goodman tirou de letra.

Não vejo (ou ouço) grande coisa na peça de Pärt, talvez seja problema meu. Sua música estática e extática me irrita um pouco.

Obrigatório pelas duas primeiras peças!

MAIS UMA SÉRIE TERMINADA!

CD 29

Quatuor à cordes n°2 “Lettres intimes” – Leos Janáček 25’44
1. Andante. Con Moto. Allegro
2. Adagio. Vivace
3. Moderato. Andante. Adagio
4. Allegro. Andante. Adagio
Melos Quartett

Contrastes pour violon, clarinette et piano – Béla Bartók 17’15
5. No.1 Verbunkos
6. No.2 Piheno
7. No.3 Sebes
Ensemble Walter Boeykens

Berliner Messe – Arvo Pärt 23’20
8. Kyrie
9. Gloria
10. First Alleluia Verse
11. Second Alleluia Verse
12. Veni Sancte Spiritus
13. Credo
14. Sanctus
15. Agnus Dei
Theatre of Voices
Christopher Bowers-Broadbent, organ
Paul Hillier

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

(*) Detalhes retirados daqui.

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Chopin, Ballades; Liszt, La Lugubre Gondole; Shostakovich, Quarteto Nº 8 – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 27 de 29

Mais um CD que justifica-se plenamente pela qualidade de seus jovens intérpretes.
Cedric Tiberghien faz um Chopin que conseguiu interessar até a mim, um hostil ao romantismo líquido do pianismo do polonês. Musicalmente, a coisa melhora demais com La Lugubre Gondole, indiscutível obra-prima de um compositor mais afeito aos efeitos, mas que às vezes deixava escapar autêntica musicalidade e, principalmente, profundidade. A violoncelista Emmanuelle Bertrand dá conta do recado com sobras de talento, acompanhada por nosso já conhecido Pascal Amoyel, ao piano. Depois temos talvez a obra mais postada neste blog: o Quarteto Nº 8 de Shosta — seria esta a quinta ou sexta versão que apresentamos dele? Bom, não interessa. Este quarteto é tão bom que, se fizermos mais meia dúzia de postagens com ele está bem posto, ou postado. Posto isto, reitero que estou disposto a matar esta série da HM logo. Até porque já enchi o saco de ver esta caixinha ao lado meu micro. Ah, o Jerusalem Quartet é excelente.

Baita CD!

CD 27

Ballades n°1-4 Frederic Chopin 35’31
1. No.1, Op.23 In G Minor
2. No.2, Op.38 In F Major
3. No.3, Op.47 In A Flat Major
4. No.4, Op.52 In F Minor
Cedric Tiberghien, piano

La Lugubre Gondole Franz Liszt 9’34
5. La Lugubre Gondole
Emmanuelle Bertrand, cello
Pascal Amoyel, piano

Quatuor n°8 op.110 Dimitri Chostakovitch 22’04
6. I. Largo
7. II. Allegro
8. III. Allegretto
9. IV. Largo
10. V. Largo
Jerusalem Quartet

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Franz Schubert (1797 – 1828) – Fantasia para violino e piano / Sonata D. 960 – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 26 de 29

Eu não disse para vocês que a partir do 26 só viriam discos impecáveis? Pois este é o primeiro. O libreto que acompanha a caixa da HM diz que este CD e o próximo são dedicados a uma nova geração de grandes instrumentistas. Isabelle Faust, Alexander Melnikov e Paul Lewis de modo algum nos decepcionam, muito pelo contrário, dão um show nestas peças fundamentais do imenso repertório do compositor predileto de nossa colega bissexta Clara Schumann. A Fantasia para violino e piano veio logo após outra, a Wanderer, com quem guarda estreito parentesco, principalmente no abandono de formalismos. Já a Sonata D. 960 é sua maior sonata, em proporções e qualidade, trazendo em si a alegria e inventividade dos lieder schubertianos, TÃO POUCO EXPLORADOS POR ESTE NOTÁVEL BLOG.

Imperdível.

CD 26

Fantaisie en Ut majeur op. posth.159, D.934 Franz Schubert 22’49
1. Andante Molto
2. Allegretto
3. Andantino
4. Allegro Vivace
Isabelle Faust, violin
Alexander Melnikov, piano

Sonate D.960 Franz Schubert 36’31
5. Molto Moderato
6. Andante Sostenuto
7. Scherzo. Allegro Vivace Con Delicatezza – Trio
8. Allegro, Ma Non Troppo
Paul Lewis, piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Hector Berlioz (1803-1869): Nuits d’été / Manuel de Falla (1876-1946) – El Amor brujo / – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 25 de 29

Hector Berlioz é um daqueles raros compositores que ignoro. Nunca ouvi nada que me chamasse a atenção. Ele fica no limbo, sem meu desprezo e sem nenhuma admiração. Ouvi friamente essas com Nuits d’été. Nada. O mesmo não pode ser dito de Manuel de Falla, admirável compositor nacionalista espanhol, inventor de esplêndidas melodias e cujas obras sempre me agradam. Além disso, ERA um ser humano: de Falla tentou em vão impedir o assassinato de seu amigo Frederico García Lorca em 1936. Após a vitória de Franco na Guerra Civil Espanhola, de Falla emigrou para Argentina, onde viria a morrer. Então, mais um CD bem maluco desta coleção. Porém, para nosso consolo os volumes de 26 a 29 serão indiscutíveis.

CD 25

Berlioz: Nuits d’été / Manuel de Falla: El Amor brujo

Nuits d’été, op.7 – Hector Berlioz 30’11
1. Villanelle – Brigitte Balleys
2. Le Spectre De La Rose – Brigitte Balleys
3. Sur Les Lagunes – Brigitte Balleys
4. Absence – Brigitte Balleys
5. Au Cimetiere – Brigitte Balleys
6. L’ile Inconnue – Brigitte Balleys

Brigitte Balleys, soprano;
Orchestre Des Champs-Elysees;
Philippe Herreweghe, conductor

El Amor brujo / L’Amour sorcier / Love the Magician – Manuel de Falla 37’07
7. Introduction Y Escena – Ginesa Ortega
8. Cancion Del Amor Dolido – Ginesa Ortega
9. Sortilegio – Ginesa Ortega
10. Danza Del Fin Del Dia – Ginesa Ortega
11. Escena – Ginesa Ortega
12. Romance Del Pescador – Ginesa Ortega
13. Intermezzo – Ginesa Ortega
14. Introduccion – Ginesa Ortega
15. Escena – Ginesa Ortega
16. Danza Del Fuego Fatuo – Ginesa Ortega
17. Interludio – Ginesa Ortega
18. Cancion Del Fuego Fatuo – Ginesa Ortega
19. Confuro Para Reconquistar El Amor Perdido – Ginesa Ortega
20. Escena – Ginesa Ortega
21. Danza Y Cancion De La Bruja Fingida – Ginesa Ortega
22. Final – Ginesa Ortega

Ginesa Ortega, “cantaora”;
Orchestra de Cambra Teatre Lliure;
Josep Pons, conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Rossini (1792-1868), Schumann (1818-1856), Brahms (1833-1897), Wolf (1860-1903) – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 23 de 29

Mais um dos 29 álbuns comemorativos dos 50 anos da Harmonia Mundi e nova confusão de alto nível. Claro que numa caixa dessas a intenção é mostrar o melhor do melhor dos 50 anos de uma super-gravadora e os CDs não têm grande unidade, mas como valem a pena conhecer! Destaque para… tudo! Nunca tinha ouvido essas músicas em interpretações tão boas.

A Sonata de Rossini mostra o que o compositor tem de melhor: o melodismo fácil e sedutor. Destaque para o estilo galante do irresistível Allegretto.

O belíssimo ciclo Amor e Vida de uma Mulher, de Schumann, a partir de poemas de Adelbert von Chamisso, o criador do imortal Peter Schlemihl — o homem que vende sua sombra ao diabo (NÃO DEIXEM DE LER) — é um dos ápices do romantismo. A interpretação de Bernarda Fink funciona maravilhosamente, ficando longe das loucuras escabeladas de algumas cantoras de que meu pai gostava e das quais não sei o nome — ainda bem! Fink valoriza as canções na medida certa, longe da apelação.

Ao lado das canções de Schumann, a sonata para clarinete e piano de Brahms é o ponto alto do CD, com destaque para o sonhador Andante um poco adagio magnificamente levado por Michel Portal.

Já os Goethe-Lieder de Wolf contrastam tanto com o restante do CD que não consigo escrever nenhuma frase a respeito. Loucuras desta coleção…

Gioacchino Rossini – Sonate a quattro en Si bémol majeur 14’55
1. Allegro Vivace
2. Andante
3. Allegretto
Ensemble Explorations

Robert Schumann – Frauenliebe und leben op.42 (Amor e Vida de uma Mulher) 20’20
4. Seit Ich Ihn Gesehen
5. Er, Der Herrlichste Von Allen
6. Ich Kann’s Nicht Fassen
7. Du Ring An Meinem Finger
8. Helft Mir, Ihr Schwestern
9. Susser Freund
10. An Meinem Herzen
11. Sun Hast Du Mir Den Ersten Schmerz Getan
Bernarda Fink, mezzo soprano
Roger Vignoles, piano

Johannes Brahms – Sonate pour clarinette et piano op.120 n°1 24’44
12. Allegro Appassionato
13. Andante Un Poco Adagio
14. Allegretto Grazioso
15. Vivace
Michel Portal, clarinet
Georges Pludermacher, piano

Hugo Wolf – Goethe-Lieder avec orchestre 19’19
16. Mignon
17. Der Rattenfanger
18. Harfenspieler I
19. Harfenspieler II
20. Harfenspieler III
21. Anakreons Grab
Juliane Banse, soprano
Dietrich Henschel, baritone
Rundfunkchor Berlin, dir.Simon Halsey
German Symphony Orchestra Berlin
Kent Nagano, conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Gioacchino Rossini (1792-1868) – Pequena Missa Solene – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 22 de 29

A Pequena Missa Solene de Rossini é, em minha opinião, uma das melhores músicas já compostas. Aqui, recebe tratamento especialíssimo de Marcus Creed num dos 29 históricos CDs que foram escolhidos para comemorar os 50 anos da notável gravadora Harmonia Mundi. É para se ouvir de joelhos. Não por Deus, mas pela religião da música mesmo. Escrita para um agrupamento inacreditavelmente pequeno de coro, solistas, 2 pianos e harmônica, a Missa parece destinada ao riso. Mas isto só até a música começar. A abertura, utilizada com notável sensibilidade por Pedro Almodóvar em seu filme A Má Educação (cena das crianças fazendo ginástica na escola, lembram?), é linda e tem a propriedade de instalar-se em nossa cabeça de uma forma difícil de controlar…

Meu amigo Milton Ribeiro escreveu uma pequena história protagonizada por esta música. Durante o conto, ele explica, de forma sucinta, as circunstâncias de sua composição.

Todos os Pecados Perdoados

Dedicado a Fernando Monteiro

Eu estava estudando na Itália, mas o tema de maior interesse, aquele sobre o qual me debruçava com verdadeira afeição, era Antonella, minha pequena e saltitante romana. Um dia, tivemos uma discussão acerca de algumas grosserias que, segundo ela, eu cometera, e ela rompeu nossa ligação.

Dias depois, telefonei-lhe e convidei-a para assistirmos à Pequena Missa Solene de Rossini, que seria apresentada na Parrocchia dell’Assunzione, no Tuscolano. Depois de alguma hesitação e surpresa – ela não esperava uma ligação minha, ainda mais sem referências a nosso impasse -, ela aceitou. Antonella amava a música de tal forma que eu não tinha como saber se a aceitação do convite significava um perdão ou a mera impossibilidade de recusar a Missa de Rossini.

Caminhamos lado a lado, sem nos tocarmos. Tive todo o cuidado em ser verbalmente o mais gentil com ela, já que as circunstâncias não permitiam nada além. Quando a Missa começou, ela se riu. Disse em meu ouvido que achara engraçada a pobre instrumentação que Rossini utilizara. Passaram-se alguns minutos e notei que Antonella estava muito emocionada. Abracei-a e ela apoiou sua cabeça em meu peito. Enquanto lhe acariciava o rosto, sentia suas lágrimas molhando meus dedos. Soube que estava perdoado.

Rossini começou a escrever música muito jovem. Era prolífico e compunha, em média, duas óperas por ano. Então, aos 37 anos – enfadado do freqüente contato com cantores temperamentais e diretores de teatro ainda piores -, parou de trabalhar seriamente com música, tornando-a um divertimento pessoal. Riquíssimo e célebre, dedicou-se ao lazer e a um irônico e gentil convívio com todos, itens nos quais era mestre. Costumava promover freqüentes festas em sua casa. Ali, bebia-se champanhe, vinho, comia-se esplendidamente e ouvia-se música. Às vezes, Rossini apresentava ao piano peças de um certo compositor anônimo… O compositor ressurgiu surpreendentemente aos setenta e poucos anos publicando duas extraordinárias peças sacras – o Stabat Mater e a Petite Messe Solennelle (Pequena Missa Solene) -, além de peças para piano. Tais obras foram agrupadas sob o título genérico de Péchés de vieillesse.

Fomos a meu apartamento, onde nos amamos e dormimos como fazem os casais. Quando acordei, não vi Antonella. Havia somente um bilhete em italiano sobre meu criado-mudo. Meu amigo, fomos engolfados por um dos “pecados da velhice” de Rossini. O que aconteceu não tem relação nenhuma com nossa situação. Não me procure mais. Antonella.

Nunca mais vi minha pequena Antonella. Porém, ontem, recebi de um amigo uma gravação da Missa de Rossini. Comecei a ouvi-la, mas logo certo pudor fez-me interromper a audição. Deixei todos dormirem para religar o aparelho de som. Então, enquanto minha mulher dormia, ouvi toda a gloriosa Missa, imóvel, sentado no escuro, sentindo a presença de minha adorável Antonella e de uma vida perdida.

Gioacchino Rossini – Pequena Missa Solene

1. Kyrie I. Kyrie 2:27
2. Kyrie II. Christe 1:49
3. Kyrie III. Kyrie 2:22
4. Gloria I. Gloria in excelsis Deo 0:37
5. Gloria II. Laudamus te 1:46
6. Gloria III. Gratias 4:45
7. Gloria IV. Domine Deus 5:37
8. Gloria V. Qui tollis 6:21
9. Gloria VI. Quoniam 7:32
10. Gloria VII. Cum Sancto Spiritu 5:33
11. Credo I. Credo in unum Deum 4:14
12. Credo II. Crucifixus 3:18
13. Credo III. Et resurrexit 4:51
14. Credo IV. Et vitam venturi 4:05
15. Prélude religieux (pendant l’Offertoire) 7:38
16. Ritournelle 0:33
17. Sanctus 3:53
18. O salutaris 5:27
19. Agnus Dei 7:25

Artist(s): Krassimira Stoyanova, Birgit Remmert, Steve Davislim, Hanno Müller-Brachmann,
RIAS Kammerchor
Marcus Creed

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Reinhard Keiser (1674-1739) – Croesus – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CDs 18, 19 e 20 de 29

Eu juro que não gosto de postar óperas. Em primeiro lugar, sei pouco a respeito; em segundo lugar, sou casado com uma erudita na matéria e ela acha que, após o DVD, não faz mais sentido apenas ouvir uma ópera, pois o gênero é música, berro, atuação, luz e encenação. Tal opinião me afastou ainda mais do gênero, pois se ouço diariamente umas cinco ou seis horas de música, esta serve como trilha sonora enquanto faço coisas relacionadas a meu ganha-pão. Não me interesso muito por “ver” música e se fosse obrigado a isso, não sei se aceitaria roubar meu tempo de leitura, que já acho escasso. Para piorar, fico tentado a narrar toda a ópera de Keiser, conhecido também como “o primeiro homem do mundo”… Mas, se faço um post em 30 minutos, isto é impossível. Nestes 30 minitos não está incluído o upload, que acontece enquanto trabalho em outra coisa.

Peço ajuda à Wikipedia:

Creso foi o último rei da Lídia, da Dinastia Mermnada, (560–546 a.C.), filho e sucessor de Aliates que morreu em 560 a.C.. Submeteu as principais cidades da Anatólia (salvo a cidade de Mileto).

No entanto perante o inquietante avanço do rei Ciro II da Pérsia, Creso enviou um mensageiro ao oráculo de Delfos que lhe respondeu que se conduzisse um exército para Este e cruza-se o rio Hális, destruiria um grande império. Tentado pelo que disse o Oráculo, Creso Organizou uma aliança com Nabonidus da Babilónia, Amasis II do Egito e a cidade grega de Esparta e partiu para a guerra, no entanto a guerra não correu como esperado, sem esforço for vencido pelas forças de Ciro, batalha do rio Hális, Timbra em 547 a.C. e feito prisioneiro em Sardes.

Desta forma se completou o vaticinado pelo oráculo, mas pela destruição do império lídio. Depois de perdida a guerra, Creso refugiou-se na sua capital, Sardes, onde no ano seguinte, em 546 a.C. seria capturado e deposto por Ciro.

Ciro no entanto foi condescendente, concedendo-lhe honras e a oportunidade de viver na corte persa. Creso fora famoso pela sua riqueza, a qual foi atribuída à exploração das areias auríferas do Pactolo, rio afluente do Hermo onde, segundo a lenda, se banhara o Rei Midas (que transformava em ouro tudo o que tocava).

É isso aí. Croesus narra a defesa da Lídia (561-547 AC) contra o rei da Pérsia, Ciro. De acordo com Heródoto, Cresus considerava-se o homem mais feliz do mundo, mas Sólon o advertiu que alguém só poderia dizer-se feliz após a morte. Bem, Cresus quase acaba numa fogueira, mas, como Ciro foi legal, acabou numa relativa felicidade, como subordinado…

Claro que a música é belíssima, inovadora, extraordinária, colorida e me deixa feliz por sua qualidade e, muitas vezes, agitação e “efeitos especiais” (afinal, há drama e guerra). E René Jacobs é um gênio, nunca perde a viagem. Vale a pena baixar, só que é bom ter ao menos o libretto com traduções, etc., senão os recitativos tornam-se mero blá-blá-blá. Se alguém encontrar por aí o libretto, me avise que eu ponho no post.

Importante: Cantores e orquestra maravilhosos.

KEISER: Croesus (complete opera)

Disc: 18
1-01 Sinf Avanti L’opera Croesus
1-02 Act I, Scene I. Coro_ Croesus H
1-03 Act I, Scene I. Recitativo_ Ihr
1-04 Act I, Scene I. Aria_ Prangt Di
1-05 Act I, Scene II. Aria_ Hoffe No
1-06 Act I, Scene II. Recitativo_ Du
1-07 Act I, Scene II. Arietta_ Empfi
1-08 Act I, Scene III. Aria_ Lieben,
1-09 Act I, Scene III. Recitativo_ P
1-10 Act I, Scene IV. Aria_ Wahre Tr
1-11 Act I, Scene V. Aria_ Er Erweck
1-12 Act I, Scene VI. Recitativo Con
1-13 Act I, Scene VI. Recitativo_ Wa
1-14 Act I, Scene VI. Aria Con Recit
1-15 Act I, Scene VII. Recitativo_ D
1-16 Act I, Scene VIII. Duetto_ Ich
1-17 Act I, Scene IX. Duetto_ Blinde
1-18 Act I, Scene X. Aria_ Traure Ni
1-19 Act I, Scene X. Recitativo_ Ors
1-20 Act I, Scene XI. Recitativo Con
1-21 Act I, Scene XII. Recitativo_ D
1-22 Act I, Scene XIV. Recitativo_ M
1-23 Act I, Scene XIV. Aria_ Liebe,
1-24 Act I, Scene XV. Recitativo Con
1-25 Act I, Scene XV. Chaconne_ Ball
1-26 Act I, Scene XVI. Aria_ Lass Ic
1-27 Act I, Scene XVI. Recitativo_ I
1-28 Act I, Scene XVI. Ballet Von Pe
1-29 Act I, Scene XVII. Recitativo_
1-30 Act I, Scene XVIII. Ritornello
1-31 Act I, Scene XVIII. Recitativo_.mp3

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – CD 1

Disc: 19
2-01 Act II, Scene I. Ritornello
2-02 Act II, Scene I. Duetto_ Kleine
2-03 Act II, Scene II. Recitativo_ O
2-04 Act II, Scene III. Recitativo_
2-05 Act II, Scene III. Ballett Von
2-06 Act II, Scene IV. Duetto_ Freun
2-07 Act II, Scene V. Recitativo_ Ka
2-08 Act II, Scene V. Aria_ Ihr Stum
2-09 Act II, Scene V. Recitativo_ Du
2-10 Act II, Scene V. Aria_ Soll Dan
2-11 Act II, Scene VI. Recitativo_ S
2-12 Act II, Scene VI. Duetto_ Die R
2-13 Act II, Scene VII. Recitativo_
2-14 Act II, Scene VIII. Recitativo_
2-15 Act II, Scene VIII. Aria_ Liebe
2-16 Act II, Scene IX. Recitativo_ H
2-17 Act II, Scene IX. Aria_ Alle Fr
2-18 Act II, Scene X. Recitativo_ Wa
2-19 Act II, Scene XI. Aria_ Ich Lie
2-20 Act II, Scene XI. Recitativo_ P
2-21 Act II, Scene XI. Aria_ Ist Nie
2-22 Act II, Scene XI. Recitativo_ W
2-23 Act II, Scene XI. Aria_ Mir Gef
2-24 Act II, Scene XII. Recitativo_
2-25 Act II, Scene XIII. Recitativo
2-26 Act II, Scene XIV. Aria_ Nieman
2-27 Act II, Scene XIV. Recitativo_
2-28 Act II, Scene XIV. Aria_ Ihr Ta
2-29 Act II, Scene XIV. Entree, Pass

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – CD 2

Disc: 20
3-01 Act III, Scene I. Aria_ Die Fla
3-02 Act III, Scene I. Recitativo_ F
3-03 Act III, Scene II. Recitativo_
3-04 Act III, Scene III. Recitativo_
3-05 Act III, Scene III. Recitativo_
3-06 Act III, Scene IV. Recitativo_
3-07 Act III, Scene IV. Aria_ Waffne
3-08 Act III, Scene V. Aria_ Elmir!
3-09 Act III, Scene V. Recitativo_ P
3-10 Act III, Scene V. Aria_ Mich Ve
3-11 Act III, Scene VI. Recitativo_
3-12 Act III, Scene VI. Recitativo_
3-13 Act III, Scene VII. Ritornello
3-14 Act III, Scene VII. Recitativo_
3-15 Act III, Scene VII. Aria_ Sollt
3-16 Act III, Scene VIII. Arietta_ Z
3-17 Act III, Scene VIII. Recitativo
3-18 Act III, Scene VIII. Aria_ Schm
3-19 Act III, Scene IX. Duetto_ Nein
3-20 Act III, Scene X. Recitativo_ P
3-21 Act III, Scene X. Aria_ Dieses
3-22 Act III, Scene XII. Aria_ Gotte
3-23 Act III, Scene XIII. Recitativo
3-24 Act III, Scene XIII. Recitativo
3-25 Act III, Scene XIII. Aria_ Solo
3-26 Act III, Scene XIII. Recitativo
3-27 Act III, Scene XIII. Gluckliche

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE – CD 3

Dorothea Röschmann
Werner Güra
Klaus Häger
Roman Trekel
Salomé Haller
Johannes Mannov
Markus Schäfer
Brigitte Eisenfeld
Kurt Azesberger
Kwangchul Youn
Graham Pushee

RIAS Chamber Choir
Akademie fur Alte Musik Berlin
René Jacobs

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Banchieri (1558-1634), Telemann (1681-1767), Couperin (1727,1789), Schobert (1740?-1767) – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 17 de 29

Como somos todos pessoas de boa índole, perdoaremos a grande Harmonia Mundi o fato de ter montado um CD com obras tão esplêndidas — verdadeiras redescobertas — e tão díspares. No livrinho que acompanha a caixa de 29 CDs, os CDs numerados de 16 a 20 têm o título geral de “50 anos de Redescobertas”. OK, de acordo; meu desacordo é porque este CD 17 parece um daqueles LP dos anos 70 ou 80 que vinham com gatinhos na capa… Não, Banchieri nada tem a ver com Telemann; Couperin tem pouco a ver com o último e Schobert possui zero de intersecções com todos os anteriores. Não obstante, as obras são todas excelentes e os intérpretes idem.

Disc: 17

BANCHIERI: Barca di Venetia per Padova
1. L’Umor Svegliato –
2. Strepito Di Pescatori –
3. Parone Di Barca E Ninetta –
4. Barcaruolo A Pasaggieri –
5. Libraio Fiorentino –
6. Mastro Di Musica Luchese –
7. Cinque Cantori In Diversi Lengaggi –
8. Venetiano E Thedesco –
9. Madrigale Affetuoso –
10. Madrigale Capriccioso –
11. Mattinata In Dialogo –
12. Dialogo –
13. Mercante Bresciano Et Hebrei –
14. Madrigale Alla Romana –
15. Madrigale Alla Napolitana –
16. Prima Ottava All’Improviso Nel Liuto –
17. Seconda Ottava All’Improviso Nel Liuto –
18. Aria A Imitazione Del Radesca Alla Piamoniese –
19. Barcaruoli Procaccio E Tutti Al Fine –
20. Soldato Svaligiato –
Ensemble Clément Janequin – Dominique Visse

TELEMANN – Overture “La Bizzare”
21. Ouverture –
22. Courante –
23. Gavotte En Rondeau –
24. Branle –
25. Sarabande –
26. Fantaisie –
27. Menuet I – Menuet II –
28. Rossignol –
Akademie für Alte Musik Berlin

L. COUPERIN: Symphony for Harpsichords
29. Allegro Moderato Et Marque –
30. Andante –
31. Presto –
William Christie / David Fuller, cravos

SCHOBERT: Piano Quartet
32. Andante –
33. Menuetto –
34. Allegro –
Luciano Sgrizzi, pianoforte / Chiara Banchini e Véronique Méjean, violins / Philipp Bosbach, cello

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Jean-Baptiste Lully (1632–1687), Atys / Marin Marais (1656-1728), La Gamme – Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 11, 12 e 13 de 29

Já tivemos um porre de órgão no início desta série, depois tivemos os “Deller Years”, Herreweghe e agora chegamos ao grande William Christie. (Estes CDs parecem ter sido feito por encomenda para nossa Clara Schumann…) William Christie é um americano que mora na França desde 1979 — nasceu em 1944 –, fundador do Les Arts Florissants, um conjunto vocal e instrumental que já recebeu consideráveis encômios de Clara Schumann no MSN. Aqui, ele dirige esplendidamente a ópera (ou “Tragédie en Musique”) Atys do florentino Giovanni Battista Lulli, o qual também trocou seu país pela França, tornando-se Jean_Baptiste Lully.

Segundo a Harmonia Mundi e a Diapason, esta gravação marcou o renascimento da ópera barroca francesa em nossos dias. Ouvi apenas uma vez e digo que gostei muito!

Como petit gâteau, temos a interessante La Gamme, de Marin Marais.

Disc: 11

Atys, de Jean-Baptiste Lully

1. Ouverture – Les Arts Florissants
2. Le Temps: ‘En Vain, J’ai Respecte’ – Les Arts Florissants
3. Air Pour Les Nymphes De Flore – Les Arts Florissants
4. Le Temps: ‘La Saison Des Frimats’ – Les Arts Florissants
5. Air Pour La Suite De Flore – Les Arts Florissants
6. Prelude Pour Melpomene – Les Arts Florissants
7. Air Pour La Suite De Melpomene – Les Arts Florissants
8. Ritournelle – Les Arts Florissants
9. Menuet – Les Arts Florissants
10. Reprise De L’Ouverture – Les Arts Florissants
11. Scene 1. Ritournelle. Scene 2. Idas – Les Arts Florissants
12. Idas: ‘Atys, Ne Feignez Plus’ – Les Arts Florissants
13. Scene 3. Sangaride Et Doris : ‘Allons, Allons, Accourez Tous’ – Les Arts Florissants
14. Scene 4. Sangaride : ‘Atys Est Trop Heureux’ – Les Arts Florissants
15. Sangaride Et Doris : ‘Un Amour Malheureux’ – Les Arts Florissants
16. Scene 5. Atys: ‘On Voit Dans Ces Campagnes’. Scene 6. Atys – Les Arts Florissants
17. Atys Et Sangaride: ‘Si L’Hymen Unissait’ – Les Arts Florissants
18. Scene 7. Atys: ‘Mais Deja De Ce Mont Sacre’ – Les Arts Florissants
19. Entree De Phrygiens – Les Arts Florissants
20. Second Air Des Phrygiens – Les Arts Florissants
21. Scene 8. Prelude – Les Arts Florissants
22. Cybele: ‘Venez Tous Dans Mon Temple’ – Les Arts Florissants
23. Scene 1. Ritournelle. Atys: ‘Qu’Un Indifferent Est Heureux’ – Les Arts Florissants
24. Scene 2. Prelude – Les Arts Florissants
25. Cybele: ‘Je Veux Joindre’ – Les Arts Florissants
26. Scene 3. Cybele: ‘Tu T’Etonnes, Melisse’ – Les Arts Florissants
27. Cybele: ‘Que Les Plus Doux Zephyrs’. Scene 4. – Les Arts Florissants
28. Entree Des Nations – Les Arts Florissants
29. Entree Des Zephyrs – Les Arts Florissants
30. Choeur Des Nations’ ‘Que Devant Vous’ – Les Arts Florissants
31. Atys: ‘Indigne Que Je Suis’ – Les Arts Florissants
32. Reprise Du Choeur Des Nations : ‘Que Devant Nous’ – Les Arts Florissants
33. Reprise De L’Air Des Zephyrs – Les Arts Florissants

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Disc: 12

1. Scene 1. Ritournelle. Atys :’Que Servent Les Faveurs’ – Les Arts Florissants
2. Scene 2. Idas:’Peut-on Ici Parler’ – Les Arts Florissants
3. Atys:’Le Plus Juste Parti’.Scene 3 – Les Arts Florissants
4. Scene 4. Prelude. Le Sommeil:’Dormons, Dormons Tous’ – Les Arts Florissants
5. Prelude – Les Arts Florissants
6. Morphee:’Ecoute, Ecoute, Atys’ – Les Arts Florissants
7. Phantase:’Que L’Amour A D’Attraits’ – Les Arts Florissants
8. Phobetor:’Goute En Paix’ – Les Arts Florissants
9. Phantase:’Trop Heureux Un Amant’ – Les Arts Florissants
10. Un Songe Funeste:’Garde-Toi D’Offenser’ – Les Arts Florissants
11. Choeur Des Songes Funestes:’L’Amour Qu’on Outrage’ – Les Arts Florissants
12. Scene 5.Atys:’Venez A Mon Secours’.Scene 6.Atys – Les Arts Florissants
13. Scene 7.Cybele:’Qu’ Atys Dans Ses Respects’ – Les Arts Florissants
14. Scene 8. Ritournelle.Cybele ‘Espoir Si Cher Et Si Doux’ – Les Arts Florissants
15. Scene 1.Doris:’Quoi! Vous Pleurez!’ – Les Arts Florissants
16. Scene 2. Prelude – Les Arts Florissants
17. Celenus:’Belle Nymphe’.Scene 3 – Les Arts Florissants
18. Scene 4. Ritournelle. Atys:’Qu’il Sait Peu Son Malheur’ – Les Arts Florissants
19. Atys, Sangaride:’Je Jure/Je Promets’ – Les Arts Florissants
20. Scene 5. Prelude. Le Dieu Du Fleuve Sangar:’O Vous Qui Prenez Part’ & Choeur – Les Arts Florissants
21. Le Dieu Du Fleuve Sangar:’Que L’on Chante’ & Choeur – Les Arts Florissants
22. Gavotte, Choeur De Dieux De Fleuves Et De Divinites De Fontaines Et De Ruisseaux:’La Beaute La Plus Severe’ – Les Arts Florissants
23. Menuet, Choeur De Dieux & Divinites:’L’Hymen Seul Ne Saurait Plaire’ – Les Arts Florissants
24. Menuet, Choeur De Dieux & Divinites:’Une Constance Extreme’ – Les Arts Florissants
25. Gavotte, Choeur De Dieux & Divinites:’Un Grand Calme’ – Les Arts Florissants
26. Scene 6.Choeur De Dieux & Divinites:’Venez Former’ – Les Arts Florissants

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Disc: 13

1. Scene 1. Ritournelle – Les Arts Florissants
2. Celeus:’Vous M’Otez Sangaride’ – Les Arts Florissants
3. Scene 2.Cybele Et Celenus:’Venez Vous Livrer’ – Les Arts Florissants
4. Cybele:’Toi Qui Porte Partout’ – Les Arts Florissants
5. Scene 3.Atys:’Ciel!’ – Les Arts Florissants
6. Choeur Des Phrygiens:’Atys Lui-Meme’. Scene 4 – Les Arts Florissants
7. Atys:’Quoi! Sangaride Est Morte!’ – Les Arts Florissants
8. Scene 5. Cybele:’Je Commence A Trouver’ – Les Arts Florissants
9. Scene 6. Idas:’Il S’Est Perce Le Sein’ – Les Arts Florissants
10. Ritournelle – Les Arts Florissants
11. Cybele:’Venez, Furieux Corybantes’. Scene Derniere – Les Arts Florissants
12. Entree Des Nymphes – Les Arts Florissants
13. Premiere Entree Des Corybantes – Les Arts Florissants
14. Second Entree – Les Arts Florissants
15. Cybele Et Choeur Des Divinites Des Bois Et Des Eaux:’Que Le Malheur D’Atys’ – Les Arts Florissants

Les Arts Florissants
William Christie, conductor

Marin Marais – La Gamme, en forme de petit opéra

16. Medley:Ut-Re-Mi-Fa-Sol-La-Si-Ut-Si-La-Sol/Fa-Mi-Re-Ut – London Baroque

London Baroque
Charles Medlam, conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

J. S. Bach (1685-1750) – A Arte da Fuga (Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 10 de 29)

Achei que quase ninguém estava atento a esta série, mas como ontem tomei uma encarada — uma bela encarada, diga-se de passagem — de uma amiga no centro de Porto Alegre, sigo a postagem. Disse-me ela que estava com os CDs em fila, juntando os discos em grupos de três. Já aviso a ela que a ópera de Lully, que virá logo a seguir, vai esculhambar sua organização.

A Arte da Fuga é uma das muitas obras-primas de meu pai. Composta sobre temas bastante simples, essas fugas são arrebatadores exercícios de musicalidade e rigor. Elas são organizadas em ordem crescente de complexidade. Bach faleceu durante a composição da fuga a 3 sujeitos onde o terceiro sujeito é o tema B-A-C-H (si bemol-lá-dó-si). Talvez a expressão “música erudita” nunca seja melhor aplicada do que a esta obra. Dizem alguns entendidos — dentre os quais não me incluo nem como entendido nem como signatário da opinião — que A Arte da Fuga seria uma obra mais para leitura e análise do que para audição. Mas como esta idéia me parece um pouco absurda em se tratando de alguém que não conheceu a Segunda Escola de Viena, vou deixá-la de lado…

Acabo de ouvir a gravação do Fretwork. É das melhores que já ouvi. Eles não procuram finalizar a Fuga a 3 Soggetti, como alguns de seus colegas fazem. Isto é um tanto absurdo para alguém como eu que, mesmo amando a múisca, é formado na área da literatura. Fragmento é fragmento e não se completa, ora. E. além do mais, acho emocionante ouvir a Fuga simplesmente extinguir-se com seu autor, ops, com meu pai.

Disc: 10

Die Kunst der Fuge BWV 1080 76’14

1. Contrapunctus 1
2. Contrapunctus 3
3. Contrapunctus 2
4. Contrapunctus 4
5. Canon Alla Ottava
6. Contrapunctus 5
7. Contrapunctus 6
8. Contrapunctus 7
9. Canon Alla Duodecima In Contrapunto Alla Quinta
10. Contrapunctus 9
11. Contrapunctus 10
12. Canon Alla Decima Contrapunto Alla Terza
13. Contrapunctus 8
14. Contrapunctus 11
15. Contrapunctus 12 Rectus
16. Contrapunctus 12 Inversus
17. Contrapunctus 13 Rectus
18. Contrapunctus 13 Inversus
19. Canon Per Augmentationem In Contrario Motu
20. Fuga A 3 Soggetti

Fretwork

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 6 de 29

A série de motetos isorítmicos do grande Guillaume Dufay não forma um ciclo homogêneo. Cada um deles foi composto como “peça de circunstância”, às vezes com intervalos de muitos anos. Então, os treze motetos, que aqui são apresentados em ordem cronológica, servem para demonstrar a evolução de Dufay ao longo dos vinte anos que separam a composição do primeiro e do último. Se os primeiros são estritamente matemáticos e góticos; os últimos são muito mais majestosos e tranqüilos. Em 1440, Dufay concluiu que a isoritmia não tinha futuro num mundo onde a expressão individual ganhava mais e mais espaço e tratou de aproximar os textos da melodia, tornando sua música a mais humanística de sua época. Foi um grande gênio que preparou o caminho de saída das formas medievais para a polifonia dos anos seguintes. Esses motetos são o ápice de uma arte que depois foi desenvolvida por Machaut e Dunstable.

CD 6: Intégrale des Motets isorythmiques – Guillaume Dufay

1. Vasilissa Ergo Gaude, A Voix, 1420
2. O Sancte Sebastiane – O Martyr Sebastiane/O Quan Mira, A 4 Voix, C.1437
3. O Gemma, Lux Et Speculum – Sacer Pastor Barensium/A Voix, C.1434
4. Apostolo Glorioso/Cum Tua Doctrina Andreas, Christi Famulus, A 6 Voix, 1426
5. Rite Majorem Jacobus – Artibus Summis Miseri, A 5 Voix, 1426-27
6. Ecclesie Militantis – Sanctorium Arbitrio Bella Canunt Gentes, A 5 Voix 1431
7. Balsamus Et Munda Cera, A 4 Voix,1431
8. Supremum Est Mortalibus, a 4 Voix,1436
9. Nuper Rosarum Flores, a 4 Voix, 1436
10. Salve Flos Tusce Gentis – Vos Nunc, Etrusce Iubar, A 4 Voix,1435-36
11. Magnanime Gentes Laudes – Nexus Amicie Musa, A 3 Voix, 1446
12. Fulgens Tubar Ecclesiae Dei – Puerpera, Pura Parens, A 4 Voix, 1446
13. Moribus Et Genere – Virgo, Virga Virens, A 4 Voix, Annes, ? 1446

Huelgas-Ensemble
Paul Van Nevel, conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 5 de 29

Um CD estupendo, talvez o melhor que já postamos de música antiga. Começa com uma emocionante e devota melopéia dos bizantinos, seguindo com cantos da igreja de Roma que surpreendentemente não diferem muito dos anteriores. Nem em estilo, nem em qualidade. Saímos do sacro para entrar no mezzo-secular de La Comtessa de Dia (pois seu assunto são as Cruzadas), esplendidamente interpretada pelo Clemencic Consort. A luta do mezzo-Carnaval contra a Quaresma segue com a religiosa Laudes & Vêpres pour la fête de sainte Ursule. Absolutamente necessário para os admiradores da música antiga.

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 5

Chant Bizantin – Anonymous
1. Priere De Marie-Madeleine
Sister Marie Keyrouz, soprano

Chants de l`église de Roma – Messe de saint Marcel – Anonymous
2. Introitus: Statuit Ei Dominus
3. Graduale: Inveni David Servum Meum – Verset: Nichil Proficiet
4. Alleluia – Versets: Disposui Testamentum. Inveni David
5. Offertorium : Veritas Mea – Versets: Posui Adiutorium – Misericordia Mea
6. Communio : Domine Quinque Talenta Tradidisti Michi
Ensemble Organum / Marcel Pérès, conductor

La musique des troubadours
La Contessa de Dia
7. Vida. Recitant
8. A Chantar. (Soprano, Viele, Tympanon, Rubebe, Tambour)
Clemencic Consort / René Clemencic, conductor

Hildegard von Bingen (1098-1179)
Laudes & Vêpres pour la fête de sainte Ursule
Laudes

9. Antienne: Stadium Divinitatis
10. Psaume 92: Dominus Regnavit/Studium Divinitatis
11. Benedicamus Domino
Vêpres
12. Chapitre: Domine Deus Meus
13. Chant Responsorial: Mirabilis Dues
14. Hynne: Cum Vox Sanguinis
15. Antienne: O Rubor Sanguinis
16. Cantique: Magnificat Anima Mea/O Rubor Sanguinis
17. Hymne: Te Lucis Ante Terminum
18. Benedicamus Domino
Anonymous 4

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CDs 3 e 4 de 29

Grande homenagem da HM a seus Deller Years. Maravilhosa gravação do Rei Artur de Purcell. Nesta obra tem uma ária que faz minha alegria há anos. Está na faixa 7 do primeiro CD e — além de ser uma seqüência de gênio — é a seqüência do gênio do frio. O Cold Genius interpreta a ária trêmulo de frio, desejando a morte. E canta:

Cold Genius
What power art thou, who from below
Hast made me rise unwillingly and slow
From beds of everlasting snow?
See’st thou not how stiff and wondrous old
Far unfit to bear the bitter cold,
I can scarcely move or draw my breath?
Let me, let me freeze again to death.

Uma obra-prima! Acompanhem todo o libreto da ópera aqui. Como sobremesa, temos canções inglesas, algumas bem conhecidas.

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CDs 3/29 E 4/29

King Arthur 1h38
Semi-ópera com libreto de John Dryden (1691)
Henry Purcell

Disc: 3
1. Overture/Air/Overture
I Ato
2. Bass: Woden First To Thee/Chorus: Brave Souls/Counter-Tenor: I Call Ye All
3. Tenor And Chorus: Come If You Dare
II Ato
4. Philidel: Hither This Way Bend/Grimbald: Let Not a Moon-Born Elf/Philidel: Hither This Way/Philidel: Come Follow Me
5. 1 Shepherd: How Blest Are Shepherds/2 Shepherdesses: Shepherd, Leave Decoying/Hornpipe
III Ato
6. Prelude. Cupid: What Ho
7. Genius: What Power Art Thou/Cupid: Thou Dolting Fool Forbear/Prelude. Chorus: See, See
8. Cupid: Tis I, That Have Warm’d Ye/Cupid & Genius: Sound a Parley/Air

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Disc: 4
IV Ato
1. 2 Syrens: Two Daugthers
2. Alto: How Happy the Lover/Fourth Act Tune
V Ato
3. Trumpet Time/Aeolus: Ye Blust’ring Brethren
4. Symphony/Song Tune. Nereid & Pan: Round Thy Coasts/Alto, Tenor & Bass: For Folded Flocks
5. Song Tune: Your Hay
6. Venus: Fairest Isle
7. Soprano: You Say/Bass: This Is Not My Passion/Bass: But One Soft Moment
8. Trumpet Tune/Honour: St. George
9. Chaconne

The Deller Consort & Choir
The King`s Musick
Alfred Deller

The Folksong Recital – Canções populares inglesas

10. The Three Ravens
11. Black Is the Colour Of My True Love’s Hair
12. Thomas Morley. Sweet Nymph, Come To Thy Lover
13. Thomas Morley. I Go Before My Darling
14. The Oak And the Ash
15. Barbara Allen
16. Lord Rendall
17. Water Is Wide
18. The Tailor And the Mouse
19. Down By the Sally Garden’s
20. I Will Give My Love An Apple
21. Thomas Morley. Miraculous Love’s Wounding
22. Robert Jones. Sweet Kate
23. Bushes And Briars
24. The Foggy, Foggy Dew
25. She Moved Through the Fair
26. Evening Prayer

Alfred Deller & Mark Deller, contra-tenores
Desmond Dupré, alaúde e guitarra

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 2 de 29

É outra surpresa desta coleção. E é mais um francês, imaginem! O que posso dizer a não ser que é um belo disco deste sujeito que estudou com Lully e depois saiu correndo de seu país? Conhecia obras orquestrais de Muffat e surpreendi-me com a consistência destas composições nas quais André Pirro, em “L’Art des organistes”, reconheceu a proximidade aos italianos pela técnica do órgão: “é verdade que ele indica quando a pedaleira deve reforçar o teclado e quando deve tocar sozinho, mas ele também deve admitir, como Frescobaldi, que escreve sopra i pedali e senza; apesar de evitar usar teclados separados”.

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 2/29

Apparatus Musico-Organisticus 76’08
Georg Muffat

1. Toccata No. 10 In D Major
2. Toccata No.2 In G Minor
3. Toccata No.9 In E Minor
4. Toccata No.7 In C Major
5. Toccata No.3 In A Minor
6. Toccata No.12 In B Flat Major
7. Toccata No.5 In C Major
8. Toccata No.1 In D Minor
9. Toccata No.8 In G Major
10. Toccata No.11 In C Minor
11. Toccata No.4 In E Minor
12. Toccata No.6 In F Major

Rene Saorgin, órgão

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration – CD 1 de 29

Bem, a Harmonia Mundi completou 50 anos e editou uma caixinha de 30 CDs (o último é um “.pdf” com as letras das obras e outros detalhes) com 50 obras-primas mostrando o melhor que a HM produziu em todos esses anos. Há de tudo, desde óperas ou a Paixão Segundo São Mateus até obras menores, há desde obras do barroco até modernas, há desde nomes consagrados até absolutas surpresas como este primeiro CD, que nunca imaginaria, mas que – puxa! – é sensacional. Nos próximos dias, meses ou anos, vou postando um a um destes enormes CDs. Serão mais ou menos 35 horas de esplêndida música. Tenham paciência e não me encham o saco. Sou lento e divagativo, mas, de forma tortuosa, vou até o fim. O Organista Doido é que vai adorar: os dois primeiros CDs são de obras para órgão.

Harmonia Mundi – 50 years of music exploration

CD 1/29

François Couperin – Messe à l’usage des Paroisses – 43’27

1 Kyrie
2 Gloria
3 Offertoire
4 Sanctus
5 Beneditus
6 Agnus
7 Deo Gratias

Michel Chapuis, organ

Concert a l’organ de Cavarrubias

8 Medio registro de mano derecha – Andres de Sola 2’59
9 Pange lingua a tres voces – Sebastian Aguilera de Heredia 1’36
10 Salve de lleno – Sebastian Aguilera de Heredia 1’18
11 Tiento de falsas de quarto tono – Sebastian Aguilera de Heredia 3’13
12 Tiento lleno de primer tono – Sebastian Aguilera de Heredia 3’14
13 Gaitilla de mano izquierda – Sebastián Durón 3’07
14 Tiento sobre la letania de la Virgen – Pablo Bruna 5’57
15 Corrente Italiana – Juan Bautista José Cabanilles 3’27

Francis Chapelet, organ

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!