Chimère – Sandrine Piau, soprano & Susan Manoff, piano

Front-Chimère-Sandrine Piau

Chimère

Sandrine Piau, soprano

Susan Manoff, piano

.

 

Sandrine Piau nos convida para uma viagem pelo território íntimo e infinito dos sonhos. Quimera: uma busca ilusória e insatisfeita, o cemitério de nossas ilusões …

Sandrine e sua parceira de longa data, a pianista Susan Manoff, criaram um programa que combina a canção alemã (Hugo Wolf, uma das canções de Mignon de Schumann, uma cena de Fausto de Goethe de Carl Loewe), Mélodies de Debussy e Poulenc (com Banalités), e Art Songs de Barber junto com descobertas de compositores mais raramente ouvidos como Ivor Gurney e as Dickinson Songs de André Previn, o célebre maestro americano menos conhecido por suas composições, que incluem este magnífico ciclo escrito por Renée Fleming.

Com naturalidade, em francês, alemão e inglês, Sandrine Piau está no auge de sua arte. Fantoches, Clair de Lune, Solitary Hotel, Haverá realmente uma manhã ?: Saída para o mundo dos sonhos seguindo este itinerário poético único.

A terra das quimeras é a única neste mundo em que vale a pena viver (Jean-Jacques Rousseau). (Wikipedia)

.
Chimère
Loewe, Johann Carl Gottfried (Alemanha, 1796 – 1869)
01. Lieder und Balladen – Ach neige, du Schmerzenreiche
Schumann, Robert (Alemanha, 1810-1856)
02. Lieder und Gesänge aus “Wilhelm Meister”, Op. 98a – Mignon “Kennst du das Land?”
03. Lieder und Gesänge, Op. 127 – Dein Angesicht
04. Myrthen, Op. 25 – Die Lotosblume
Debussy, Achille-Claude (França, 1862 – 1918)
05. Fêtes Galantes I, CD 86 – I. En sourdine
06. Fêtes Galantes I, CD 86 – II. Fantoches
07. Fêtes Galantes I, CD 86 – III. Clair de lune
Wolf, Hugo Philipp Jacob (Áustria, 1860 – 1903)
08. Verschwiegene Liebe
09. Nixe Binsefuss
10. Das verlassene Mägdlein
11. Lied vom Winde
Gurney, Ivor Bertie (Inglaterra, 1890 – 1937)
12. Five Elizabethan Songs – IV. Sleep
Baksa, Robert (Estados Unidos, 1938)
13. Heart! We Will Forget Him
Poulenc, Francis Jean Marcel (França, 1899 – 1963)
14. Banalités, FP 107 – I. Chanson d’Orkenise
15. Banalités, FP 107 – II. Hôtel
16. Banalités, FP 107 – III. Fagnes de Wallonie
17. Banalités, FP 107 – IV. Voyage à Paris
18. Banalités, FP 107 – V. Sanglots
Barber, Samuel Osborne (Estados Unidos, 1910 – 1981)
19. Despite and Still, Op. 41 – IV. Solitary Hotel
Poulenc, Francis Jean Marcel (França, 1899 – 1963)
20. Métamorphoses, FP 121 – C’est ainsi que tu es
Previn, André (Andreas Ludwig Priwin), Alemanha, 1929)
21. Three Dickinson Songs – As Imperceptibly as Grief
22. Three Dickinson Songs – Will There Really Be a Morning?
23. Three Dickinson Songs – Good Morning Midnight
 .
Chimère – 2018
Sandrine Piau, soprano
Susan Manoff, piano
.
BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
XLD RIP | FLAC | 230 MB
 .
BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 | 320 kbps | 126 MB
.
powered by iTunes 12.7.4 | 58 min
.

Por gentileza, quando tiver problemas para descompactar arquivos com mais de 256 caracteres, para Windows, tente o 7-ZIP, em https://sourceforge.net/projects/sevenzip/ e para Mac, tente o Keka, em http://www.kekaosx.com/pt/, para descompactar, ambos gratuitos.
.
When you have trouble unzipping files longer than 256 characters, for Windows, please try 7-ZIP, at https://sourceforge.net/projects/sevenzip/ and for Mac, try Keka, at http://www.kekaosx.com/, to unzip, both at no cost.

Sandrine Piau: Dedicado ao PQPBach!
– Sandrine Piau: Dedicado ao PQPBach!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Boa audição.

Avicenna

Wolf: Penthesilea, Italian Serenade, Excerpts from “Der Corregidor” etc. Barenboim, Orchestre de Paris ERATO/APEX 1992

Procurando na preciosa lista de compositores do PQP, me deparei com o curioso fato de que não consta o nome de Hugo Wolf (1860-1903). Verifiquei novamente, mas os fatos eram incontestáveis: PQP ainda não tem uma postagem deste importante compositor. Ignorância? Negligência? Esquecimento? Seja qual for a causa, que na verdade não importa, urge sanar esta lacuna. E eis que, então, posto o primeiro disco de Wolf.

Mais conhecido por ter sido um dos píncaros do gênero Lied pós-romântico, Wolf foi influenciado basicamente por Wagner, manteve certa antipatia pela causa neoclássica de Brahms, e no frigir dos ovos, acabou por se tornar, de certa forma, modelo para a geração posterior, representada pela Segunda Escola de Viena, em termos de intensidade dramática e concisão de ideias. Wolf é frequentemente colocado na linha sucessória de Schubert como herdeiro da tradição germânica do Lied, e muitos deles são diretamente comparados aos do seu mestre. Alguns se dizem superiores aos de Schumann, e tenho para mim que são mais fluentes que os de Richard Strauss. Não é pouca coisa.

Infelizmente, Wolf teve uma vida conturbada, tentando se estabelecer num cenário musical competitivo e desigual, o que lhe acarretou graves crises depressivas, e acabou enlouquecendo pela sífilis, ainda jovem.

Wolf escreveu pouco para orquestra, e tem apenas uma ópera acabada. Este disco reúne quase a totalidade de sua música orquestral, e, de certa forma, é uma ótima introdução à sua arte particular, que definitivamente precisa ser conhecida.

HUGO WOLF
Penthesilea, symphonic poem
Der Corregidor, opera: Vorspiel & Zwischenspiel
Italian Serenade
Scherzo & Finale

Orchestre de Paris
Daniel Barenboim
Gravação original de 1992, relançada em 2003.

DOWNLOAD HERE
Arquivo FLAC (sem perda de qualidade), 233Mb

CHUCRUTEN