Música Contemporânea – parte 3: Wolfgang Mitterer (1958): Coloured Noise

IM-PER-DÍ-VEL !!!

Se existir uma fronteira para música, o compositor austríaco Wolfgang Mitterer está em seu extremo. Coloured Noise é uma sinfonia sem um tempo ou desenvolvimento aparente. Então não fique concentrado demais procurando uma linha condutora, “ah já sei, mais uma daquelas chatices aleatórias”, não senhor, o mundo de Mitterer é muito bem trabalhado (o homem é um organista também, toca Bach o tempo todo), é que o mundo que ele nos apresenta não tem semelhança com nada que guardamos na memória. No entanto, fiz uma interpretação muito pessoal após a terceira audição: São 23 músicos (alguma coisa de jazz é perceptível) e eletrônica que montam uma cidade noturna agitada, com botecos, puteiros, casas de jazz e clubs (bate-estaca embebida em êxtase), cinema com filmes de ação e pornografia barata, pessoas e ruídos característicos e perturbadores. A música de Mitterer é atual, pois o mundo estranho acaba sendo um retrato fiel das metrópoles. Claro que essa minha visão não deve servir de guia, o ouvinte tem que ser corajoso o suficiente para entrar nisso sem suportes. É compensador, saímos enriquecidos da experiência.

Wolfgang Mitterer (1958): Coloured Noise

1 Coloured Noise: I. Langsam 19:43
2 Coloured Noise: II. Scherzo 1 10:36
3 Coloured Noise: III. Scherzo 2 8:38
4 Coloured Noise: IV. Scherzo 3 7:57
5 Coloured Noise: V. Attacca 21:20

Composed By, Organ – Wolfgang Mitterer
Conductor – Peter Rundel
Orchestra – Klangforum Wien

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Mitterer dando uma voltinha pelo parque

Mitterer dando uma voltinha pelo parque

CDF

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!